Redação Pragmatismo
Compartilhar
EUA 03/Jun/2014 às 18:54
8
Comentários

O que a CIA pensa sobre o Brasil?

Tecnologia, religião, drogas, economia, política, sistema de telefonia, movimentos sociais e Copa do Mundo. Conheça as informações que a CIA espalha sobre o Brasil

cia eua brasil informações

Um país desigual onde milhões foram retirados da miséria com programas sociais, uma força econômica da América do Sul e ainda uma nação com um bom sistema tecnológico na telefonia. Estas são algumas das informações que constam sobre o Brasil no site da Agência Central de Inteligência dos Estados Unidos.

A CIA mantém um grande banco de dados públicos sobre 246 países e territórios do planeta.

Atualizado constantemente, o “The World Factbook” não faz referência à Copa do Mundo ao falar do Brasil.

Suas informações abrangem a história, a demografia, política, economia, tecnologia e outros setores das nações tratadas.

Do Brasil, apenas uma ou outra crítica escapam do tom informativo adotado (uma atinge diretamente “Brasília”).

Mas o conteúdo, cujos principais trechos podem ser vistos abaixo, não abre espaço para debater temas nacionais polêmicos (“metade da população é considerada de classe média”, por exemplo, passa sem maiores constatações).

Veja abaixo, transcrito, o que foi publicado pela agência norte-americana:

Introdução

“É hoje a principal potência econômica da América do Sul e um líder regional, um dos primeiros na área a começar uma recuperação económica. Crime e alta desigualdade de renda permanecem sendo problemas urgentes, bem como os anos recentes de diminuição no crescimento económico“.

Movimentos de pressão e líderes

“Movimento dos Trabalhadores Sem Terra (MST) – Outros: federações industriais; sindicatos e federações; associações de grandes fazendeiros; grupos religiosos, incluindo igrejas cristãs evangélicas e a Igreja Católica”.

População

“Brasília não aproveitou ao máximo da grande população em idade ativa para desenvolver seu capital humano e fortalecer instituições sociais e econômicas, mas está financiando um programa de estudos no exterior para trazer habilidades avançadas para o país. A estrutura atual de idade favorável vai começar a mudar em torno de 2025, com a mão de obra encolhendo e os idosos começando a compor um aumento na fatia da população total”.

“O financiamento de pensões públicas quase dizimou a pobreza entre os idosos, o Bolsa Família e outros programas sociais têm levantado dezenas de milhões da pobreza”.

“Mais da metade da população brasileira é considerada de classe média, mas a pobreza e a desigualdade de renda permanecem elevados; o Nordeste, Norte e Centro-Oeste, mulheres, negros, pardos e as populações indígenas são desproporcionalmente afetados”.

“As disparidades nas oportunidades promovem exclusão social e contribuem para a alta taxa de crimes do Brasil, particularmente violento nas cidades e favelas”

Economia

“As taxas de juros historicamente altas do Brasil fizeram dele um destino atraente para os investidores estrangeiros. Grandes fluxos de capital durante os últimos anos têm contribuído para a valorização da moeda, ferindo a competitividade da indústria brasileira e levando o governo a intervir nos mercados cambiais e aumentar os impostos sobre alguns fluxos de capital do exterior”.

“A presidente Dilma Rousseff manteve o compromisso do governo anterior em controlar a inflação pelo Banco Central, uma taxa de câmbio flutuante e contenção fiscal”.

Tecnologia do sistema de telefonia

“Avaliação geral: bom sistema de funcionamento, incluindo um extenso sistema de retransmissão de rádios microondas e um sistema de satélite doméstico com 64 estações terrenas”.

Problemas transacionais

“Contrabando de armas de fogo e entorpecentes continua a ser um problema ao longo da fronteira Brasil-Uruguai; atividades paramilitares e ilegais de narcóticos colombianas penetram a região de fronteira do Brasil com a Venezuela”.

“Segundo maior consumidor de cocaína do mundo; produtor ilícito de cannabis; vestígios de cultivo de coca na região amazônica, usada para consumo interno; governo tem um programa de erradicação em grande escala para controlar a cannabis; país de importante transbordo para a cocaína boliviana, colombiana e peruana em direção à Europa”.

Exame | Marcos Prates

Recomendados para você

Comentários

  1. mauricio augusto martins Postado em 03/Jun/2014 às 23:48

    Informações até certo ponto corretas, aponta nossa maior fraqueza e ponto nevrálgico para evolução Humana e Tecnológica as "religiões" ladeada ao MST e Sindicatos mas não citam o que é CUT e nem a "Forca" do Paulinho, únicos Movimentos Sociais e com poder de ordenamentos, nada mais do que eles mesmos encontram como problema de má distribuição de renda, sobretudo na Mediana onde crescemos 73% período Partido dos Trabalhadores e eles perto de 0% isto já a 30 anos...maumau

    • Iolanda Postado em 04/Jun/2014 às 07:51

      Concordo com seu comentário. Não criticou o governo federal de modo violento apesar de mostrar os erros ou omissão de Brasília no que diz respeito à população e a segurança das fronteiras.

  2. Thiago Teixeira Postado em 04/Jun/2014 às 11:30

    Achei honesto o relatório.

    • testemunha binocular Postado em 04/Jun/2014 às 13:11

      Mais honesto que a imprensa brasileira, sem dúvida ! A que ponto chegamos...

  3. Deivid Postado em 04/Jun/2014 às 14:53

    Não mencionaram a corrupção enraizada no Brasil.

  4. Lucas Bragança Postado em 04/Jun/2014 às 16:48

    Mais honesto que muito periódico de grande escalão que rodam pelo Brasil.

  5. eu daqui Postado em 05/Jun/2014 às 11:04

    Ninguém me pergunta o que eu penso da CIA?

  6. Silva Postado em 05/Jun/2014 às 19:40

    Sua opinião não interessa, já da CIA sim, você de algum lugar.