Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 29/Aug/2014 às 09:41
8
Comentários

Márcio França suspende veto de Marina: "Pode vir dinheiro de qualquer lugar"

Coordenador financeiro da campanha de Marina Silva suspende veto da candidata e anuncia novas regras sobre origem das doações: "Pode vir dinheiro da indústria de armas, de bebidas, do que for"

márcio frança marina silva
Márcio França e Marina Silva (Pragmatismo Político)

Um declaração do deputado Márcio França, presidente do PSB em São Paulo, indica não apenas um racha no partido em relação à origem das doações da campanha presidencial, mas também que os “sonháticos” do grupo de Marina Silva são cada vez mais pragmáticos, semelhante ou mais do que os representantes do que os pessebistas chamam de “velha política”.

Para França, indicado pelo partido para coordenar o novo comitê financeiro da campanha do PSB, de Marina Silva, tanto faz a origem das doações, desde que elas sejam legais. Segundo ele, a legenda não terá nenhum tipo de restrição a captação de recursos nessas eleições. “Não tem problema algum, se a doação for legal. Pode vir dinheiro da indústria de armas, de bebidas, do que for”, afirmou.

VEJA TAMBÉM: Marina promete o que jamais antes aconteceu na história da política em todos os tempos

O pensamento vai de encontro ao da nova candidata do partido, que declarou que vetaria arrecadação de companhias da indústria bélica, do tabaco, de bebidas alcoólicas e de agrotóxicos nessas eleições, por exemplo. “Defendo o mesmo que Eduardo Campos defendia sobre as doações e nunca houve restrição”, insiste Marcio França.

Quando França, que é candidato a vice-governador na chapa do tucano Geraldo Alckmin, em São Paulo, foi indicado pelo presidente nacional do partido, Roberto Amaral, para coordenar o comitê financeiro da nova campanha, depois da morte do então candidato Eduardo Campos, Marina dividiu a tarefa com Bazileu Margarido, membro da executiva nacional da Rede Sustentabilidade, partido da presidenciável.

O aliado da candidata diz que manterá o veto aos tipos de arrecadação financeira a que Marina Silva é contra. Sobre o trabalho de manter contato com empresários para a captação de recursos, afirmou: “nós é que vamos cuidar disso”. É certo que, se a tarefa está dividida entre Margarido e França, a campanha acabará arrecadando doações dessas indústrias, uma prática típica dos representantes do que Marina chama de “velha política”. E mais uma contradição a ser contabilizada na lista da candidata.

247 e ABr

Recomendados para você

Comentários

  1. KARINA BEBEZINHA Postado em 29/Aug/2014 às 11:30

    So tenho uma coisa a dizer Marina pode ate ter boas intencoes o q eu nao acredito ,mas se alguem ainda tinha duvida se ela seria ou nao manipulada ,aí esta a resposta.......quem vai mandar no pais sera o psdb ,dem e psb ou seja os psd da vida ,enfim ja engoliram marina,esperem q ela consiga regularizar o partido dela pra votar nessa senhora ,pois votae nela agora sera um retroesso d entreguismo,privatariadescontrolada,e entregar o Brasil aos banqueiros e ao fmi,se querem votar nela esperem pelo menos q ela tenha seu pro prio partido para q nao seja manipulada,façam esse favor ao Brasil,pois entregar o banco central aos banqueiros ninguem merece

  2. Onda Vermelha Postado em 29/Aug/2014 às 12:25

    Marina abre o jogo: deixa o pré-sal para os gringos! Energia, só de catavento e espelhinho! 29 de agosto de 2014 | 12:05 Autor: Fernando Brito - Não foi preciso nem que a diretora da Chevron, Patrícia Pradal, fosse pedir, como fez com José Serra, em 2010. Marina Silva, espontaneamente, anunciou que vai deixar o petróleo do pré-sal lá embaixo, bem enterradinho, para que, um dia, os gringos venham tirar. Seu programa, dizem os jornais, vai tirar a prioridade “da exploração do petróleo da camada do pré-sal na produção de combustíveis”. Ou seja, deixar por lá mesmo uma quantidade imensa de petróleo, tão grande que faz a Agência Internacional de Energia prever que o crescimento da oferta de petróleo no mundo, nas próximas década, virá mais do Brasil do que do Oriente Médio. Adeus, 75% da renda do petróleo do pré-sal para a educação. Goodbye, 25% para a saúde! Tchau, indústria naval, engenharia nacional e empregos! Fiquem lá esperando até que os gringos venham te buscar! O que ela sugere no lugar ma maior reserva de petróleo descoberta no século 21? Energia eólica e energia solar. Caro que ninguém é inimigo, muito pelo contrário, do uso da energia dos ventos e do sol para gerar eletricidade, e o Brasil vem avançando muito neste campo. Só que, com a ciência de almanaque de Marina Silva, deixa-se de lado a sinceridade. Um parque eólico muito - que é caríssimo – vai gerar perto de 40% de sua capacidade instalada, porque o vento, obvio, não é constante. Ou seja, para produzir um 1 megawatt é preciso instalar turbinas capazes de gerar pelo menos 2,5 MW. O parque eólico de Osório, do Rio Grande do Sul, um dos maiores da América Latina, ocupa com seus cataventos uma área de 130 km², quase tanto quanto a usina de Santo Antonio inundou além da área que já era antes ocupada pela calha do Rio Madeira, para gerar de meros 51Mw médios, menos que uma só das 30 turbinas que já operam naquela usina! E a energia solar? A maior usina solar do mundo só consegue abastecer – se tiver sol todo o tempo – a cidade de Niterói! Produz 340 Mw, o que é meio por cento do que o Brasil consome! Recém inaugurada pela empresa Google, gera menos que 15% da energia gerada por Santo Antônio e para isso transforma 13 km² do deserto de Mojave, na Califórnia, numa fornalha solar. São 3.150 campos de futebol cobertos de espelhos refletindo energia do sol para caldeiras a vapor! Só para cobrir o crescimento da demanda, precisaríamos fazer umas dez fornalhas gigantes destas por ano! E, claro, com problemas ambientais, só que trocando a ecologia do bagre pela do calango. Qualquer pessoa com conhecimento técnico ouve para o que Marina diz com o espanto de quem olha um energúmeno. E qualquer empresa de petróleo do mundo ouve o que Marina diz com o salivar de quem tem grandes apetites. Ela só agrada aos bobos e aos muito espertos. Marina Silva seria a P-36 do petróleo brasileiro. Veja em http://tijolaco.com.br/blog/?p=20579&cpage=1#comment-97806

  3. poliana Postado em 29/Aug/2014 às 13:25

    "Pode vir dinheiro da indústria de armas, de bebidas, do que for"..OIIIIIIIIIII!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!?????? marinaaaaa???o q vc acha disso querida? NOVA POLÍTICA???? kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Yule Cristina Postado em 29/Aug/2014 às 16:26

      Será de onde veio o dinheiro para pagar os 1.700.000 entregues a empresa dona do jatinho? Já que para eles o dinheiro pode vir de onde vier que é bem vindo.

  4. Marcos Vinicius Postado em 29/Aug/2014 às 16:02

    Imaginem se fosse a velha política!! kkkkkkkkkkkkk E um monte de otários ainda acreditam.

  5. Sirlei Postado em 29/Aug/2014 às 16:48

    Pode vir dinheiro de qualquer lugar? E quem não sabe que já estava vindo? caras de safados!!!, mas tudo que vem com o podridão, com o podridão se vai!!!,a justiça de verdade que e a minoria , não dorme nas palhas , no judiciário ainda existem homens do bem!!!!

  6. Maria Maria Postado em 29/Aug/2014 às 18:01

    Fazem da Marina gato e sapato e ela aceita tudo, pois, para se vingar da Dilma, faz qualquer negócio.

    • poliana Postado em 29/Aug/2014 às 18:11

      é uma marionete nas mãos do psb, e logo mais, nas mãos de fhc maria...nunca fala por si só..é uma pobre coitada. qdo n é a neca setúbal falando por ela, é o coordenador da campanha...qdo o campos ainda estava vivo, ninguém nem ouvia a voz dessa louca! apenas uma amargurada q quer se vingar de lula e do pt!!! tenha fé q até outubro a máscara dessa mulher cai! nem em seu próprio berço político ela tem reconhecimento e apoio! digna de pena! pelo menos já sabemos q se ela for eleita, é o fhc e sua turma q vai exercer a presidência por ela!! n tem um projeto pro país e ainda falou na entrevista no jn dizendo q "QUER APRENDER A SER PRESIDENTE COM NÓS BRASILEIROS". é o cúmulo do despreparo político da marina silva! só um cego q n vê q ela é uma farsa e extremamente perigosa!!!!!!!!!!!!