Redação Pragmatismo
Compartilhar
Palestina 20/Aug/2014 às 16:01
28
Comentários

Ataque de Israel mata mulher grávida e três crianças em Gaza

Novo ataque de Israel mata sete pessoas em Gaza, entre elas uma mulher grávida e três crianças. Desde o início da ofensiva israelense já são mais de 2.000 palestinos mortos, 75% civis

bombardeio israel gaza ataque

Na manhã de hoje, um ataque de Israel matou pelo menos setes pessoas, entre elas uma mulher grávida e três crianças em Gaza. Desde a retomada dos ataques, 11 palestinos foram mortos.

Autoridades do Hamas declararam que a retomada dos ataques israelenses violou o acordo de cessar-fogo que estava vigente. Fontes palestinas declararam que projéteis de alta potência foram usados durante o bombardeio. Entretanto, de acordo com o Exército israelense, os 60 ataques aéreos realizados são resposta ao disparo de 80 foguetes pelo Hamas.

Mulher e filha de líder do Hamas

A ministra da Justiça de Israel, Tzipi Livni, defendeu hoje os ataques contra a família do líder do Hamas, Mohamad al Deif, que aconteceram na noite de ontem e mataram a mulher e a filha do palestino. Autoridades israelenses afirmaram que o alvo dos bombardeamento era Deif.

A tentativa de “matar uma pessoa que está envolvida em terrorismo não é só legítima, mas desejável aos meus olhos. Durante todo este tempo, apoiei a morte dos líderes terroristas”, disse Livni.

Mohamad al Deif sobreviveu a uma série de tentativas de assassinato anteriores, que, acredita-se, deixaram o líder com graves sequelas. Testemunhas disseram que um terceiro corpo havia sido retirado do local, mas os médicos confirmaram a morte de apenas duas pessoas.

O ministro do interior de Israel, Gideon Saar, defendeu os ataques e justificou dizendo que Mohammed Deif é “pessoalmente responsável” por dezenas de mortes. Por outro lado, Yaakov Perry, ministro da Ciência e ex-chefe do serviço de segurança israelense, disse estar convencido de que se não houvesse suspeitas de que Deif estava dentro da residência, “nós não a teríamos bombardeado”.

Nas redes sociais, outro líder do grupo islamita, Moussa Abu Marzuk, afirmou que “a mulher e a filha do grande líder são agora mártires”. O Hamas também pediu que a população expressasse grande dor e solidariedade durante o funeral da família de Al Deif.

Mortes

Desde o acirramento do conflito entre Israel e Palestina, seis semanas atrás, mais de 2.000 palestinos morreram, sendo 75% deles civis. Em Israel, um sistema antimíssil “Iron Dome” impediu o avanço de grande parte dos foguetes lançados pelo Hamas.

com Agências Internacionais e Opera Mundi

Recomendados para você

Comentários

  1. Pereira Postado em 20/Aug/2014 às 16:09

    "Em Israel, um sistema antimíssil “Iron Dome” impediu o avanço de grande parte dos foguetes lançados pelo Hamas." Que porcaria esse sistema !!!! se não tivesse esses incoveniente o placar estaria 2000 x 2000. Empate fora de casa seria vitória para os terroristas palestinos.

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 20/Aug/2014 às 16:24

      Que? Não,dificilmente o score seria o mesmo por algumas razões,a primeira é que não ha em Israel a densidade populacional que há em Gaza,o segundo é o aspecto tecnológico,a denominação está certa,são foguetes,sem componente eletronico contra armamentos modernos de alta precisão,obviamente ha algumas armas um pouco mais modernas na mão do Hamas mas são sucatas em comparação ao poder bélico israelense. Mas óbvio,é estupides querer o mesmo numero de corpos em nome da igualdade,o ideal seria não haver corpo nenhum,hoje existem dois poderes terroristas no Oriente Médio,o califado ISIS e o estado de Israel.

      • Eduardo Postado em 20/Aug/2014 às 18:17

        Ontem o Hamas quebrou o cessar fogo pela 11a vez. Foram mais de setenta foguetes lançados, pelo menos um caiu no meio da rua em Tel Aviv, por sorte não matou ninguém. Se algum israelense tivesse morrido isso seria até bom para a imagem internacional de Israel, mas uma vida humana vale mais do que isso. Israel se retirou de Gaza em 2005. O Hamas se preocupou em melhorar a vida dos palestinos? Não, investiu em construir tuneis, misseis e continua insistindo numa política suicida onde a morte vale mais que a vida. Enquanto estiver sob ataque Israel vai continuar atacando alvos do Hamas.

  2. Pereira Postado em 20/Aug/2014 às 16:51

    sim claro, Israel é terrorista. É a única democracia da região, prende e caça extremistas judeus. comete o terrorismo de se defender de 3000 mil mísseis lançados contra seu território. É a opressora de 200 milhões de muçulmanos que a cercam com vastas terras onde se poderia fazer o estado palestino. Apoia a rússia e putim que querem o petróleo dos árabes, em suma Israel é um péssimo exemplo apra o mundo. Preciso escrever "Ironia" do lado ?

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 20/Aug/2014 às 17:10

      Se prendessem extremistas judeus não haverá um do Likud solto. Democracia sem chance para moderados ou mesmo árabes sejam muçulmanos sejam judeus,só sionistas no poder. É a opressora de milhões de palestinos que vivem parcamente em Gaza,Cisjordania e campos de refugiados enquanto sua terra. E a Russia por ser um outro governo lamentavel não se deve esconder oque Israel faz,mas ei,relaxa,de todos os terroristas do Oriente Médio o Estado Sionista não é pior,o ISIS tem esse lugar garantido hoje.

    • Antimatéria Postado em 20/Aug/2014 às 17:23

      Primeiro, Israel não é a única democracia da região...... Segundo, se Israel é democracia pouco importa porque a África do Sul também era; o que interessa é que Israel é um país racista pior do que foi a África do Sul...... Terceiro, desde quando é exemplo um país cuja ideologia primária é roubo de terra e limpeza étnica?

      • Pereira Postado em 20/Aug/2014 às 18:08

        Sim claro e Mandela era o messias ! O mandela aquele que ganhava com a escravidão nas minas de diamantes da áfrica do sul. Minas que vendeu para os rockfeller. E ainda dão o prêmio nobel da paz para ele. qual outra democracia que temos ? Líbano controlado pelo hezbolah ? ou a Síria ?

      • Antimatéria Postado em 20/Aug/2014 às 20:02

        Pereira, tá maluco??? Mandela era advogado e ativista político e foi mantido preso por quase 30 anos pelo regime do Apharteid! Onde leu esse absurdo sem pé nem cabeça?... Quanto as democracias no Oriente médio é obvio que a Síria não conta. Mas o Líbano conta (se é controlado pelo Hezbolah é opinião sua). Além do Líbano há ainda mais dois: Irã e Turquia.

  3. nathália Postado em 20/Aug/2014 às 16:53

    "Deif é “pessoalmente responsável” por dezenas de mortes" Israel é responsável por 2.000...

  4. BEBEZINHA_19 Postado em 20/Aug/2014 às 17:11

    Pereira no inicio eu achava seus posts engraçados ,seus embates com polyana e thiago porem nesse post vc foi grosseiro e estupido volte a ser aquele pereira ,critico porem ser perder a leveza

    • Pereira Postado em 20/Aug/2014 às 18:11

      Com aquela poliana eu não falo mais. Ela prega a morte de evangélicos. É uma das pessoas mais reacionárias que comentam por aqui.

  5. Pereira Postado em 20/Aug/2014 às 18:10

    Cristão e judeu agora viraram opressores ! isso só consegue ser "realidade" na cabeça de maluco. Isso é uma coisa de doido !

    • Thiago Teixeira Postado em 20/Aug/2014 às 18:53

      E quem tacou bomba na cabeça da grávida e das 3 crianças? O pessoal da UMBANDA do Pai Véio?

      • Rogério Postado em 20/Aug/2014 às 21:58

        Não vamos confundir judeu com sionista. Há judeus antissionistas. Judeu é gente boa. Sionista é belicoso.

  6. Juliano Santos Postado em 20/Aug/2014 às 21:07

    Por que postam só o lado de israel, e não o do hammas ??? antisemitas

    • Felipe Peters Berchielli Postado em 21/Aug/2014 às 11:14

      Meu caro,acho que voce não tem idéia do que semita significa,e condenar Israel não quer dizer aplaudir o Hamas,até porque o Hamas é pequeno,clandestino e extremista,quem detém o poder é Israel e Israel deveria ter mais responsabilidade,seria o mesmo que justificar um bombardeio a uma favela por causa de traficantes.

  7. Jonas Schlesinger Postado em 20/Aug/2014 às 22:22

    O Hamas descumpriu o cessar fogo? E ainda tem gente com cara de pau de acusar Israel por essas mortes? Se o Hamas não são terroristas então por que descumpriu? Se sabem que Israel é toda poderosa por que descumpriu? É certo que a política deles é na base do "sem palavrismo". E ainda fico perplexo com pessoas querendo que os EUA deixe de intervir no OM e nesse caso querem que haja intervenção.

    • Thiago Teixeira Postado em 21/Aug/2014 às 08:31

      O Hamas descumpriu? OK. Então envie o Stalonne com o Chuck Noris para caçar exclusivamente o HAMAS. EUA e Israel não são os f...dões? Porque tacar uma bomba para matar 2 HAMAS e levar 15 civis que nada tem a ver com o Pato?

  8. Pereira Postado em 21/Aug/2014 às 15:48

    O Irã é um belo exemplo de democracia ! é democrático enforcar homossexuais em praça pública. A democracia é tamanha que pastores evangélicos podem fundar igrejas o quanto quiserem sem serem mortos pelos extremistas. As mulheres têm direitos, o direito a andar de burca e terem seus filhos sequestrados e mortos. Emfim, uma bela democracia. A democracias dos aitolás.

    • Antimatéria Postado em 21/Aug/2014 às 20:58

      Pereira, se a cultura deles é diferente é problema deles. O que importa é que existem eleições livres para presidente. É impressionante como você não sabe de nada... Lá as mulheres não são obrigadas a usar burca, elas têm os mesmo direitos políticos e civis que os homens: votar, dirigir, estudar e se tornar engenheiras e médicas, por exemplo.

  9. Rui Ribeiro Postado em 21/Aug/2014 às 16:17

    Parece que cruscificar Israel e defender a Palestina virou modinha e sinônimo de defensor dos oprimidos. Enquanto isso os muçulmanos apedrejam, enforcam, degolam e perseguem mulheres, gays, jornalistas(viram o vídeo do que aconteceu com o jornalista americano?) e todos que não concordarem com eles. Mas Israel que é opressor não é? Engraçado que ninguém quer ir morar lá, na miséria e sem as mínimas condições de vida, mas vivem defendendo terroristas e esses estados. Vai entender.

    • Antimatéria Postado em 21/Aug/2014 às 20:47

      Sujeito, quem disse que quem é contra a limpeza étnica e o roubo de terras feito por Israel apóia os terroristas malucos islâmicos? E a propósito, antes de falar que Israel é uma maravilha de se viver [para ocidentais e israelenses], deveria explicar como é “boa” a vida para os árabes que lá são tratados como cidadãos de terceira classe ou prisioneiros de campos de concentração.

  10. Jonas Schlesinger Postado em 21/Aug/2014 às 17:38

    É uns tais de Thiagos, polianas, Denisbaldos e afins que têm esse tipo de conduta. Preconceituosos e julgam as pessoas sem ao menos conhecê-la. Não respeitam a opinião do outro e defendem o fim do cessar fogo. Uma me chamou de racista no outro post sem eu nunca ter dito uma palavra, outro não se importa com o que o Estado Islâmico faz com inocente e por fim este rapaz, no outro post, disse logo que eu era estuprador ocasional sem ao menos eu nunca ter defendido os estupradores. Nossa! Que corja! O mesmo que insinuou que eu era estuprador apoia o Islã o Hamas, a pedofilia na região, a falta de cessar fogo e por aí vai, a outra que diz que sou racista é uma intolerante religiosa e o outro que não se importa com o que os terroristas do Estado Islâmico fazem com a vítimas é um tremendo preconceituoso contra nordestinos. As provas estão aí, sei até os posts que cada um mostraram suas garras. VERGONHA!

  11. Pereira Postado em 22/Aug/2014 às 11:24

    "O que importa é que existem eleições livres para presidente". eleições ???? eleições até na venezuela existem. Eleições comprovodamente fraudadas pelo chavismo. Democracia não é eleições e muito menos criação de direitos. O pilar básico da democracia são as liberdades de expressõa e consciência e a alternância de poder. De que adianta eleições se o poder se perpetua ? como na venezuela e Irã.

    • Antimatéria Postado em 22/Aug/2014 às 18:25

      Quer dizer que no Irã não existe liberdade de expressão nem alternância de poder, claro, você também disse que lá as mulheres são obrigadas a usar burca, logo deve ser verdade mesmo. E a propósito, a Turquia vai ficar fora da negação. Só faltou ela pra valer a tese de que só Israel é democracia no OM.

  12. Jonas Schlesinger Postado em 23/Aug/2014 às 20:45

    Do que adianta ser uma democracia e mesmo assim não dar boas condições de vida aos seus cidadãos. Compare o IDH de Israel com esses dois restos de democracias que você citou blz?

    • Antimatéria Postado em 24/Aug/2014 às 10:38

      Compare a pequena população e a quantidade de recursos para investimento em Israel que vai entender porque o IDH deles é bom. Ou seja, isso não tem a ver com uma idéia de serem moralmente superiores; e essa é a mensagem a ser transmitido pela propaganda ÚNICA DEMOCRACIA DA REGIÃO. Aliás, propaganda que vi semana passada sair da boca do âncora do telejornal da Tv Cultura: ele se fazendo de sonso fala: “...aliás, me parece [notar a necessidade de usar o “me parece”] que Israel é a única democracia da região...” e os comentaristas presentes, tão tendenciosos quanto ele, ficaram calados para tornar uma colocação dúbia e falsa como uma verdade na cabeça dos alienados. E assim caminha a humanidade... O inimigo são uns cães [e matar cães não é assassinato]..... Vou repetir, pouco importaria se Israel até fosse a única democracia da região, ou tenham o melhor isso ou melhor aquilo, o que interessa é que eles são um regime de Apartheid.

  13. Leonardo lemes Postado em 23/Aug/2014 às 23:35

    Acho que o sistema de inteligência de Israel detectou a presença de um feto bomba...