Redação Pragmatismo
Compartilhar
Eleições 2014 22/Jul/2014 às 12:45
10
Comentários

Aécio e o aeroporto vão sumir da mídia

Caso do aeroporto de Aécio, que teve repercussão tímida em publicações como Globo, Estado e a própria Folha, tende a sumir definitivamente da mídia impressa

aécio neves aeroporto minas
Caso do aeroporto construído por Aécio Neves tende a sumir da mídia impressa (reprodução)

O primeiro disparo contra a candidatura do senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi a denúncia da Folha de S. Paulo sobre a construção de uma pista de pouso na cidade de Cláudio (MG), onde o presidenciável tucano possui uma fazenda, teve repercussão relativamente discreta na mídia impressa (entenda o caso aqui).

O principal exemplo disso foi a cobertura do jornal O Globo, que dedicou uma nota pequena ao tema, sobre a investigação que será conduzida pelo Ministério Público e pela Agência Nacional de Aviação Civil sobre o caso. No Estado de S. Paulo, houve maior espaço para a cobertura, com três matérias: uma sobre o pedido de explicações da Anac, a declaração de Aécio defendendo a investigação e uma nota com a informação de que a construtora responsável pelas obras, a Vilasa, fez uma doação de R$ 67 mil à sua campanha para o governo mineiro.

Na própria Folha, o tom foi menos denuncista do que no domingo, quando o caso foi revelado. A cobertura se limitou a noticiar a investigação da Anac e a guerra judicial entre os comitês do PT e do PSDB – enquanto o PT anunciou uma ação por improbidade administrativa contra o senador tucano, o PSDB respondeu com uma ação por uso da máquina contra o governo da presidente Dilma, que, segundo o deputado Carlos Sampaio (PSDB/SP), estaria usando a Anac para “perseguir adversários”.

A judicialização do episódio é uma tentativa deliberada dos dois partidos. No caso do PT, visa manter o tema “aceso” na mídia. Para os tucanos, trata-se de uma estratégia para conter os danos. Como o PT enxerga nos jornais tradicionais uma trincheira da oposição, a ação proposta pelo comitê da reeleição da presidente Dilma visa constrangê-los a noticiar o caso, uma vez que fatos novos, como uma eventual abertura de inquérito, não poderão ser ignorados. A resposta tucana atende ao mesmo objetivo. Visa vitimizar o partido, como alvo de perseguição política durante o período eleitoral.

O episódio também servirá para ilustrar o primeiro confronto desta campanha presidencial entre veículos impressos e a chamada blogosfera, onde o caso se alastra com maior velocidade. Os danos reais, no entanto, serão medidos apenas nas próximas pesquisas eleitorais. Ontem, em Minas, Aécio defende que o caso seja investigado “com lisura e transparência”.

247

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 22/Jul/2014 às 12:48

    Para a Veja, caso do Aeroporto está mais que “esclarecido”. http://veja.abril.com.br/noticia/brasil/para-aecio-caso-de-aeroporto-esta-todo-explicado E Reinaldo Azevedo, coitado, ficou até de madrugada de domingo para segunda tentando se explicar, e conseguiu vários documentos numa rapidez impressionante. O escritório dele fica dentro da casa do Aécio? http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/geral/area-em-que-se-construiu-aeroporto-ja-tinha-sido-desapropriada/

  2. Davi Postado em 22/Jul/2014 às 15:52

    Bem lembrado, Rodrigo. Faz tempo que ninguém ouve do mensalão mineiro.

    • Gabriel Gabo Postado em 22/Jul/2014 às 17:10

      Trensalão, Helipóptero, Desvio de 40 bilhões da saúde de MG...

  3. Deisi Postado em 22/Jul/2014 às 17:43

    Com certeza quando se trata do PSDB, escondem, disfarçam, distorcem para reverter ao seu favor, mensalão mineiro, trensalão, helicóptero do pó, aeroporto particular com dinheiro publico, justiça mineira fazendo vistas grossas, STF sem interesse de julgar. Com toda mídia golpista dando um jeitinho de camuflar. Só contra o PT, tudo pode! Já em relação a Tucanalha, nada é permitido desde do tempo do príncipe da privatária.

  4. Deisi Postado em 22/Jul/2014 às 18:03

    Fiquei sabendo da boca pequena, que o Alvaro Botox, esteve em Minas e outros do PSDB, para abrir uma CPI, para investigar quem foi que deixou vazar a noticia do aeroporto do titio. Como assim ainda mais para Felha, um jornal de tanta credibilidade e imparcialidade.

  5. joseph Postado em 22/Jul/2014 às 19:08

    Para quem quiser ver o que é bandalheira ler os documentos oficiais do estado de minas aqui. O imperdivel é a ata de abertura das propostas ,http://www.deop.mg.gov.br/editais.asp?id=328

  6. Aldair Postado em 22/Jul/2014 às 20:26

    Privataria Tucana, Compra da reeleição. Geraldo Alckimim não dominava o fato do trensalão? Papuda nele.

  7. Rodrigo Postado em 23/Jul/2014 às 09:04

    Começou os ataques pessoais do PT, sempre é assim, esse partido não consegue jogar limpo,agora porque os gastos,dos cartões corporativos de Dilma não foram investigado? Por que o rombo da Pasadena não deu em nada? Por que as verbas do fundo partidários usados para pagar o salário dos advogados do mensalão também não foi? Acho engraçado o PT com o dedo na merda apontando para PSDB sujo.

    • tiago Postado em 23/Jul/2014 às 12:42

      Todo mundo tem o rabo preso, não existe direita corrupta, assim como não existe esquerda corrupta. O que existe é a CORRUPÇÃO GENERALIZADA. Todo mundo rouba, se vc pudesse, roubaria. Eu não sou diferente, fiz gato na minha TV.

    • Thiago Teixeira Postado em 23/Jul/2014 às 12:52

      Só pode ser um comentário Irônico. Começou os ataques pessoais do PT????? O que o PiG, elite branca, DEM e PSDB vem fazendo todos esses anos? Não seja desleal.