Redação Pragmatismo
Compartilhar
Capitalismo 02/Jul/2014 às 10:07
9
Comentários

Ex-engraxate brasileiro é o mais novo bilionário da Forbes

José Janguiê Bezerra Diniz, fundador do grupo Ser Educacional, possui patrimônio estimulado em cerca de US$ 1,1 bilhão, de acordo com a revista Forbes

José Janguiê Bezerra Diniz bilionário forbes engraxate
José Janguiê Bezerra Diniz

O empresário José Janguiê Bezerra Diniz já trabalhou como engraxate, aos oito anos de idade, para não abrir mão dos estudos. Hoje, fundador e principal acionista do Ser Educacional, Diniz é o mais novo brasileiro a figurar o ranking dos bilionários da Forbes, com uma fortuna estimada em US$ 1,1 bilhão (ou cerca de US$ 2,4 bilhões, de acordo com a cotação do Banco Central da última segunda-feira).

Diniz é um dos sete filhos de Lourdes e João, uma família simples de Santana dos Garrotes, Paraíba. Aos oito anos, ele se mudou com a família para o Mato Grosso do Sul, onde teve de trabalhar como engraxate.

Aos 14 anos, seus pais decidiram se mudar para Rondônia, onde trabalhariam em uma fazenda, e Diniz teve de escolher entre continuar seus estudos e acompanhar seus pais. “Não queria ser fazendeiro, então eu me despedi deles e fui sozinho para Recife procurar um emprego”, disse o empresário à Forbes.

Em Recife, trabalhou de datilógrafo enquanto cursava Direito. Se formou em 1987 e ainda incluiu à sua formação mestrado e doutorado na mesma área, todos cursados na Universidade Federal de Pernambuco.

Diniz fundou a Ser Educacional em 1994, empresa que oferecia cursos preparatórios para “concurseiros”. Em 2003, a empresa passou a ter cursos de graduação, pós-graduação e ensino técnico para estudantes de baixa renda. Hoje, o grupo é dono da Faculdade Maurício de Nassau e Faculdade Joaquim Nabuco, registrou um aumento de 44% nas vendas no primeiro trimestre deste ano e de 51% no número de alunos matriculados só neste ano, em relação ao ano anterior, totalizando 113 mil matrículas.

Com 70% das ações do Ser Educacional, cujas ações subiram nas últimas semanas, Diniz soma uma fortuna de US$ 1,1 bilhão, de acordo com a revista.

com 247

Recomendados para você

Comentários

  1. Aken Postado em 02/Jul/2014 às 12:10

    É meio irônico que quem tenha uma empresa no ramo da educação seja bilionário, já que educação é uma das garantias fundamentais do cidadão brasileiro e deve ser oferecida pelo Estado. Mas de qualquer forma, não sei o porquê do espanto, aqui é assim mesmo

  2. Pereira Postado em 02/Jul/2014 às 13:26

    Esse aí precisou de cotas raciais das universidades e serviço público para juntar uma fortuna ? Viva o capitalismo e a liberdade. Liberdade que o neomarxismo atual quer suspender.

  3. Eduardo Benatti Postado em 02/Jul/2014 às 16:47

    Lula: "É por isso que a elite branca heterossexual fascista nazista zionista homofóbica machista e coxinha não gosta do PT: depois do PT, filho de gari virou doutor e ex-engraxate virou bilionário."

    • Pereira Postado em 02/Jul/2014 às 16:59

      só falta o PT se vangloriar e querer tirar uma casquinha do mérito desse senhor. Só falta os coxinhas Petistas extremistas dizerem que pelo "ótimo governo" petista, esse senhor ficou rico. Se eu ler isso acho que vou ter outro ataque de risos.

  4. rogerio Postado em 02/Jul/2014 às 19:40

    Não entendi essa noticia estar nesse site. É uma das comprovações que a meritocracia é a melhor forma e o capitalismo ainda é o melhor sistema. Parabéns pelo mea culpa.

  5. Fábio Postado em 02/Jul/2014 às 23:28

    Esses que acham lindo esse exemplo, já conseguiram o seu bilhão? Não! Por que? São incompetentes? Credo!

  6. Vanessa Postado em 03/Jul/2014 às 00:52

    Este senhor é professor da UFPE e a pelo menos uns dez anos não da uma aula sequer, tanto que os alunos da UFPE protestam na frente da sua universidade,para poder encontra-lo,pois ele ainda recebe seus salários, é procurador de justiça e assim conquistou muitos amigos influentes na política,quem quer que esteja no poder o Janguiê está junto. sou pernambucana e sei como ele subiu. O capitalismo brasileiro é assim, o governo banca e ainda tem gente que o admira.

  7. André Postado em 03/Jul/2014 às 12:01

    Ele se prevaleceu de alguma bolsa ou cota? Pagou de coitadinho?

    • André Postado em 08/Aug/2014 às 13:49

      Não, mas onde foram parar todos os outros alunos da classe dele? Todos chegaram ao mesmo patamar ou só ele que era bom em sala de aula?