Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 11/Jul/2014 às 11:24
21
Comentários

Por que mulheres acompanham a Copa do Mundo?

Campanha tocante e polêmica revela por que algumas mulheres no mundo estão acompanhando os jogos da Copa

Uma campanha polêmica tem sacudido o Reino Unido e agora o mundo. A #StandUpWorldCup, lançada pela Tender Education and Arts Organization, traz um vídeo que alerta: ”ninguém queria mais que a Inglaterra ganhasse do que as mulheres“, referindo-se à Copa do Mundo e à desclassificação da seleção inglesa.

Isso porque segundo a organização, a violência doméstica cresce 38% quando o time fica fora do campeonato mundial. No vídeo, uma mulher aflita e solitária assiste ao final da última partida; com olhos arregalados e expressão intensamente assustada, ela desliga a TV e já aguarda pelo pior. A humilhação em campo passa a se refletir nas mulheres que sofrem abusos de seus parceiros, se é que podemos chamá-los dessa maneira.

A ideia da campanha foi baseada num estudo do ex-policial e criminologista Dr. Stuart Kirby, que acompanhou os números de agressão doméstica durante as três últimas Copas do Mundo.

Possivelmente furiosos, ou até mesmo bêbados, os homens descontam suas frustrações futebolísticas nas companheiras; mas o estudo também aponta que, mesmo quando a Inglaterra ganha um jogo, os níveis chegam a cerca de 26%.

Em virtude dos números, a polícia se fez mais presente durante este período, emitindo avisos a homens e mulheres antes mesmo do jogo inicial do time e ainda equipando-se de um grupo de inteligência focado em violência doméstica dentro de suas salas de controle.

Assista ao impactante vídeo da campanha abaixo:

”Violência doméstica cresce 38% quando a Inglaterra é eliminada da Copa do Mundo”.

Hypeness

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 11/Jul/2014 às 12:56

    Somente um idiota (casado com uma também, idiota por aceitar viver dessa forma) pode chegar ao ponto de descontar suas frustações futebolísticas na companheira.

    • Larissa Ramos Rocha Melo Postado em 11/Jul/2014 às 14:37

      As mulheres que sofrem violência não são idiotas por que a aceitam. São vítimas de milênios de processos social que cerceam seus direitos mais básicos como o direito à liberdade e igualdade de gênero, direitos civis e políticos, direito à educação e saúde gratuitas e com qualidade. Além de tudo isso, violência não é praticada apenas por um parceiro, mas por irmãos, pais, padrastos, mães, irmãs, tias e madrastas; homens que se sentem no direito de nos abordar nas ruas da cidade sem nosso consentimento e, inclusive, por quem, sem conhecimento, nos chama de idiotas. Fui vítima de violência, no entanto, idiota, isso, não o sou.

      • Thiago Teixeira Postado em 11/Jul/2014 às 18:09

        Está certo, me expressei mal, mas ... tenho certeza que ela (vitima) tinha opções antes de se ajuntar com o safado, mas escolheu o bonitinho, bombadinho e popular da cidade, hoje em dia dizer que casou enganada é mentira, se fosse na ´década de 80 pra traz, fico até quieto.

      • wallace Postado em 12/Jul/2014 às 05:36

        Larissa, Quero lhe dizer dá minha admiração pela sua brilhante exposição em resposta a mais uma agressão. Comentei hoje como são imbecil jovens dá elite social de minha cidade que se acotuvelam num campo de futebol enquanto as meninas, solitária, aguardam o fim dá cachaçad que virá depois.Elas ficam para a última das opções dos rapazes animados e cheios de cartões com seus sons altíssimos e que só tocam músicas que fazem apologia ao álcool são sexo fácil das,"ordinárias"!! Não sei como resolver o impasse, inclusive dá gravidez que se alastra pelos quatro cantos, de forma tão irresponsável...

      • Luiz Eduardo Postado em 14/Jul/2014 às 15:05

        seu comentário estaria bem colocado a 1 século atrás, hoje em dia direitos são iguais,educação e saúde são iguais direitos políticos são iguais, não adianta ficar repetindo que nem uma papagaia o que ouviu faz 50 anos, violência seja com quem for é algo absurdo, vinda de casa realmente é uma traição , com relação a abordagem sem consentimento... se ninguém tentasse alguma forma de comunicação sem consentimento(afinal quem consente com uma abordagem que nunca aconteceu antes pelo fato de ser a primeira não existe consentimento no primeiro papo, pelo menos não antes da pessoa que foi abordada ter a oportunidade de dizer que não quer papo) não existiriam amizades nem nada, concordo que alguns abusam e beiram ao ridículo mas os outros pagam o pato sendo declarados culpados antes mesmo de serem apresentadas as provas.

    • Marilia Navarro Postado em 11/Jul/2014 às 15:07

      Mas seria um milagre se não acabassem xingando a vítima! Que triste isso! Ver um vídeo como esse e ser incapaz de empatia com a vítima! Por isso milhares de mulheres continuam na situação de reféns, pq sempre vai ter alguém pra "cometer" um comentário desses....

    • Sarah Postado em 11/Jul/2014 às 15:18

      Primeiro o "idiota" nunca sabe que é "idiota", em segundo para a "idiota" nem sempre é simples "mudar de vida"; romper um casamento, principalmente quando há filhos envolvidos, não é nada fácil.

    • Pedro Postado em 11/Jul/2014 às 16:47

      Mulheres que não denunciam, mesmo quando são compelidas a isso, não são vítimas, são cúmplices. Entendo o medo de retaliação, mas há mulheres que são levadas, feridas, quebradas, a uma delegacia por outras pessoas e quando chegam lá defendem o agressor, dizendo que não foi nada de mais. Isso acontece e é comum. Nesses casos, elas, diante de resolver o problema, mesmo que temporariamente, ou continuar vivendo a mesma vida, optam pela segunda opção. Essas mulheres não são vítimas.

      • Marilia Navarro Postado em 11/Jul/2014 às 17:47

        Não são vítimas???? Sério isso???? Engraçado q só homens falam baboseiras como essa!

      • Adriana Neves Postado em 11/Jul/2014 às 20:26

        O maior problema é que geralmente quem julga uma mulher em situação de violência doméstica só lida com a evidência do fato e naquele momento. As pessoas se esquecem que aquela mulher tem uma história de vida anterior à agressão. É muito fácil dar como solução que a mulher agredida deve denunciar, divorciar, sair de casa, etc, mas pensar nas condições dessas mulheres ou como ela vai ficar após sair de casa, ninguém pensa. Muitas vezes há a dependência econômica, a presença de filhos, a vergonha perante à família e à sociedade, a dependência emocional, a afeição pelo companheiro, etc...Nenhuma mulher se casa com um homem que no primeiro encontro lhe agride!

    • Carolina Postado em 11/Jul/2014 às 20:04

      E a mulher vitima de violência é culpada porque escolheu um homem "bombadinho, bonitinho, popular"??Nossa, que papo de recalcado...tá querendo culpar mulher de qualquer jeito. Quer dizer que homem feio não pratica violência doméstica? Por favor, pare de arrumar desculpas para violência

      • Thiago Teixeira Postado em 12/Jul/2014 às 09:44

        Eu quis dizer que no namoro, na convivência é possível (na maioria dos casos) a mulher identificar comportamentos machistas ou de destempero. A mulher é vítima sim, existe o medo, pode haver crianças na história, ameaça, esperança das coisas mudarem, amor, mas a pessoa que sofre agressão e continua debaixo do mesmo teto contribui para o incentivo da violência sim.

    • poliana Postado em 12/Jul/2014 às 22:11

      thiago, sempre gostei dos seus comentários aki no site do pp, mas dessa vez, vc foi extremamente infeliz! vc está culpando a mulher por ela ser vítima da violência doméstica. analise suas palavras. a vida n é simples como vc diz em seu depoimento thiago. vc n sabe o q é ser mulher numa sociedade visceralmente machista. mas enfim, n vou me estender, realmente n vale a pena. SER MULHER É...

  2. rodrigo Postado em 11/Jul/2014 às 15:32

    Ou seja... o idiota pode ser o tal homem do primeiro comentário!

  3. leonardo Postado em 11/Jul/2014 às 16:17

    A idiotice eh brigar por causa de futebol.

  4. Wagner Postado em 11/Jul/2014 às 16:45

    Isso porque 40% da violência doméstica no Reino Unido parte das mulheres para os homens. Nada contra os países subdesenvolvidos, mas você imagina como deve ser a situação das mulheres que ali vivem.

  5. mauricio augusto martins Postado em 11/Jul/2014 às 18:46

    Caracas!!! e eu que imaginava que seria pela Bunda do Hulk, trazemos em nossa herança genética, do tempo dos Homens/Mulheres das Cavernas, o instinto de Sobrevivência, que para tanto se faz necessária a repartição de afazeres, no Homem a testosterona em maior quantidade que a progesterona, isto lhe dá o instinto da Caça envolvendo o Medo, a Coragem e a Força, que também tornou-se a "química" da Alegria, que é conseguir trazer o sustento a Prole e portanto Festejar a própria Vida, e com índices altos de adrenalina, torna-se a Potência Sexual, nas Mulheres acontece a mesma coisa, a progesterona que lhe dá a Coragem e determinação de Proteger a Prole, não lhe dá estímulos Sexuais, este acontecendo quando há o equilíbrio dos hormônios, em simbiose com o mesmo ato, porém nem um e nem outro são dados a "frustração", esta sim tem que ter a instrução do Meio Ambiente, a Família na Figura da Mãe, dedicada e protetora, e no Pai como Provedor e Amigo(ainda dentro da herança Genética), e o Ideal de uma Sociedade não competitiva, e sim participativa e proativa, devido a uma Educação proselitista religiosa e separatista, temos estes índices de Violência, inclusive Doméstica, por tendemos a "invadir" o espaço e a liberdade de Pensamento de outrem, sem a testosterona Nada Descobriríamos e Investigaríamos ao Bem da Humanidade, pois é a Força Motriz para os Trabalhos, e sem a progesterona não manteríamos as Conquistas granjeadas através dos tempos, atrasamos o Ciclo da Vida desde aquela época, pois uma Menina aos +/-doze anos de idade já estava apta a Gravidez e ao Parto,e estendemos isto a maiores Idades,contudo com um Preço a ser pago, e sem uma explicação lógica tendemos a colocar em fatores cada vez mais estranhos, Nossas Frustrações que deságuam involuntariamente na Violência, aceitar o outro(a) do jeito que é(a não ser coxinha) já é uma predisposição à PAZ com Pão, o amor ao próximo, e a convivência...maumau

  6. Caio Postado em 11/Jul/2014 às 21:43

    ORA, é pq td mundo ta assistindo. Td mundo assiste pq td mundo ta assistindo. Menos eu, o esquisito informal, por não ser da humanas.

  7. poliana Postado em 12/Jul/2014 às 22:08

    ai ai...isso pq estamos falando de inglaterra!! já aki no 3º mundo...

    • José Policeno Postado em 14/Jul/2014 às 12:20

      Poliana, já aqui no terceiro mundo vamos sorrir com nossas mulheres vendo o whatsapp. rs Brincadeira a parte, é trágico!

  8. Marina Postado em 13/Jul/2014 às 14:56

    Sugiro ao Pragmatismo uma matéria sobre as mulheres na Copa do mundo sob a ótica das chefes de estado que representam os países finalistas da mesma e do país sede, o nosso Brasil. Não seria interessante refletir que os três são liderados pela figura feminina e, paralelamente, sobre a falta de representantes femininas no comando de times de futebol!