Redação Pragmatismo
Compartilhar
Preconceito social 24/Jul/2014 às 21:15
47
Comentários

Catador de latinhas é humilhado por motorista de ônibus

Catador de latinhas é discriminado por motorista de ônibus no Rio de Janeiro e passageiros se revoltam. "Ele é trabalhador e vai pagar a passagem. Ficou o dia inteiro catando lata na areia. É desumano o que você está fazendo"

“Ele não tá errado, não. Ele está trabalhando e vai pagar a passagem. Ficou o dia inteiro catando lata na areia. É desumano o que você está fazendo, pô.”

Em uníssono, passageiros de ônibus se revoltaram com a atitude do motorista da linha 474 (Jacaré-Jardim de Alah), da capital fluminense, no domingo (20).

Segundo relato no Facebook, ele desligou o veículo depois que um catador de latinhas entrou pela parte de trás do ônibus. O rapaz negro tentou pagar a passagem, mas o condutor mandou que ele descesse por estar “transportando lixo”, afirmaram testemunhas.

Todos os usuários da linha se solidarizaram com o catador, que chamaram de “trabalhador” e “honesto”. Muitos pediram a devolução do dinheiro da passagem, depois que o rapaz preferiu sair do ônibus para não atrapalhar a viagem dos outros cariocas.

VÍDEO:

Motorista afastado

O Sindicato das Empresas de Ônibus (Rio Ônibus) considerou um erro a postura do motorista, que é funcionário do consórcio Intersul.

Para o Rio Ônibus, a atitude “totalmente inadequada” do motorista, que também discutiu com passageiros que defendiam o catador, não seguiu as normas de conduta do transporte público, redigidas coletivamente pelos próprios motoristas de ônibus.

VEJA TAMBÉM: A carta que todo brasileiro deveria ler sobre empregadas domésticas

Por isso, a empresa afastou o funcionário, que vai passar por uma reciclagem e novo treinamento.

Entretanto, o sindicato pondera que a linha 474 é “complicada” porque liga a zona sul do Rio de Janeiro ao Jacaré, uma área perigosa onde existe uma cracolândia muito grande.

O Rio Ônibus acredita que o motorista possa ter confundido o passageiro com um usuário de crack – “o que não justificaria essa reação”, acrescenta a assessoria. “O consórcio lamenta os transtornos causados aos passageiros e pede desculpas ao usuário que foi desrespeitado pelo motorista”, informa nota enviada à imprensa.

Brasil Post

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 24/Jul/2014 às 18:16

    Nota 10 ao Sindicato, aos passageiros e ao consórcio responsável pelo ônibus. Fico motivado em saber grande parcela de nossa sociedade repudia esses atos de discriminação e humilhação a qualquer ser humano.

    • Gleidson Postado em 24/Jul/2014 às 20:37

      Pode me explicar o motivo da nota 10? O cara age de maneira racista... Discute com passageiros e ameaça não seguir viagem... No fim, é encaminhado para a reciclagem onde poderá rir bastante do ocorrido e depois voltar a trabalhar e ofender a quem achar conveniente. Demissão sumária em um caso como este é pouco. Se isso não é racismo, o que é???

      • julia Postado em 24/Jul/2014 às 21:28

        o cara tinha que ser fichado e perder o emprego! pra mostrar que é preconceito e racismo e isso é crime federal

      • Tiago Postado em 24/Jul/2014 às 21:38

        Ele não deu nota 10 para o motorista, foi bem o contrário.

      • Mayra Postado em 24/Jul/2014 às 22:48

        Ele deu nota dez à reação ao motorista, não ao próprio... É só ler direitinho...

      • Beto Postado em 25/Jul/2014 às 01:41

        Cara, costumeiramente sou um crítico aqui, entretanto não entendi a sua revolta, o que o Thiago Teixeira defendeu aqui tem suporte meu, caem-me as lágrimas ao ver o jovem reivindicando o direito do reciclador

      • Thiago Teixeira Postado em 25/Jul/2014 às 07:28

        Não entendi seu questionamento. Aprovei a ação das pessoas que reprovaram a ação do motorista. Leia novamente meu comentário, se possível.

      • eu daqui Postado em 25/Jul/2014 às 10:31

        É coisa que pra mim é pior do que racismo: desvalorização do Trabalhador e do Trabalho como valor e alicerce de qualquer civilização.

      • Gleidson Postado em 25/Jul/2014 às 10:44

        Thiago Teixeira: Nota 10 ao Sindicato, aos passageiros e ao consórcio responsável pelo ônibus. Minha crítica não é aos passageiros, é ao sindicato e consórcio que não mereceram esta nota. Por que? Simples. Veja o posicionamento da empresa: a empresa afastou o funcionário, que vai passar por uma reciclagem e novo treinamento. Mandar embora e responder por discriminação e preconceito está fora de cogitação...

      • Thiago Teixeira Postado em 25/Jul/2014 às 11:16

        Gleidson, desligar o funcionário e acusa-lo de racismo, para uma empresa, não é tão simples assim. Certamente o motorista iria recorrer e ainda processar a companhia por danos morais. Infelizmente, ou felizmente para muitos, o ministério do trabalho sempre dá a causa ao trabalhador que faz a reclamação, por mais absurda que fosse e com todo histórico de "nó cego" do colaborador. Eu mesmo estou sendo processado por um pedreiro que foi flagrado pela polícia militar, a noite, passando debaixo da cerca da obra com fios de cobre, foi preso, e meu adm foi lá retirar a queixa para livrar o funcionário. Desliguei na boa, sem justa causa, e mesmo assim o safado me colocou na justiça. Ganhou, disse para o juiz na minha frente que "eu" mandei ele passar com o material para fazer um serviço do lado de fora. É complicado.

      • Renato Postado em 25/Jul/2014 às 11:22

        E voce preferia que o motorista, que tambem e um trabalhador, e provavelmente tem uma familia pra sustentar, fosse mandado embora? Eu costumava pegar esse onibus todos os dias, te garanto que pelo menos 80% dos motoristas dessa linha sao negros. Isso nao tem nada a ver com racismo, o motorista foi mal educado e provavelmente mal preparado pra exercer a funcao, e a empresa consertou o erro. Nota 10 sim!

      • Gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 11:57

        Gleidson Vc está certo, o sindicato aprovou o afastamento do motorista. O bonito foi os passageiros reagirem, aos poucos nosso povo se percebe como "povo", estamos no caminho certo.

    • Cyro Postado em 25/Jul/2014 às 00:15

      Só vc acredita que o motorista não fez isso por orientação da empresa que ele trabalha

    • Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 17:33

      (Outro Rodrigo) Thiago tem razão, uma demissão por justa causa, como primeira hipótese, muitas das vezes não sendo bem aceita pela Justiça do Trabalho. Questiona-se justamente a existência de prévias advertências, em casos de justa causa sumária sendo hipótese possível a de condenação a indenizar por danos morais. Apenas a título de curiosidade, já temos decisões no sentido de que relação sexual e "soneca" no local de trabalho não configuram falta grave, motivadora de justa causa, ao que há o caso de conversão de dispensa "sem justa causa" em "com justa causa", em MG, no caso de vigilante de carro forte que, no curso do aviso prévio, assassinou seu supervisor (caso em que foi reconhecida a "falta grave"...).

  2. poliana Postado em 24/Jul/2014 às 20:03

    cara, esse infeliz desse motorista tem q ser despedido! q absurdo!!! q falta de respeito para com o próximo meu deus! muito desumano!!!!!!! fiquei revoltada só de ler o título da matéria!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    • Gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:03

      Sua revolta é correta, mas o importante e mostrar ao motorista e a seus colegas de profissão que ele está errado vai ser afastado e reciclado. Se reincedir demissão!

  3. André Peixoto Postado em 24/Jul/2014 às 20:32

    Parabéns a todos os passageiros,fico feliz em ver que há pessoas boas,trabalhadoras e honestas. Lamentável a atitude do motorista,foi notório que ele estava de "pirraça".

  4. André Postado em 24/Jul/2014 às 20:42

    Motorista mal educado aqui no RJ? Conte uma novidade agora...

  5. Yuri Postado em 24/Jul/2014 às 20:49

    O catador de latinha que deveria receber uma indenização por danos morais!!!

    • Gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:17

      Não estamos longe disso.

  6. Marcelo Postado em 24/Jul/2014 às 20:58

    Episódio extremamente lamentável. Mas pelo menos nos mostrou algo relevante: a população brasileira, a massa de trabalhadores honestos, sofridos, batalhadores do dia-a-dia, não estão comprando o lixo racista e preconceituoso que a elite tem enfiado goela abaixo do povo.

    • Beto Postado em 25/Jul/2014 às 01:04

      Marcelo, tens razão em tudo, mas infelizmente hoje a "elite" não é opressor, mas sim toda a sociedade( ao meu ver é claro, corrijam meu erro)

    • Gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:18

      Marcelo vc está certo!

  7. henrique Postado em 24/Jul/2014 às 23:27

    O motorista foi infeliz com sua atitude,possivelmente associou o sujeito à usuários de drogas(comum na região,segundo a reportagem),outra coisa infeliz,foi o pragmatismo,ao se referir ao rapaz como "rapaz negro"obviamente querendo induzir nos leitores ingênuos, à interpretar o ocorrido como ato de racismo;Outros vão além,explicam o ocorrido como alienação proletária da consciência de classe,influência subliminar da elite querendo manter o status quo das mazelas sociais...as explicações pseudo-sociológicas não tem fim; Querem reduzir uma dada situação à condicionamentos sócio-econômicos independente da interpretação e vivências dos agentes concretos.

    • gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:25

      Henrique, uma análise mais profunda do episódio pode gerar uma tese! Mais "rasteiro" digo que o motorista como é normal em nossa sociedade ( no mundo) se acha anos luz acima do catador de latinhas e máxima autoridade constituída dentro do onibus , um erro básico...

  8. gisena Postado em 24/Jul/2014 às 23:52

    Ele pode cheirar dez pedra msm assim tem os seus direito,..nessa porra de brasil

  9. Adalberto Postado em 25/Jul/2014 às 01:02

    Cara, eu te entendo, mas julgar um preconceito( pobre, negro e viciado) com (branco de olhos azuis) não ajuda, é triste mas existem todos tipos de preconceitos e dizer que o motorista mantinha esse fenótipo denigri a imagem de qualquer pessoa com " branco dos olhos azuis" pois apesar tudo, aposto que o motorista tinha no minimo o cabelo bem castanho!

    • Gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:12

      No Brasil o racismo se escora mais nas posses do cidadão do que em raça, é quem tem mais - por mínimo que seja - se achando melhor de quem tem menos. Todos aceitamos nos bancos a fila especial dos clientes com cartão 5 estrelas como a coisa mais natural do mundo, não é! No máximo o banco poderia descriminar quem NÃO É cliente, não quem tem menos saldo...

  10. Adalberto Postado em 25/Jul/2014 às 01:48

    Não disse antes porém quase chorei de emoção ao ver as pessoas que estavam presentes prestando apoio ao catador de alumínio! Entretanto temos regras nos ônibus que circulam pela cidade( na minha cidade não se pode andar com animais nem bagagem que incomode ou prejudique outros passageiros) logo( eu vi que não foi este o caso) devemos manter a ordem e as leis

  11. Antonio Carlos Postado em 25/Jul/2014 às 01:56

    Repugnante essa atitude do motorista contra um ser humano, que muitas vezes também é da mesma cor, negro. Ainda bem que não são todos assim, ainda existem pessoas boas como os passageiros que foram humanos com aquele rapaz, que é a maioria, graças a Deus!

  12. Thiago Teixeira Postado em 25/Jul/2014 às 07:30

    Existe ralé parda, malaco preto, favelado indígena, suburbano sarará picareta e coxinha também.

  13. Salomon Postado em 25/Jul/2014 às 10:10

    Esse motorista tinha que trabalhar com um freio na boca puxando uma carroça. Nessa terra de ninguém, em que as instituições funcionam muito mal, a população tem que fazer a sua parte contra a discriminação e o racismo. Coitado do trabalhador que foi expulso do transporte "público". De parabéns os passageiros do ônibus.

    • gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:37

      Salomom, para que nossas instituições funcionem bem, basta o povo agir como os passageiros do onibus agiram...

  14. Silva Postado em 25/Jul/2014 às 10:17

    Infelizmente Carlos, preconceito não é coisa só da elite raivosa, coisa normal se tratando da elite branca de olhos azuis, realmente o que é impressionante, é ver um motorista de ônibus, não só pela atitude preconceituosa, mas muitas pessoas da classe pobre, destilar ódio, contra um governo popular, por puro preconceito.

  15. Deisi Postado em 25/Jul/2014 às 10:35

    Eu separo meu lixo reciclável a pelo menos 15 anos, acho muito importante, mas infelizmente os trabalhadores na coleta desse tipo de material, é considerado por muitos como vagabundos, por pura ignorância e preconceito. Mal sabe elas que além de ajudar o planeta, conseguem reverte o lixo coletado em dinheiro, que em muitos casos, são unica forma de sustento da família. Infelizmente a atitude preconceituosa do motorista é revoltante, talvez a reciclagem não o liberte de seu preconceito, porque em muitos casos esse mal está enraizado em sua formação, que é quase impossível mudar de uma hora pra outra. Mas acredito que ele vai ficar mais esperto, e pensar duas vezes antes de tomar uma atitude tão lastimável. Vamos acreditar!

  16. Aquiles C. Valente Postado em 25/Jul/2014 às 10:57

    É preciso tomar cuidado com a paixão do momento. Nem sempre a voz do povo é a de Deus. O motorista desse ônibus, que é uma pessoa também humilde, não deixou entrar um passageiro com um saco, aparentemente (friso) com latinhas, porque deveria estar cumprindo a lei. Várias tragédias já ocorrerarm pelo transporte de produtos perigosos em ônibus. Ë que o povo tem memória curta, mas lá mesmo, no Rio, ocorreu uma tragédia em que várias pessoas morreram carbonizadas porque um homem carregou em sacos produtos inflamáveis. Isso é rotineiro e vários municípios instituíram leis sobre o caso. É preciso cuidado e escutar os dois lados. Esse motorista deveria ter sido ouvido e não "julgado" pela paixão do momento como foi. Aquiles.

    • gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:38

      O direito ao contraditório...

  17. Q ISSO BRASIL?! Postado em 25/Jul/2014 às 10:57

    "A empresa afastou o funcionário" ?! Que absurdo! Ele tem que ser demitido por justa causa e perder todos os benefícios, não passar por treinamento e ser reciclado - e diga-se de passagem, quanta ironia! vai ser justamente r-e-c-i-c-l-a-d-o... chamem o catador ao longo do treinamento dele pra dar umas aulas. Abuso. Descaso. Discriminação. Preconceito. Maldade. Estupidez. Burrice. Não existe mais tempo nem espaço pra tolerar atitudes como a desse "motormerda".

    • Thiago Teixeira Postado em 25/Jul/2014 às 12:02

      Justa causa no Brasil é processo na certa com 99,9% do demitido ganhar a causa. Já vi caso de gente ser desligada por agressão e o juiz trabalhista dizer "Mas poderia ter dado uma advertência, uma suspensão...". Eu já perdi duas ações de justa causa com testemunha e tudo.

    • gavinho Postado em 25/Jul/2014 às 12:39

      Menos...muito menos! Assim não resolve.

  18. felipe Augusto Postado em 25/Jul/2014 às 12:10

    Esse é o Brasil.. q colocam titulo de mais nas pessoas.. sem desmerecer . o cara eh um motorista de ônibus.. deve ta indo demais ao shop e assistindo novela na globo. só pd para justificar esse racismo com sua própria raça!! O Brasileiro não sabe nem da onde veio.. como se diz o russo vcs são insignificante!! Vcs se perderam na historia.. nem sabem aonde estão!!! Aqui não tem nenhum Europeu somos todos Índios!!!!

  19. Pizzaria Brasil Postado em 25/Jul/2014 às 21:03

    A luta de classes no Brasil atingiu proporções surpreendentes. Pobres, negros e gays se tornaram santificados e intocáveis ao ponto das normas sociais não mais se aplicarem a eles, pois tudo, absolutamente tudo virou motivo de preconceito, racismo e homofobia. Contudo, os idiotas úteis, defensores do politicamente correto, ignoram o fato de que esse protecionismo ideológico exacerbado é um verdadeiro gerador de desequilíbrio, injustiça e conflito, especialmente para com aqueles que buscam manter minimamente a ordem social. Protecionismo esse disfarçado de dívida histórica, mas que na sua raiz é meticulosamente arquitetado para se instaurar o caos social e assim se implementar um novo regime político que colocará todos no mesmo nível de mediocridade e dependência da esmola estatal. Mas o que podemos esperar de uma nação que se guia pelas noticias do Jornal Nacional??? Durante muitos anos eu mesmo dependi de transporte público e inúmeras vezes presenciei pessoas com várias bolsas de compras pedindo permissão ao motorista para colocá-las na parte de trás do ônibus, logo em seguida desciam e se dirigiam à porta da frente, passavam pela roleta e pagavam a passagem como todos os normais faziam. Pedir permissão ao motorista não colocava ninguém em estado de submissão ou humilhação, mas demostrava que a pessoa, a qual pedia a exceção de entrar por trás, tinha o mínimo de respeito e consideração com o motorista, que, por sua vez, também era um trabalhador em pleno exercício da função e que tinha a responsabilidade maior de conduzir os passageiros em segurança. Evidentemente, não foi o caso do andarilho. A trágica conclusão que podemos fazer disso é a seguinte: Fazer o certo hoje no Brasil se tornou sinônimo de caretice, burrice, vergonha, desonestidade, racismo, preconceito e homofobia. Prova máxima disso é que o motorista, ao cumprir as normativas da empresa coibindo essa quebra de conduta, foi sumariamente demitido. É por essas e outras razões eu nunca senti tanta vergonha do Brasil como tenho sentido nesses últimos tempos. ...e ainda vai ter gente do Esquenta aqui me mandado - na melhor das hipóteses - morar no exterior!!!

  20. Camila Medeiros Postado em 25/Jul/2014 às 23:15

    Que horror isso e o cara vai apenas passar apenas por uma reciclagem e um novo treinamento,um ato desse devia ser punido no minimo com serviço comunitário, ou pagar sacolão para o moço que se ele garantisse a comida dele em casa ele não precisaria estar catando latinha, o cara é honesto se não fosse estaria assaltando ônibus e tudo mais, mas não o cara ta ali trabalhando sem pedir nada pra ele, se fosse qualquer marginal teria esmurrado a cara dele, mas como o cara é melhor que ele respondeu a altura preferiu se retirar pra não ficar no mesmo espaço que um preconceituoso como esse motorista,Parabéns aos passageiros que não se calaram para esse ato de covardia.

  21. poliana Postado em 26/Jul/2014 às 15:47

    exato thiago. a justiça trabalhista é extremamente paternalista! já presenciei situações terríveis de o empregado q foi flagrado pelas câmeras roubando o patrão, e q a justiça deu ganho de causa, simplesmente por ele ser hipossuficiente! tenho pavor da justiça trabalhista por isso! vc n tem noção dos absurdos q presenciamos nessa área. é complicado. de qq forma, n é por isso q as empresas devem deixar de punir severamente os seus empregados! n adianta ter medo da justiça trabalhista. a atitude desse motorista foi grotesca e desumana! fiquei extremamente feliz com a revolta dos passageiros ao saírem em defesa do catador. esse motorista, merecia ser despedido por justa causa, ainda q levasse a empresa pra justiça e ganhasse uma indenização! mas ela tinha q dar exemplo..é inadmissível manter um indivíduo desse no quadro de funcionários da empresa!

  22. Sandra Postado em 28/Jul/2014 às 13:43

    Coitado do catador de latinhas e ainda tinha dinheiro pra pagar o ônibus? Agora meu amigo que está desempregado usa o ônibus todos os dias e entra sem pagar nada pela porta da frente aqui em São Paulo sem problema algum ...sabem porque??? Porque anda muito bem vestido é negro tambem Angolano mas anda de gravata acho que é isso talvez por andar bem vestido ,agora só porque estava sujo de tanto trabalhar e com saco de latas não deixou ele ficar no ônibus ... que injustiça mesmo, isso é preconceito na aparência sim ! Agora este Motorista foi mal educado pedindo pra ele sair sim, mas não precisa manda lo embora mas deveria pagar uma indenização para o catador de latinhas por danos morais sim! E vê se aprende a lição motoristas de plantão e que estão vendo essa atitude ocorrida para não acontecer mais isso no Brasil!

  23. luiz Postado em 28/Jul/2014 às 21:21

    vejo na atitude desse motorista um triste ato de racismo. pois pelo que eu pude ver no video o catador de latinha não estava sujo ou mal vestido ou bebádo nem incomodando os outros passageiros .pelo que eu vi racismo puro racismo. na minha opinião a fóto desse motorista. assim como todos os seres humanos que praticam atos de racismo. deveriam ter a sua imagem na intern.

  24. rafael albino Postado em 29/Jul/2014 às 09:32

    eu não ví nenhum perigo aí e sim preconceito muito grande desse motorista