Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 29/Jul/2014 às 19:25
40
Comentários

Israelense defende o estupro de mulheres palestinas

“A única coisa que vai deter um atacante suicida é saber que, se ele puxar o gatilho, sua irmã será estuprada”. Ex-membro da inteligência militar de Israel defende o estupro de mulheres palestinas

estupro mulheres palestinas Mordechai Kedar
Mordechai Kedar defende o estupro de mulheres palestinas (divulgação)

O ex-membro da inteligência militar de Israel, o Dr. Mordechai Kedar, defendeu que estuprar as mulheres palestinas seria uma “medida efetiva para amedrontar os combatentes desse povo.” Kedar, que serviu durante 25 anos esse setor, ainda disse que “a única coisa que vai deter um atacante suicida é saber que, se ele puxar o gatilho, sua irmã será estuprada”.

VEJA TAMBÉM: Médico convida Obama a passar uma noite em hospital de Gaza

Tal resposta foi dada em uma entrevista ao programa de rádio Hakol Diburim, da Rádio Israel Bet. As informações são do portal Livre Pensamento.

Atualmente, Kedar é investigador do Centro Begin-Sadat para Estudos Estratégicos da Universidad de Bar-Ilan. Além disso, o ex-militar também é diretor do “Israel Academia Monitor”, um centro que policia os acadêmicos das universidades israelenses. Segundo as agências de notícias estrangeiras, esse centro é conhecido por “perseguir as pessoas que não obedecem as diretrizes do governo de Israel.”

Brasil de Fato

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 29/Jul/2014 às 19:27

    Só gente boa e de bons costumes passaram pela "inteligência" israelense. Parabéns rabinos.

  2. Deborah Postado em 29/Jul/2014 às 19:45

    Não confunda Israel com Judaísmo Thiago, não seja burro.

    • fernanda Postado em 30/Jul/2014 às 08:18

      mas eu pergunto o estado de israel não é formado por judeus?

    • Gavinho Postado em 30/Jul/2014 às 08:51

      Deborah quer tapar o sol com a peneira. Não confunda muçulmano com terrorista...ou melhor, Israel confunde crianças palestinas com terroristas. Francamente, o Estado israelense, é sim judeu apesar de muitos judeus não apoiarem o carniceiro de Israel...E burros é o que Israel pensa ser o mundo todo!

    • Thiago Teixeira Postado em 30/Jul/2014 às 09:54

      Desculpe, me confundi. Esse adorno da cabeça é de Pai de Santo. Salve caboclo de ogum. Opa le le, sarava.

      • eu daqui Postado em 30/Jul/2014 às 10:07

        O nazista em questão aqui e agora é monoteista mas religiões politeistas também são usadas como ferramenta de dominação. Quem vc acha que sustenta o nazicastismo indiano?

      • poliana Postado em 30/Jul/2014 às 12:34

        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk!!! thiago, eu n aguento com seu humor ácido!!! kkkkkkkkkkkkkkk

  3. Anna Postado em 29/Jul/2014 às 19:51

    Terrorismo para terrorismo estilo Jack Bauer.

  4. Alexandre Postado em 29/Jul/2014 às 20:03

    não fica atrás dos nazistas que massacram os judeus....

    • Rogério Postado em 29/Jul/2014 às 21:07

      Os nazis também estupravam judias.

      • eu daqui Postado em 30/Jul/2014 às 10:07

        E isso justifica o que?

      • Zélia Postado em 30/Jul/2014 às 15:47

        O que só mostra como os israelenses aprenderam com a crueldade dos nazistas. E que entre Hitler e os atuais estadistas israelenses, não há diferença alguma.

    • Marco Postado em 30/Jul/2014 às 00:35

      mas fica atrás dos palestinos que suicidam-se levando matando inocentes juntos.

      • Zélia Postado em 30/Jul/2014 às 15:19

        Seu imbecil! Se você um dia na sua vida provasse do medo de uma ameaça de estupro, ou do terror de passar por uma situação dessas, como milhares de mulheres pelo mundo todo, ainda mais em zona de guerra, não viria com uma justificativa tão retardada como essa. Agora a porra de um homem bomba é justificativa pra se estuprar? Acéfalo idiota.

      • LudoFinal Postado em 24/Apr/2015 às 04:58

        Lembre-se dos milhares ao redor do mundo, de diversas etnias, que são brutalmente estuprados, esquartejados e mortos não por judeus, mas sim por muçulmanos.

  5. Vanderlei Postado em 29/Jul/2014 às 20:21

    Isto é uma realidade. Será tem outra alternativa para inibir o homem bomba?

    • Marcelo Postado em 29/Jul/2014 às 20:32

      E se sugerisse estuprar a sua mãe, que tal?

      • eu daqui Postado em 30/Jul/2014 às 10:07

        Desde quando nazista se importa com mãe?

    • Egídio Postado em 29/Jul/2014 às 21:19

      Postagem provocativa e tão truculenta como as agressões sionistas. Insinua ser o estupro uma necessidade frente a provável inexistência de alternativa para a inibir o homem-bomba. Friamente chama a isso de "realidade". O Sr. Vanderlei vive fora dela. Omite o outro lado da mesma: as múltiplas agressões expansionista de Israel que há 66 anos vem invadindo militarmente terras milenarmente ocupadas por grande maioria palestina, empurrando-a para o gueto em que se transformou a estreita faixa de Gaza. Mesmo assim não estão satisfeitos: à semelhança de Hitler parecem decididos a chegar à "solução final", com apoio dos EUA e a omissão envergonhada dos países europeus. além da omissão medrosa de outros países. Orgulhemo-nos do Brasil, que moralmente condenou. Israel. Esta é a realidade que produz os homens-bombas: as agressões israelenses e norte-americanas (destes em muitas partes do planeta). Em tempo: ainda não vi manifestação alguma de dois dos principais candidatos a presidente. Será que têm medo de perder algum financiamento de campanha?

    • Gavinho Postado em 30/Jul/2014 às 08:55

      Os homens bomba existem porque a luta é desigual, nações estupidamente armadas como os EUA e Israel massacrando povos DESARMADOS. Quem cria homem bomba é a injustiça!

      • eu daqui Postado em 30/Jul/2014 às 10:09

        Quem criou o homem bomba foi o nazissionismo.

      • LudoFinal Postado em 24/Apr/2015 às 05:08

        Desarmados? lembre-se dos milhares ao redor do mundo, de diversas etnias, que são brutalmente estuprados, esquartejados e mortos não por judeus, mas sim por muçulmanos. Tem que ter é um jeito de matar todos os muçulmanos, praticantes de candomblé e todo tipo de terrorista.

    • ludofinal Postado em 24/Apr/2015 às 05:04

      Tem que ter um jeito de matar todos os muçulmanos, praticantes de candomblé e todo tipo de terrorista.

  6. janaina Postado em 29/Jul/2014 às 20:48

    Só gente fina. Parabéns humanidade.

  7. Rodrigo Postado em 29/Jul/2014 às 21:28

    (Outro Rodrigo) Combater uma ideia estúpida (homicídio de inocentes) com outra ideia estúpida (estupro de inocentes)...

    • LudoFinal Postado em 24/Apr/2015 às 05:16

      Todos os mulçumanos do sexo não são inocentes. A maioria das mulheres são inocentes e reprimidas por causa da "religião" do véu. O certo ê a ciência criar algo que mate todos muçulmanos e delete a memória das mulheres do véu.

  8. alan Postado em 29/Jul/2014 às 21:46

    Por que ele diz que o temor seria de uma irmã estuprada? A mãe por que está velha e feia não causaria temor nos palestinos?

  9. Alan Postado em 29/Jul/2014 às 21:48

    A mãe dos palestinos os Israelenses não querem estuprar né? Só as irmãs. .. Por que será?

  10. Denisbaldo Postado em 29/Jul/2014 às 21:59

    Desculpe-me mas devo usar o Control C Control V: "Não existe caminho para a paz, a paz é o caminho" - Ghandi, aquele que com essa filosofia liderou o movimento pela Independência da Índia. Quem defende o combate da violência com mais violência, só a está perpetuando.

    • eu daqui Postado em 30/Jul/2014 às 10:09

      Ghandi era mestre da violencia de genero e violencia domestica.

      • Rodrigo Postado em 31/Jul/2014 às 10:25

        (Outro Rodrigo) "Eu daqui", normalmente, quando face a postagens sobre conflitos, costumo citar Ghandi, este que serviu de inspiração para Martin Luther King e Mandela (bem como este também teve inspiração em Tolstói, em correspondências mútuas), bem como Rosa Parks. Claro, cada um deles tem seu lado passível de crítica e encontrei, sim, muitas referências críticas à postura de Ghandi quanto à mulher e ao negro, de modo a não tirar sua razão. Mas, ao menos no meu caso, quando o cito não é a fim de ser buscado o endeusamento da figura, como se crítica alguma a ele não fosse possível, como se fosse um ser perfeito - creio que cada um desses tem tantos erros quanto cada um de nós, mas, de outro lado, fez muito mais que todos nós juntos. O que cada um fez de errado, serve de reflexão e censura, para não ser repetido, mas, o que cada um muito fez de bem, que nos sirva de exemplo.

  11. George Postado em 30/Jul/2014 às 00:20

    Será que somos responsáveis pelas escolhas dos nossos familiares? Se eu escolho uma estratégia política, a minha irmã merece ser punida por isso. O indivíduo trabalha 25 anos com isso e ainda não conseguiu ver a individualidade de cada pessoa, é um pensamento típico dos genocidas, ele (o "terrorista"), a irmã, a mãe, o vizinho, todos são iguais, os palestinos todos são iguais e todos merecem morrer ou serem estuprados. É chocante ler isso, independente de ser de direita ou esquerda, é chocante ! Tem gente que defende isso porque esta polaridade ideológica no Brasil se tornou algo semelhante a torcidas de futebol, principalmente pela direita. É liberal defendendo Israel e Ditadura Brasileira, é tudo muito esquizofrênico. Se a esquerda defender Israel, a Veja e os seus leitores, automaticamente, se tornarão defensores do Nazismo, é uma pena tudo isso. É tudo muito infantil.

    • LudoFinal Postado em 24/Apr/2015 às 05:21

      Todos os mulçumanos do sexo não são inocentes. A maioria das mulheres são inocentes e reprimidas por causa da "religião" do véu. O certo ê a ciência criar algo que mate todos os muçulmanos e delete a memória das mulheres do véu.

  12. Andre Postado em 30/Jul/2014 às 11:09

    E esse era da inteligência??????, imagine............combater terrorismo com crimes de guerra..........a teoria do impensável. ....

  13. Zélia Postado em 30/Jul/2014 às 15:15

    Estou enojada demais para tecer um comentário pertinente a respeito.

  14. leonardo Postado em 30/Jul/2014 às 15:23

    Levando em conta que Nelson Mandela queimava os brancos com pneus, e a África do Sul virou essa miséria violenta de hoje não acredito em mais nada que tenha relação com o comunismo, mas nem por isso eu acho aceitável que os EUA e Israel façam guerram porque morrem 1 cidadão deles, aliás é engraçado porque dentro dos países deles seus cidadãos são muitas vezes explorados ao extremo, eu chamo isso de sistema monetarista, agora aqui no Brasil implantar um sistema comunista numa sociedade que nunca foi radical só coisa do PT mesmo ! O povo nem sabe o que é de fato comunismo, igual na Venezuela só vai se arrepender quando chegarmos lá !

  15. Ankh Postado em 30/Jul/2014 às 21:23

    Estuprar para se defenderem também, é?! Infelizmente esse é mais um tipo de violência, de ameaça ao qual esse povo é submetido em suas próprias terras por conta da ocupação israelense em terras palestinas...

    • LudoFinal Postado em 24/Apr/2015 às 05:24

      A terra sagrada é dos Judeus. É do povo judeu! Todos os mulçumanos do sexo não são inocentes. A maioria das mulheres são inocentes e reprimidas por causa da "religião" do véu. O certo ê a ciência criar algo que mate todos os muçulmanos e delete a memória das mulheres do véu.

  16. Eduardo Abreu Postado em 31/Jul/2014 às 00:46

    Aquela história de David matou Golias com uma pedrada esta sendo levada muito a sério pelo Hamas, o Hesbolah, e outros infelizes que acham que estilingues vão fazer cocegas em Israel. E chego a pensar que quando o Hamas grita não querer trégua é um grito de loucura pois quem esta morrendo na maioria são suas mulheres e crianças....agora convenhamos defender estupro não tem nada de inteligente, tem sim de sacanagem de quem parece não ter respeito por mulher. será que as soldadas também estão estuprando os homens palestinos? Guerra louca e desnecessária das duas partes.

  17. Marco Sousa Postado em 21/Jan/2016 às 17:59

    E o que vai deter a invasão e espoliação das terras palestinas pelos israelitas sionistas????, só há uma coisa é o extermínio em massa dessa maldita raça que Hitler, infelizmente, não a aniqulou por completo. Exterminem os "sionistas" e o oriente médio terá PAZ!.