Redação Pragmatismo
Compartilhar
Polícia Militar 07/Jul/2014 às 18:06
11
Comentários

Coronel Telhada vira herói em quadrinhos com dinheiro público

Com histórico violento, vereador Coronel Telhada vira herói em quadrinhos com dinheiro público. Sob seu comando, Polícia Militar acumulou 114 assassinatos cometidos nas periferias de SP

coronel telhada quadrinhos

O vereador tucano de São Paulo Coronel Paulo Telhada, que foi chefe da Ronda Ostensiva Tobias de Aguiar (Rota) de maio de 2009 até novembro de 2011, virou herói de revista em quadrinhos. Lançada pela editora Atreyu Studios, a publicação visa mostrar ao público infantil a vida de um policial militar. As tramas da HQ serão baseadas na vida do coronel antes de se tornar político e serão revisadas por pm’s.

Fortemente criticado por movimentos sociais e entidades de direitos humanos que combatem a violência policial, a vida do ex-chefe da Rota fora da ficção remete a um alto número de homicídios nas periferias de São Paulo. Sob seu comando, a corporação inflou o número de mortes em 63,16%, com 114 assassinatos cometidos.

Telhada é um conhecido linha-dura que se orgulha em sentenciar “bandidos” com morte (sob seu próprio julgamento) e tem 29 processos judiciais e militares arquivados.

Dinheiro público

Os custos de impressão da revista ficaram em R$ 49 mil e o valor foi pago à K9 Indústria Gráfica, segundo o portal “Transparência” da Câmara Municipal de São Paulo.

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Telhada gastava, em média, R$ 307 por mês com impressão. Desde agosto de 2013, quando começaram as negociações sobre a HQ, o gasto aumentou para R$ 6.503 mensais.

Em entrevista ao site especializado Universo HQ, o vereador explicou que uma das inspirações foi o sucesso do personagem Capitão Nascimento, protagonista de Tropa de Elite e Tropa de Elite 2, de José Padilha.

Brasil de Fato

Recomendados para você

Comentários

  1. Leandro Postado em 07/Jul/2014 às 21:25

    Nos USA, Japão em praticamente todos países desenvolvidos policiais são heróis, no Brasil isso vai demorar para ocorrer ainda devido a cultura, policiais brasileiros que se arriscam pela população ingrata são mais do que heróis, policiais de UPPs por exemplo se arriscando por muitos ingratos deveriam receber medalhas todos os dias. Quando no Brasil os policiais passarem a serem heróis como nos países desenvolvidos é um sinal claro que o Brasil está de fato se tornando um país civilizado.

  2. Leandro Postado em 07/Jul/2014 às 21:34

    Telhada é honesto, e afirmo que todos os mortos foram em confronto, a polícia reagiu, parabéns ao Telhada quem o conhece sabe que é diferenciado.

    • Thiago Teixeira Postado em 08/Jul/2014 às 15:39

      Infelizmente Marcos, tanto a esquerda, como direita, cristão, ateus, machistas e feministas, todos são CONTRA a Polícia. Ninguém se importa com a qualidade de vida destas pessoas tampouco observamos artigos ou sequer uma notícia da preocupante taxa de policiais assassinados no Brasil. Não dá notícia, pois para a "sociedade", policial bom é policial morto.

      • Leandro Postado em 09/Jul/2014 às 21:16

        Exatamente, mas a polícia não é boba ela também não está nem ai mais para a sociedade, policiais hoje quase todos fazem o minimo possível no trabalho pois não são valorizados nesse país só bandido, eu pego meu salario no fim do mês e que se dane o resto, a "sociedade" que se vire, aquelas ocorrências com perfis de pessoas que valorizam policiais eu arrisco a minha vida, agora esquerdinhas, movimentos sociais algumas que se danem, policiais que se arriscam por essa gente são trouxas estão torcendo para que vc morra. Outro detalhe os mais de 100.000 homicídios anuais é justamente culpa da esquerda que ataca a polícia e acaba com a defesa da população. hoje os policiais desanimados não trabalham como antes e a violência vai aumentar cada vez mais e essa mesma esquerda não vai permitir o cidadão se armar.

  3. André Postado em 07/Jul/2014 às 23:48

    Parada gay tb já teve dinheiro público e ninguém aqui criticou...

    • Luis Postado em 07/Jul/2014 às 23:59

      Sério? Movimento social e uma HQ são a mesma coisa? Pensa um pouco antes da falar, isso se chama derrubar preconceitos se tu é contra assistencia do governo a parada gay, então tu tbm deveria ser contra o ensino da historia da Africa, ja que ambos pretendem derrubar preconceitos. Não sou homosexual mas achei errado a tua comparação, obviamente sem querer ofende-lo é apenas uma critica construtiva

      • Leandro Postado em 08/Jul/2014 às 07:44

        Para falar a verdade essa HQ é muito mais importante do qualquer movimento social atual pois visa influenciar jovens positivamente em um país onde esses mesmos jovens são influenciados por bandidos, essa HQ pode salvar futuras vidas.

      • André Postado em 08/Jul/2014 às 08:28

        Se tu ver legal, aquilo é uma festa de rua, tipo bloco de carnaval. Não se discute nenhuma pauta e o que mais se vê é gente fantasiada querendo aparecer na tv mais tarde. Antes que alguém me apedreje, digo de antemão que q sou a favor que eles tenham todos os direitos civis que os héteros têm.

  4. Paulo Coutinho Postado em 08/Jul/2014 às 11:19

    Curioso como o povo brasileiro (pobre) defende a violência dos policiais, assistem polícia 24h na band e aplaudem a ação da polícia que já chega interrogando o suspeito. Nos EUA, os policiais abordam com o bordão "você tem direito de permanecer em silêncio e tudo que disser pode ser usado contra você no tribunal". Aqui, só é assim com os ricos. A mídia consegue fazer o pobre se virar contra ele mesmo.

  5. Selton Postado em 08/Jul/2014 às 14:09

    Acredito que caímos no mesmo conceito das cartilhas educativas, com a exceção de que elas não possuem nenhum custo.

  6. Leandro Postado em 10/Jul/2014 às 02:59

    http://mais.uol.com.br/view/cphaa0gl2x8r/criminosos-invadem-casa-e-matam-pai-de-familia-em-sp-04024E983360C4895326?types=A& Se fosse na sua casa? Certeza que iam chamar os "heróis" né? Essa esquerda brasileira defende criminosos em um país em que eles matam mais de 50.000 por ano. O povo brasileiro precisa acordar contra essa gente urgentemente, são covardes e alienados.