Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 09/Aug/2014 às 17:03
13
Comentários

Aécio é o único presidenciável que não registrou candidatura no TSE

Candidatura de Aécio Neves é a única que aguarda registro no TSE. Ao todo, 10 candidatos foram considerados aptos e têm o registro tramitando no Tribunal Superior Eleitoral

aécio neves candidaura tse
Candidatura de Aécio Neves é a única que ainda não foi validada pelo TSE (Divulgação/GGN)

O senador Aécio Neves (PSDB) é o único postulante à Presidência que não teve o pedido de registro de candidatura deferido pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Ao todo, 10 candidatos foram considerados aptos e têm o registro tramitando no TSE, incluindo os outros dois principais concorrentes, Dilma Rousseff (PT) e Eduardo Campos (PSB). Apenas Aécio aguarda julgamento.

A solicitação do tucano foi protocolada no Tribunal no início de junho e encontra-se, desde o último dia 27, na mesa do ministro relator João Otávio de Noronha. O magistrado, também responsável por dar sinal verde ao pedido de Eduardo Campos, deve levar a questão ao Plenário nos próximos dias.

“O motivo [de Aécio ser o único a aguardar] é que o processo ainda não foi pautado pelo relator para ser levado ao Plenário. Provavelmente, isso ocorrerá na próxima semana”, resumiu o Tribunal.

Quando o pedido (nº 74061.2014.600.0000) entrar em pauta, poderá ser acompanhado através desse link.

GGN

Recomendados para você

Comentários

  1. Roberto Locatelli Postado em 10/Aug/2014 às 09:12

    Certeza que setores do PSDB querem Serra candidato.

    • Eduardo Postado em 11/Aug/2014 às 16:53

      Serra, outro rato de esgoto.

  2. Sandro Barros Postado em 11/Aug/2014 às 17:55

    Não foi cochilo. Basta a Procuradoria-Geral da República (ou os ministros do STF mesmo) indicar de quais contas públicas, de qual dotação orçamentária saiu o dinheiro para o "mensalão", e, provando quanto cada um retirou, cobrar sua devolução. Afinal, se não provar quanto foi tirado, de onde saiu e quem retirou, não se pode falar em "devolução", muito menos ser condicionante de progressão de regime

  3. Lúcia Postado em 12/Aug/2014 às 08:42

    Esse julgamento do mensalão foi a coisa mais obscura que o STF já fez. Julgaram, denegriram apenas para agradar a mídia e a um determinado partido. Muito diferente da forma como é levado o mensalão tucano. Parece que aqui quando a tucanagem vem dos tucanos pode, mas quando há uma suspeita de tucanagem feita por outro partido se julga logo e se condena.

  4. poliana Postado em 12/Aug/2014 às 14:37

    UÉ, KD VC NARO??? DE REPENTE, SUMIU????

  5. Ricardo Postado em 11/Aug/2014 às 08:51

    O mensalão foi um julgamento a moda medieval, é como um assassinato sem um morto. Pessoas foram condenadas sem prova por um juiz corrupto e partidário. O caso foi recorrido a OEA e o julgamento pode ser anulado.

  6. Sherlockbr Postado em 11/Aug/2014 às 10:51

    Curiosa a sua postagem Naro, pois, ao mesmo tempo, você diz que o "Genoíno nada devolveu.", mas também fala que "Genoino foi multado em R$ 667,5 mil. Fez uma vaquinha e, sem dificuldade, pagou à vista." Qual das duas partes está correta? ... aliás... quando você faz menção a laudos da polícia, está considerando também o inquérito 2474, que o Barbosão resolveu não considerar e esconder dos outros ministros, onde há dados que demonstram que os valores não são de recursos públicos, mas privados?! ... aliás... foi bem interessante ver um julgamento, segundo seu Barbosão, de compra de votos, onde não há a apresentação de nenhum dos "comprados" né... quer dizer que os "mensaleiros" usaram recursos públicos (mas que não eram públicos...) para comprar votos, mas não há nenhum comprado?! Posso estar enganado, mas para alguém corromper, tem que ter alguém corrompido né...

  7. Ed A Postado em 11/Aug/2014 às 14:05

    Aliás, isso é um lugar-comum entre "oposicionistas": vir falar de bugalho, quando o assunto é alho. Fracos demais.

  8. Hebert Azevedo Postado em 11/Aug/2014 às 14:27

    Naro, você está com dificuldade de interpretação da realidade. O caso dos mensaleiros ficou evidente que não houve cochilo, foram bastante ágeis, pareciam até "ligados" demais, parecia um grande espetáculo televisivo. Agora esse STF em sua natureza só dorme mesmo, soltou o médico Roger Abdelmassih que estuprou mais de 30 pacientes, soltou o assassino da missionária Dorothy Stang, soltou o banqueiro corrupto Daniel Dantas entre outras dezenas de casos. Você viu algum dia o STF prender algum político no Brasil que não fossem esses do caso do mensalão? E como qualquer criança sabe, o que mais temos no país são políticos corruptos fazendo a festa desde 1500.

  9. Ferreira Junior Postado em 11/Aug/2014 às 18:09

    Explicado ao final, pena que você "colou", mas não leu. Alem disso, não existem nos autos nenhuma comprovação do uso de dinheiro público. Por isso que estão aguardando do TCU.

  10. Luiz Postado em 11/Aug/2014 às 14:20

    Eis que o silencio se fez...

  11. Pedro DiasMoreira Postado em 11/Aug/2014 às 14:47

    Boa colocação Sherlockbr,há quem diga que essa AP 470 poderá de repente ser até anulada pelo fato desse tal dinheiro não ser público.E gostei dessa observação sua de que quando há corruptor o corrompido também deveria ser Réu e isso não apareceu, fala-se que comprou mas não aparece quem vendeu, por aí se vê que existe por trás disso tudo interesses políticos da oposição em tentar derrubar o governo mas o tiro pode sair pela culatra não é mesmo ?

  12. Rodrigo Postado em 11/Aug/2014 às 16:51

    (Outro Rodrigo) Sherlock, multa não se confunde com restituição do produto do ilícito ao erário. É o bom e velho "uma coisa é uma coisa e outra coisa é outra coisa, totalmente diferente"; se você quis apontar eventual contradição, informo que se equivocou.