Redação Pragmatismo
Compartilhar
Religião 04/Jun/2014 às 21:48
31
Comentários

Silas Malafaia é pura ostentação

Em curso de formação para novos líderes religiosos, pastor ostenta bens adquiridos, fala sobre joia de quatro mil dólares e diz que sua Mercedes 500 blindada foi “presente de um amigo”

silas malafaia igreja evangélica
“Esse anel custa quatro mil dólares”, diz Malafaia sobre joia adquirida (Reprodução)

Marcelo Hailer, Revista Fórum

O evento foi realizado em 2011, mas começou a circular pela rede nesta semana. Trata-se do 3º ESVALEC – Escola de Líderes da Associação Vitória em Cristo, que tem como líder máximo o pastor Silas Malafaia, fundador da Associação Vitória em Cristo (AVEC). E o motivo de a palestra realizada por Malafaia estar circulando neste momento é por conta de algumas pérolas que ele vocifera durante o encontro a respeito de ganhos financeiros e sobre passeios populares à praia, que ele classifica como “farofa”, num claro preconceito de classe.

Na primeira parte de sua fala, o pastor ainda dá uma “aula” de como os futuros novos-ricos pastores devem utilizar o seu dinheiro. De acordo com Malafaia, você não pode “desperdiçar e nem esbanjar”, mas tem que saber utilizar e também diz aos maridos para usarem o dinheiro e não deixarem como herança às suas esposas.

“Saber usufruir das coisas que Deus te dá. Tem crente que não sabe. Gente de sucesso! O cara vive trabalhando igual a um cachorro maluco, nunca sai com a mulher para um hotel. Vai morrer mané e vai deixar uma grana com a tua mulher que vai deitar e rolar na tua sopa”, ensina o religioso.

Freneticamente, Malafaia continua a falar do trabalho e da vitória. “Trabalha, trabalha, trabalha, trabalha, inimigo da luta e toma derrota, e trabalha e passa por tribulação, é refinado como a prata, e o coro tá comendo, o pau tá comendo, chegou no lugar onde queria e, na cabeça dele, ele ainda continua no lugar da derrota”, critica o pastor àqueles que não percebem a “vitória”.

Malafaia e a luta de classes

Logo depois de ensinar como se utilizar do ganho econômico com a “palavra de deus”, o pastor conta um pouco da sua vida, do momento em que vivia como “farofeiro” nas praias do Rio de Janeiro, dando uma clara demonstração de seu apreço pelas classes populares, que, aliás, lhe dão imenso ibope.

“Tá preocupado com a língua do povo? Você está preocupado com crítico? Você sabe com que eu estou preocupado? Aquilo que Paulo diz: eu procuro ter uma boa consciência para com deus. Crítico? Não muda a minha vida. Crítico? O que ele faz? Só sabe meter o pau”, comenta o pastor, para depois relatar a sua época de “farofeiro”.

“Meu filho, teve época na minha vida que férias pra mim era ir em uma praia do Rio de Janeiro com um monte de farofa (…). A gente alugava um cata-mendigo, que era um ônibus velho que só deus sabe, reunia cinco famílias e, com um amigo que era do exército tínhamos acesso a uma praia, que era Marambaia. Rapaz, era farofa, arroz, frango, maionese quase estragada. Aquilo era uma festa rapaz. Era o que eu podia”, lembra Malafaia.

Mais à frente, o pastor relata outras histórias de sua época de pouco dinheiro e da maneira que se divertia como podia, mas aí vem a fase de “vitória” e da ostentação. “Era a maneira que eu podia usufruir. Depois eu comecei a ir pra hotel duas estrelas, três estrelas, quatro estrelas… Hoje a gente vai pra um hotelzinho melhor e eu não tenho vergonha, pois eu não estou roubando ninguém e não tem nada a ver com a tua língua que está me assistindo aí”, diz o pastor apontando à câmera.

Na sequência, Malafaia diz com orgulho que as “três mil pessoas” presentes no encontro de formação de novos pastores são bancadas por seu Ministério. Depois, ele revela os caminhos que enfrentou para manter o seu programa no ar.

“Eu sei o que eu passei pra manter o meu programa no ar, só não vendi carro, mulher e filho porque não podia (…), eu não cheguei apenas no lugar de vitória, eu vou chegar a outros lugares de vitória. Se você é honesto, íntegro, aquilo que te pagam… Eu aprendi isso com o meu saudoso pastor: Silas, não importa quanto que entra (dinheiro) na igreja, não importa qual é o tamanho do salário do pastor, o que é seu você faz o que quiser, o que é igreja não toque. Faça uma divisão”.

Posteriormente, Malafaia discorre sobre a “lei da proporcionalidade”. “Você com uma igreja pequena, vai ter salário pequeno; você com uma igreja média, vai ter um salário médio; você com uma igreja grande, vai ter um salário grande e quem não gostar, vai lá atrás pra fazer o que você fez pra chegar onde está (…) Você quer ganhar dez mil como evangelista? Vai lá onde ele começou”, ensina o pastor.

Silas Malafaia diz aos presentes que é preciso utilizar a rede, ainda mais quando se está na mídia, e relata uma cena de quando foi entrevistado pelo “New York Times”. “O sujeito (jornalista) com o olho em cima de mim eu falei: você quer saber quanto que eu paguei no anel? Na hora, eu largo o aço em cima. Você quer saber o preço do anel? Esse daqui custou 4 mil dólares, com meu dinheiro (…) o que é meu, é meu. O avião não é meu, é do Ministério, está em nome da Associação Vitória em Cristo. Ah, você está vendo o Mercedes 500 blindado, da Alemanha? Foi um parceiro que me deu de presente de aniversário… Estou sentido que uma inveja está dominando esse auditório”. (risos da plateia)

Por fim, se não fosse pelas legendas e pelo rosto do palestrante, que é famoso no Brasil inteiro e não apenas por conta de sua oratória, mas porque, hoje no Brasil é o principal opositor do avanço dos Direitos Humanos, principalmente no que diz respeito às mulheres e LGBT, imaginaríamos tratar-se de uma formação para empresários com ares de stand-up comedy. Também chama atenção o alto grau de ostentação material. A impressão que fica é que a redenção pela fé ou o caminho da “vitória” só é possível pela via da conquista financeira, e não pode ser R$ 100 reais, tem que ser R$ 10 mil, como enfatiza inúmeras vezes o telepastor.

Recomendados para você

Comentários

  1. Carlos Wolf Postado em 04/Jun/2014 às 21:59

    Não sou religioso mas se me lembro bem não foi Jesus que disse: “Vai, distribui todos os seus bens aos pobres, depois vem e segue-me...” ? Mas enfim, nós sabemos que o pastor não está nem aí pra o que Jesus disse não é mesmo?

    • Grey Postado em 05/Jun/2014 às 00:34

      Dizer, disse, mas sabe como é. Quando vai contra a visão religiosa deles é sempre "questão de interpretação".

    • Cristiano Volff Postado em 05/Jun/2014 às 12:58

      é Carlos Wolf como diz a palavra santa :porque meu povo se perde por falta de conhecimento; por teres rejeitado a instrução, excluir-te-ei de meu sacerdócio; já que esqueceste a lei de teu Deus, também eu me esquecerei dos teus filhos. Oséias 4:6 O livro mais vendido e menos lido,infelizmente .

    • arão Postado em 06/Jun/2014 às 11:58

      As vezes a questão de interpretação vira "contexto" para ele se beneficiar. Jesus foi claro. Sem obras e com dinheiro, sem fé e priu!!!!

  2. Dinio Postado em 05/Jun/2014 às 00:54

    Dá pena a "pobreza" desta gente ...

  3. Thiago Teixeira Postado em 05/Jun/2014 às 07:37

    Vou dar a opinião estilo Serra: "Lixo".

  4. Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 09:20

    Pelo menos não é dinheiro público. Já a passeata gay financiada com 11 milhoes de grana pública que o chico alencar conseguiu, isso sim é vergonha. O cara vende milhões de livros no brasil e no mundo e querem que o cara ande de Fusca velho como faz o populista Mujica.

    • Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 09:23

      Está gravado, tanto chico alencar recebendo apalusos em reunião gay dentro do CN e jean BBB wilis negando em programa de TV.

    • Felipe P Postado em 05/Jun/2014 às 09:41

      Pereira, não costumo incitar a violência nos meus comentários, ainda mais porque aqui o anonimato garante uma certa coragem, que, muito provavelmente, não existe na cara-a-cara. Mas tu é um dos caras que tenho vontade de cagar a pau.. tu é um verme babaca do caralh. Tu merece toma tanto pau nessa tua cara, que não é pra deixar te reconhecerem.

      • Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 11:08

        isso é normal felipe, tem mllitante gay que dentro da mesma reunião no CN que citei, conclama a população BGLT a pegar em armas para matar evangélicos. Está gravado. Provado.

  5. Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 09:28

    Agora quem é crente tem que comer carne de terceira, andar de carro velho , morar mal. Como se esquerdistas sobrevivessem sem dinheiro. Aliás o regime socialista da esquerda é uma farsa justamente por causa disso, tem que haver um capitalismo clandestino por baixo do pano para sustentar as loucuras deles. Aliás como se sustentam os blogs que fazem militância cibernética para o PT ? com grana pública é claro. ISSO SIM È VERGONHA ! o resto é inveja mesmo.

    • Felipe P Postado em 05/Jun/2014 às 09:43

      filho de uma puta. além disso tu é um burro. deve trabalhar pra corja tucana, que nem o tv revolta. escória

      • Lopes Postado em 05/Jun/2014 às 18:10

        Elouqueceu! Deu Piti!!! kkkkkkkk

  6. Silva Postado em 05/Jun/2014 às 10:15

    Felipe esse é o Pereira um asno em tempo integral, o Malafaia seu ídolo maior, tem isenção de impostos, inclusive foi expulso da Assembleia de Deus, pois os fiéis acordaram tão grande sua ganancia por dinheiro, não é dinheiro publico, mas um ato que não se espera de um cristão, usar da fé e ignorância dos fieis, para ficar cada vez mais rico. E os seus seguidores tiram da boca de seus filhos para ele ostentar, com a promessa de um lugarzinho no céu. Acredito que pela fé consigam, Mas o verme do pastor, vai queimar no inferno, o se vai sentar no colo do capeta

    • Felipe P Postado em 06/Jun/2014 às 13:51

      Eu sei, Silva, o problema é que o anonimato esconde essas figuras e isso dá muita raiva. Nem sei por que leio esses comentários ainda. Abraço

  7. Celio Bernstein Postado em 05/Jun/2014 às 12:42

    “...É mais fácil passar um camelo pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus” (Jesus) O que aqueles cristãos que acumulam riquezas tem a dizer? Que Jesus é esquerdopata e deve ir morar em Cuba?

    • Laila Postado em 05/Jun/2014 às 12:56

      Exato! Jesus e sua comunidade poderiam muito bem ser chamadas de socialistas. É realmente muito irônico que tantos cristãos apoiem o capitalismo.

      • Deisi Postado em 05/Jun/2014 às 14:37

        Laila não tenho dúvida que Jesus foi o maior socialista da humanidade, mas com os ditos pastores e suas teorias da prosperidade, o numero de cristãos aumentam muito, os valores estão cada vez mais invertidos, hoje o que mais vale é o ter e o poder no mundo atual> Assim vão ludibriando pessoas sem discernimento, para esses vermes de bíblia na mão, ficarem cada vez mais ricos e comprarem tempo na TV, para aumentar sua fortuna, e os filhos e netos continuam, Bem diferente de Jesus que nasceu em uma manjedoura, e seu maior mandamento o amor, sem dizer que amava prostituta igualmente um dos seus escolhidos. E para ele esses eram chamados de fariseus, o que mais eu vejo é a incoerência dos cristãos do nosso século.

  8. Laila Postado em 05/Jun/2014 às 12:51

    "...só não vendi carro, mulher e filho porque não podia..." Ele deve ter se esquecido de Êxodo 21:7-11 onde o deus dele permite que os pais vendam suas filhas como escravas. E esse é o deus de amor que esse povo adora.

  9. Adalberto Postado em 05/Jun/2014 às 13:00

    Nuca escutei essa "Malafeia" falar de algum projeto beneficente, casa de idosos, orfanato. Só vejo ele pedindo dinheiro aos bestas pra construir igreja. "Deus é fiel".

  10. mauro Postado em 05/Jun/2014 às 13:31

    Imagina a cambada de pilantra iguais a ele estão se formando? kkkkkkk

  11. Carlos Postado em 05/Jun/2014 às 13:44

    Isso é um dos maiores babacas que o dízimo já produziu.

  12. Selton Postado em 05/Jun/2014 às 14:15

    É um hipócrita em citar Paulo, o mesmo Paulo que era um mero fazedor de tendas. Espero que um dia essas religiões, ou melhor, essas empresas acabem.

  13. Manulba Postado em 05/Jun/2014 às 14:18

    Anel de $4.000,00 e mercedes blindada é 'statisss'. Só faltou mandar trazer a bebida que pisca. Silas "Rei do camarote", ops, digo "Rei do púlpito".

    • carol Postado em 05/Jun/2014 às 14:38

      O Silas vê tudo isso como uma inveja. KKKKKKKKK ai senhor,teus "seguidores" fazendo merda...

  14. Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 16:58

    "e seu maior mandamento o amor, sem dizer que amava prostituta igualmente um dos seus escolhidos" . Isso é sensacional !!! Agora porque ele amava as prostitutas, os drogados , os bandidos e os homossexuais ele concordava com tudo isso ???? Não !!! ele não concordava e não era homofóbico. Eu também amo drogados, catolicos, espiritas , prostituidos, homossexuais , umbandistas, traficantes, evangélicos, ateus, comunistas e etc. MAS NÃO CONCORDO COM O MODO DE VIDA DELES E NO QUE ACREDITAM. é tão dificil de entender isso ???? posso desenhar se quiserem. Jesus antes de ser amor é JUSTIÇA !!! aprendam !!! e parem de ler cartilha esquerdopata.

    • Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 17:03

      E porque eu não concordo com o modo de vida homossexual, os mesmos querem destruir minha família e no que eu acredito. Vá pro raio !!!!

  15. Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 17:16

    Crente tem mais é que ter picanha e filé mignon todo o dia na churrasqueira. Crente tem é que andar de carro do ano. Crente tem mais é que viajar. Crente tem mais é que ter emprego de destaque. O resto é coisa dessa gente invejosa que faz demagogia barata ao melhor estilo "eu ando de fuca velho" que mujica faz.

  16. Pereira Postado em 05/Jun/2014 às 17:27

    Só uma historinha antes de ir embora. Esses dias minha esposa ganhou um prato de porcelana não se sabe de onde, não sei se era egito ou china, sei lá. Ela disse "cuidado para não quebrar" , eu disse põe essa porcaria aí para eu comer minha costela gorda com farinha de mandioca, se quebrar joga no lixo essa porcaria. Eu vi a risada tomar conta da casa. Moral da história : isso é desapego material, entendem ???? sei que é dificil. mas tentem, é de graça.

  17. André Postado em 06/Jun/2014 às 09:06

    Malafaia, Edir Macedo e afins estão para os fiéis, assim como o PT está para a maioria dos que comentam aqui.

  18. André Postado em 06/Jun/2014 às 09:09

    Pelo menos uma coisa não podemos negar: igrejas, apesar de alguns defeitos, fazem trabalhos sociais mais efetivos do que muitos partidos socialistas que têm pir aí.