Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 21/Jun/2014 às 11:09
19
Comentários

As “novinhas que ousam” no portal R7

R7 explora sexualidade de adolescentes e mostra fotos de “novinhas que ousam”. “Pouca idade e pouca roupa”, diz o anúncio da galeria de imagens com meninas famosas que o portal levou ao ar

Na madrugada da última quinta-feira (19), o portal R7 levou ao ar uma galeria de imagens com fotos de jovens e adolescentes famosas, que segundo o site “ousam nas redes sociais”. A chamada para a “matéria” já é apelativa. “Pouca idade e pouca roupa? Veja quem são as 10 novinhas que causam polêmica com seus looks!”

Jarid Arraes, feminista e responsável pelo blogue “Questão de gênero” questionou o conteúdo. “Eu gostaria de questionar a pessoa responsável por essa “matéria” a respeito do Estatuto da Criança e do Adolescente, pois não me parece responsável e protetora a atitude de expor meninas de menos de 14 anos ao julgamento de um público que vai avaliar seus corpos, suas roupas e opinar sobre o caráter e sexualidade das mesmas.”

Na galeria, o portal chama a atenção dos seus leitores para as “poucas roupas” de adolescentes como a filha do ex-jogador Romário, Dada Favatto, de 16 anos, da atriz Larissa Manoel, de 13 anos, e da filha da cantora Kelly Key, de apenas 14 anos.

Jarid critica a tentativa do portal de criar um fato com uma abordagem sensacionalista para algo corriqueiro. “Qualquer menina que foi criança no anos 80 e 90 usou short curto, isso não é fenômeno atual. Se essas meninas usam roupas curtas, é porque a moda, o clima e a cultura do nosso país permitem, no sentido de que torna isso possível. Não é nenhum ato bizarro ou contra a lei.”

A blogueira lembra que o portal age na ilegalidade. “Se um misógino assedia uma garota de 13 anos, ele é o errado e ponto final. E, novamente, preciso relembrar: é crime.”

Igor Carvalho, Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 21/Jun/2014 às 11:48

    Romário! Daqui 2 anos, vamos conversar?????

    • renata Postado em 21/Jun/2014 às 22:52

      porque vc tem que conversar com o pai dela? a menina é propriedade do pai em pleno século 21?

    • rafa Postado em 22/Jun/2014 às 04:45

      vc é parente do ricardo?

  2. Thiago Teixeira Postado em 22/Jun/2014 às 08:33

    Coxinhas sul americanos são todos iguais, a ala Vip uruguaia também xinga o Mujica: http://www1.folha.uol.com.br/colunas/monicabergamo/2014/06/1473656-uruguaios-no-itaquerao-se-dividem-entre-amor-e-odio-a-jose-mujica.shtml

    • poliana Postado em 22/Jun/2014 às 14:48

      pepe mujica é um herói!! feliz dos uruguaios q tem um representante como ele!!

  3. Dalmo Postado em 22/Jun/2014 às 16:15

    OMG, como tem gente fresca, tudo bem ser ativista de alguma coisa, mas esta blogueira ae que que é isto, não vi nada demais no artigo do R7, ta expondo elas?????? Mais do que elas se expõe? Além do mais eles não disseram nada que denigra a imagem delas no artigo..... Serviço é bom, será que não tá faltando pra blogueira que ta reclamando?

    • Helena Postado em 22/Jun/2014 às 17:51

      essa justificativa serve também pra prostituição infantil, se elas estão oferecendo um serviço, pq ñ comprar? Quer dizer, você se exime da culpa mesmo tendo consciência do quão errado isso é.

    • Júlia Postado em 22/Jun/2014 às 21:19

      Poisé, mulheres e até mesmo meninas são julgadas pelas roupas que usam. Elas escolhem o que usar, o que os outros têm a ver com isso? Essa matéria estava criticando o que as meninas estavam usando, sendo que as roupas não estão revelando muita coisa de seu corpo. No caso das que tem mais de 18, usam a roupa decotada que quiserem, mas as que tem menos de 18, pelo que eu vi na reportagem, não usaram nenhuma roupa reveladora. Faço as palavras de Jarid as minhas: “Eu gostaria de questionar a pessoa responsável por essa “matéria” a respeito do Estatuto da Criança e do Adolescente, pois não me parece responsável e protetora a atitude de expor meninas de menos de 14 anos ao julgamento de um público que vai avaliar seus corpos, suas roupas e opinar sobre o caráter e sexualidade das mesmas. [...] Qualquer menina que foi criança no anos 80 e 90 usou short curto, isso não é fenômeno atual. Se essas meninas usam roupas curtas, é porque a moda, o clima e a cultura do nosso país permitem, no sentido de que torna isso possível. Não é nenhum ato bizarro ou contra a lei.” Essas meninas têm pai e mãe que as autorizam a se vestirem assim. A reportagem afirma que essas meninas se vestem de maneira "imprópria", e ainda questionam se isso é "certo ou errado" para que os leitores as julguem. Então sim, isso é denegrir.

    • Júlia Postado em 22/Jun/2014 às 22:03

      No caso, aquilo foi um teatro, uma encenação consentida... Já a matéria do r7 em nada contribuiu, só para aumentar o sexismo.

  4. carlos Postado em 22/Jun/2014 às 20:31

    Essa Jarid Arraes também fez algum pronunciamento que merecesse destaque aqui quando há alguns dias este Pragmatismo Político noticiou a Festa da Xereca Satânica? A notícia dava conta de que, para protestar contra a violência contra a mulher, uma participante teve a própria xereca costurada. E teve leitor classificando o ato como fantástico, genial etc.. Quer dizer, se é o Bispo que faz, todo mundo mete o pau; se a bobagem parte dos "engajados", aí vem uma chuva de elogios. Vai entender...

    • Ricardo Machado Jorge Postado em 22/Jun/2014 às 23:23

      Só que tem um negócio colega naquela reportagem o que se questiona é que são adolescentes menores de idade e é isso que ela está questionando. Enquanto ao caso da Festa da Xereca Satânica era pessoas maiores de idade.

    • Marcelo Postado em 22/Jun/2014 às 23:30

      É, Carlos, imparcialidade é algo raro nos dias de hoje, onde todo "formador de opinião" está lutando pelo seu lado, com unhas e dentes, sem ligar pra ser coerente.

    • Eduardo Abreu Postado em 23/Jun/2014 às 23:15

      "se é o bispo é que faz"....... uma pergunta, é papel de um bispo vender sexualidade, está meio deturpada as atribuições deste bispo.... só falta querer dizer que chutar uma imagem de Nossa Senhora tá certo, e que fazer sexo com as fieis serve para purificar a alma delas..... Amigo Carlos não tá nada correto, nem de um lado nem de outro.... uma vez me disseram que eu poderia ser um bom "obreiro"..... e eu o sou sem para isto ter que convencer a outros ter que entregar parte de seu suor, tirando dos filhos até, subjugando-os as raias do fanatismo.... JESUS CRISTO não me deu este exemplo.

  5. Rose Postado em 22/Jun/2014 às 21:54

    Que é crime os estupradores e pedófilos sabem muito bem. Mas nem por isso deixa. de praticar o ato. Se preservar é uma boa opção. Só acho...

  6. André Postado em 22/Jun/2014 às 23:31

    Se essa reportagem for usada como apologia à pedófila, não se trata de algo novo. Se algum de vcs ouve funk daqui do RJ, de uns 7 até agora, sabe do que estou falando.

  7. Correia Postado em 23/Jun/2014 às 09:10

    R7 é da record amigo

  8. Camila Postado em 23/Jun/2014 às 09:46

    Ativistas, sem ter o que fazer, ficam perseguindo o R7. Mulheres de 11 a 13 anos casavam antigamente. Hoje tá essa hipocrisia de chamar jovens mulheres de crianças. Criança é quem ainda não chegou à puberdade (garotas com menos de 9 anos de idade). Vamos falar de coisas importantes, e não ficar castrando jovens mulheres que clamam por liberdade.

  9. Bruno Postado em 24/Jun/2014 às 11:31

    Essa é a Igreja Universal do "Reino de Deus" e seu cristianismo hipócrita.Pelo menos a Nossa TV do R.R.Soares é mais coerente!!

  10. Carlos Santos Postado em 24/Jun/2014 às 22:48

    Removeram a página do ar sem nem mesmo deixar um "erramos" no lugar. Atitude ainda pior do que a da Folha e O Globo após a "barrigada" da entrevista com o sósia do Felipão.