Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 25/Aug/2014 às 21:51
31
Comentários

As fraquezas de Dilma, Aécio e Marina

Conheça os pontos fracos de Dilma, Aécio e Marina, os três presidenciáveis mais bem colocados nas pesquisas, e o impacto que eles podem ter nas urnas

Cientistas políticos e sociólogos apontam os principais pontos fracos de Dilma Rousseff (PT), Aécio Neves (PSDB) e Marina Silva (PSB), os presidenciáveis favoritos na disputa eleitoral de 2014.

DILMA ROUSSEFF

Candidata à reeleição, Dilma Rousseff tenta sobrepor uma imagem de gestora eficiente à dos escândalos de corrupção que acometeram os últimos 12 anos do governo Partido dos Trabalhadores (PT).

Para o cientista político Ricardo Ismael, da PUC-Rio, Dilma apresenta “cansaço eleitoral” e seu maior desafio é propor uma “mudança, mas com continuidade”.

“Os desgastes relacionados ao tempo em que seu partido está no poder constituem, sem sombra de dúvida, um ponto fraco na candidatura de Dilma”, concorda Antonio Carlos Mazzeo, cientista político da Universidade Estadual Paulista (Unesp) em Marília.

O cientista político e sociólogo Paulo Baía, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), acredita que Dilma tem pouca empatia junto a uma classe média urbana que cobra “essência das instituições” e cujas insatisfações não foram “correspondidas”.

VEJA TAMBÉM: As cabeças por trás das campanhas de Dilma, Marina e Aécio

“Os escândalos ocorridos durante o governo PT ‘colaram’ na imagem da candidata. É difícil para ela se desvencilhar disso”, diz.

Fora do plano político, a economia é outro ponto que especialistas classificam como um dos pontos fracos na plataforma de Dilma.

“A economia não tem tido o mesmo desempenho do que na época de Lula e a inflação começa a pesar mais fortemente no bolso dos consumidores, sobretudo os mais pobres”, diz Ismael, da PUC-Rio.

Os especialistas ressaltam, contudo, que Dilma ainda tem grande capital eleitoral em regiões mais pobres do Brasil devido às políticas de transferência de renda implementadas durante o governo petista, como o Bolsa Família.

Além disso, tem a seu favor bons índices de aprovação. Segundo última pesquisa do Datafolha, 38% dos brasileiros avaliam o governo de Dilma como “bom” ou “ótimo”.

AÉCIO NEVES

Principal adversário de Dilma na corrida presidencial, o ex-governador de Minas Gerais e candidato do PSDB à Presidência ainda tem dificuldades de se firmar como uma alternativa à candidata do PT.

Para Mazzeo, da Unesp de Marília, “as recentes denúncias envolvendo Aécio Neves tiveram um impacto fortemente negativo na campanha do tucano, uma vez que minaram o ‘projeto moralizante’ que ele propunha para o Brasil, em relação a Dilma”.

Em julho, o jornal Folha de São Paulo publicou reportagem mostrando que o governo de Minas construiu um aeroporto em um terreno pertencente ao tio de Aécio.

Mazzeo acrescenta que, além de faltar “carisma” ao candidato do PSDB, o próprio partido sofre de um problema “estrutural”: “O PSDB não apresenta nenhuma proposta econômica profundamente diferente da do PT”, diz o cientista político.

VEJA MAIS: O esquerdista Aécio Neves

Para Ismael, da PUC-Rio, o principal ponto fraco do tucano é “sua dificuldade de falar com eleitores mais pobres, especialmente os do Nordeste”.

“O maior desafio de Aécio é tentar mostrar que suas propostas para estimular o crescimento da economia não vão sacrificar as conquistas sociais obtidas ao longo do governo petista”, argumenta.

Já para Baía, da UFRJ, o tucano, apesar de ter sido governador de Minas Gerais durante oito anos, não “é um líder nacional testado”.

“Aécio ainda não conseguiu obter projeção nacional a partir de seus feitos como líder mineiro”, avalia.

Segundo Baía, essa lacuna é observada inclusive em São Paulo, tradicional celeiro da política tucana.

“Aécio precisou escolher um vice-presidente de São Paulo (Aloysio Nunes) para tentar ganhar eleitores no estado mais rico do Brasil e tradicionalmente simpático ao projeto político do PSDB”, acrescenta.

MARINA SILVA

Despontando nas pesquisas de intenção de voto desde a morte do então candidato do PSB à Presidência, Eduardo Campos, Marina Silva enfrenta o desafio de unir as fileiras do partido em torno de sua candidatura, de acordo com os especialistas.

Para Mazzeo, da Unesp de Marília, a candidata do PSB não “tem o apoio de todo o partido”.

“Marina não pertence à estrutura do PSB e só foi lançada candidata por causa de uma costura feita pelo grupo hegemônico da legenda. O nome dela nunca foi consenso e isso pode lhe causar problemas”, acredita.

Outro ponto fraco da candidata, dizem eles, está na falta de uma plataforma ampla e clara que mostre sua visão sobre os vários problemas do país.

Na avaliação de Ismael, da PUC-Rio, “Marina precisa mostrar aos eleitores que tem um programa de governo que não se restringe à questão ambiental”.

CONFIRA TAMBÉM: Neca ou Marina Silva para a Presidência?

“Ela capitaliza um eleitorado de maior renda e escolaridade que já está cansado da alternância no poder do PT e do PSDB. Mas ainda mantém uma visão muito monotemática. Ela não é mais uma candidata do Partido Verde (PV) à Presidência, mas sim de uma coligação”, afirma o cientista político.

Ismael lembra, contudo, que a escolha de nomes como o dos economistas André Lara Resende (um dos pais do real) e Eduardo Giannetti para compor a equipe econômica da candidata agradam ao mercado e beneficiam sua proposta política.

Para Baía, da UFRJ, a fraqueza de Marina seria “a falta de experiência como gestora”.

“Marina é um nome conhecido por todo o país desde as eleições de 2010. Já foi senadora e ministra. Mas lhe falta no currículo uma experiência direta com o povo”, argumenta.

Baía não acredita, no entanto, que a aproximação de Marina com alas religiosas mais conservadoras possa interferir negativamente em sua candidatura.

“Não acho que o fato de ela ser evangélica tenha influenciado em suas decisões como senadora ou ministra. Além disso, as demais candidaturas têm os mesmos compromissos religiosos que ela”, conclui.

BBC

Recomendados para você

Comentários

  1. poliana Postado em 25/Aug/2014 às 22:21

    por tudo isso q ainda prefiro a dilma! tô com pt por enqto. e não abro! mais um candidato tucano e uma fundamentalista religiosa, JAMAIS terão o meu voto!!!!

    • Arthur Postado em 26/Aug/2014 às 10:08

      “Não acho que o fato de ela ser evangélica tenha influenciado em suas decisões como senadora ou ministra. Além disso, as demais candidaturas têm os mesmos compromissos religiosos que ela”, conclui." Você sabe ler? Nos discursos de Marina dá pra notar que ela sabe muito bem diferenciar política de religião. Esse tipo de falácia da militância petisa é tão antiética quando a alta cúpula do partido. Tá na hora de crescer com ética e sustentabilidade. Vamos com Marina 40!!

      • poliana Postado em 26/Aug/2014 às 10:35

        Sei ler sim querido! E só um burro pra acreditar q essa mulher seria capaz de governar o país sem interferência dos seus dogmas religiosos. Ou vc acha q ela vai mesmo mostrar o seu fanatismo religioso em plena campanha eleitoral? Uma vez dentro, a mascara cai e eu n kero pagar pra ver! Agora essas acusações contra ela são da militância do pt? Há pouco tempo a culpa era da bancada ruralista, e um pouco antes era intriga do psdb...agora essa "invenção" contra a "coitadinha" da marina é culpa do pt? Ok filho...continue com a sua linda inocência! Pior cego é akele q n quer ver!

    • Gustavo Postado em 26/Aug/2014 às 11:36

      O Estado é laico, mas citando uma passagem de Davi: Feliz é a nação cujo Deus é o senhor. Quem disse isso?

      • Rafael Postado em 26/Aug/2014 às 14:43

        É por aí mesmo. todo mundo é laico até que o interesse pelos votos pese.

    • Gomes Postado em 26/Aug/2014 às 19:13

      ... e uma candidata fundamentalista religiosa, JAMAIS terão o meu voto".. já parei por aqui. Isso é coisa que gente sem argumentos. Me poupe.

    • Janis Postado em 26/Aug/2014 às 19:53

      Concordo, Poliana..

  2. João Paulo F. de Assis Postado em 25/Aug/2014 às 22:32

    Concordo plenamente com você. Prefiro a Dilma porque eu quero ver o desenvolvimento do Brasil. Saiba que construir uma ferrovia de costa a costa poucos países conseguiram: Estados Unidos em 1869, Canadá em 1885, Rússia, com a Transiberiana em 1906. É com Dilma que vamos unir por ferrovia Belém do Pará a Rio Grande RS. Já se pode viajar de Belém a Panorama (SP). Lembro que Hélio Vianna, historiador cunhado do ditador Castelo Branco considerara um grande feito se unir por estrada de ferro o Rio de Janeiro a Salvador, em 1949.

    • luis Postado em 25/Aug/2014 às 22:53

      Sim, claro, junto com o trem bala campinas - são paulo - rio de janeiro que ia ficar pronto antes da copa

      • Douglas Postado em 26/Aug/2014 às 10:06

        Luis,grande merda um trem bala,qual a prioridade disso? fica quietinho..vai falar de trem com o pessoal do cartel do PSDB em Sp!!

      • luis Postado em 26/Aug/2014 às 11:15

        ahuahauahua. vai falar isso pro lula que gostava tanto do trem bala.

    • Matheus Prates Postado em 26/Aug/2014 às 10:16

      Creio que deveria rever seus argumentos , caso queira defender a reeleição da então Presidente. Começado por omitir datas (e outras informações , como é de praxe da então governança), mais de um século de diferença nas obras!. O Brasil precisa de mais e pode mais, o problema está no contentamento da maioria da população pelas poucas migalhas que nos são dadas.

      • Célio Postado em 26/Aug/2014 às 22:15

        "o problema está no contentamento da maioria da população pelas poucas migalhas que nos são dadas." Justifique.

  3. Jonas Schlesinger Postado em 26/Aug/2014 às 00:50

    Dilma = Incompetência. Quatro anos que não valeram absolutamente nada; Aécio = Loser. Eu tenho mesmo que falar desse caldo de bila? Marina = Evangélica. Por ter uma religião ela sofre preconceito. É só falta o Eymael pra salvar o país. Kkkk... (risos eternos)

    • Douglas Postado em 26/Aug/2014 às 10:07

      Rapaz,é preciso ter muita propriedade pra falar que os 4 anos da Dilma não valeram "absolutamente nada".."ABSOLUTAMENTE NADA"..esse entende!

    • Eva Postado em 26/Aug/2014 às 11:43

      Tanto faz se acredita em deus ou deixar de acreditar. Já deu para entender que misturar religião e política = GUERRA. Política está na gênese humana e religião depende de escolhas. A política é o resultado das interações sociais e, já que ninguém funciona sozinho, somos todos políticos. Também não ajuda ficar apontando ações pontuais. Temos que considerar o global que inclui o quarto poder=MÍDIA. Eu sou DILMA porque em quatro anos ela "governou o país em meio a uma crise mundial mantendo a inflação dentro da meta e levando o desemprego ao menor patamar da história (o Brasil tem 500 anos e a ciência já provou que não há geração espontânea). O Aécio aprovou um projeto e usou o aeroporto do titio e a Marina não conseguiu nem fundar um partido com toda a "popularidade". E se seguirmos o raciocínio da "providência divina" podemos lembrar que ela só apareceu depois da morte do Chico Mendes e foi também, providenciau a morte do Campos para poder ficar em evidência?

      • poliana Postado em 26/Aug/2014 às 14:02

        aplauso!!!!! perfeito eva!!!!

      • cecilia Postado em 26/Aug/2014 às 19:04

        Ótimo Eva ! É isso aí. Dilma neles.

  4. KARINA BEBEZINHA Postado em 26/Aug/2014 às 08:52

    Acho curioso q mta gente diz q Dilma nao fez nada em 4 anos,mas nem tudo é imediato,existem obras importantes q nao serao concluidas da noit pro dia,ela manteve um bom indice d inflacao,o nivel d emprego pide ter caido mas levando se em conta q os EUA a grecia,portugal,espanha,russia e outros paises vivem uma crisa gravissima realmente seria um milagre se o brasil crescesse mais d 2% ao ano,seria facil obter um crescimento maior aumentando os juris diminuindo pider d compra do sl minimo ,desempregando,arrochando os mais povres,mesmo porque os ricos tem dinheiro aplicado e só lucram cm juros altoos,na verdade sr jonas acho q vc odeia o brasil

    • Thais Postado em 26/Aug/2014 às 09:53

      Acho que o maior problema é que ela deu continuidade ao legado do Lula, e nesses 12 anos não vimos tanta diferença assim. É complicado...

      • Eva Postado em 26/Aug/2014 às 11:51

        Thais, não esqueça da Mídia. Não mostraram nem 30% das realizações do governo Dilma.

  5. mauricio augusto martins Postado em 26/Aug/2014 às 10:17

    Nota-se então somente que o Febeapá de certos "analistas" e "cientistas" ficaram no Século Passado, com a agravante de que agora ".com" o advento da Internet, colocam em xeque também as Instituições que representam, mas este tipo de "imbecilidade" imparcial e tendenciosa, fora herdada da malditadura...maumau

  6. Antonio Carlos Postado em 26/Aug/2014 às 10:19

    Os argumentos dos que falam mal do governo Dilma são desprovidos de lógica, bom senso; fica claro que são frases repetidas tantas vezes que simplesmente colam .

  7. Orlando Júnior Postado em 26/Aug/2014 às 11:37

    Quatro anos de Dilma ...Quantos aeroportos? Estradas? Portos? Bolsa Família? Minha casa Minha Vida, Prouni, Pronatec, além do enfrentamento da Crise Mundial sem desemprego, inflação controlada, início real de combate a corrupção com prisão, ficha limpa e cassações(cujo PSDB é campeão) E ainda querem mudanças com cheiro de aventura? O Brasil não é sério se pensar assim , não estamos mais na época de experiências, governar é pra gente séria e a Dilma apesar de algumas falhas tem se mostrado competente. Prefiro avanços e só quem já fez é que pode avançar...

  8. Onda Vermelha Postado em 26/Aug/2014 às 11:39

    O quê? Estou chocado! Sinceramente, não estou acreditando que esse cara, o Marcio França, disse isso: "Documento de avião você carrega no avião. Se estava no avião, já não existe mais"! Mas como ele é o vice do Geraldo Alckmin em São Paulo nada mais me surpreende. Ele “cursou” uma excelente escola na arte de mentir para a opinião pública já que apoia os tucanos e aprendeu com eles! Embora, essa seja a explicação mais imbecil que já vi. De qualquer forma, hoje tem o primeiro debate na Band, e a "fadinha da floresta" terá a oportunidade de confirmar ou negar em público essa "farsa". Perguntar não ofende: A Erundina, o Roberto Amaral e a Marina Silva irão avalizar “isso”? Acho que sim! Quando saírem as primeiras pesquisas demostrando sua “meteórica” subida esse fato inibirá qualquer tentativa de falar a verdade. Tudo em nome da ambição de Marina Silva pelo poder, que ainda hoje se ressente de ter sido preterida por Lula pela então Ministra Dilma Rousseff! As favas com os escrúpulos de consciência! Até porque isso poderia significar a cassação de sua candidatura. Aff! Quando a gente pensa que já viu de tudo em política tem sempre alguém que nos surpreende. Que moral esse pessoal terá para jogar pedras no Sarney, no Renan, no Agripino, no Maluf, no Serra e outros mais? Estamos falando do mais alto e importante cargo da nação: o de Presidente da República! Essas “coisas” colam em São Paulo ou no Paraná onde os tucanos fazem a população de gato e sapato! Ao avalizar essa versão “sórdida” a Marina já estará, irremediavelmente, “capturada” pelo Establishment porque uma versão como essa somente fica em pé com a complacência da mídia. Sinto pelas vítimas que tiveram perdas materiais e pelos familiares que perderam seus entes queridos no avião porque vão amargar longos anos na justiça para “tentar” obter algum ressarcimento pelos danos sofridos. Essa é a “Nova Política”? Então, tô fora! Sou mais Dilma para o Brasil seguir mudando! Veja em http://www.brasil247.com/pt/247/poder/151275/PSB-debocha-do-Pa%C3%ADs-documento-estava-no-avi%C3%A3o.htm?ls-acm0=180&acid=1452493

  9. Ana Paula Postado em 26/Aug/2014 às 12:26

    Uma pergunta: ações e realizações (poucas inclusive) durante o mandato de Dilma da a autorização para a roubalheira e corrupção?? Como a reportagem mesmo mencionou... toda essa palhaçada não será esquecida tão cedo e isso prejudica e afunda com certeza uma possível reeleição da presidente.

  10. Guilhermo Postado em 26/Aug/2014 às 12:48

    Na minha opinião, Marina Silva é a melhor, ou a menos pior. Pelo menos até agora não sei de nada que sujou a imagem dela.

  11. joão ninguem Postado em 26/Aug/2014 às 17:13

    Tá muito chato ler comentarios, de noticias sobre política, ta até parecendo discussão de torcedores de futebol fanáticos! enquanto o povo tratar partidos politicos como seu time de futebol, e politico como deuses, estaremos dando razão a certo general que certa vez disse: "um povo que não sabe nem escovar os dentes não está preparado para votar".

  12. Jonas Schlesinger Postado em 26/Aug/2014 às 18:27

    O pior de tudo que os vadios só tendem a mencionar o BF como principal benefício dos 12 anos de governo. É óbvio, o programa é uma moeda de troca. E como disseram os candidatos nanicos: o governo só mostra o lado rosa do brasil.

  13. rafaela Postado em 26/Aug/2014 às 23:35

    Eu prefiro a dilma pq a marina essa q se diz testemunha de jeova quer vender a amazonia nossa maior riqueza do Brasil ela vai derrubar o Brasil se for eleita se n for a dilma prefiro o aecio pelo menos tem mais autoridade do q essa falsa marina

  14. Karen Postado em 27/Aug/2014 às 01:16

    #LucianaNaBand: "Os três ditos principais candidatos parecem ter diferenças, mas, na essência, defendem a mesma política econômica. Uma política econômica que permite que os bancos sigam lucrando enquanto nosso povo segue endividado. O governo do PSOL vai ser um governo de enfrentamento com o capital financeiro. Vamos acabar com o fator previdenciário e vincular o reajuste da aposentadoria ao reajuste do salário-mínimo."