Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 18/Aug/2014 às 19:52
17
Comentários

Eleições 2014: Quem chega em 1º lugar até aqui vence

Desde 1998, quem chega até aqui em 1º lugar nas pesquisas eleitorais vence a eleição para a Presidência da República

lula serra eleições 2002
Lula e Serra em debate nas eleições de 2002. Petista venceu o tucano no segundo turno (arquivo)

A partir desta terça-feira, 19, Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB) terão 45 dias para confirmar ou quebrar uma tradição: desde 1998, a propaganda eleitoral no rádio e na TV não provoca viradas em disputas presidenciais. O chamado palanque eletrônico, porém, já se mostrou decisivo na definição de quem vai ao segundo turno para enfrentar o candidato favorito.

O impacto mais forte foi sentido na campanha de 2002. Pouco antes do início do horário eleitoral, Anthony Garotinho, então no PSB, tinha 26% das intenções de voto, apenas nove pontos a menos que o primeiro colocado, Luiz Inácio Lula da Silva (PT). José Serra (PSDB), candidato do governo na época, estava embolado com Ciro Gomes (PPS), ambos na faixa dos 10%.

Paz e amor

A campanha televisiva do PT, que apresentou Lula no modelo “paz e amor”, fez o candidato subir de 35% para 45% em um mês e meio. Ciro, que chamou um ouvinte de “burro” durante um programa de rádio, teve esta e outras gafes exploradas na propaganda dos adversários, e perdeu dois terços dos eleitores no mesmo período. Serra se firmou como antítese do PT e garantiu a vaga no segundo turno, enquanto Garotinho não conseguiu decolar.

VEJA TAMBÉM: Entenda a diferença entre voto em branco e voto nulo

Em 2006, foi outro tucano quem tirou melhor proveito do horário eleitoral: Geraldo Alckmin subiu 13 pontos porcentuais no período e forçou a realização de uma segunda rodada eleitoral. Antes da propaganda na TV, Lula tinha mais eleitores que a soma dos adversários, e o PT apostava em uma vitória já no primeiro turno.

Encolhimento

Serra e Alckmin sacudiram o panorama eleitoral em 2002 e 2006 com uma vantagem que o PSDB nunca mais teve: o maior tempo de propaganda. Ambos contaram com mais de dez minutos de exposição em cada bloco de 25 minutos, enquanto Lula teve 5min19s na primeira campanha e 7min18s na segunda.

Perda

De 2006 para 2010, o PSDB perdeu 30% de seu tempo de TV. Serra, novamente candidato, saiu do horário eleitoral praticamente como entrou, na faixa dos 30% do eleitorado. Quem cresceu, principalmente na reta final, foi Marina Silva, então no PV: ela dobrou sua taxa de intenção de votos durante o período de exposição na TV. Mas o impulso foi insuficiente para que ela fosse ao segundo turno.

Em 2014, o candidato do PSDB, Aécio Neves, terá ainda menos tempo: 4min35s, quase 40% a menos do que Serra há quatro anos. Marina, que teve 1min23s em 2010, agora passará a pouco mais de 2 minutos.

Migração

Para o cientista político Carlos Pereira, professor da FGV-RJ, o horário eleitoral fixo vem perdendo importância com a fuga dos espectadores para os canais de TV paga. “O que tem sido mais efetivo são as inserções rápidas, na TV e no rádio”, afirmou.

Pereira e a cientista política Alessandra Aldé, professora da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), consideram que o horário eleitoral tende a influenciar mais o eleitorado indeciso. O número de indecisos ou dispostos a votar em branco ou nulo caiu de 53% a 63% nas campanhas de 1998, 2002 e 2006 entre o início e o final do período de propaganda. Em 2010, a queda foi de apenas 32%.

Na avaliação de Carlos Pereira, mesmo os indecisos não fazem a escolha apenas com base na propaganda. “O eleitor médio pode não ter grau aprofundado de informação, mas sabe o preço do leite, se seu bairro está seguro ou se falta água”, afirma o pesquisador. “São informações que ele observa em sua rotina, e com base nelas pode tomar decisões racionais.”

Agência Estado

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 18/Aug/2014 às 20:01

    cara, gostei dessa foto! n estou sendo irônica, q fique claro! e sobre quem ganhará as eleições, bem, eu n tenho dúvidas.

    • Denisbaldo Postado em 18/Aug/2014 às 21:03

      cara Poliana, só de saber que o Aécio não vencerá, e disso eu tenho certeza, já me sinto aliviado!

      • poliana Postado em 18/Aug/2014 às 21:09

        denis...eu juro q não fiquei aliviada. só de pensar na possibilidade de ver uma evangélica fundamentalista na presidência, eu te juro q prefiro um tucano...por mais absurdo q isso pareça!!!

      • Denisbaldo Postado em 18/Aug/2014 às 21:13

        Poliana, não seja radical. A Marina é sim uma boa opção e por mais louca que ela seja (algo que eu não acredito), temos uma Constituição e um Congresso. O legislativo no Brasil governa mais do que o o executivo. Relaxa. Aécio é representante da ditadura, família rica, antiga e poderosa. Nunca mais!

      • poliana Postado em 18/Aug/2014 às 21:35

        tenho pavor do aécio moço..vc sabe disso..mas n vejo a marina com bons olhos não..de jeito nenhum!!

    • eu daqui Postado em 19/Aug/2014 às 12:56

      Minha dúvida não é quem ganhará e sim o que o país ganhará...............

  2. Jonas Schlesinger Postado em 18/Aug/2014 às 20:21

    Tinha que ter um PEREIRA no meio. Só falta o Pereira baixar o santo aqui kkk enfim regras e tabus estão aí pra serem quebrados. Vrummmmmm

    • Denisbaldo Postado em 18/Aug/2014 às 21:10

      Pobre Pereira, vai passar a vida toda infeliz reclamando do melhor país do mundo. O pior cego é aquele que não quer ver...

      • eu daqui Postado em 19/Aug/2014 às 13:00

        Não. O pior cego é aqule que vê e finge que não viu.

  3. ARMANDO CRUZ Postado em 18/Aug/2014 às 22:38

    RENOVAR O CONGRESSO Mais uma vez nessa NOVA REPÚBLICA com a NOVA CONSTITUIÇÃO de 1988, temos um Grande Personagem, um Herói morto, do imaginário pernambucano. Nesse imaginário se estabelece o desafio que surge da polarização desse trágico evento com luto, e, com as demandas e expectativas populares de JUNHO de 2013; o decifra-me ou devoro-te, diriam os articulistas e marqueteiros de plantão para interferirem no projeto do processo político nacional do PT e parte do PMDB, em curso. A demanda dos eleitores não será atendida no âmbito político exclusivo do poder executivo. Essa leitura o povo brasileiro já constata nas ações que os governo do PT, apesar do PMDB, implementou para retirar 22milhões de brasileiro da miséria absoluta e ao pagar a dívida externa que administrada com competência foi liquidada integralmente. Hoje o gargalo do desenvolvimento da infraestrutura, da educação e da saúde se deve a fragilidade e incompetência de gestão nos níveis estadual e municipal, além dos desperdícios e da corrupção reinante. Outra leitura que o GIGANTE que despertou já é capaz de fazer é que nenhum projeto político do governo federal pode avançar com o nível de corrupção e a falta de legitimidade moral dos representantes do povo no atual congresso – senado e câmara federal. Nem o PT, nem PSDB e nem a Marina serão capazes de governar com tranquilidade caso o GIGANTE POVO BRASILEIRO não faça a sua parte que é decisiva nesse importante momento da política nacional. É urgente a renovação dos nomes dos senadores e deputados federais e do reequilíbrio das bancadas dos partidos no congresso nacional. Assim sendo: O PMDB não pode continuar grande e fisiológico com está; Nenhum presidente da república e nenhum outro partido político podem ficar refém da hegemonia do PMDB, no congresso. A necessidade de eleger novos nomes comprometidos com reformas política, tributária e recuperar a imagem de confiabilidade do congresso, no senado e na câmara federal, de forma a consolidar a viabilidade de projetos de infraestrutura, saúde e educação do poder executivo sob comando do presidente da república de qualquer partido é atributo do POVO BRASILEIRO, DO ELEITOR, JOVEM E DO IDOSO, DO GIGANTE QUE DESPERTOU. Seja quem for: DILMA OU Marina que chegue à presidência não conseguirá governar além do que já se conseguiu até aqui, caso, a correlação de forças continuarem como está. Nem Eduardo Campos GUERREIRO conseguiria se eleito fosse. As forças políticas no congresso como estão geram entropia na dinâmica de qualquer projeto político vencedor das eleições. Essa é a hora das mudanças substanciais e verdadeiras. Não dá pra permanecer indiferente ou com militância virtual apenas. ESSE É O MOMENTO DE MUDANÇAS NO CONGRESSO NACIONAL, NO PODER LEGISLATIVO, POIS, É ALÍ E NA GESTÃO DE FICIENTE DE ESTADOS E MUNICÍPIOS QUE ESTÃO OS PROBLEMAS CRUCIAIS QUE PARALISAM A NAÇÃO BRASILEIRA E SE REFLETEM NA MÁ GESTÃO REGIONAL E LOCAL DA EDUCAÇÃO, DA SAÚDE E DA SEGURANÇA. RENOVAR O CONGRESSO Não haverá uma Dilma mais eficiente e austera e nem uma Marina salvadora que sobreviva a um legislativo, um congresso nacional que paralise impertinentemente suas atividades com CPIs e esvaziamento de seções de votações pra neutralizar o presidente eleito e fabricar dificuldades para faturar vantagens corporativas. VAMOS AVANÇAR SEM VIOLÊNCIA! A SOLUÇÃO É O VOTO! É TER GRATIDÃO ÀQUELES QUE ENFRETARAM AS FORÇAS POLÍTICAS REACIONÁRIAS QUE REJEITAM A NOVA DISTRIBUIÇÃO DE RENDA E A NOVA CLASSE MÉDIA!

  4. Pereira Postado em 19/Aug/2014 às 10:02

    Serra e Lula. Grandes amigos ! Correligionários da mesma ideologia socialista ! Depois dizem que PSDB é de direita. A ignorância é uma abominação cognitiva ! Como diz a "mestra" . Só rindo !

  5. Pereira Postado em 19/Aug/2014 às 10:05

    "Pobre Pereira, vai passar a vida toda infeliz reclamando do melhor país do mundo. O pior cego é aquele que não quer ver..." Melhor país do mundo para quem é da elite socialista do mundo, a exemplo : Fidel Castro, Nicolás maduro, Putin , PT . Para esses sim deve ser o melhor país do mundo, agora para os pobres ? Nem maca de hospital tem.

    • eu daqui Postado em 19/Aug/2014 às 12:59

      Agora vi um post fundamentado em fatos: é isso que distingue direita de direitopata e esquerda de esquerdopata. Se educação e saúde públicas estão em frangalhos, certamente trata-se do melhor país do mundo para os ricos. Tá vendo, Pereira, como vc consegue?

  6. Pereira Postado em 19/Aug/2014 às 10:07

    Aliás, recomendo um bom filme para vocês : 1984 , baseado numa novela de George Orwell. Aquilo ali está bem perto de acontecer. E os "inteligentes" acham que o bom é socialismo ! Tenha piedade Senhor, eles não sabem o que fazem !

    • Jonas Schlesinger Postado em 19/Aug/2014 às 13:23

      Kkk eu disse.

    • Thiago Teixeira Postado em 20/Aug/2014 às 12:45

      Bom é liberalismo, gente desempregada e acumulo de capital aos mais ricos. Tenha piedade.

  7. Pereira Postado em 20/Aug/2014 às 15:17

    Claro, no socialismo não haverá desempregados. O governo(Elite socialista) repartirá todos os meios de produção igualitariamente. Sabe de nada inocente !!!! Vai ler Ludwig von misses.