Redação Pragmatismo
Compartilhar
Esquerda 24/Jul/2014 às 21:16
92
Comentários

Ariano Suassuna: Esquerda e Direita

ariano suassuna esquerda direita política
Ariano Suassuna

Por Ariano Suassuna

Não concordo com a afirmação, hoje muito comum, de que não mais existem esquerda e direita. Acho até que quem diz isso normalmente é de direita.

Talvez eu pense assim porque mantenho, ainda hoje, uma visão religiosa do mundo e do homem, visão que, muito moço, alguns mestres me ajudaram a encontrar. Entre eles, talvez os mais importantes tenham sido Dostoiévski e aquela grande mulher que foi santa Teresa de Ávila.

Como consequência, também minha visão política tem substrato religioso. Olhando para o futuro, acredito que enquanto houver um desvalido, enquanto perdurar a injustiça com os infortunados de qualquer natureza, teremos que pensar e repensar a história em termos de esquerda e direita.

Temos também que olhar para trás e constatar que Herodes e Pilatos eram de direita, enquanto o Cristo e são João Batista eram de esquerda. Judas inicialmente era da esquerda. Traiu e passou para o outro lado: o de Barrabás, aquele criminoso que, com apoio da direita e do povo por ela enganado, na primeira grande “assembléia geral” da história moderna, ganhou contra o Cristo uma eleição decisiva.

SAIBA MAIS: Três razões para nunca dizer “nem esquerda, nem direita”

De esquerda eram também os apóstolos que estabeleceram a primeira comunidade cristã, em bases muito parecidas com as do pré-socialismo organizado em Canudos por Antônio Conselheiro. Para demonstrar isso, basta comparar o texto de são Lucas, nos “Atos dos Apóstolos”, com o de Euclydes da Cunha em “Os Sertões”. Escreve o primeiro: “Ninguém considerava exclusivamente seu o que possuía, mas tudo entre eles era comum. Não havia entre eles necessitado algum. Os que possuíam terras e casas, vendiam-nas, traziam os valores das vendas e os depunham aos pés dos apóstolos. Distribuía-se, então, a cada um, segundo a sua necessidade”. Afirma o segundo, sobre o pré-socialismo dos seguidores de Antônio Conselheiro: “A propriedade tornou-se-lhes uma forma exagerada do coletivismo tribal dos beduínos: apropriação pessoal apenas de objetos móveis e das casas, comunidade absoluta da terra, das pastagens, dos rebanhos e dos escassos produtos das culturas, cujos donos recebiam exígua quota parte, revertendo o resto para a companhia” (isto é, para a comunidade).

Concluo recordando que, no Brasil atual, outra maneira fácil de manter clara a distinção é a seguinte: quem é de esquerda, luta para manter a soberania nacional e é socialista; quem é de direita, é entreguista e capitalista. Quem, na sua visão do social, coloca a ênfase na justiça, é de esquerda. Quem a coloca na eficácia e no lucro, é de direita.

Ariano Suassuna (1927 – 2014)

LEIA TAMBÉM:
Sobre ser de esquerda ou de direita, no Brasil e no mundo
O esquerdista fanático e o direitista visceral: dois perfeitos idiotas

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Matheus B. Postado em 24/Jul/2014 às 11:07

    Hahaha! Suassuna foi mesmo um ótimo humorista. A melhor foi a do Judas, que era de esquerda, mas, ao trair, virou automaticamente de direita. Podeira ter resumido tudo numa frase: o Bem é de esquerda; e o Mal é de direita.

    • Heitor Guimarães Postado em 24/Jul/2014 às 11:26

      Você tem absoluta razão. O Bem é de esquerda e o Mal é de direita, simples assim. As pessoas não tem infelizmente a sua visão clara e límpida

      • Matheus B. Postado em 24/Jul/2014 às 15:38

        Perfeito, Heitor. Acrescento, os peidos são de direita; o olor das flores, de esquerda!

      • Augusto Postado em 28/Jul/2014 às 23:04

        Infelizmente, no Brasil, aqueles que chegam ao poder passam rapidamente para o outro lado...

    • Margarete P.B. Postado em 24/Jul/2014 às 11:27

      É sério que foi isto que você conseguiu extrair de um texto tão inteligente quanto foi este? E dizer AINDA que Suassuna foi um ótimo humorista? É demais pra mim.

      • Matheus B. Postado em 24/Jul/2014 às 15:38

        Não sei, só sei que foi assim.

      • Mary. Postado em 24/Jul/2014 às 20:24

        Gostei Margarete, afinal, desnível cultural é arrasador, agride nossos tímpanos.

      • Raphael Postado em 24/Jul/2014 às 23:14

        Matheus, não concordo com a sua visão do texto, mas "Não sei, só sei que foi assim." foi ótimo kkkkkkkkkk. Grande Chicó.

      • Francisco Postado em 27/Jul/2014 às 23:16

        Pra quem tem a mente focada cegamente numa só direção e é incapaz de mudança de pensamento durante toda uma vida, é duro. Não vi nada de inteligente no pensamento desse escritor.

      • jane Postado em 23/Dec/2014 às 17:31

        E eu não vi nada de inteligente ou necessário no seu comentário Francisco. Suassuna está na história...e vc? Já sei, tá na net comnetando bobagens.

    • Gabriel Postado em 24/Jul/2014 às 11:57

      Só li verdades no que ele disse, ou você acha que, considerando como verídica a mitologia cristã, o Império Romano era um governo de esquerda?

      • Matheus B. Postado em 24/Jul/2014 às 15:36

        Ganhaste a minha curiosidade, por favor, desenvolva teu raciocínio.

      • Suyane Postado em 24/Jul/2014 às 17:54

        Carlos Prado, você poderia explicar essa parte: "as ideias de esquerda sempre prejudicaram o povo ante uma elite"? Obrigada.

      • Alisson Alves de Araújo Postado em 24/Jul/2014 às 18:25

        Eu explico; ele disse que na visão direitista a esquerda vai contra o interesse do povo.

      • Roberto Postado em 24/Jul/2014 às 18:28

        Carlos Prad, não há nada de anacrônico aí; pois esquerda e direita são duas palavras que surgiram para definir dois conceitas já existentes "esquerda" = preza o coletivo/ a propriedade coletiva, e "direita"=preza o particular/ a propriedade privada. Sem contar que, ao contrário do que você afirma, esquerda e direita nasceram na civilização grega antiga, propriamente em Atenas; onde havia divisão em partidos locais e em três partidos: o partido das montanhas (terras menos férteis), representado pelos georgóis e thetas (mais pobres) - o partido mais radical; o partido das planícies (terras mais férteis), representado pelos eupátridas (mais ricos, herdeiros de terras) - o partido conservador; e o partido do litoral (da costa, onde não haviam terras boas para agricultura e portanto se praticava o comércio marítimo), representando pelos demiurgos - o partido liberal - ; tais conceitos apenas foram retomados na revolução francesa, onde havia agora o partido da planície, ou direita, e o partido montanhês, ou esquerda.

      • Marcio C. Carvalho Postado em 25/Jul/2014 às 11:15

        Entendo que a sua colocação cuidadosa do pressuposto "como verídica a mitologia cristã", seja para reforçar a oposição entre Bem e Mal, desafortunados x afortunados, etc., e que, assim, o Estado Romano, cujo maior objetivo era manter as conquistas do Império, cujo Poder é mantido com auxílio da "força" e da "exclusão social" das camadas populares, a ponto de provocar a própria ascensão do Cristianismo como resposta do processo social, não poderia ser caracterizado com o perfil do que entendemos, conceitualmente, como "Esquerda". Sim, concordo com sua linha de raciocínio, pois o que fortalece o Conceito, é sua raiz filosófica, não a prática eventual de uma organização de Estado, que venha a contrariar esse "princípio" de defesa da igualdade e das liberdades à qual Arianno Suassuna se refere, e que, por certo, você entendeu bem. Emboras você não tenha desenvolvido o tema, sua colocação tem muita profundidade. Valeu.

    • Suyane Postado em 24/Jul/2014 às 12:10

      Não é uma questão de "bem" e "mal". Segundo a história, ao trair Jesus, Judas trocou a fidelidade pelo dinheiro. Capitalismo, direita.

      • Silas Postado em 24/Jul/2014 às 13:17

        Boa! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

      • Roberto Postado em 24/Jul/2014 às 18:29

        Exato ^^

      • Bruno Carvalho Postado em 25/Jul/2014 às 20:41

        Ai ai... achar que Judas, um dos mais chegados a Jesus, trairia o mesmo por 20 moedas de prata... Ai ai... achar que Jesus morreu pela traição de Judas... Será que não foi porque pessoas morriam em seu nome por não dizer informações sobre seu paradeiro aos soldados romanos que o perseguiam por "perturbar" os templos, feitos de comércio para colher tributos para Roma em troca de proteção? Como existe gente cega que acredita em UMA interpretação de uma literatura que é intrinsecamente interpretativa.

      • Suyane Postado em 26/Jul/2014 às 21:36

        Diego, por favor, o foco não é a lealdade. Desculpe, mas ou é você quem desconhece o conceito de capitalismo ou se fez de desentendido. Abraços.

      • Éverton Postado em 13/Dec/2014 às 02:36

        Suyane, vá estudar você. Capitalismo é só uma forma de organização econômica, ele não faz uma pessoa boa ou má, o que faz isso são os seus princípios. Você, o Ariano e todos nós nesse país somos capitalistas, pois este é o nosso sistema de produção atual e isso não com que todos sejam ruim. Procure ler livros por conta própria e para de repetir o que seus professores comunistas andam lhe pregando.

    • Gilberto Oliveira Postado em 24/Jul/2014 às 12:24

      Ao menos você entendeu né? Melhor que isso só desenhando!

      • Maria de Lourdes Cardoso Postado em 22/Dec/2014 às 21:50

        Suzane, não deixe de ler EL CAPITAL - Carl Marx - em http://mexendocomlivros.blogspot.com - trabalho feito por mim que acredito vai ser uma aula e que me trouxe esclarecimentos sobre capitalismo.

    • João Postado em 24/Jul/2014 às 12:34

      "Quem, na sua visão do social, coloca a ênfase na justiça, é de esquerda. Quem a coloca na eficácia e no lucro, é de direita"

    • Roberto Postado em 24/Jul/2014 às 18:07

      Sabe porque ele passou de esquerda à direita quando traiu? Simplesmente porque pôs o bem particular e financeiro (as moedas que ganharia ao entregar Jesus) acima do bem moral e coletivo (fidelidade) ... Por isso ele mudou de lado, e ao mesmo tempo se tornou um ser humano desprezível.

    • Rafael Postado em 25/Jul/2014 às 20:05

      Teria sido melhor colocar Barrabás como de esquerda?

    • bruno Postado em 31/Jul/2014 às 11:55

      KKKKKKK... LENDO O ÚLTIMO PARÁGRAFO VOCÊ VAI ENTENDER O QUE ELE FALOU SOBRE O JUDAS E NÃO TEM NADA A VER COM BEM E MAL.

    • Ruth Pires Postado em 13/Nov/2014 às 20:25

      Suassuna teve sensibilidade. Isto faz toda diferença entre "Esquerda" e "Direita", embora existam as chamadas "ditaduras socialistas", tão nocivas ao povo quanto as de direita. Nada a ver com o nosso Brasil que, a duras penas, mantém-se no caminho da democracia.

    • Tales Postado em 22/Dec/2014 às 22:04

      Acredito que chamar a atenção não era o seu foco mas parabéns, você de certa forma criou uma discussão ideológica que é interessante.

    • Valdir Postado em 23/Dec/2014 às 09:20

      Meu caro, não há maniqueismo na definição de Suassuna, Norberto Bobbio também a define assim, a diferença está no formato que gênio artístico supera.

  2. Salomon Postado em 24/Jul/2014 às 11:17

    Ariano Suassuna, para além de um expoente da literatura brasileira, é um modelo de vida a ser seguido.

  3. Antonio Postado em 24/Jul/2014 às 11:24

    Eu entendo esse papo de que quem eh direita costuma dizer que nao existe direita e esquerda. Eh porque justo eles, da direita, nao tem uma ideia do que eles querem, claro que existem excecoes, bolsonaro eh um tipico exemplo de uma pessoa 100% direita. Na esquerda (em geral) nao existe essa duvida, sabemos o que nao queremos, pelo que lutamos, enfim, nao existe meio termo pra um sujeito que eh esquerda Realmente a direita eh desonesta nesse sentido em falar uma besteira dessas.

    • Artesão Postado em 24/Jul/2014 às 21:17

      Você falou muita besteira, muita mesmo, parece que leus uns artigos e resolveu virar de esquerda, ou só se diz de esquerda por "modinha". Nem a direita nem a esquerda são "movimentos" homogêneos, nem toda esquerda é socialista, nem toda direita é liberal. Por exemplo, o Fascismo(o italiano, não qualquer regime ditatorial) apoia um Estado forte e interventor, assim como a esquerda social-democrata e socialista, mas é conservador, ao contrário da esquerda progressista. Os liberais apoiam um Estado pequeno e pouco interventor, ao contrário da esquerda socialista.Os anarquistas(à la Bakunin) são contra a existência do Estado e apoiam a liberdade de expressão, assim como os anarco-capitalistas. É por esses e outros motivos que é muito difícil definir o que é de esquerda e o que é de direita, existem muitas variáveis nesse assunto. Os liberais são considerados de direita, apoiam o livre-mercado e a liberdade de expressão, no entando, existem pessoas que são contra isso, como o Bolsonaro, que você mesmo citou, nesse caso, podemos considera-lo de esquerda?

  4. Lucas Postado em 24/Jul/2014 às 11:27

    Belas Palavras, todavia, questiono se na política partidária existe essa distinção entre a esquerda e a direito. Eu sinceramente, não acredito muito. Mas o intrínseco de cada é perfeitamente discriminável.

  5. ricardo Postado em 24/Jul/2014 às 12:37

    Muito bonito, mas acho que a visão dele é muito preto no branco... Me considero de direita, mas não me enxergo entregando o Brasil ou aprovando TUDO que o sistema capitalista prega... Acho meio curioso ele fazer uma associação religiosa e ser socialista... Pegando por exemplo a Rússia (nos tempos socialistas) a religião era proibida: realmente proibida, não tolerada. Estado total, ditadura total... Mas independente disto, foi um grande ser humano... O Brasil perde muita criatividade com ele.

    • rafael Postado em 24/Jul/2014 às 14:56

      Talvez o "entreguismo" seja um tendência a se preocupar mais com o individuo do que o todo(nação)? E se refere a socialistas, Jesus e São João Batista. Diferente da religião Cristã. Jesus, Buda e tantos outros famosos na história foram socialistas mas as religiões distorcem muito pregando o autodesenvolvimento. E Russia é um caso específico que mesmo Trotsky falou que Russia foi uma ditadura e não um comunismo que alias tb é diferente de socialismo.

    • gbitte Postado em 25/Jul/2014 às 21:26

      Se você pensar que depois do socialismo foi o cristianismo que matou mais gente e sabendo que robispierre, Primeiro governador de esquerda, governou na base da guilhotina. E que a igreija governou na base da inquisição. Juntando isso ao caga-regrismo e a vontade de mandar nos outros, "para o bem dos próprios é claro" você entende porque o catolicismo é de esquerda.

  6. Rodrigo Postado em 24/Jul/2014 às 12:49

    Como eu diria algumas pessoas são excepcionais em suas áreas, mas quando vão para o lado da politica só falam merda, em um texto com uma comparação simplista só reafirmou antigos preconceitos, todo pobre é esquerdista, e para ser direta tem que ser rico e está no poder, e ainda mais comparando com o Brasil hoje em dia, me responda, que pobre está no poder hoje? Qual é a classe social da nata dos esquerdista? Sentirei falta de seu caráter, sua inteligencia, suas obras, mas não é porque está morto que irei deixar de criticar-lo

    • tiago carneiro Postado em 25/Jul/2014 às 02:38

      você leu o texto? Creio que não.

      • Silva Postado em 25/Jul/2014 às 10:03

        Com certeza não leu Tiago, mas este cara é mestre em arrogância, qualquer um tem a confirmação lendo sua última frase. porque burro ele não é.

  7. Armando Postado em 24/Jul/2014 às 14:32

    "Mostre-me alguém que não acredita em esquerda e direita, e eu lhe mostrarei alguém de direita", muito bem, não defendo nem um nem outro, porém explique isso: Votei no Lula em suas duas candidaturas, em 2010 não votei na Dilma no primeiro turno, votei na Marina (hoje não faria isso por ela ter criado mais um partido, já temos muitos, não existem ideologias políticas suficiente para tantos partidos...), mas no segundo turno votei na Dilma pois não gostava nem um pouco da idéia do Serra ganhar, e então? Pra mim isso parece mais querer simplesmente adotar a posição de "Se não está comigo está contra mim"...

    • Felipe P Postado em 24/Jul/2014 às 14:46

      Concordo. A bipolarização não deve ser posta em todas as situações.

    • Marcio C. Carvalho Postado em 25/Jul/2014 às 11:24

      Isso que você acaba de declarar, Armando, é "consciência política". Você reforça o entendimento da questão, ampliando. Muito legal.

  8. Rodrigo Postado em 24/Jul/2014 às 15:00

    (Outro Rodrigo) Um gênio das artes, que, do alto de minha "insignificância" ante tamanha figura, ouso dizer que derrapou muito em tal bipolarização, ao falar de política. Para ele, que muito elogiou, Eduardo Campos seria "direita" ou "esquerda"? E, para ele, a partir da adesão, Collor, Maluf e Renan Filho são agora comunistas (O PC do B alagoano pede votos para Collor e Renan Filho...)? "Paulinho da Força", é agora de direita, ao apoiar Aécio? José Alencar era comunista ou capitalista? A tal incongruência é que a imposição de uma bipolarização pode nos levar.

    • Lucas Silva Postado em 24/Jul/2014 às 20:20

      Os partidos brasileiros adotam posturas "nem de direita, nem de esquerda"devido ao atual sistema político, por isso parecem uma coisa só...procure saber quem apoia a reforma política no Brasil.

    • tiago carneiro Postado em 25/Jul/2014 às 02:40

      Prezado Rodrigo, pesquise um pouquinho sobre a história do Paulinho da Força.. Paulinho da força nunca foi de esquerda =)

      • Rodrigo Postado em 25/Jul/2014 às 10:20

        (Outro Rodrigo) Minha fala, Tiago, é justamente em cima do raciocínio usado pelo escritor: ou é, ou não é. Assim, usando o raciocínio dele, por estar ligado ao movimento sindical, automaticamente Paulinho teria de ser assumido como de esquerda e, por se ligar a Aécio, automaticamente teria de ser considerado de direita - tal é, mais que incongruência, o verdadeiro paradoxo que apontei.

    • Marcio C. Carvalho Postado em 25/Jul/2014 às 11:41

      Rodrigo, se Aécinho não é Direita Radical (como o Caiado, por exemplo), é, no mínimo, um neo-liberal que jamais aceitará um Programa de Distribuição de Renda, que claramente contraria os interesses do Capital e do Poder. Ao se colocar assim, comunga com os propósitos e ações de todas as " Máfias", sejam da Ucrânia, da Rússia, da Itália, do Japão, da Venezuela, dos EUA, da Comunidade Européia, do Vaticano, porque usa um "discurso" em franca oposição às idéias de igualdade propostas pelos mecanismos que caracterizam as idéias progressistas do pensamento de "esquerda". A Direita mineira, paulista, mato-grossense e paranaense, tem perfis bem definidos de alinhamento, basta um pouquinho de boa-vontade.

      • Rodrigo Postado em 28/Jul/2014 às 10:45

        (Outro Rodrigo) Marcio, partindo o “ou é ou não é”, da fala do genial Ariano (sem qualquer ironia, ressalto), elegi dois parâmetros de “direita” e “esquerda” (respectivamente, Aécio e PC do B), após passando a tratar dos objetos de minha análise: Eduardo Campos, Maluf, Renan Filho, Collor e “Paulinho da Força”. Tratei, pois, da situação destes, em verdadeiro “limbo político”, ante os afirmados conceitos estanques/parâmetros de “direita” e “esquerda” com os quais se relacionam. Ou seja, não questionei se Aécio é de “direita”, tendo colocado-o justamente como parâmetro dela e, então, expus o paradoxo decorrente do “ou é, ou não é”, questionando se “Paulinho da Força”, por sua ligação com sindicatos, era de “esquerda” e se, por sua ligação com Aécio, seria, ao mesmo tempo, de “direita”; se Collor e Renan Filho eram de “direita” e, a partir de quando o PC do B alagoano pede voto para ambos, seriam também de “esquerda”. Você tomou o parâmetro, como se objeto fosse, sendo válido reler, com sua boa vontade de sempre, meu comentário.

      • Takarracha Postado em 29/Jul/2014 às 12:43

        Fiquei curioso: o mafioso procurado pela Interpol, aliado de última hora com as "ideias progressista do pensamento de esquerda", Dr. Paulo Salim Maluf, se enquadraria em qual lado desse espectro? E o Collor, Rennan, Jarbas, Lobão, Sarney, et caterva? É esse delírio ensandecido de aliar Aécio com máfias que torna o debate raso. Santo Deus!

  9. Érico S. Postado em 24/Jul/2014 às 15:46

    Aprendi muito com o saudoso Suassuna, e o respeito como um legítimo brasileiro. Mas a proposta cristã é absolutamente outra. A questão política Direita x Esquerda fica mais por conta do Império Romano x Zelotas.

  10. Paulo Silveira Postado em 24/Jul/2014 às 16:20

    Por favor, alguém me diga que isso é um misquote! Procurei e não encontro o texto em nenhum outro lugar. No máximo alguém parafraseando, e a frase original era "se alguém diz que não existe nem esquerda nem direita, sei que essa pessoa era de esquerda e migrou para a direita". bem diferente do texto. Alguém tem fontes?

  11. Paulo Silveira Postado em 24/Jul/2014 às 16:22

    Pena, é verdade, é da folha: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/opiniao/fz1409199907.htm Que lástima. Por um instante pensei que pudesse não ser verdade. Que maniqueísmo.

    • Gabriela Postado em 25/Jul/2014 às 05:00

      Se vc se ater aos conceitos puros, vai concordar com Suassuna sobre o que é esquerda e o que é direita. Claro que você concordará mais se for de esquerda, porque este dele é um ponto de vista de esquerda. Caso você seja de direita, vai preferir substituir um pouco as palavras. Mas este "maniqueísmo" que vc vê nada mais é que TOMAR PARTIDO, ao contrário desta política pós-modernista que nos empurram pra que aceitemos o status quo político atual. Esse discurso de "não existe direita e esquerda mais" é apenas uma manobra partidária pós-modernista: "não existe verdade, portanto acredite na minha". É uma ideia sutil, porém muito perigosa. Seja corajoso e escolha um lado.

      • Takarracha Postado em 29/Jul/2014 às 12:47

        Pois é, mas o maniqueísmo idem seu preço: nos explique onde ficam os aliados de última hora: Sarney, Maluf, Collor, Lobão, Jarbas, Eike Batista et caterva? São de esquerda? Defendem o povo? O maniqueísmo causa isso. O mundo não é preto no branco: há uma larga, larquíssima, zona cinzenta.

  12. Fátima Dantas Postado em 24/Jul/2014 às 16:29

    O maior problema não é ser um político de direita ou esquerda, porque, essencialmente a grande maioria nem sabe o que é. O problema é "ser político", pois, quando o conseguem ser, esquecem qualquer ideologia e passam apenas a ser "sangue-sugas". Infelizmente, quem sofre, também sem saber realmente o que é esquerda e direita, é a grande massa, o povão, que mata e morre por essas criaturas e, no final, se contentam com migalhas.

    • Daiane T. Postado em 24/Jul/2014 às 21:29

      Concordo. Ao entrar em um partido, esses seres chamados 'políticos', passam a colocar sua própria vontade como prioridade ou a vontade partidária (que acho difícil que não seja "lucro", "dinheiro", "quanto mais melhor")acima da vontade do povo; para chegar lá usam os termos "de esquerda" e "de direita" para agradar a massa que segue ou simpatiza com um desses termos. Na verdade penso que focam mesmo naquilo que está em alta. O lado socialista, assistencialista, generoso,da igualdade, sempre foi solicitado pela grande maioria da população ou ao menos mais difundida e enérgica em relação aos contrários disso. Aí acabamos enganados... Como disse Fátima o povão é quem sofre. Antes de defender uma partido,pensamos no que eles realmente defendem e lutam. Planos a curto prazo não resolvem muita coisa, geralmente os problemas são amenizados, mas não totalmente resolvidos, servem apenas pra mostrar resultados nos quatro anos em que estão no poder....

    • Douglas Bastos Postado em 25/Jul/2014 às 09:48

      Bem exposto. No texto ele não divide em lados nenhum partido. Fala em ideais da pessoa. Colocou partido político brasileiro na conversa já muda tudo.

  13. Mira Postado em 24/Jul/2014 às 16:33

    Mal sabia nosso sábio Suassuna que nada de Barrabas, Pilatos complacente ou Assembléia de fato existiu. Mas como ele escreve literatura, dela (a Bíblia) se utilizou.

  14. Toscano Postado em 24/Jul/2014 às 16:51

    Princípios, valores, visão de vida, ideologia e política. São esses as características do "ser esquerda" e do "ser direita". E, na minha opinião, são sobre esses fatores que texto trata. As comparações e metáforas ficam por conta do didatismo.

  15. ana maria carvalho Postado em 24/Jul/2014 às 17:24

    Paulinho Da Força??? tem umas historinhas aqui p bandas donde moro!!! Quando eu escutava, até pensava, Será q o PT vai me decepcionar? Mas se ele está apoiando o Aecio, então ta explicado!!

  16. FJSantos Postado em 24/Jul/2014 às 17:28

    Quando Suassuna fala de direita ou esquerda ele fala mais de ideais do que ideologias, e portanto de arquetipos, para além do fato histórico ou verídico... O fato é que ele é contra a ideologia do egoísmo, do eu, do meu, dos meus... que também afeta a esquerda, mas é encarnada mais claramente pela direita, quando esta assume isso como dogma, caso de Bolsonaros e Netanyahus,mas Stalins e Pol Pots também poderiam ser vistos assim, em contraponto a pessoas como São Francisco de Assis, Rosa de Luxemburgo, Martin Luther King ou Mandela...

  17. Paulo Tarso da Costa Postado em 24/Jul/2014 às 19:52

    Essa é a teoria, nas na pártica 90 % dos nossos políticos são mesmo é corruptos, oportunistas, malandros safados, mentirosos, sem vergonha ....

  18. Jair Postado em 24/Jul/2014 às 20:10

    O que as pessoas que são do bem e de direita não entendem é que a ideologia de esquerda é uma utopia em face à natureza humana, e é exatamente por essa razão que deve ser perseguida, pois a utopia não pode ser atingida, mas sempre nos leva mais próximo de uma sociedade justa e sustentável.

    • Asag Postado em 24/Jul/2014 às 21:22

      Na verdade, ao buscar a utopia, ignorando a índole humana, se resulta em regimes ditatoriais, justamente por confiar demais no ser humano. Foi oque aconteceu na URSS, Camboja, Córeia do Norte, França pós-Revolução Francesa, Brasil pós-Império(governo de Deodoro e Floriano eram verdadeiras ditaduras).

    • Adalberto Postado em 25/Jul/2014 às 00:56

      Por isso deveria existir uma política centro direito ou centro esquerda justa e verdadeira, não para brigar politicamente, mas para tratar assuntos comerciais sérios costumeiramente ligado ao comercio e a economia! Não apenas ligado ao social

  19. Jorge A. de O. Pinto Postado em 24/Jul/2014 às 20:50

    Ariano Suassuna era um escritor explendido. Fez uma obra maravilhosa porém ele não era dono da verdade. Alias, transformar um "esquerdita" em "direitista" é muito fácil. Dê dinheiro e poder para um esquerdista e voce verá como a metamorfose é rápida.

    • Takarracha Postado em 29/Jul/2014 às 12:47

      Você tem razão. Por esse critério simplório, Maluf já afirmou que até Lulla tá à direita dele.

  20. Alysson Postado em 25/Jul/2014 às 15:26

    Penso que a polarização Esquerda - Direita não é o problema, mas sim a deturpação de tais conceitos ao longo da História, ou em locais específicos, como no caso do Brasil (o último parágrafo do texto vai nesta direção). Desde a Revolução Francesa (creio eu), a Esquerda é vista como o "lado" da política que se preocupa com os menos favorecidos, enquanto a Direita busca garantir a manutenção dos privilégios e interesses das elites dominantes. É à partir deste ponto em diante que o maniqueísmo passa a não fazer sentido, dada a complexidade de relações e inter-relações que irão surgir. Penso que a confusão se dê tanto por causa da polarização surgida nos tempos de Guerra Fria, quanto por causa de interpretações ideológicas que não levam em conta o contexto histórico. Vejo no Brasil muitas pessoas que tem posicionamentos de esquerda (preocupação com as minorias), mas abominam ideias socialistas, então equivocadamente se consideram de Direita, por acharem que a Esquerda é obrigatoriamente Socialista ou Comunista, como diz o último parágrafo do texto. Alguns autores chegam a afirmar que não existe governo de Esquerda, por ser a Esquerda uma "instituição" de contestação.

    • Nerissa Postado em 27/Jul/2014 às 12:03

      Falta de informação dessas pessoas, não? ? Elas não têm interesse em ler, entender melhor... Simplesmente odeiam o PT, e como dizem que o PT é de esquerda, elas são de direita, sem nem saber o que isso significa!

  21. Caio Postado em 25/Jul/2014 às 17:05

    Se ele está certo ou errado, não sou eu quem vou dizer. Mas partindo da visão dele, o PT é de direita.

  22. GONZAGA/PESCADOR/CABEDELO Postado em 25/Jul/2014 às 22:28

    GENTE ISTO É ASSUNTO PRA SE TRATAR : COM TEMPO, NUMA MESA REDONDA, CADA UM TENDO BASTANTE ESPAÇO PARA EXPOR, OUVIR, ARGUMENTAR, CONTRA ARGUMENTAR, MOSTRAR SEUS FUNDAMENTOS, SENÃO FICA PAPO DE BOTEQUIM, JOGO DE VAIDADE, PENSAMENTOS PELA METADE, POR FALTA DE ESPAÇO PARA COLOCAR A LÓGICA DO PENSAMENTO INDIVIDUAL, OS FUNDAMENTOS HISTÓRICOS, SOCIOLÓGICOS, ATÉ ANTROPOLÓGICOS, ANALISANDO AS CIVILIZAÇÕES ANTIGAS, A GREGA, A FENÍCIA, A ROMANA, A DOS ÍNDIOS DAS DIVERSAS REGIÕES, A CHINESA(milenar), a DA ÍNDIA, depois passando pelas GRANDES REVOLUÇÕES SOCIO-POLÍTICO-ECONÔMICAS, E VASCULHANDO OS GRANDES AUTORES CLÁSSICOS OU NÃO. Mas sem GUERRA DE VAIDADE OU COMBATE. PENSO QUE O IDEAL SERIA A TROCA DE IDÉIAS, EXPOSIÇÃO CONCEITUAL, FILOSÓFICA E VIVENCIAL,ETC E TAL. Acho que você deram o PONTA PÉ INICIAL, E É UM BOM COMEÇO, MAS VALERIA, OU VALE, PENSO EU, À PENA, SENTAR PRA CONVERSAR...E MUITO, E SERENAMENTE, SEM """PARTI PRIS""", SEM DOGMATISMO, COM A DIMENSÃO ADEQUADA QUE O TEMA MERECE E ATÉ EXIGE. PERDOEM-ME A INTROMISSÃO, MAS GOSTO DE APRENDER, SEMPRE !!!! CONTINUAREI ACOMPANHANDO AS IDÉIAS E POSIÇÕES DE VOCÊS. OBRIGADO !!!!!

  23. Geraldo Siqueira Postado em 26/Jul/2014 às 02:19

    Seu Ariano tinha muita razão nestas sábias palavras, mas, o problema é que ele inverteu a ordem das coisas. Como no Brasil, após o golpe militar de 1889, o mercado liberal e diversificado, conforme planejado por Dom Pedro II, foi suprimido e substituído pelo neoliberalismo, consolidado pelo golpe militar de 1930, quando se intensificou a forte intervenção do Estado na economia, regulamentando setores, estabelecendo monopólios, e controlando a emissão de moeda, passou-se a impressão a quem era contrário ao Estado Novo de que este seria autoritário e capitalista, e assim representaria a direita. Como seu Ariano nasceu em 1927, passou a infância e juventude no apogeu do Estado Novo. Neste contexto, justifica-se sua confusão quando afirma que Cristo e João Batista eram de esquerda e que Herodes e Pilatos eram de direita. Isto não faz sentido, como homens de profissão liberal, um carpinteiro e um pastor, poderiam ser de esquerda, enquanto os outros, um chefe de Estado e um governador romano, poderiam ser de direita? Esta confusão é comum no Brasil republicano, que jamais conhecera a direita, haja vista que sempre estivera sob o controle da esquerda. É que para a esquerda comunista a definição de direita é na verdade a direita da esquerda, ou seja, os neoliberais e os social-democratas. Os comunistas são o extremo da esquerda, já os anarquistas o extremo da direita. Logo, direita só pode ser algo distanciado da intervenção estatal. O que seu Ariano chama de capitalista entreguista, na verdade são os socialistas neoliberais e os socialdemocratas, os quais defendem o Capitalismo de Estado. Esta forma de capitalismo é ideal para as grandes corporações, que negociam diretamente com os dirigentes do Estado, que colocam seus recursos a sua disposição, ao mesmo tempo que impedem da concorrência. Para as grandes corporações, o apoio a estes Estados garante mercados e mão de obra barata. E se for possível incentivar a ditadura de partido único, é ainda melhor, eis que o canal de negociação fica verticalizado. Tem sido assim no Brasil, Rússia, Índia, China, África do Sul, Venezuela, Cuba, etc. Quanto mais controlado um Estado, mais estreitos são os canais de negociação, ou seja, se negocia direto com o dono.

  24. Fabio Postado em 26/Jul/2014 às 12:46

    Esse entendimento é bem superficial. O conceito de direita e esquerda é muito mais amplo que essa mixórdia teológica apresentada por Suassuna. O próprio autor carregava no seu discurso conceitos de direita como o ataque ao interculturalismo e a teoria da evolução e a manutenção da cultura nativa.

  25. Rose Postado em 26/Jul/2014 às 14:02

    Cristo não foi de esquerda, nem de direita!!! Seu legado baseou-se no amor e no Evangelho, não possuía lado. Algo muito além do que qualquer ser humano possa imaginar!!!

    • Alexandre Postado em 04/Aug/2014 às 00:12

      Não? Pensa no quanto ele defendia os excluídos? Cristo seria considerado comunista!! rs

  26. Eliseu Postado em 26/Jul/2014 às 19:59

    Com todo respeito a quem escreveu o texto, mas Jesus nem era de esquerda, nem de direita. Até hoje não vi ninguém que se diz de esquerda repartindo tudo o que tem com os outros, mas sim se aproveitando dos outros para ter o poder absoluto. No sistema socialista tudo pertence ao estado e não ao povo (que também pertence ao estado) e isso é bem diferente do que Jesus pregava.

  27. dennis mag Postado em 27/Jul/2014 às 01:05

    Esquerda é o mesmo que sinistra, do mal...heheh. Simples assim.

    • MariaD Postado em 13/Nov/2014 às 12:39

      Santa ignorância...

  28. Jose Flausino Postado em 27/Jul/2014 às 12:00

    Direita é quem está no poder e esquerda é a oposição a isso. O problema é que quem está no poder quase nunca quer fazer benefícios reais ao povo, e quando tentam aprovar algo para o povo, isso é visto pelos congressistas de esquerda como uma jogada para permanência da direita no poder... Se a esquerda toma o poder, a direta antiga que agora se tornou esquerda vai barrar os projetos da atual direita para evitar se esta se perdure no poder. Conclusão: O povo sempre vai se dar mal, porque ninguém de direita ou de esquerda está preocupado realmente com ele.

  29. Augusto Paiva Postado em 01/Aug/2014 às 19:17

    Satã é indubitavelmente um esquerdista do qual se espelham muitos rebeldes contra o sistema.

  30. mariarhisi Postado em 16/Aug/2014 às 21:08

    Socialismo de Cristo ensinava a repartir. O atual ensina tomar, isto é assaltar quem possui mais e administrar o que o outro produziu.

  31. ailton macedo Postado em 18/Aug/2014 às 17:35

    Em que pesem todos os argumentos apresentados pelo escritor Suassuna,não concordo com esta classificação do mundo entre esquerda e direita!!!! Por que? Porque, antes de existir o capitalismo, existia um status do bem comum entre os homens. Viviam , em algum tempo, sem dinheiro, sem riquezas e eram felizes! Afirmo que a pregação,a vida e a obra Jesus e seus discípulos na se coaduna como exemplo nem de esquerda nem direita....Afirmar isso, é dizer que Deus é de esquerda, o que é uma chacota, da qual nao participo... Ao mesmo tempo , é admitir que o capeta é de direita, o que é outra besteira incomum! 0 que existe , é descumprimento da doutrina cristã e o cumprimento da mesma, mesmo singelamente! Inventaram esta classificação para explicar o inexplicável,humanamente falando: a guerra entre o Bem e o Mal... E outra , nao existe nenhum país sem capitalismo, exatamente nenhum.... 0u temos o capital em mãos particulares, ou na mão do Estado!É assim na China, na Rússia, no Japão, nos EEUU, no Brasil, na França ou em Cuba! Ninguém impediu que o capital, seja particular ou estatal, fosse utilizado apenas para o Bem ou, exclusivamente para o mal! Essa discussão transformou-se em guerras , nos dois lados... Acho, no meu modesto entendimento, que o escrito do Suassuna é uma extrema besteira, chegando às rais da heresia, quando mistura o espiritual com o material! Jesus , foi , e ainda é, um revolucionário,mas trazendo uma diferenciação básica do exposto pelo ilustre escritor. Quando Jesus disse:"nao temos que lutar contra a carne, mas contra as potestades espirituais do mal", deixou bem claro que sua ideologia é a do céu, é não dos homens! Jesus nao não tramou guerras contra a direita ,nem contra a esquerda, mas contra as potestades espirituais do mal, seja ele de que forma seja... É uma pena ver tantos bons escritores presos ao materialismo ateu!

  32. Marco Antonio Postado em 22/Aug/2014 às 02:58

    O HOMEM É UM SER ESPIRITUAL PASSANDO POR UMA CURTO PERÍODO HUMANO. O HOMEM QUANDO SE AFASTA DE DEUS SE AFASTA DO AMOR E AI COMETE TODAS AS INJUSTIÇAS POSSÍVEIS. JESUS DEIXOU APENAS UM MANDAMENTO "AMAI-VOS UNS AOS OUTROS COMO EU VOS AMEI" E ELE DEU A VIDA PARA NOSSA SALVAÇÃO, NÃO EXISTE MAIOR AMOR DO QUE DAR A VIDA PELO IRMÃO. QUEM TEM OUVIDOS OUÇA. Os apóstolos viviam em comunhão em comunidade. Vejam como Eles se amam.ou seja faziam o que Jesus lhes ensinou. A Política visa o Bem Comum o grande problema de hoje E DE SEMPRE (o homem afastado de DEUS) formam os Partidos com Políticos visando em primeiro lugar o seu próprio bem e dos seus grupos seus filiados, seus partidários e de seus....etc.. e depois vão se preocupar com o Povo, até fazem algumas coisas boas para o Povo, porém, fazem muitas coisas para seus enriquecimentos e esbanjamento de valores que dariam uma melhora substancial ao tão sofrido Povo se as coisas fossem feitas com equidade, responsabilidade e justiça. estas três últimas palavras são lembradas antes das Eleições e Até assumirem os Governos, tantos os de Direita como os de Esquerda. O Pt surgiu como um partido Sério, Honesto, Justo, mas depois que assumiu o governo DEU NO QUE DEU, FIZERAM PIOR DO QUE DIZIAM QUE OS OUTROS PARTIDOS FAZIAM, ENRIQUECIMENTOS... PERDA DE MEMÓRIA, FAVORECIMENTOS..ETC.... e SE HOUVESSE UMA CONSCIÊNCIA POLÍTICA VISANDO O BEM COMUM OS VALORES DESTINADOS AS ASSEMBLEIAS ESTADUAIS, AO CONGRESSO NACIONAL ,DEPUTADOS, SENADORES E OUTRAS INSTITUIÇÕES PÚBLICAS NÃO PODERIAM SER TÃO VOLUMOSOS, POIS, SÃO POUCOS ESBANJANDO O DINHEIRO DA MAIORIA que sofre PARA QUE OS PARTIDOS SE MANTENHAM NO PODER. Visando o bem comum "ESTES PODERES" legislativo, executivo, judiciário deveriam SER REDUZIDOS A 30 % .OU SEJA ECONOMIA DE 70%. Mas em primeiro lugar o Homem deve voltar-se para Deus e tudo o mais lhe será acrescentado. Paz e Bem.

  33. Alexander Postado em 12/Nov/2014 às 19:14

    VEJO QUE O AILTON É UM SEGUIDOR DA "TEOLOGIA DA PROSPERIDADE". ARIANO NÃO FOI HEREGE, POIS EM CIMA DO LIVRO DE ATOS FICA CLARO: O QUE MAIS SE APROXIMA DE TAIS RELATOS SERIA O SOCIALISMO. DE MODO QUE, OS FALSOS PASTORES E SEUS PROSÉLITOS QUEREM CRIAR UMA NOVA MORAL CRISTÃ!

  34. MariaD Postado em 13/Nov/2014 às 12:37

    Que maravilha. Que saudade e que perda foi a sua partida grande ARIANO.

  35. Deus Carmo Postado em 15/Nov/2014 às 19:45

    Negar a existência de esquerda e direita é negar toda a ciência. É negar que o ser humano tem, pelo menos em tese, é um dado momento, o direito de escolha, o poder de decidir, embora seja decisão o resultado de toda uma educação, de uma cultura. Não se trata de demonizar um lado e endeusar outro. Existem posições mais á esquerda e mais á direita. O que seria difícil de identificar realmente é o centro. Porque em ideias a balança nunca fica no centro parada. Evidentemente que um sistema claramente de direita, pode, e frequentemente acontece, adotar políticas de esquerda para acalmar uma determinada grita social/popular. A análise de Suassuna não está de todo errada. No que toca a Barrabás, que curiosamente também se chamava jesus, Jesus Barrabás, por exemplo, acho que Suassuna não tinha conhecimento de que ele não era ladrão. Jesus Barrabás era um judeu da seita do Zelotes, que era uma organização politica de oposição ao império Romano e que era adepta do terrorismo para derrubar Roma. Na época não não estava moda a palavra terrorismo, o termo usado era a sedícia, o Barrabás era um sedicioso. Estava preso porque havia matado alguns soldados romanos numa emboscada (sedícia), o terror atual, que é mais velho do que nossa avó. Neste sentido poder-se-ia dizer que a a atitude de Jesus Barrabás estava à esquerda do Statuo quo reinante na judeia antiga, com o domínio de Roma. Claro que os judeus não gostam de quem diga que Barrabás foi um terrorista, mas como não é nome que muda a essência das coisas, continuemos dizendo isto. Talvez, se ele tivesse tomado o poder dos romanos se virasse para a direita, porque a essência do poder é a violência. Todo poder só se mantém com a força, por isto, policia, exercito, justiça, leis, regulamentos, etc. para manter-se no poder, para reger o povo que se rebelaria a cada momento que se sentisse prejudicado. Mas voltando à ideologia, geralmente as religiões estão ligadas ao poder, de onde alias este saiu. A religião é forma embrionário de poder que se desdobrou depois em outras formas. É bom dar uma lida em Foucault que tem um bom estudo sobre o poder. Entendendo o que seja poder a gente vai entender o que seja direita e esquerda.

    • Jota Postado em 23/Dec/2014 às 11:57

      Isso! Acabei de postar sobre Barrabás, mas vi seu comentário só depois. Bem esclarecedor... Obrigado!

  36. José Carlos Postado em 23/Dec/2014 às 00:03

    De todos os absurdos aqui expostos, o mais gritante é o dos caras que não leram o texto do Suassuna ou, se leram, nada entenderam. Talvez devido à sua formação filosófica e, em consequência, ideológica baseada em leituras ligeiras dos tais órgãos de imprensa "formadores de opinião". Portanto, a direita que não se reconhece é uma lástima, é um absoluto equívoco e total perda de tempo como parte deste debate.

  37. Ruy Lombardi Mendes Postado em 23/Dec/2014 às 10:06

    Li quase todos os comentários, inclusive o texto do Suassuna! Quanta filosofia, história e "nossa língua portuguesa". Bom saber que os brasileiros articulam muito bem as ideias, diferente da conduta bovina que muitas vezes nem os incutem.

  38. Jota Postado em 23/Dec/2014 às 11:52

    Sim, Jesus de esquerda! Mas minha maior dúvida, na verdade, é quanto a Barrabás... Pelo pouco que acho que sei, teria sido ele preso por ter participado de levantes contra os romanos, tendo até mesmo matado um soldado. Isso faria dele alguém da extrema esquerda, e não da direita...