Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mobilidade Urbana 02/Jun/2014 às 16:27
1
Comentário

Já pensou em receber dinheiro para ir de bicicleta ao trabalho?

França dará incentivo financeiro para uso da bicicleta na ida ao trabalho. Empresas pagarão 25 centavos de euro por km percorrido de bicicleta. Governo espera aumento de 50% do uso do meio de transporte

A França deu início a um experimento de seis meses de concessão de incentivos para pessoas que forem de bicicleta ao trabalho, aderindo assim a iniciativas de outros governos europeus de estímulo ao uso das bikes com a finalidade de melhorar a saúde da população e reduzir a poluição do ar e o consumo de combustíveis.

Vários países, incluindo Holanda, Dinamarca, Alemanha, Bélgica e Grã-Bretanha, têm esquemas de uso da bicicleta para o trabalho, com diferentes tipos de incentivo, como redução de impostos, pagamentos por quilômetro e apoio financeiro na compra.

Veja também: A grande cidade que se prepara para tirar os carros das ruas

Na França, cerca de 20 empresas e instituições, com um total de 10 mil funcionários, se comprometeram a pagar aos empregados 25 centavos de euro (34 centavos de dólar) por quilômetro percorrido de bicicleta, informou o Ministério dos Transportes em um comunicado nesta segunda-feira (2).

O ministro dos Transportes francês, Frédéric Cuvillier, espera que o sistema de incentivos leve ao aumento de 50% no uso desse meio de transporte para deslocamentos entre casa e trabalho. Atualmente as bicicletas representam 2,4% de todas as viagens de trabalho-casa, ou cerca de 800 milhões de quilômetros, com uma distância média de 3,5 km por viagem.

Na Bélgica, onde um sistema de incentivos de isenção de impostos para bicicletas está em vigor há mais de cinco anos, cerca de 8% de todos os deslocamentos são por esse meio. Na Holanda, país plano, cerca de 25% dos trabalhadores usam bicicletas para ir ao serviço, segundo entidades de ciclismo.

Reuters

Recomendados para você

Comentários

  1. André Postado em 03/Jun/2014 às 04:58

    Excelente iniciativa! Aqui no RJ, a prefeitura tb incentiva o uso da bicicleta: passagens caras, serviço de péssima qualidade, motoristas idem, além da impontualidade dos ônibus.