Redação Pragmatismo
Compartilhar
Juristas 29/Aug/2014 às 12:08
5
Comentários

Ministros do STF querem ganhar R$ 35,9 mil

Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) aprovaram proposta de aumento de 22% nos próprios salários. Vencimentos passam de R$ 29,4 mil para R$ 35,9 mil

O Supremo Tribunal Federal (STF) propôs hoje (28) um projeto de lei para aumentar os salários dos ministros da Corte. Conforme a decisão, a partir do dia 1º de janeiro de 2015, o valor deve passar de R$ 29.462,25 para R$ 35,919,00. O aumento, se aprovado pelo Congresso Nacional, terá impacto em todo o Poder Judiciário, no qual os salários dos juízes são calculados de acordo com os subsídios pagos aos ministros do Supremo.

Com a aprovação, o projeto de lei do Supremo será encaminhado hoje (29) ao Congresso, onde será votado com o Orçamento da União. Para calcular o aumento, os ministros levaram em conta a recomposição inflacionária de 16,11%, referente ao período de 2009 a 2014.

Um aumento para os ministros já estava previsto para o dia 1º de Janeiro de 2015. O reajuste foi definido na Lei nº 12.771, de 28 de dezembro de 2012, que definiu o valor dos vencimentos dos ministros até 2015, quando os vencimentos passariam para R$ 30.935,36.

A votação do aumento foi decidida em sessão administrativa, que não foi transmitida pela TV Justiça. O sinal foi cortado após o início da votação. No entanto, a sessão continuou aberta ao público que estava no plenário.

Quarta-feira (27), a presidenta Dilma Rousseff vetou um artigo da lei que institui a gratificação por exercício cumulativo de ofícios dos membros do Ministério Público da União (MPU). O artigo vetado incluía juízes federais dentre os cargos contemplados com a gratificação, no caso de acumulação de juízo, acervo processual ou função administrativa.

Agência Brasil

Recomendados para você

Comentários

  1. eu daqui Postado em 29/Aug/2014 às 12:20

    Sou subalterna do executivo mas aqui tem colega querendo me linchar pq falei que não preciso de aumento salarial e nem vou participar de nenhuma campanha nesse sentido enquanto me sentir justamente remunerada. Tem gente que pensa que dinheiro vai tapar o buraco psíquico: otários: quanto mais ricos mais infelizes.

  2. Thiago Teixeira Postado em 01/Sep/2014 às 20:13

    Nossos juristas e legisladores são eficientes para aumentar seus próprios salários. E dos professores? Vamos conversar?

    • poliana Postado em 01/Sep/2014 às 22:40

      bem, acho q n precisamos conversar sobre a situação dos professores thiago. apenas pense o seguinte: pense na classe dos professores fazendo greve? ok? visualizou isso em sua mente? agora pense nos juízes fazendo greve e no poder judiciário simplesmente parado? o q aconteceria? conseguiu sentir o apocalipse ou a falência do estado democrático de direito? rs...então..daí vc entende o pq de os magistrados sempre conseguirem excelentes reajustes salariais. rsrsrsrsrs

  3. Allysson W. Postado em 02/Sep/2014 às 09:46

    Onde eu voto pra aumentar o meu? Enquanto isso, nós, cidadãos regulares, temos o mínimo que, apesar dos aumentos nos ultimos anos, ainda está longe do ideal (que nos garanta qualidade de vida em todos os aspectos). Isso é imoral cara, será que mais de 29 mil já não são suficientes para custeá-los? Com o salário (quase dois mínimos) que tenho hoje, precisaria trabalhar pouco mais de 1 ano e meio para ter este montante. Isso me revolta...

  4. poliana Postado em 29/Aug/2014 às 20:52

    tadinhos naro...é uma mera reposição de perdas inflacionárias, sacou? só mesmo pra recompor o poder aquisitivo da remuneração deles. só eles sofrem com isso né?! o salário deles é muito baixo em comparação com a da maioria dos brasileiros.eles merecem esse aumento...trabalham muito..rs