Redação Pragmatismo
Compartilhar
Palestina 25/Jul/2014 às 20:48
44
Comentários

E se 27 mil crianças norte-americanas fossem assassinadas?

E se os mortos de Gaza fossem americanos? Imagine a revolta por conta de 27.000 crianças mortas…

criança gaza israel morte
Médico palestino carrega uma menina que foi ferida por um bombardeio israelense no sul da Faixa de Gaza em 23 de julho de 2014. Atualmente, Israel está matando mais de uma criança por hora em Gaza (Efe)

Texto originalmente publicado em 22/07/2014 | Por Barry Lando, Counterpunch

As mortes em Gaza, à primeira vista, podem não ser tão horríveis para os norte-americanos – a não ser que você transporte o mesmo nível de morte e desordem para os Estados Unidos, que tem uma população 176 vezes maior do que a de Gaza.

Por exemplo, até o momento, 571 palestinos foram mortos (em 25/07 já são 819 mortos), incluindo entre eles 154 crianças. Número total de feridos: 3.550, dos quais 1.125 crianças.

Se os Estados Unidos fossem vítimas de uma chacina semelhante, o número de norte-americanos mortos – quase todos nos últimos cinco dias – chegaria a 101.000, dos quais 27.000 seriam crianças. O número de norte-americanos feridos seria de 627.000, dos quais 198.000 seriam crianças.

Outra comparação:

Esse número de mortos seria quase duas vezes o total de mortos em dez anos de guerra no Vietnã (58.000).

Quase se igualaria ao número de soldados norte-americnaos mortos na Primeira Guerra Mundial, que chegou a 116.000.

Seria mais de um terço dos norte-americanos (291.000) mortos lutando entre 1941 e 1945, durante a Segunda Guerra Mundial.

E quase se igualaria ao número total de soldados norte-americanos feridos durante a Segunda Guerra Mundial (670.000).

E lembre-se:

– A maior parte dessas mortes de palestinos aconteceu em apenas cinco dias.

– Um grande proporção dos mortos e feridos não era de soldados.

E a matança continua.

SAIBA MAIS: Entenda por que os EUA e Israel estão tão interessados que o caos na Palestina perdure

Recomendados para você

Comentários

  1. Vanderlei Postado em 25/Jul/2014 às 20:58

    Guerra em território dos outros é tolerável para os americanos. Financiar a Ucrania, derrubando um governo legitimo pode. Fala Sério!!!!!!!!

    • Gabriel Postado em 26/Jul/2014 às 15:52

      Boa! Governo legítimo (Russia) que derrubou um avião cheio de civis inocentes. Se tem essa simpatia toda pelos ex-soviéticos, porque não se muda pra lá? Não tem cash suficiente pra isso?

      • Ricardo S. O. Leite Postado em 26/Jul/2014 às 18:12

        Governo legítimo (Russia) que derrubou um avião cheio de civis inocentes --- sua primeiro argumento é falso o segundo nem é argumento

      • JAIR CUNHA Postado em 26/Jul/2014 às 23:13

        Existe provas contra a Rússia? Q eu saiba a queda desse avião ñ interessava à Rússia, mas sim ao governo ucraniano e aos EUA. Pois os mesmos querem colocar o mundo contra a Rússia. Já q a brincadeirinha de impor sanções contra a Rússia ñ está surtindo efeito.

      • Antonio Palhares Postado em 28/Jul/2014 às 13:36

        Sr Gabriel . E o avião de passageiros do Irã com 290 passageiros que foi abatido por um destroyer Americano, e o comandante Americano condecorado?

    • JAIR CUNHA Postado em 26/Jul/2014 às 23:10

      Vc falou e disse tudo. Os EUA possui uma das piores organizações criminosas do mundo, a CIA. Q tem função de espionar, criar golpes e fomentar o ódio e a guerra.

  2. Thiago Teixeira Postado em 25/Jul/2014 às 21:09

    O que mais me preocupa, é que efetivamente não está ocorrendo nada para cessar a guerra. Mensagens de repúdio é um começo, é uma ação, sim, mas não está pesando ou influenciando na decisão daqueles morféticos em ordenar bombardeios aleatórios sem a mínima avaliação das consequências aos civis.

  3. Franco Postado em 25/Jul/2014 às 21:46

    Nem aumentando o numero conseguem ter alguma razão, Israel não mata crianças como o HAMAS e seus fanáticos semelhantes em países árabes, as crianças morrem pois o HAMAS posiciona armas perto delas é diferente. Os bombardeios não são aleatórios quem faz isso é HAMAS e não Israel.....

    • Elias Postado em 26/Jul/2014 às 09:57

      www.youtube.com/watch?v=fI0esAVfw3U Aqui uma prova mais do que clara as 7:50

      • Denisbaldo Postado em 26/Jul/2014 às 13:20

        Prova do quê? Por acaso os crimes contra cristãos que ocorrem nos países árabes justificam os extermínio do povo palestino pelos judeus? Mas os judeus não são muito mais inteligentes e evoluídos do que os árabes? Então é assim, se árabes matam cristãos pelo mundo afora, Israel tem o direito de fazer os mesmo no território que eles roubaram e ainda querem roubar mais? Israel justifica sua atitude bárbara comparando-a com a de países que eles sempre foram inimigos. Por este raciocínio podemos chegar a conclusão que Hitler também tem um álibi pelo extermínio judeu, correto???

    • Fernando Postado em 26/Jul/2014 às 10:06

      O problema é aturar a sionistas fanatizados que justificam toda a matança, como em seu dia os alemâes justificavam os crimes dos nazis na matança de judeus. Agora os nazis também justificam a matança de palestinos...

    • Barbara Postado em 26/Jul/2014 às 13:13

      Ah claro... muito bem informado você... parabéns!

  4. Daniel Postado em 26/Jul/2014 às 00:36

    Franco, ex soldados israelenses revelam que é o IDF que usa crianças como escudo humano e não o Hamas. Não sou eu que to dizendo, dê uma olhada no que os soldados falam. www.breakingthesilence.org.il

  5. Rodrigo Postado em 26/Jul/2014 às 04:59

    Não fala isso, veja como a é reportagem é fraca. tudo na base do SE. Não fala isso o PT está pensando em fazer uma Alianca com o Hamas só pode, nunca vi um grupo terrorista receber tanta brindagem quanto do governo brasileiro e da imprensa petista.

    • Farc Postado em 26/Jul/2014 às 09:52

      Convidam membros das FARC para dar palestra no Brasil, os USA paga 3 milhões para prender alguns deles, pena que eu não sei onde estão, eu delatava de graça.

    • Barbara Postado em 26/Jul/2014 às 13:12

      Imprensa petista? aliança com Hamas? SE eu eu fosse você, procuraria um psicólogo...urgente!

    • Anti Sionista Postado em 26/Jul/2014 às 21:40

      Seu trouxa. Tudo que você vê na sua frente é ódio ao PT. É o PT que joga bombas em Gaza? Como você é babaca!! Daria muito para ter uns minutos de tete á tete contigo.

  6. Angela Postado em 26/Jul/2014 às 09:28

    IsraEUA = ratos covardes

  7. Eduardo Benatti Postado em 26/Jul/2014 às 13:47

    Já nem entro no campo da questão que o Hamas QUER que Israel faça um genocídio de crianças. Mas ao ponto do tópico: se 27 mil crianças americanas fossem mortas, MEUA MIGO... o país que fizesse isso ia sumir do mapa, e os líderes terroristas que tivessem atacado os EUA iam passar uma bela temporada em Guantanamo.

    • Bárbara Postado em 27/Jul/2014 às 17:29

      Fora os zilhões de filmes melodramáticos que Hollywood iria reproduzir depois! Oscars distribuidos ...

  8. Rodrigo Postado em 26/Jul/2014 às 15:08

    Barbara O Cafezinho, PP, Carta Capital são o que? páginas neutra ou pró PT? E porque nenhuma desses sites falam que antes do ataque o Hamas jogou em 1 mês 2 mil mísseis sobre Israel?

    • Anti sionista Postado em 26/Jul/2014 às 21:42

      Grande otário moribundo, mísseis??? Seu bosta, FOGUETES, de curto alcance. É só o que eles conseguem ter para se defender de gente escrota e assassina como você!!!

      • Marcel Postado em 29/Jul/2014 às 21:49

        Apelão. Vai lá em Gaza lutar. Todos que discordam são gente escrita e assassina? Ai é moleza ser do contra.

  9. Viviane Postado em 26/Jul/2014 às 15:18

    Terroristas...quem estou vendo propagando o terror contra civis inocentes são os israelenses, hein. E, por favor, nada dessa desculpinha passada de escudos humanos, quando crianças foram mortas numa praia e sem qualquer justificativa.

  10. Flavio Postado em 26/Jul/2014 às 15:52

    Então porque a gente que reside na palestina vota em terrorista que vive atacando Israel? Aí Israel revida e estes porcos islamistas usam crianças com escudo, pois são covardes. Aliás, coisa de muçulmano é colocar a culpa no ocidente ou em israel por tudo. E usam a comunada marxista como escudo de defesa. Se Israel quisesse, já teria destruido a faixa de Gaza quando ela pouco povoada por exemplo. Não o fez, nem o fará. Se os islamistas da região tivessem uma unica chance de destruir Israel (com judeus e arabes que lá vivem) já teriam destruido. E tentaram várias vezes, juntando inclusive 5 países com 10 x mais população que Israel. E a comunada se esqueceu né?

  11. Flávio Postado em 26/Jul/2014 às 15:54

    Porque os "palestinos" não lutaram contra os otomanos? Porque nunca foram um povo nem um grupo etnico. O problema ali é sumamente, embora não unicamente, religioso. Os palestinos que moram ali são massa de manobra de islamitas, que provocam a potencia militar israelita. E quando vem o revide, usam escudo humano civil, principalmente crianças. E trouxas marxistas do ocidente culpam Israel por "genocidios".

  12. Rodrigo Postado em 26/Jul/2014 às 16:02

    Você está vendo ou o PT está fazendo você vê? Leia isso. Tem que ser por aqui porque como não é da ideologia do PT o PP não pública em matéria: Essa é uma carta assinada por Rita Cohen Wolf, brasileira residente em Israel lamentando sobre a posição de nosso Governo Federal quanto ao conflito na faixa de Gaza, é bom refletirmos sobre que tipo de govrno nós temos: "Sra Presidente Dilma Roussef. Na minha carteira de identidade de numero 4051182-6 expedida pelo Instituto Felix Pacheco no Rio de Janeiro, ao lado do item nacionalidade está escrito "brasileira". Sim, sou brasileira e "carioca da gema". Filha de pais brasileiros e mãe de filhas brasileiras. Gosto de empadinha de palmito, água de coco , feijão e farofa. Ouço Marisa Monte, Cartola, Caetano e Cazuza. Visto a camisa seja qual for o placar e posso mesmo declarar que tenho sangue verde e amarelo. Sou dos "Anos rebeldes", aqueles onde muitas vezes o máximo da rebeldia era cantar "Afasta de mim este cálice" enquanto ficávamos de olho se algum colega de escola "era sumido". Aqueles onde Chico Buarque só podia ser Julinho da Adelaide. Saí às ruas pelas "Diretas Já" e, emocionada, vi o Gabeira e o Betinho finalmente voltarem do exílio arbitrário. Nos anos 90, com mestrado em Psicologia e em Educação, fui honrosamente convidada a assessorar a Secretaria Municipal de Educação do Rio de Janeiro. Cheia de entusiasmo, fazia parte de uma equipe profissional de primeira linha. A nossa frente, uma Secretária de Educação indicada pelo Prefeito não por suas ligações políticas mas por sua competência profissional e comprometimento por uma Escola de qualidade para as nossas crianças. E foi aí que comecei a perceber que algo de muito errado acontecia na minha cidade e no meu país. Mesmo ocupando um cargo de onde poderia "fazer acontecer", percebi que apenas vontade política, profissionalismo e amor pelas crianças do Rio de Janeiro não eram suficientes pra mudar a antiga engrenagem: emperrada, viciada, corrompida e perversa. Foi depois de ter sido assaltada 8 vezes, uma delas com um revólver apontado pra minha cabeça... foi aí que a ficha caiu e percebi que não poderia mais criar minhas filhas no meio da corrupção, suborno, mão armada e com medo da própria sombra. Tinha que me despedir do meu País. Com muita dor no coração resolvi fazer as malas. Por livre escolha, assim como tantos e tantos brasileiros. Meu País não podia me oferecer condições dignas de vida. Não se preocupava ou não agia com eficiência em nome do bem-estar de seus cidadãos. Fiz minhas malas e vim pro Oriente Médio. Apesar de na minha carteira de identidade não constar o item "religião", eu posso lhe contar. Sou judia. "Judeu" palavra que para muitos está diretamente associada a Judas, o traidor de Jesus Cristo ( ele mesmo judeu) e também a Freud, Einstein, Bill Gates e Mark Zuckerberg e vários ganhadores de Prêmio Nobel. Optei por viver em Israel. Tornei-me israelense. Quanta contradição, sair do Brasil por medo de assaltos e sequestros e vir para Israel... Aqui Sra Presidente, quando estamos em perigo, soam sirenes para que entremos em abrigos anti- bombas. Nunca mais estive a ponto de ser pega por uma bala perdida, assim como nunca mais tive que sentir a dor no peito ao ver famílias inteira à beira da rua mendigando. Nunca mais tive que me pegar na dúvida do que sentir diante de um pivete: medo ou pena. Por que aqui não existem pivetes. A educação e a saúde são um direito de fato de todos os cidadãos, independente de cor, raça ou credo. Sou uma dos cerca de 10 mil brasileiros que vivem hoje em Israel e, que hoje de manhã ao acordarem, deram-se conta de que o Governo brasileiro chamou o embaixador brasileiro em Israel pra uma "consulta em protesto pela operação do exército de Israel na Faixa de Gaza". Pergunto-me se também foram chamados o embaixador na Síria, onde na última semana morreram mais de 700 pessoas. Ou talvez o embaixador no Iraque onde esta sendo feita uma "purificação étnica". O próximo passo já bate à porta: cortar as relações diplomáticas do Brasil com Israel. Escrevo pra lhe contar Sra. Presidente que tenho vergonha. Num momento tão delicado para tantos de nós brasileiros que vivem em Israel, no momento onde Israel recebe a visita e o franco apoio da Primeira- ministra da Alemanha, do Ministro do Exterior da Inglaterra, do Ministro do Exterior dos Estados Unidos e da Ministra do Exterior da Itália... Um dia depois que o Secretário-Geral da ONU visitar Israel e declarar que o país tem todo o direito de se defender e a seus cidadãos dos ataques de um grupo terrorista... Depois disso, recebemos a notícia da chamada do Embaixador brasileiro. A televisão anuncia a decisão brasileira e tenho vergonha. A vergonha não e só pelo alinhamento do Brasil com os países islamicos extremistas ao invés de se alinhar com a Democracia. Tenho vergonha também dos meios de comunicação tendenciosos do Brasil, que só enxergam ou só querem enxergar um lado da história. Mas isso já é outra conversa... Hoje, junto com a notícia da chamada do embaixador brasileiro, vi também na televisão que o governo de Israel esta enviando vários aviões para os quatro cantos do planeta para resgatarem israelenses que por conta do embargo aéreo temporário das companhias de aviação estrangeiras não conseguem voltar pra Israel. Uma verdadeira operação de resgate. Por que? Pois aqui a vida do cidadão tem valor. Eu vivo num país onde a vida de um soldado foi trocada pela de 1000 terroristas presos por crime de sangue. Na minha ingenuidade, cheguei a pensar que o Brasil tentaria verificar a situação de seus cidadãos em Israel nesse momento de guerra, se é que algum cidadão brasileiro estaria com alguma necessidade que pudesse ser atendida pela representação do Brasil em Israel. Que bobinha... Mais fácil talvez seja mesmo vir a cortar as relações diplomáticas pois não sei mais qual o valor do meu passaporte brasileiro. Vergonha e desgosto por comprovar, que mesmo depois de 20 anos, o brasileiro ainda vale muito pouco, pra não dizer quase nada, para seu próprio país. E o verde-amarelo do meu sangue cada vez mais vai perdendo sua cor."

    • Gavinho Postado em 26/Jul/2014 às 17:48

      Essa "brasileira" é uma estúpida! Pessoas que mesmo de forma sutil querem justificar o absurdo que está sendo feito em Gaza são imorais, gente que torna o mundo imundo e são capazes de tudo por que se acham "superiores". Sim, o Brasil tem problemas sérios, mas nosso governo não apoia massacres,violência, vingança e uma criança morta já nos é intolerável, tortura nem pensar! Já em Israel é bem o contrário disso, não é? Sinceramente vc não tem moral nenhuma para criticar o Brasil, limite-se a sua insignificância e viva com os seus onde quiser, até em Israel...

      • Beatriz Belle Postado em 27/Jul/2014 às 12:21

        Assino embaixo o que vc postou Gavinho! Imagina crianças e idosos sendo bombardeado por palestinos, EUA /Israel os palestinos seriam #TERRORISTAS - perigo para a humanidade! Eles são aqueles que têm um caibro nos olhos e veem um cisco no olho do outro... sinceramente eu acho EUA/Israel idêntico ao Hitlher...

    • Denisbaldo Postado em 26/Jul/2014 às 18:01

      Engraçado, acho que ela nunca percebeu que aqui no Brasil muitas pessoas (muitas mesmo)nem privada pra cagar tem em casa (NUNCA TIVERAM) e ela está esperando a ajuda do governo aos pobres brasileiros que vivem em Israel. Acho que ela não percebeu que há 500 anos somos governados por corruptos e ladrões. Acho que ela tem certeza que o Brasil de hoje foi construído pelo PT. É incrível como muita gente só olha para o seu próprio cu quando a coisa aperta pro seu lado, mas nunca olham para o cu dos outros quando a situação é contrária. MEU AMIGO, FUI CASADO EM NYC POR 5 ANOS COM UMA JUDIA FILHA DE ISRAELENSES E ELA, COMO A MAIORIA DA JUVENTUDE JUDIA DE ISRAEL E EUA, SÃO TOTALMENTE CONTRÁRIOS À ATITUDE DE SEU PAÍS COM RELAÇÃO À PALESTINA. UMA OPINIÃO MERDA DESTAS NESTA CARTA COCÔ QUE VOCÊ POSTOU SÓ PODERIA TER VINDO DE UMA BRASILEIRA VIRA LATA, PANGARÉ QUE RECLAMA DE SEU PAÍS TODOS OS DIAS DE SUA VIDA PARA VER SE CONSEGUE SE CONVENCER QUE O BRASIL É RUIM, MAS MORRE DE SAUDADES DAQUI. TENHO NOJO DESTE POVINHO BRASILEIRO QUE VIVE EM OUTRO PAÍS E AINDA TEM CORAGEM DE APONTAR O DEDO PRA CÁ. MOREI 10 ANOS NOS EUA, NÃO TROCO O MEU PAÍS POR ELE. SE ELA TROCA, QUE CALE SUA BOCA E NÃO ESPERE NADA DAQUI, TEMOS PROBLEMAS MAIORES PARA CUIDAR. ALIÁS RODRIGO, VÁ FAZER COMPANHIA A ELA.

    • Antonio Palhares Postado em 28/Jul/2014 às 13:42

      Esta é carta mais chinfrim que ja vi na na minha vida. Ela não é brasileira. É judia.Um judeu nascido no Brasil não se considera brasileiro.

  13. Ricardo de Moraes Postado em 26/Jul/2014 às 17:33

    Tenho lido alguns textos e assistido outros tantos vídeos sobre o atual conflito na região. Assim como crianças palestinas, a verdade também está sendo brutalmente assassinada por aqueles que almejam perpetuar a guerra e, eles existem em ambos os lados. Todos, reitero, todos os materiais lidos são parciais e, manipulam a história da região de maneira mais ou menos grosseira. Começando pelo momento histórico que elegem para iniciar suas analises. Israel tem o direito de existir, ponto. O Estado palestino tem o direito de existir, ponto. Os grupos de intolerância, incompreensão e de aposta na violência de ambos os lados não admitem essa verdade simples. Crianças morrem, são exploradas das formas mais vis e sofrem, em todo o Planeta , devido à proliferação de grupos que apostam, em benefício próprio, na intolerância , na violência, na opressão e incompreensão. Sejam eles árabes ou israelenses, fundamentalistas cristãos, judaicos ou islâmicos. Sejam eles pertencentes ao aparelho de terror de Estado, ou contra qualquer Estado constituído. Crianças morrem devido ao egoísmo em todo o Planeta, egoísmo compartilhado por nações belicistas, grupos terroristas, corporações econômicas, criminosos organizados em suas diferentes facetas, do Oriente Médio, à África subsaariana, das periferias paulistanas aos morros cariocas.

  14. Gavinho Postado em 26/Jul/2014 às 17:35

    Pressionado por países neutros, como o Brasil, e até por aliados, como Estados Unidos e Inglaterra, o governo israelense de Benjamin Netanyahu, que já assassinou mais de mil civis na Faixa de Gaza, aceitou fazer uma concessão: irá paralisar a matança por quatro horas; isso mesmo, quatro horas; pressão internacional mostra que o Itamaraty se antecipou aos fotos e se colocou do lado certo da história

    • Elias Postado em 26/Jul/2014 às 21:44

      Lado certo, 4 foguetes foram lançados nesse período de "paz".

      • Gavinho Postado em 27/Jul/2014 às 16:27

        Nossa!!! 4 foguetes??? Que gente cruel não é mesmo? Talvez se Israel matar mais 160 crianças eles aprendem dessa vez!

  15. Viviane Postado em 27/Jul/2014 às 11:01

    Senhor Rodrigo, o Benjamin Netanyahuseu ordena uma chacina de civis em Gaza e a culpa é do pt? O seu comentário é só mais uma resposta fabricada e reproduzida exaustivamente na tentativa de demonstrar que a esquerda odeia os judeus por esses serem capitalistas, demonstrando um óbvio julgamento pré concebido sobre o meu posicionamento, sugerindo ser genérico e manipulado quando o seu é o correto e o meu errado. Bem, nem sou esquerdista e nem minha percepção é superficial. Ah, e quanto ao relato dessa senhora em seu comentário, acho que essa desconhece intelectuais como o historiador Moshe Zimmermann ou Noam Chomsky, será que eles também foram manipulados pela mídia brasileira? É, quanto as sirenes, isso é um absurdo! Acho muito deselegante por parte do Hamas não enviar as mensagens solícitas que Israel envia aos palestinos para que saiam de suas casas, pois vão destruí-las...

  16. Anderson Postado em 27/Jul/2014 às 12:44

    Muito blablabla, é tudo muito simples básico e visceral... NÃO SE MATA CRIANÇAS ... tem "terroristas" na faixa de GAZA ? se sim, então devesse fazer incursões pontuais usando "inteligência" " estratégia" etc etc etc para chegar até os indivíduos de fato "culpados" seja la do que for. AGORA, bombardear a cidade TODA porque ela abriga 1//100 dos ditos "terroristas" é sim ASSASSINATO , GENOCÍDIO, e todos as outras palavras que conotem o sentido desse absurdo. Não se mata CRIANÇAS com pretexto algum E fim de papo, ao inferno com politicagem, interesses desse ou daquele... CRIANÇAS MORRENDO feito moscas.... entenderam o sentido ? e se fosse seu filho la, o da sua vizinha, seu sobrinho jogando bola na rua e do nada é explodido por um foguete "perdido" ? CRIANÇAS !

    • Gavinho Postado em 27/Jul/2014 às 16:30

      Simples e correto!

    • Bárbara Postado em 27/Jul/2014 às 17:41

      Simples e fantástico! Já cansei desse mimi de que Hamas escondem crianças em escolas e hospitais. Li que o aviso que eles dão para as crianças e mulheres da palestina fugirem do local é três minutos antes de jogar a bomba no local! Que loucura!!! Quem ataca Israel é o HAMAS! Então porque Israel não mata pessoas do Hamas? Qual o objetivo de jogar tantas bombas se eles só matam CIVIS?! É uma questão de lógica, se ele quer ganhar a guerra tem que matar homens que jogam bombas em Israel e não em mulheres e crianças. Á não ser claro, se o proósito não seja exatamente se defender e ganhar a guerra, mas matar o maior numero de palestinos possível. Ai sim, Israel ta seguindo no caminho certo. Não suporto esse mimimi de que eles matam crianças sem querer. Querem destruir Hamas? INVADAM a faixa de Gaza por terra com um exercito imenso. Garanto que qq general de meia pataca vai achar isso o mais lógico. Isso claro, se o objetivo for mesmo se defender ... o que acredito que não seja.

    • Mateus Postado em 27/Jul/2014 às 18:54

      Anderson eles colocam foguetes do lado de crianças.

      • Antonio Palhares Postado em 28/Jul/2014 às 13:48

        Sr Mateus. Todo povo que tem o seu território invadido e roubado tem o dever moral de causar dano ao invasor.Será que voce não entende que o invasor em questão é Israel?

    • Thiago Teixeira Postado em 28/Jul/2014 às 09:32

      O objetivo sionista é exatamente esse, praticar crueldades para amedrontar e desestabilizar psicologicamente o "inimigo".

  17. Juniperos Postado em 27/Jul/2014 às 20:25

    Vi certos videos em jornais norte americanos e pude deduzir o seguinte: internacional, é quando pessoas de outros países falam inglês... afora com isso, nada mais importa. A copa acabou e a cota de interesses internacionais acabaram também. Dona D. retirou o diplomata de lá e como dizem: o Br tirou seu direito de opinar retirando seu representante, sendo taxado de insignificante. Não sei bem o que pensar de uma mulher que dá as costas para a própria guerra para fazer ceninha no palco internacional. O fato é que crianças e muitas estão morrendo. Alguém tem que fazer algo, para começar, tem que ser quem está matando. Se este se nega a fazer e como não é uma pessoa, mas muitas, um país, o caso exige um parecer internacional imediato. já era esperado que EUA não apoia-se a causa. Sequer são crianças americanas, por que ligariam? Todos são adultos aqui, e já viram inúmeras demonstrações humanitárias dessa nação. O jeito é agir sem eles. mas e nossas crianças? Elas também são vitimas de certa forma. claro não estão morrendo como as dessa guerra, mas continuam abandonadas politicamente. A copa dos infernos já acabou e parece que as ações governamentais "rápidas" também. Não precisamos de mais estádios, já temos um monte agora. será que dá para investir um pouco dona D. Não merecemos isso? A arrecadação com impostos chegou a um trilhão o ano passado. a cifra absurda de 1 seguido de 000.000.000.000 antes do fim do ano. Um transporte cairia bem. Um hospital. Um centro comunitário talvez... Escola! já pensou, escola com professores? e segurança, por que não? Claro podemos deixar para depois se formos de verdade ajudar as crianças. Nós (digo nós, o povo) somos brasileiros e não damos costas para sofrimento alheio. Que culpa as crianças tem. Agora mesmo elas estão sendo usadas como escudos e as destroçadas como estandartes e propaganda. criança não tem que morrer por guerra de adulto mas elas vivem no chão dos adultos que fazem guerra e nenhuma delas, de nenhum dos lados que morrer ou matar.