Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 22/Jul/2014 às 09:33
49
Comentários

A intenção da Folha por trás da denúncia contra Aécio

Cientista político afirma que reportagem publicada no domingo (20) não passa de 'plano de credibilidade' da Folha. "É só uma ação que o jornal faz quando o leitor começa a desconfiar da credibilidade do veículo"

aécio neves aeroporto corrupção
Denúncia contra Aécio é ‘plano de credibilidade’ da Folha, diz Vannuchi (divulgação)

Para o analista político Paulo Vannuchi, a reportagem publicada na Folha de São Paulo, neste domingo (20), denunciando a construção de um aeroporto, em Minas Gerais, no terreno da família de Aécio Neves (PSDB), durante o governo do atual candidato a presidente no estado, é um passo para construir um “plano de credibilidade”. “Esporadicamente, a Folha realiza matérias como essa e constrói o seu plano de credibilidade”, afirma, em comentário feito hoje (21), para a Rádio Brasil Atual.

VEJA TAMBÉM: A verdade sobre o aeroporto de Aécio construído com dinheiro público

“É um respiro que ela (Folha) faz na hora em que o leitor começa a desconfiar, ‘olha, esse jornal só fala mal da Dilma’, e perde a confiança.” O cientista político aponta que os jornais pesquisam a opinião dos assinantes. “A Folha fica bem quando faz uma matéria de domingo contra o Aécio, porque ela pode argumentar que ninguém pode acusá-la de ser tendenciosa”, considera.

Ao analisar a mídia tradicional de modo geral, Vannuchi aponta que os veículos tentam criar para as eleições o mesmo clima de pessimismo que foi construído em relação à realização da Copa do Mundo. “Foi um sentimento falso e distorcido. Finalmente, destruído pelo sucesso da Copa em todos os sentidos”, garante.

O cientista político indica ainda que o jornal O Globo, do Rio de Janeiro, no mesmo dia em que a Folha criticou Aécio, fez uma matéria baseada em uma pesquisa nacional para acusar membros do Tribunal de Contas do Estado (TCE-RJ) de corrupção. “O que leva O Globo a fazer isso? Porque em São Paulo há um escândalo do conselheiro Robson Marinho, uma pessoa de alta importância na hierarquia política tucana, que está envolvido até o pescoço em denuncias, inclusive na Suíça, de corrupção”, pontua.

Para Vannuchi, a estratégia do jornal carioca foi a da “diluição” no sentido de demonstrar que Marinho não é o único envolvido em processos de corrupção.

RBA

Recomendados para você

Comentários

  1. Lucas Oliveira Postado em 22/Jul/2014 às 10:14

    E qual a credibilidade do Pragmatismo Politico? Que eu só ando vendo acusações militantes nesse veículo acusando o Aécio? Aqui parece que estão é querendo blindar a Dilma, pois não vejo mais nada aqui sobre o governo dela, de vez em quando uma matéria sobre alguma obra que ela inaugura. Esse veículo não pode questionar nenhum veículo de comunicação, uma vez que faz a mesma coisa.

    • Thiago Teixeira Postado em 22/Jul/2014 às 10:20

      O site é tão incrédulo, que posta suas mensagens. Faça isso lá no Uol. Experimente. Veja se será publicado.

      • Marcelo Postado em 22/Jul/2014 às 10:25

        Então o plano de credibilidade daqui é esse, deixar os discordantes postarem! Obrigado pela elucidação, Thiago!

      • Fabiano Postado em 22/Jul/2014 às 10:50

        Deixar os discordantes postarem não é um plano de credibilidade perfeito, mas é muito mais do que alguns veículos de comunicação fazem. Se você olhar a Veja, por exemplo, vai ter uma dificuldade tremenda em ver uma carta de leitor que vá contra a visão da revista.

      • Rogerio Postado em 23/Jul/2014 às 07:25

        Ótima....

    • poliana Postado em 22/Jul/2014 às 10:59

      até hj eu n entendo como a revista veja ainda tem leitores. n entendo como essa revista possui algum tipo de credibilidade no cenário nacional! realmente, inacreditável.tudo bem q ela perdeu milhares de leitores e vem passando por uma tremenda crise financeira (kkkk), mas ainda assim, já era pra ter falido há tempos! deus me livre!!

      • nietzsche Postado em 22/Jul/2014 às 11:12

        O público da Veja, Poli, é o da classe média violenta , fascista e ignorante , assim descrito pela Chauí... Tem muita gente ruim nesse país. O que salva é o povo.

      • Matheus B. Postado em 22/Jul/2014 às 11:19

        Ah, sim, nietzsche, e a esquerda é a reunião da candura, da doçura, da gentileza e da amabilidade, certo?

      • poliana Postado em 22/Jul/2014 às 11:25

        nos anos 2000, os leitores da veja eram na casa do 1 milhão/ 1 milhão e meio..alguém sabe esse número hj?

      • Samuel Wirtti Postado em 22/Jul/2014 às 12:32

        Ajuda muito de tempos em tempos o governo de SP (estado) comprar milhares de assinaturas para as escolas...

      • Deisi Postado em 22/Jul/2014 às 13:52

        Poliana a Veja no inicio da década de 80, tinha outra linha editorial, alguns amigos eram assinantes fake, colocavam qualquer nome fictício, recebiam a revista por mais ou menos 3 meses, depois trocavam de nome e continuavam recebendo a revista. Quando questionei se não poderiam ter problemas, pois o endereço eram de suas casas, disseram que que o mais importante para editora era tiragem, fico imaginando hoje, revistinha sem credibilidade nenhuma, que só a elite raivosa e coxinha assinam, tenho duvida que leiam, no máximo folheiam, como farão para sobreviver, seu fim está próximo, ótima noticia diga-se de passagem, também os jornais, também estão perto do fim. Merecem isso e mais um pouco, que o anjos do universo digam amém.

      • Carlos Postado em 22/Jul/2014 às 13:53

        A Chauí mencionada por Nietzsche seria a Marilena, a filósofa que se sustenta às custas do dinheiro público que a USP lhe paga, fundadora do PT e que num evento do partido realizado ano passado disse que odiava a classe média? Ah, tá. "Classe média violenta"? Que porra é essa? A classe média está na merda em que se encontra há tanto tempo justamente pq sempre prefere trabalhar a ir às ruas reivindicar um tratamento do estado ao mesmo compatível com os impostos que paga.

      • Aldair Postado em 22/Jul/2014 às 20:22

        Pelo que li numa publicação internacional, Financial Times (ou Forbes), se não me engano, o período do governo do PT foi aquele em que a revista mais ganhou dinheiro e cresceu, por mais irônico que isso possa parecer. Tentaram uma negociata com o Carlinhos Caixoeira (aquele mesmo), mas acho que (pelo menos oficialmente) não deu certo. Dizem que agora estão tentando uma parceria com um grupo lá da Africa do Sul. Simpatizantes do Mandela não podem ser, pois Mandela, como se sabe, era COMUNISTA! kkkkk Se não é do Mandela, só pode ser da gentelha like-minded.

    • Salete Postado em 22/Jul/2014 às 11:09

      O site tem credibilidade pois se posiciona , todo mundo sabe que a folha, veja, o globo (e por aivai) são todos de direita, e vão votar nos tucanos e influenciar os eleitores a votarem nos tucanos (muitas vezes contra o próprio interesse destes) mas eles se colocam como imparciais. O problema não é vc escolher um lado, isso não destroi sua credibilidade o problema é vc se colocar como imparcial quando não é.

      • Carlos Postado em 22/Jul/2014 às 13:57

        Nenhum meio de comunicação é isento e totalmente crível. Isso é história pra boi dormir. Se os grandes jornais são de direita como você diz, é óbvio que meios alternativos como este Pragmatismo Político são absolutamente engajados com a esquerda e com o PT, que na atual conjuntura não é nem uma coisa e nem outra.

      • Clovis Postado em 22/Jul/2014 às 23:54

        Concordo, a hipocrisia e falsidade reina na Veja, nos EUA a mídia se posiciona oficialmente por um candidato, a Veja é FHC, mas mas não diz.

    • Felipe P Postado em 22/Jul/2014 às 11:10

      Lucas, antes um veículo declaradamente tendencioso (PP), do que um veículo que se diz imparcial e branco, quando, na verdade, sublimadamente desvia mentes para um senso comum equivocado. A estratégia, como o cientista falou, é justamente tentar manter uma relação de centralismo político, quando os "leitores pensam que as reportagens são tendenciosas". Ficou claro? A pauta não disse que o veículo é imparcial em nenhum momento. Agora, quanto às credibilidades, cabe a ti pesquisar, ir atrás de informações e não ficar estático ouvindo a corneta de um lado só.

    • Carlos L. Postado em 22/Jul/2014 às 11:44

      Ter uma linha editorial não é o problema. O problema é esconder ela por dentro do discurso de neutralidade, que (como mostra a reportagem) é o interesse de ser bem visto, ter "credibilidade" e continuar vendendo. È uma pena que credibilidade desse jornal nao seja como expõem, fatos, argumentos e a logica.

    • Hudson Postado em 22/Jul/2014 às 12:12

      o que é engraçado é que esse bando de coxinha borroló vem reclamar de um site, qdo eles tem a mídia toda a favor deles, seja por pilantragem mesmo, seja por omissão. Mas isso é um bom sinal, sinal de que o site pragmatismo político realmente está incomodando. Por que vocês não escrevem pra veja e mostram toda sua indignação pelo seu informante ser um bicheiro? O que a porcaria do presidente corno de vocês fez? Como era a economia quando ele largou do osso? Por que ninguém tem uma faixa como os dizeres "volta fhc"? nem de vocês, mesmos. Vocês, os coxinhas, como diria na minha terra, são urubus do ver o peso", gostam da desgraça, se alimentam da vulnerabilidade da sociedade. Bando de parasita.

      • Deisi Postado em 22/Jul/2014 às 14:07

        Perfeito comentário Hudson, faço minhas suas palavras, mas não se incomode com a coxinhada, algo que eu percebo é que eles leem na Veja e comentam aqui. muitos ainda cometem falhas por lerem só o título, fogem completamente do contexto, se bem quando lhes faltam argumentos eles desviam o assunto. O PP é viciante, muitos não gostam criticam, mais não saem daqui. Quanto a mim, admito ser viciada neste site, quantos aos meios de comunicação do PIG, passo longe, não sou masoquista, a troco do que ler abobrinhas numa mídia de noticias manipuladas e sem credibilidade infestado de coxinhas, nem a pau Juvenal.

      • getulio Postado em 22/Jul/2014 às 23:10

        Melhor texto que este só reescrevendo ótimo

    • Rafael Postado em 22/Jul/2014 às 12:22

      O PragmaTismo já foi um site mais sério! Hoje tenta de todas as maneiras proteger o PT e esta esquerda falida! Por que ainda não saiu uma reportagem que o Governo atual que diminuiu 50% a cota de compra terrestre de importados? Vocês acham que é a classe média e alta que compra muamba no Paraguai ou as pessoas que tem renda baixa e tentam adquirir um produto mais atual com um bom preço? Criem vergonha na cara e comecem a ser menos tendenciosos!

      • carolina Postado em 22/Jul/2014 às 16:39

        Saiu no diário ontem, mas o governo voltou atrás, então não está mais valendo. só para informar.

      • zé Carlos Postado em 22/Jul/2014 às 22:59

        E a produção nacional? Você ou é muito burro ou está de má-fé, pois amedida destina-se claramente a proteger a indústria nacional.

    • Juliano Muller Postado em 22/Jul/2014 às 14:55

      O pragmatismo político é um veiculo de menor porte, de esquerda sim, mas é justamente esta a proposta pelo que vejo, um espaço alternativo para a esquerda. Se você pegar Folha, Estadão e Globo vai ver o que discurso é incoerente, porque se dizem neutros e não o são. 11

    • Felipe Postado em 22/Jul/2014 às 15:56

      Faltou postar aqui o editorial do Pragmatismo Político, mas é bem claro que é um veículo ligado a "esquerda", como a maioria dos grandes jornais são ligados a direita.

    • aldair Postado em 22/Jul/2014 às 20:15

      UOL e Veja não publicam meus comentários, nem mesmo sobre futebol. Acho que estou numa espécie de lista negra deles (Veja nunca publicou). A Folha levou mais de 6 (seis) meses para aprovar meu cadastro. Eu é que não quis mais. Importante: Jamais contrario qualquer termo de uso. Parece que eles fazem uma pesquisa prévia e têm uma lista negra de usuários a serem excluídos de forma que a ideologia deles prevaleça, quantitativamente, nos comentários. Uma vez (2011, talvez) fiz um comentário no TheEconomist contra Israel matando crianças na palestina: Recebi um e-mail ameaçando meu banimento. Democracia? Neutralidade? Cadê? Como vc pode apontar o dedo para o PP?

    • Norton Postado em 22/Jul/2014 às 21:29

      Não vejo ninguem falar que temos que mudar o modo de fazer politica nesse país!!! Chegam as eleições e nossa oposição querendo aparecer arranjando erros e casos dos partidos e pessoas que estão no poder!! Não existem idéias novas. Ainda estamos na era do poder pelo poder... Nossos politicos só trabalham para si e para os grupos que fiananciam suas campanhas...

    • roberto Postado em 23/Jul/2014 às 09:29

      A credibilidade de uma informação, especialmente em nossos tempos, deve estar centrada numa coisa muito mais confiável: a inteligência e capacidade crítica de quem lê. Pra isso serve esse miolo que pesa tanto acima de nosso pescoço.

    • Fabio Carvalho Postado em 24/Jul/2014 às 13:17

      "O rasgado falando do remendado" enquanto ficar nessa mesquinharia partidária nosso país não sairá disso. Cada um querendo tirar o seu pedacinho, esquecendo do todo. Dá nojo nossa política enquanto não houver uma reforma política vamos ter q engolir esses políticos com essas bolsas misérias e toda essa corrupção que vemos ... Lamentável!

  2. Antonio Gonçalves Postado em 22/Jul/2014 às 10:24

    Lucas, comparar o Pragmatismo Político com a Folha é o máximo!

  3. poliana Postado em 22/Jul/2014 às 10:26

    agora sim tá tudo explicado! as peças foram se encaixando...meu deus!!! me sentirei de alma lavada qdo outubro chegar e dilma se reeleger! mal posso esperar por esse dia! esse pig e a corja tucana n perdem por esperar! quero ver a cara deles diante de mais um derrota para o pt!!!! nojo dessa gente!

    • Gabriel Postado em 22/Jul/2014 às 12:12

      SUPER apoiado! DILMA 2015-2018.

  4. Matheus B. Postado em 22/Jul/2014 às 10:39

    Sensacional, segundo o raciocínio do "cientista", as denúncias contra o PT servem para favorecer o PSDB; e as denúncias contra o PSDB servem para favorecer... o PSDB! Pensamentos esquizofrênicos dessa natureza surgem quando o compromisso ideológico substitui o compromisso com a lógica.

  5. Márcio Postado em 22/Jul/2014 às 10:51

    Eu acho que alguém não pagou alguém e dai a “denuncia”... Como no caso do mensalão.

  6. Rodolfo Postado em 22/Jul/2014 às 11:00

    ^^^Tem gente que precisa de aulinhas de interpretação de texto.

  7. Thiago Postado em 22/Jul/2014 às 11:06

    Sim, só a Folha faz isso, mais nenhum outro veículo de imprensa usa da mesma estratégia.

  8. Matheus Magalhães Postado em 22/Jul/2014 às 12:05

    Sou de esquerda, marxista e, portanto, tenho sérios problemas com esta esquerda niilista moderna que abraçou o inimigo e não se permite modelar qualquer alternativa ao mesmo (talvez seja a direção que boa parte dos veículos de informação de esquerda tomaram, é bem difícil achar um radical por aqui e, quando se acha, é detonado tanto por conservadores quanto por "moderados"). Eu votarei no PT porque, dentre todos, o plano de governo, na atual conjuntura histórica, é o que mais pode se aproximar de nossa realidade objetiva e das necessidades político-sociais do nosso País. Porém, este senhor que foi procurado para tratar da acusação da Folha é, claramente, um ideólogo que, por intermédio de suas palavras, não atende a um panorama amplo da discussão mas sim à defesa de um partido, assim como a direita brasileira, que faz as maiores ginásticas intelectuais para colocar o PSDB como um partido "liberal-conservative" e desculpá-lo de seu formato oligárquico e plutocrático. Portanto, meus caros, não acho que este seja um bom caminho a ser tomado; lembrem-se que ainda existe uma ala da esquerda que, apesar de preferir o petismo, tem um leque enorme de críticas à fazer. Basta ver a relação de Dilma com a tenebrosa bancada evangélica e, atualmente, sua aproximação aos empresários especuladores. Cada passo dado, com estas medidas, terá, em sua contraparte, dois passos dados para trás. Sugiro que tomem cuidado pois, como algumas pessoas disseram aqui (e creio que sejam direitistas mas, de certa forma, estão dando um conselho valioso), os órgãos de esquerda não podem ser tomados pelo espírito unilateral e partidário de revistas como a Veja que nunca cederiam o espaço para quaisquer críticas ou dossiês contra os tucanos, apenas elogios e ginásticas cognitivas para diferenciar as suas corrupções das do PT e de outros partidos. Dizer que a Copa da FIFA, um órgão podre que, enquanto esteve no Brasil, se fez acima de nossa jurisdição e criou uma "república paralela" com legislação própria, que promoveu limpezas étnicas e que, com o decoro do governo brasileiro, elitizou ainda mais o espaço cultural do bem público que é o futebol foi "bem sucedida" é um deboche com as pessoas que saíram às ruas e apanharam ou foram presas. Isto é partidarismo, não é esquerda.

    • Barack Postado em 22/Jul/2014 às 12:43

      Infelizmente, concordo contigo. E explico - embora não justifico - que esse populismo e partidarismo até baratos são a resposta a [baixa] altura do jogo incestuoso entre grande mídia e direitona. O voto no PT vai permitir no máximo trabalhar num bolsão de esquerda, o que até merece um apoio - pra lá de crítico - no segundo turno.

    • Ricardo GB Postado em 22/Jul/2014 às 17:05

      Marxista santo e puro. Vai ser beatificado.

    • Poliana Queiroz Postado em 22/Jul/2014 às 22:12

      Obrigado por seu seu comentário. De tudo que li, foi o que resumiu minha inquietação por informação, não de direita, nem de esquerda, mas A verdade. O comentário sobre o "sucesso" da copa resume isso.

  9. Paulo Cesar Postado em 22/Jul/2014 às 12:19

    hmm.. até que faz sentido.. Eu estava achando que o Serra queria tomar o lugar do Aécio de novo, por isso a matéria. Mas veremos, o que acontece mais na frente

  10. José Antônio Postado em 22/Jul/2014 às 13:07

    Talvez a folha tenha feito essa denúncia fraca porque sabe que as pesquisas do DataFolha foram manipuladas e que as pesquisas reais apontam a vitória de Dilma no primeiro turno. É uma espécie de seguro. Ou então que existem coisas muito piores do candidato e convém se resguardar.

  11. Carlos Postado em 22/Jul/2014 às 14:05

    Interessante a publicação de um artigo acusando a Folha e outros grandes jornais, assinado por alguém que foi Ministro Chefe da Secretaria de Direitos Humanos do governo petista e que agora é diretor do Instituto Lula. Mais interessante ainda é o Pragmatismo Político não ter dado essas informações até para que os leitores pudessem avaliar a isenção do "analista político".

  12. Socrates Postado em 22/Jul/2014 às 15:27

    os acólitos da mídia cheirosa, o detrito sólido da maré baixa, deviam se afundar nos seus asseclas, como Azevedo, Ataulfo Merval. Todos os incautos sabem das intenções da mídia monopolista. Ela tem lado e funciona como partido político. Eles mesmos admitiram. Logo, essa estratégia de levantar um fato sobre o seu candidato Aébrio Never é apenas para o dito cujo dominar o espaço da mídia. A lógica é simples: vcs falam mal de mim que eu utilizo do espaço para me "defendendo" apareço. Ou alguém do pt teve o mesmo tratamento. Vide Zé DIrceu. Qual o espaço que lhe foi dado para sua defesa. nada. E olha que contra ele não há provas, apenas o domínio do fato. Contra aébrio há muitos fatos dominados. Quanto hipócrita tendencioso. Vão chafurdar na lama da inVeja.

  13. Enrico Postado em 22/Jul/2014 às 16:21

    Acho uma bobagem. 1) Certo, a imprensa brasileira é concentrada e tem um viés claramente oscilando entre o conservadorismo e o neoliberalismo (e antipetismo). Em todos os grandes veículos. Mas, apesar disso, a imprensa não é monolítica. Em certos veículos há (raras) aberturas (que podem, sim, servir de atestado de uma pseudo "isenção"), mas não são parte de uma estratégia deliberada para prejudicar o PT ou respaldar ataques futuros ao partido (até porque eles não precisam de pretexto, seu leitorado já é conservador). 2) A Folha não tem o controle do impacto de tal denúncia. É superestimar muito o poder do jornal. Basta ver a maneira como o Aécio se comportou na entrevista no Jornal Nacional, gaguejando, rindo de nervoso, sem olhar no olho dos repórteres... o dano foi forte. 3) O voto em Aécio é um voto moralista, do cara que rejeita a "corrupção do PT". A denúncia de um roubo desses tira a confiança do eleitor aecista (ou ele muda o voto, ou ele vai flexibilizar seus valores para transigir com corrupção não-petista), e coloca na berlinda a administração do mineiro (até então pouco conhecida no restante do país). Ele deve perder alguma intenção de voto no 1º turno e principalmente perderá muita intenção de voto no 2º.

  14. DEUS Postado em 23/Jul/2014 às 01:49

    Não sei o que é melhor: os comentários do face ou os comentários daqui. A-do-ro vocês, humanos

  15. poliana Postado em 22/Jul/2014 às 14:41

    naro, respondi teu comentário lá na matéria sobre as pesquisas de intenção de voto dos candidatos. vc viu? vc disse q eu, o thiago e a deise éramos esquerdopatas e odiávamos os tucanos. como eles responderam, tb me dei o direito de resposta, vc chegou a ler? um abraço.