Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 28/Aug/2014 às 17:45
9
Comentários

Execução de James Foley teria sido forjada

Decapitação de jornalista dos EUA pode ter sido forjada. Para especialistas forenses, os truques de câmera, a produção técnica e as reações corporais de James Foley sugerem que a morte foi encenada

De acordo com matéria do periódico britânico The Telegraph, o vídeo que tem aflorado os ânimos para novas intervenções no Iraque e na Síria pode ter sido uma farsa. A afirmação veio de um grupo de especialistas de ciência forense que trabalhou diversas vezes com a polícia britânica em outras ocasiões.

Analisando o vídeo de quatro minutos e quarenta segundos, o grupo concluiu que tudo o que envolveu a filmagem: o cenário, o jogo de câmeras, a edição e a própria reação do corpo de James Foley ao ser agarrado e ter seu pescoço cortado, seria encenado.

VEJA TAMBÉM: A última carta de James Foley

Um dos analistas afirmou, por exemplo, que o sangue não pode ser visto, embora a faca seja passada em toda a área do pescoço, pelo menos seis vezes. “Depois de melhorias nas imagens, a faca pode ser vista sendo passada através da parte superior do pescoço, pelo menos seis vezes, sem evidência de sangue até o ponto de a imagem ficar preta”, disse o especialista. Na matéria, argumenta-se também que o próprio homem encapuzado com sotaque britânico – supostamente identificado como um ex-rapper inglês que foi lutar na Síria – não seria necessariamente o assassino.

Todavia, mesmo com os especialistas sugerindo que o vídeo é uma farsa, ninguém chega a discordar que o assassinato tenha realmente ocorrido, apontando, ao invés disso, que a morte de Foley tenha acontecido depois da filmagem.

Mas mesmo isso parece levantar dúvidas: por que um grupo como o Isis – classificado como um mal “além de qualquer coisa vista antes” pelo secretário de defesa dos EUA – iria encenar a decapitação de Foley, apenas para matá-lo longe das câmeras depois? Principalmente se for considerar que todas as decapitações atribuídas ao grupo, desde o início da guerra civil na Síria, foram mostradas em sua íntegra, com o único propósito de chocar e aterrorizar aqueles que assistissem.

Por que com James Foley haveria de ser diferente?

Revista Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Jonas Schlesinger Postado em 28/Aug/2014 às 19:37

    Porque ele se converteu ao ISIS? Talvez ele nem esteja morto.

  2. Ali Babá Postado em 28/Aug/2014 às 20:11

    Possivelmente porque seria mais fácil convencer a ele a dizer aquelas coisas que ele disse se garantissem a ele uma morte mais rapida

  3. Trevere Postado em 28/Aug/2014 às 20:13

    Em Outubro de 1.990, uma adolescente de 15 anos, chamada Nayirah, Apresentou-se diante do Congresso americano e começou a falar de forma emocionada da brutalidade do exército iraquiano, contando como soldados desse país haviam matado cerca de 300 bebês em um hospital. Embora os jornalistas daquela época não terem acesso ao Kuwat, seu depoimento foi considerado confiável e foi amplamente divulgado. Em diversas ocasiões, foi citado pelos senadores e presidente em seus argumentos para apoiar o Kuwait na Guerra do Golfo.Anos depois, alguém deu uma olhada mais de perto em Nayirah, revelando que ela era filha do embaixador do Kuwait nos EUA, Saud Nasser Al-Saud Al-Sabah. A adolescente havia sido treinada em relações públicas da empresa Hill e Knowito, que recebeu um total de 10,8 milhões de dólares da associação Citizens For Free Kuwait, uma plataforma organizada pela família real do Kuwait, a fim de persuadir a opinião pública dos EUA da necessidade dos EUA intervirem na Guerra do Golfo.

  4. Leonardo Salomão Postado em 28/Aug/2014 às 20:53

    Talvez propuseram pra ele encenar e acusar os EUA do assassinato no vídeo em troca de uma morte rápida e sem torturas.

  5. Guilhermo Postado em 28/Aug/2014 às 23:29

    Gostaria de saber a verdade mas nem sequer consigo ter coragem para ver o vídeo... Sério. hahaha Mas se ele ainda estiver vivo, a opinião do Jonas deve ser a única explicação.

  6. Alessandro Postado em 29/Aug/2014 às 00:46

    Supostamente James Foley havia sido capturado (e morto, segundo o governo Sírio) pelo FSA na Síria um ano atrás, antes disso ele supostamente havia sido capturado e libertado pelo exército da Líbia, aparentemente ele sempre esteve cobrindo as "rebeliões populares" (que na verdade são tentativas de golpes de estado coordenados pelos Estados Unidos) desde que a "primavera árabe" começou, isso é coerente com a política institucional do Global Post (empresa para qual ele trabalhava) que nada mais é do que mais uma das frentes de propaganda que justificam o imperialismo norte-americano. Tem uma imensidão de buracos em toda a história dele: Porque foi que o FSA segurou ele durante um ano inteiro e não deu nem um pio sobre isso? Como foi que ele passou das mãos do FSA para o ISIS? Porque é que a ONU afirmou para o governo sírio que ele estava morto? Porque é que um bando Jirradistas sádicos que já filmaram uma infinidade de outras execuções simplesmente cortaram a filmagem da execução dele? Porque é que sequer filmaram o cadáver dele direito? Porque é que a família dele mau conseguia segurar as risadas quando foram entrevistados sobre a morte dele?

    • Luiz Souza Postado em 31/Aug/2014 às 15:21

      Lembremos também do "funeral migué" dos três garotos judeus, pretexto para mais um pouco de genocídio em Gaza. Já o revide sionista foi real. O garoto árabe foi incinerado de verdade, além de mais duas mil vidas. Acho que a população mundial acordou para o fato de que devemos desejar vida longa a Bashar Al-Assad, o SAA e ao Hezbollah, que de fato estão combatendo esses selvagens cortadores de cabeças patrocinados pelo Ocidente e Arábia Saudita. A primeira coisa que os "libertadores" da Líbia fizeram após o golpe foi cortar cabeças e implantar a Sharia. Gente fina.

  7. eu daqui Postado em 29/Aug/2014 às 09:06

    Tomara mesmo. Espero quea execução tenha sido tudo mesmo. MAS AQUILO DELE FALAR QUE OS EUA SÃO OS CULPADOS PELA DESGRAÇA DELE E DESEJAR NÃO SER AMERICANO, ESPERO TER SIDO VERDADE.

  8. Carlos Postado em 01/Sep/2014 às 03:51

    Basta verem o vídeo, a cabeça é colocada sobre o corpo, bando de lunáticos.