Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 18/Jul/2014 às 12:36
52
Comentários

Uma diferença significativa entre Dilma e Aécio

Histórias e propostas dos presidenciáveis divergem na política externa: Aécio Neves aposta em alinhamento com os Estados Unidos. Dilma, em visão 'multilateral', com BRICS e sul do mundo

dilma aécio política externa brics
A exemplo de FHC, Aécio quer bloco com EUA; Dilma, com ‘sul’ do mundo (Pragmatismo Político)

Na quarta-feira (16), Dilma Rousseff (PT) recebeu líderes de Estados que compõem o BRICS para oficializar a criação de um banco paralelo e mandar uma mensagem de insatisfação ao FMI. No mesmo dia, Aécio Neves (PSDB), principal adversário eleitoral da presidente, foi ovacionado no Teatro Folha, em São Paulo, ao afirmar que, caso eleito, manterá o Mais Médicos, mas sem “submissão” a Cuba (veja aqui). “Não temos de concordar com o governo cubano. Ele tem de concordar conosco. Olha o tamanho do Brasil!”, disparou o candidato.

Uma breve análise dos programas de governo que ambos os postulantes à Presidência apresentaram ao Tribunal Superior Eleitoral é suficiente para concluir que a política externa brasileira pode continuar seguindo a lógica dos acertos preferenciais com países emergentes ou mudar de rumo e priorizar associações a potencias econômicas lideradas pelos Estados Unidos. Dependerá do resultado das urnas.

A partir da página 56, o programa de governo de Aécio Neves, segundo colocado nas pesquisas de intenção de voto, versa sobre o assunto reforçando as diretrizes já conhecidas do PSDB. A ideia principal é “reavaliar as prioridades” para o desenvolvimento do Brasil (classificado pelo lado tucano, aliás, como um país “isolado” nas “negociações comerciais interessantes”).

Na proposta de Aécio, o Itamaraty ganhará mais poder de decisão na formulação da nossa política externa. “Ao mesmo tempo, serão garantidos o contínuo aprimoramento de seus quadros e a modernização da sua gestão”, promete o candidato.

VEJA TAMBÉM: Mídia brasileira esconde nascimento de nova ordem mundial

A Ásia, na visão do bloco tucano, terá mais atenção do governo brasileiro, “em função de seu peso crescente”, além, de claro, os Estados Unidos e outros países desenvolvidos, “pelo acesso à inovação e tecnologia”.

O grupo de Aécio propõe o “reexame das políticas seguidas [durante os últimos anos de administração petista no plano federal] no tocante à integração regional para, com a liderança do Brasil, restabelecer a primazia da liberalização comercial”.

O texto ainda classifica o Mercosul como um grupo “paralisado e sem estratégia”, e afirma que é preciso “recuperar seus objetivos iniciais e flexibilizar suas regras a fim de poder avançar nas negociações com terceiros países”.

Já o programa de governo da presidente Dilma deixa claro que o princípio é priorizar os vizinhos no fomento do comércio e na integração produtiva. “A prioridade à América do Sul, América Latina e Caribe se traduzirá no empenho em fortalecer o Mercosul, a Unasul e a Comunidade dos Países da América Latina e Caribe, sem discriminação de ordem ideológica”, sustenta.

Na visão da ala petista, “a importância dada aos países do sul do mundo, que tem expressão concreta nos BRICS, não significa desconsiderar os países desenvolvidos. Ao contrário: é de grande relevância o relacionamento com Japão, União Europeia e Estados Unidos, por sua importância política, científica e tecnológica”.

Porém, Dilma promete intensificar as relações com a África, asiáticos e com a China, além de afastar o fantasma do Estado que se sobrepõe ideologicamente a outras nações. “Nossa presença no mundo será marcada pela defesa da democracia, pelo princípio de não-intervenção e respeito à soberania”, diz o programa.

Por fim, a candidata à reeleição reafirma que a “visão multilateral do mundo nos conduz e conduzirá a lutar pela reforma dos principais organismos internacionais, como a ONU, o Fundo Monetário Internacional, o Banco Mundial, entre outros, cuja governança hoje não reflete a atual correlação de forças global.”

O programa de governo do presidenciável Eduardo Campos (PSB), terceiro colocado na disputa, não apresenta um campo específico sobre política externa.

Cíntia Alves, Jornal GGN

Recomendados para você

Comentários

  1. Taddei Postado em 18/Jul/2014 às 12:40

    Simples. Alinhado com o tio sam, haverá mais tempo de curtir o Lebron.

    • poliana Postado em 18/Jul/2014 às 15:01

      huahuahuahuahua!!!! cara, rachei com o trocadilho! kkkkkkkk...obrigada por me fazer rir!!!!!huahuahua

    • Pablo Postado em 18/Jul/2014 às 16:03

      Rsrsrsrsrs!!!!! Essa foi boa!!!!

    • Madalenna Postado em 21/Jul/2014 às 14:49

      não to te entendendo querido, explique mais

  2. Zélia Postado em 18/Jul/2014 às 12:52

    Em outras palavras, o PSDB visa uma política velha e defasada que glorifica os EUA e a UE, ignorando totalmente a decadência dessa economia tradicional desde 2009. Acho que foi aqui no pragmatismo que li esta comparação... o Aécio vai fazer como o FHC, quando o ex presidente ficava com um pires na mão esperando o EUA e o FMI deixarem cair alguma migalha e em seguida quase falir o país nos juros absurdos de uma dívida externa feita por sua incompetência. Mesmo os meus amigos mais direitistas tem o mínimo de visão econômica pra saber que a política do governo atual vai nos tirando dessa posição histórica de dependentes. Não chamam "países emergentes" por acaso. Devemos deixar de emergir e escolher afundar junto com essa velha economia e esse velho jeito de fazer política? Não consigo ver sentido nessa insistência de uns em querer andar para trás... Ai vem os grandes "corretos" criticar as alianças com a China e a índia, por causa das políticas internas de seus países, os preconceitos de castas na Índia e as contradições democráticas da China. Claro, porque os EUA são, de fato, um exemplo de democrácia!! Quem acha isso certamente não compreende a maneira como ocorrem as eleições norte americanas, ou não se atentam para o fato de que, para alguém se tornar um cidadão americano, é preciso jurar não ser comunista (até onde sei a democracia não coíbe nenhuma ideologia), ignoram as ações terroristas dos EUA no Oriente Médio, porque o politicamente correto só vale para os países que não são de "primeiro mundo". UE e EUA com sua xenofobia e racismo podem ser parceiros, mas China e Índia com seus problemas internos de preconceito e veto a liberdades não. Cada coisa que o povo fala...

    • Davi Postado em 18/Jul/2014 às 18:28

      Falou tudo, o pior é que o Brasil ta cheio de eleitores baba-ovo dos EUA e UE, bando de hipócritas.

    • Deisi Postado em 18/Jul/2014 às 18:40

      Zélia é impossível mesmo entender, acho que nem Freud explica.

    • Eduardo Benatti Postado em 18/Jul/2014 às 20:58

      Certamente! O certo é se juntar com as "ditaduras democráticas" da américa das bananas! Afinal, progresso é coisa da elite branca nazista fascista zionista racista coxinha homofófica e intolerante.

      • Zélia Postado em 21/Jul/2014 às 17:03

        Lamento dizer que não compreendi seu comentário. Progresso é uma coisa de todos, a diferença é entre os que querem o progresso apenas para si e os que querem o progresso para todos.

    • Carlos Magno Borba Medeir Postado em 20/Jul/2014 às 15:29

      Zélia, gostei do seu relato, falou tudo que precisava ser dito, por esses motivos que apontou é que voto em DILMA, não devemos voltar ao passado de depender do FMI, como o governo de FHC que tomou TRÊS empréstimos lá e LULA os pagou em 2.005. Não precisamos de ser humilhados pelos norte americanos, como no passado, temos que andar de cabeça erguida e fazer o que DILMA fez, quando soube da espionagem de OBAMA, simplesmente não foi na reunião já agendada nos estados unidos e eles mandaram ha poucos dias um grandalhão de lá vir ao Brasil pedir desculpas a DILMA, pela safadezas deles, espionando seus aliados e os desafetos o que eles não devem fazer ? Aécio sim, é um bajulador deles, mas DILMA é outra coisa, tem personalidade e fibra, o que ela tem, falta no outro. O que me intriga é o estado unidos dizer que combate as drogas e ser parceiro de Aécio Neves da Cunha, pois foi preso pela polícia um helicóptero do deputado Perrela de Minas, com 445 kg. de pasta de cocaína, e o mesmo é aliado de Aécio, são amigos do peito, por que a mídia em geral não divulgam isso ? Falo e desafio eles a me processarem, por que ele esconde o CUNHA do avô e do pai, tem muita sujeira por baixo do tapete, sei de muitas delas e já postei algumas, inclusive Aécio é usuário de cocaína.

    • Maria Lima Postado em 23/Jul/2014 às 00:05

      Excelente aula, Zélia,. Parabéns concordo com vc. muita gente realmente não conhece a história e quer regredir. Prá frente com PT, isso faz a diferença. Dá-lhe Dilma!!!!!!!

  3. Gustavo Postado em 18/Jul/2014 às 13:46

    "Nossa presença no mundo será marcada pela defesa da democracia, pelo princípio de não-intervenção e respeito à soberania” As democracias de Cuba e de alguns países Africanos?? ...É pra rachar de rir né!

    • Felipe P Postado em 18/Jul/2014 às 15:08

      Se o aécio never vai manter todas as políticas sociais da Dilma, por que trocar de presidente?

      • Felipe Postado em 18/Jul/2014 às 16:08

        Porque as políticas do governo Dilma têm evado esse país a um dos períodos de mais baixo crescimento econômico da história de toda República! Se vc acha isso pouco, ou é iludido ou não se importa com o desenvolvimento do Brasil.

      • Mauricio Postado em 18/Jul/2014 às 17:09

        Porque o governo atual praticamente tem uma política externa baseada em preceitos ideológicos, presa ao Mercosul, sem falar na gestão econômica, que é um fracasso.

      • marcos Postado em 18/Jul/2014 às 19:22

        pois um país não se resume a políticas sociais. A política economica é a coluna vertebral de qualquer sistema. E, por mais que adorem apedrejar o FHC, uma coisa que todo economista concorda é que sua política economica foi muito boa. A moeda Real está ai até hoje para contar a historia... um dos poucos acertos dos governos lula/dilma foi não mexer no que o FHC fez na economia. Mas nada é eterno. Mesmo uma boa política economica precisa de acertos... pra fazer esses acertos se precisa de competencia e de uma boa equipe, algo que o populismo do PT não sabe o que é... O resultado é esse que estamos vendo, a inflação voltando e uma crise se desenhando... mas enquanto tiver bolsa família o país pode explodir. As pessoas só vão ver o buraco no qual esse povo está metendo a gente quando já estivermos com lama até o pescoço... ai já vai ser tarde demais.

      • Zélia Postado em 21/Jul/2014 às 17:12

        Acho engraçado as pessoas falarem em "baixo crescimento economico" quando o Brasil acabou de fundar um banco de investimentos. Quando os repasses para os setores de Saúde, Educação e Segurança, batem recordes. Esses "intelectuais" da economia esqueceram que há cinco anos o mundo esta passou por uma puta crise economica da qual os EUA e a UE não conseguiram se recuperar ainda... Mas é normal, o JN, a Veja, o Estadão, não estão falando sobre a crise economica, então ninguém lembra né? FHC quase quebrou o país pedindo três empréstimos, Lula pagou os empréstimos e FHC que é o guru da economia? Gente, essa galera conta umas piadas hilárias... Costumo ser bem aberta a debates quanto ao governo Direita X Esquerda, Politica Social X Economia, mas debater com o desconhecimento, é demais. Então vamos brincar de nos informar, e assim compreender o crescimento economico brasileiro x crescimento economico mundial. Aula de história para os ignorantes.. FHC NÃO É o pai do Plano Real. Vamos acabar com a preguiça e pesquisar melhor o assunto, que tal? Combinado então, amiguinhos? Combinado...

    • Ruffer Postado em 18/Jul/2014 às 15:16

      Isso deve se encaixar no "respeito à soberania e não-intervenção"

    • Leonardo Augusto Postado em 18/Jul/2014 às 15:36

      Que parte do "princípio de não-intervenção e respeito à soberania" você não leu? Não cabe ao governo brasileiro interferir nos demais países e decidir qual modelo político deverá a ser adotado. Felizmente não somos os EUA, país que de tempos em tempos, movido pela 'defesa da democracia', invade outros países e os fazem enfiam goela abaixo uma democracia. Mas de certa forma concordo com você um aspecto. Há muitas contradições nas políticas de relacionamento externo dos países. A bem da verdade, não são valores como democracia, liberdade, republicanismo, entre outros, que direcionam as políticas externas dos países. A mim me parece, na realidade, que são os interesses econômicos e geopolíticos os grandes responsáveis na condução do relacionamento global dos Estados. Ou melhor, do interesse de determinado grupo econômico que domina o cenário político de determinado país.

    • Pedro Postado em 18/Jul/2014 às 17:55

      Mais uma vez: Isso se encaixa em "pelo princípio de não-intervenção e respeito a soberania".

    • Karine Postado em 18/Jul/2014 às 19:01

      Gustavo, você observou essa parte, "sem discriminação de ordem ideológica"? Aliás, você acha que o Estados Unidos é um exemplo de democracia? Você sabe como um presidente é eleito lá? Dá uma pesquisada e verá que as eleições presidenciáveis não são tão democráticas como muitos acham que são. E você sabe qual é o "hobby" dos Estados Unidos desde 1890? Invadir e bombardiar outros Países. Sem contar os patrocínio de ditadores e terroristas, com a intenção de posteriormente derrubá-los. A situação dos índios também não é das melhores, genocídio puro. E as últimas notícias a respeito da democracia dos Estados Unidos? Espionagem de diversos países e muitas outras. Só pesquisar pra descobrir e parar de acreditar que devemos seguir o modelo americano. Tem muita sujeira por baixo da ascensão do "glorioso" Estados Unidos. E democracia deles não é muito diferente da de Cuba, a diferença é que eles se escondem.

    • Miguel Matos Postado em 19/Jul/2014 às 03:33

      Mais um que fala grosso com Cuba e se "esquece" das ótimas relações do Brasil com a maior ditadura do mundo, a China. P

    • Salete Postado em 22/Jul/2014 às 10:59

      Nossaa..."defesa pela democracia" não quer dizer que a dilma considere democaratico o governo destes países. A luta pela democracia deve ser feita junto aos orgãos internacionais e não isolando um país (como os EUA fez e faz com Cuba, que não cedeu e continua ditatorial...). O Brasil deve sim fazer negócios com estes países e usar sua influencia para promover mudanças de ordem social e ideologica. Você pode até não votar na Dilma, mas não seja burro, em questão de politica externa a proposta dela é melhor.

  4. Israel Ziller Postado em 18/Jul/2014 às 15:11

    Esse pessoal tem um medo dos EUA que eu nunca vi, cara, se eles invadirem aqui seria um privilégio para o Brasil, quem conhece os EUA sabe como as coisas funcionam bem. Nosso país ainda sofre com as bravatas anti imperialistas que funcionam como uma âncora para nosso desenvolvimento

    • Zélia Postado em 21/Jul/2014 às 17:39

      As coisas funcionam bem?!! Caralho!! To passada!! Você por acaso já foi la? Primeiro, não são os eleitores propriamente ditos que escolhem o presidente, são os delegados dos colegios eleitorais. EUA é o pais mais terrorista que já existiu no mundo. Lá as coisas "funcionam tão bem" que não existe saúde publica... Acha que o SUS é ruim? Pois é, lá não existe nem a fila do SUS pra você morrer nela, ou você tem dinheiro pra pagar um médico, ou simplesmente não tem médico, nem aqueles hospitais mais precários pra recorrer. As coisas lá, realmente, são uma maravilha... Os maiores bancos americanos estão quebrados, e o governo esta se quebrando pra não deixar a economia do país falir. Mas a coisa lá é maravilhosa!! Nossa, tudo funciona TÃO bem! É tudo maravilhoso!! Universidades são ÓTIMAS, de fato, algumas das melhores do mundo... E se você não tiver dinheiro, não estuda também. Existem universidades públicas, claro que existem, mas elas também são pagas! Os estudantes ficam, aproximadamente, o mesmo tempo de curso, pagando as parcelas dos emprestimos estudantis (aqueles que não tem dinheiro pra pagar sem emprestimos e que conseguem o emprestimo, não é tão fácil de conseguir como o FIES). Agora vou dizer algo bom pelos EUA, a educação básica é ótima... Em exatas! Eles tem um dos piores indices em ciências humanas e naturais... Mas realmente, tudo lá é uma maravilha véi... Na verdade eu não entendo porque pessoas esclarecidas, que sabem como os EUA são maravilhosos, continuam a morar no Brasil... Desconfio que tenha algo a ver com a xenofobia deles para com países latinos, que pouco ou mal emitem vistos permanentes para os não caucasianos. kkkkkkkkkk quem disse que não se tem senso de humor nesses comentários?

  5. André Postado em 18/Jul/2014 às 15:14

    Quer dizer, o texto é a favor do Aécio então, né?

  6. Ernani Postado em 18/Jul/2014 às 15:19

    Não entendo isso, parece que só Dilma e Aécio estão na corrida pra Presidente da República, onde estão as notícias falando sobre Luciana Genro, Eduardo Campos, Zé Maria e cia?

    • Zélia Postado em 21/Jul/2014 às 17:52

      Porque Dilma e Aecio são os candidatos de maior expressão eleitoral. Se houver segundo turno, os dois que irão se enfrentar.

  7. cristiano gomes Postado em 18/Jul/2014 às 15:22

    Se depender do aécio never o Brasil se torna uma "colombia" ehehehe

  8. mauricio augusto martins Postado em 18/Jul/2014 às 15:32

    Simplesmente sensacional o esforço JORNALÍSTICO do Pragmatismo de reportar a Verdade, se tivéssemos um Jornalismo assim em todo o Território Nacional, não teríamos primeiro a Pobreza de Espírito em segundo a Fome(em grandes plantações), nem o viralatismo. A prosseguir com este andar da Carruagem, só nos restará juntar a manada no Curral e fechar as Porteiras, para reciclar coxinhas e Jumentos militontos, a começar com o Próximo Congresso a CURA-Crente, prestem atenção em QUEM votar para o Legislativo, de suma importância continuarmos a Construção desta Super Potência adormecida por 500 anos, sem direito a Sonhar...maumau

    • Karine Postado em 18/Jul/2014 às 19:03

      Otimo comentário, Mauricio.

  9. carlos gomes Postado em 18/Jul/2014 às 16:30

    PT SUSTENTANDO OS FALIDOS DO FORO SAO PAULO COM O SUOR DO POVO BRASILEIRO.CANALHAS

    • Thiago Teixeira Postado em 18/Jul/2014 às 17:13

      PSDB rifando empresas construídas com o suor do povo brasileiro. Hipócritas.

      • Eduardo Benatti Postado em 18/Jul/2014 às 20:56

        Empresas que se tornaram muito mais eficientes após a privatização. Ao contrário do PT, que transformando as estatais e mistas em cabidões de emprego e colocando incompetentes nos cargos de gestão em troca de apoio político está arruinando as empresas em questão. Se o projeto de ruína do PT continuar, os únicos que vão se beneficiar serão os bolsistas, milionários (ou no caso do Lula, bilionários), e os membros do partidão e seus asseclas. Todo o resto vai levar no lombo a elite vermelha vagabunda e a esquerda caviar.

      • Thiago Teixeira Postado em 19/Jul/2014 às 12:45

        Eduardo, será que você não tem opinião própria? Suas frases são repetidas pelo exárcito cibernético de direita que repercutem os jargões do Reinaldo Azevedo. Fizeram até um simulador "coxinheitor" tirando sarro disso. O que você pensa? Oque você está vendo? Você acha que Aécio tem competência para ser presidente? Carisma? Você consegue imaginar ele no meio dos representantes do Brics? Qual será a relação dele com os chefes de estado da américa latina? Será como a sua? Chamará o Maduro de esquerdista safado? Os cubanos de ditadores assassinos? Enviará um e-mail com o assunto Fuck-off aos palestinos? Perceba que a direita não tem condições alguma de assumir qualquer nação emergente.

      • Eduardo Benatti Postado em 19/Jul/2014 às 17:23

        Honestamente, eu apoiaria se o Aécio fizesse isso. Aliás, não é toda a América Latina que ainda pensa que está vivendo no conto de fadas socialista, vide o Chile que abandonou o barco furado do Mercosul e está se desenvolvendo muito bem. O nariz de turbina nao ia precisar mandar o Maduro e os Castro à merda, bastaria ele se distanciar desses países que não tem NADA a oferecer e já passaram do ponto sem volta da ruína. A "direita" como você chama tem, sim, condições de assumir uma nação emergente, e é o único jeito da coisa começar a andar. Tudo o que a esquerda militante pró-socialismo toca apodrece. Não há exemplo maior do que a Venezuela: um país que está literalmente boiando em petróleo destruído economicamente. Onde as pessoas estão começando a ter que comprar comida no mercado negro, assim como já acontece em Cuba.

      • Zélia Postado em 21/Jul/2014 às 17:42

        A incompetência dessas impresas, surpreendentemente, foi durante a gestão do PSDB xD a mesma politica nojenta que FHC tentou fazer com as universidades federais no Brasil. Oito anos sucateando cada uma delas, algumas não tinham dinheiro nem pra pagar conta de luz, tudo visando a venda, porque essa é a solução para o principe da privataria. Mas que a incompetência na administração das estatais foi do palerma que as privatizou, ninguém lembra né? Ou finge que não lembra...

      • Zélia Postado em 21/Jul/2014 às 17:45

        "Onde as pessoas estão começando a ter que comprar comida no mercado negro, assim como já acontece em Cuba." Eduardo, você já esteve em Cuba? Para mim é obvio que não... Quando eu estiver com um pouco mais de paciência, te dou um relato detalhado, vai fazer bem ouvir falar de Cuba de alguém que esteve lá... APENAS a melhor medicina do mundo, e com 0% de analfabetismo. Ah, me poupe coxinha. Nem vou me demorar muito, que sempre gostei mais de empada.

  10. Thiago Postado em 18/Jul/2014 às 18:14

    É só ver a imagem do início do post pra saber em quem votar. Claro que temos que nos alinhar com super potências econômicas como Venezuela, Argentina e Bolívia. Pra quê Estados Unidos, né? No máximo pra umas comprinhas em Miami. Bom mesmo é dar nosso apoio às grandes democracias do planeta, tais como Cuba, China e Rússia. Europa? Só pra passar férias em Paris! E com bastante caviar, claro. Porque se é de esquerda, tem rolar um caviarzinho.

    • Zélia Postado em 21/Jul/2014 às 17:50

      Concordo plenamente, com suas palavras, não com seu sarcasmo =D tirando a parte de Miami e Paris, já perdeu a graça... Alguma praia do Uruguai talvez, ou Amsterdã. Melhor se aliar com America Latina emergente, que com EUA e UE falidas. Qualquer bom investidor sabe que barco furado só dá prejuízo.

  11. Deisi Postado em 18/Jul/2014 às 18:15

    Quanta diferença, não precisa mudar o que está dando certo, principalmente com o candidato do PSDB, o que ele quer é que voltemos à ser colonia do Tio Sam, a elite raivosa e os empresários vão amar. Quanto ao resto, já tiveram demais, afinal pobre se contenta com pouco, a classe emergente não precisa de mais nada.

    • marcos Postado em 18/Jul/2014 às 19:32

      É mesmo bom que se deixe como está... por mim o PT fica no poder mais uns 50 anos... assim isso aqui vira logo uma venezuela e acaba-se com essa marrinha do Brasil querer ser o que não é. Somos um país de gente ignorante, alienada... que pensa com a barriga. Os poucos que tem o mínimo de educação para fazer alguma diferença simplesmente lavaram as mãos. Então que se instaure o caos! Cada povo tem exatamente os representantes que merecem. Somos a imagem e semelhanca de nossos políticos. Experimente deixar as polícias de greve pra ver... a população sai às ruas saqueando tudo... quebrando tudo... ou seja, a massa é composta por ladrões e vandalos em potencial, que só esperam uma oportunidade para aflorar seus instintos primitivos. Experimente dar muito poder e dinheiro às pessoas.... a grande maioria usa de má forma, desvia, se corrompe. Enfim, o povo brasileiro é isso que vemos no congresso e tanto odiamos. Nada melhor que o PT pra nos representar.

      • Thiago Teixeira Postado em 20/Jul/2014 às 21:49

        A mesma raiva e frustação que você está sentindo hoje, eu passei de 1986 a 2002. 18 anos meu caro, se perguntando: "O povo merece o governo que tem?". Imagens estão em minha mente do meu pai separando pacotes de macarrão, sabonetes, arroz para levarmos aos parentes desempregados. Na granja perto da minha casa, logo cedo tinha fila de crianças bem pobres que esperavam os funcionários trazerem ovos quebrados, é cara, ovo quebrado, aberto na parte cima, existe esse tipo de miséria hoje? Não seja hipócrita, responde se existe? Aquelas pessoas pegando sobras de feira? Batendo palma e pedindo "coisa pra dá" na sua casa, tem? Só se for nóias. Vi minha avó chorar com o dinheiro da aposentadoria indo tudo para a farmácia (é cara, se hoje tá ruim, no passado foi pior). Meus primos passando debaixo da catraca para ir a escola, 91 e 92 fiz isso também, desemprego geral, e se repetiu em 99 e 2000, só que tinha uma bicicleta onde pedalava 20 Km ida e volta para poder estudar, meu pai faliu. Então, ou você não vivenciou estes períodos de recessão brava ou está cuspindo no prato que come.

    • Elias Postado em 19/Jul/2014 às 04:12

      Deise, ser colonia? Hoje somos o que aliados da Bolívia kkkkkkkkkk, fala sério o Brasil tem que alinhar com os USA e Europa sim principalmente culturalmente, é outro nível, Cubanos, Venezuelanos, Índios, Bolivianos pelo amor de deus o mau gosto está no sangue da esquerda.

      • ChicoTripa Postado em 19/Jul/2014 às 12:36

        Culturalmente? Vá ao McDonalds. Até parece que o sueco aí não veio de um mix de culturas.

      • Edgar Postado em 19/Jul/2014 às 22:36

        Comentário preconceituoso e ignorante esse seu, hein Elias? Lembre-se de que os próprios americanos e europeus conservam certa fascinação pelos indígenas e sua cultura. Aliás, nossos hábitos de higiene são visivelmente elogiados, e devemos justamente isso a nossos ancestrais indígenas.

      • Thiago Teixeira Postado em 20/Jul/2014 às 21:36

        Edgar, a direita é isso: preconceituosos, ignorantes capachos do Tio Sam.

  12. Caroline Postado em 18/Jul/2014 às 23:44

    Sem falar no Livre Tráfico Aéreo defendido pelo Aécio.

  13. Douglas Postado em 19/Jul/2014 às 12:04

    O PT fala em manter as relações já existentes com Estados Unidos, União Europeia e outras potências, também pluralizar as relações comerciais e culturais com os países do hemisfério sul. Para o PSDB, as relações com os países do hemisfério sul não tem grande importância. Eu acredito que durante muitas décadas o Brasil esteve sempre aos pés de grandes potências de forma muito subserviente e por isso sempre esteve em grande dificuldade com seu próprio desenvolvimento. O Brasil começou a se mostrar para o mundo, se tornando emergente e iniciando na solução de velhos problemas sociais. Essa mudança começou junto com o momento em que decidimos abrir o leque de relações exteriores com vários outros países, inclusive na tentativa de fortalecer a união da América Latina mas sem deixar de lado o comércio com as grandes potências.

  14. Aristóteles Postado em 19/Jul/2014 às 21:16

    Ainda bem que a batata de gente como esse Aécio, está assando. Até as eleições, senhores direitões! Vamos fazer barba e cabelo. Viva a Presidenta Dilma!!

  15. Alberto Moura Postado em 20/Jul/2014 às 20:35

    Ainda estou muito decepcionado com Dilma e Lula, que não processaram os ladrões das privatizações, principalmente quando era mais oportuno. Mas, ainda assim, votarei novamente em Dilma, como sempre votei. É conhecida a ideia da China, de tornar sua moeda no novo padrão mundial. E há grandes possibilidade de isso acontecer. Não em 2020, mas, vendo o atual estado politico mundial, creio que em 2050. Mas o Brasil tem tudo para fazer valer sua vez. Só precisa dar mais apoio aos brasileiros que têm mais possibilidades de influir nessa mudança, e que têm sido sistematicamente ignorados pelos governos brasileiros, desde os tempos de Colônia: os inventores. É preciso incentivar os inventores brasileiros, deixando de cobrar taxas para registro de patentes, incentivando a inovação (muitas de nossas invenções já foram usurpadas por inventores estrangeiros, e um exemplo claríssimo é o avião). Só assim chegaremos lá!

  16. Mário Postado em 23/Jul/2014 às 15:20

    É isso aí! Prá que mudar o que está funcionando tão bem. Ou nas palavras de nosso grande timoneiro, em time que está ganhando não se mexe. Afinal o PIB está nas alturas, a balança comercial nos é extremamente vantajosa, a inflação próximo de zero, os investimentos externos e as vagas de emprego só crescem. Nunca vi o brasileiro tão satisfeito desde o descobrimento.