Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 11/Jun/2014 às 10:36
65
Comentários

Globo é obrigada a reconhecer qualidade dos médicos cubanos

O dia em que um jornalista da Rede Globo falou a verdade sobre os médicos cubanos – na própria emissora – e todos foram obrigados a ouvir

O jornalista Jorge Pontual, no programa Em Pauta, da GloboNews, foi chamado a falar, no telão, sobre os médicos cubanos no Brasil. Ao lado dele, na grande tela, estava a também comentarista Eliane Cantanhêde, que em sua coluna no jornal Folha de S. Paulo chegou a dizer que os médicos cubanos chegariam ao Brasil em “aviões negreiros!.

Veja também: Médicas patricinhas envergonham o Brasil

Ele iniciou dizendo que havia entrevistado a pesquisadora americana Julia Silver para o programa que comanda, também na Globo News, o Sem Fronteiras. A partir desta entrevista, Pontual disse o seguinte (transcrição do vídeo abaixo):

– Que, após a revolução de 1959, metade dos médicos de Cuba fugiram do país;

– Sobraram apenas 3 mil e 14 professores de Medicina;

– Diante da iminência do ensino de Medicina acabar em Cuba, o revolucionário Ernesto Che Guevara, que era médico, criou e implantou o sistema de saúde comunitária;

– Graças a esse sistema, milhares de novos médicos cubanos voltaram a se formar e puderam, mais tarde, sair pelo mundo em missões humanitárias;

– Num desses momentos, salvaram 600 mil africanos da cegueira;

– Noutro, fizeram um trabalho excepcional após o terremoto do Haiti;

– Atuaram no sentido de fazer, hoje, com que Cuba tenha índices de saúde melhores do que países como os Estados Unidos e muitos da Europa;

– Levaram a Organização Mundial de Saúde a considerar o sistema cubano um modelo a ser seguido por todos os países do mundo;

– A resistência das entidades médicas, explicou Pontual, se deu, em outros países, antes do que está acontecendo no Brasil, porque o sistema cubano é uma verdadeira revolução, com o médico vivendo dentro das comunidades;

– Finalizou Pontual, cravando: “A Medicina de Cuba é um exemplo para o mundo”

(O programa exibido no vídeo data de agosto de 2013. Na época, a GloboNews censurou a fala de Jorge Pontual na matéria que foi publicada em seu site. O Programa Mais Médicos enfrenta, até hoje, oposição dos grandes veículos de comunicação e do Conselho Federal de Medicina do Brasil)

Veja mais: Cubanos trazem ao Brasil uma nova forma de exercer medicina

Recomendados para você

Comentários

  1. Danilo Henrique Postado em 11/Jun/2014 às 11:43

    Enquanto nossos grandes benfeitores "políticos" continuarem a se tratar no Albert Einstein e Sírio Libanês os cubanos continuarem atendendo o seu zé, lá nos cafundós do Judas, sem revalida e ganhando merreca continuarei desconfiando dos tais médicos socialistas O único da cambada vermelha que teve culhão de se tratar em Cuba está morto Propagandas não me convencem. Se Cuba ajudou em campanhas ao redor do mundo, com toda a visibilidade que tais campanhas teriam, com certeza não mandariam seus piores médicos. Ditadores, sejam comunistas, nazistas, fascistas, que seja, são ditadores e portanto sedentos por poder. Quem os apoia, independente do regime, se identificam com tal sede Apoio os médicos de Cuba, escravos de sua ditadura, mas sou contra a exploração que este sujo governo realiza. A esquizofrenia coletiva não me atinge a ponto de pensar que uma exploração é aceitável por ter o mínimo de piedade com o explorado. Esse pensamento cabe aos fracos, os escravos derrotados, para os covardes. Para mim não serve, obrigado

    • Marcos Vinicius Postado em 11/Jun/2014 às 12:00

      E como você pode provar que estão vindo para cá "os piores médicos"?? Isso se chama coxinhagem!!

      • Abreu Postado em 11/Jun/2014 às 12:59

        O Danilo acha melhor que os pobres não sejam atendidos, rs. Ainda não entendo até hoje porque fazem essa polêmica de "revalida", como se o Brasil fosse referência mundial em Medicina, piada! Nos interiores dos estados faltava médicos frequentemente, cobravam pagamentos de até 35 mil reais pra comparecer dois ou três dias, agora divulgam pelas redes sociais e pelas ruas que nunca houve falta de médicos, mas ausência de equipamentos hospitalares, chego até a rir disso.

      • José Ferreira Postado em 11/Jun/2014 às 12:59

        Se eles fossem tão bons, a Dilma, o Lula, o Sarney, o Aécio, o Campos, e outros políticos se tratariam em Cuba quando ficassem doentes.

      • Mario Postado em 11/Jun/2014 às 13:34

        Marcos, quem tem que provar alguma coisa é o governo, pois está submetendo o seu povo à um tratamento no mínimo duvidoso! Ou vc e seus parentes estão se tratando com eles? Não né! Então não seja hipócrita. Vá e trate-se com um "médico" cubano e vc verá qual é a realidade...

      • Denisbaldo Postado em 11/Jun/2014 às 14:24

        José Ferreira, vamos inverter os polos. Gostaria de saber se caso você estivesse muito doente, morasse no fim do mundo e o único médico por perto fosse um cubano sem revalida, você o deixaria examiná-lo e medicá-lo? Está vendo, é muito fácil justificar uma teoria utilizando um único ponto de vista, seja mais abrangente, seja mais democrático. Políticos são elite, suas aeronaves sofrem mais manutenção que as dos civis, e é óbvio que seus médicos serão sempre os mais caros e melhores. Viva a realidade, pare com a utopia para justificar sua visão pequena de mundo.

      • Rafael Postado em 11/Jun/2014 às 14:43

        José Ferreira, quer dizer que ele teriam que ir pra outro país só pra uma consulta quando ficassem doentes? E outra, eles não se consultam nem com os médicos brasileiros do PSF, então quer dizer que os médicos brasileiros que trabalham na rede pública são de categoria inferior tb né? Eu me canso desses argumentos fajutos e preconceituosos dos médicos, sinceramente... Ou povo pra chorar e espernear!

      • Eduardo Postado em 13/Jun/2014 às 11:17

        Marcos Vinicius, vamos usar argumentos inteligentes no debate. Coxinhagem não acrescentou nada. Assim como Petralhismo. Vamos botar as cabeças para pensar e não ficar defendendo ideologias feito torcedor fanático de futebol.

      • Charles Killuminati Postado em 20/Nov/2014 às 16:19

        Caro Marcos Vinicius, eu NUNCA fui PT, nem Lula e nem Dilma, e muito menos PSDB rs...Mas votei na presidenta Dilma e me orgulho disso pois eu como mineiro DE BEM jamais iria votar em um cheirador de cocaína como #AécioNever. Mas mesmo assim não posso esconder a verdade sobre os "médicos Cubanos" do programa "Mais Médicos". Esses "médicos" NÃO SÃO MÉDICOS!! São guerrilheiros!!! Alguns são das FARC...E estão aqui pois o PT que não é bobo nem nada sabe muito bem que a Elite Global, a elite Brasileira, a mídia golpista vendida e os coxinahs em geral do Brasil estão doidinhos pra dar um golpe e derrubarem a presidenta Dilma, aí eles resolveram montar o seu "exército" particular disfarçados de médicos. Genial não? rs...Só que pra termos certeza disso somente se um golpe realmente acontecer aí sim veremos esses "médicos" saindo da toca e tocando o terror! :x ...Aguardemos.

    • Fabrísio Postado em 11/Jun/2014 às 12:57

      A esquizofrenia coletiva não te atinge, mas a individual é outra história né

    • André Postado em 11/Jun/2014 às 13:46

      Os tais médicos estão sendo "importados" para suprir a demanda de lugares onde não há interesse do médicos formados por aqui. Eles não estão aqui para serem os médicos de grandes hospitais como os sitados, já que para trabalhar no mesmo a concorrência deve ser extremamente grande.

      • Tiago Postado em 18/Jun/2014 às 12:36

        Até porque não teriam competência para atuar nós hospitais kkkkkk

    • Augustinus Postado em 11/Jun/2014 às 14:05

      É de gente como você que o povo quer distância!

    • Teo Postado em 11/Jun/2014 às 14:21

      Bem. Se os médicos brasileiros fossem obrigados a fazer o Revalida, eu até poderia concordar que médicos estrangeiros também o façam. Entretanto, usar como argumento a obrigatoriedade do Revalida (uma vez que nem médicos brasileiros conseguem aprovação) apenas para deslegitimar a vinda de médicos para o país é um argumento bem fraco.

    • mimimim Postado em 11/Jun/2014 às 14:24

      DEIXA DE SER ZÉ RUELA E ADMITA.

    • Gisela Postado em 11/Jun/2014 às 14:41

      Prezado Danilo Henrique, Desde quando políticos brasileiros são considerados modelos para alguma coisa? Só porque (ou apesar de) Dilma ser Dilma e Lula ser Lula e escolherem se tratar no Brasil, a medicina em Cuba não é boa? Isso anula alguma coisa? Dilma e Lula podem mais dois, entre tantos e assim como você, ignorantes e cegos para não ver que a medicina em Cuba é uma das melhores do mundo. Estude e se informe um pouco mais a respeito. Atenciosamente.

    • Francisco Constantino Postado em 11/Jun/2014 às 18:56

      Danilo Henrique....Você esta sendo injusto....Procure fazer criticas daquilo que você conhece....Ser indelicado de graça é fazer o papel de ridiculo...!!!

      • Tiago Postado em 18/Jun/2014 às 12:40

        Com certeza vc deve conhecer o atendimento cubano, aliais as fotos do desencomendo cubano são ótimas, tem vista Cuba ultimamente ?

    • Fernando Postado em 11/Jun/2014 às 21:21

      Tu deves ter plano de saude, para poder falar esta baboseira. Mais medicos é para medicina comunitária, para o previnir doenças. Seja mais umilde e pense em quem não tem plano de saude.

    • Mariana Melo Postado em 12/Jun/2014 às 10:36

      Não se preocupe com minoria que tem dinheiro para pagar médicos de renome, pense na maioria que nem sabe que existe Albert Einstein, talvez você valorize mais o excelente trabalho que os médicos cubanos estão fazendo nas pequenas cidades do Brasil!

    • Rodrigo Postado em 12/Jun/2014 às 18:07

      Não fale merda o imbecil. Os médicos cubanos são conhecidos no mundo inteiro por serem um país, onde tem muitos dos melhores médicos do mundo. Os médicos de Cuba, vem ao Brasil, para fugir da ditadura exercida em seu próprio país.. coxinha de merda.

    • Antonia Ferreira Postado em 17/Jun/2014 às 10:28

      Se fossem médicos americanos vocês estariam beijando os pés do ianques, mas se esquecem que na terra de Tio Sam, os erros médicos são enormes, tanto que os seguros contra processos são altíssimos.

    • Antonia Gabriel Postado em 17/Jun/2014 às 10:34

      Fácil entender porque a resistência dos médicos brasileiros, porque se a medicina preventiva existisse no Brasil, muitos médicos perderiam viagens, promoções e todos as bajulações e subornos feitos pela indústria farmacêutica para vender seus remédios, que muitas vezes faz o mesmo efeito do chá de camomila feito pela mãe.

    • Raquel Postado em 10/Jul/2014 às 07:17

      Oh!!!! Desperta!!! Você não entende nada de saúde preventiva, Aff!!!! Danilo Henrique ! Vai estudar!

    • Luis Postado em 26/Jul/2014 às 17:12

      http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/ SAÚDE PÚBLICA Mais Médicos atinge meta no Paraná 4/04/2014 | 20:52 | SHARON ABDALLA, ESPECIAL PARA A GAZETA DO POVO Mais 295 profissionais do Programa Mais Médicos chegaram a Curitiba nesta segunda-feira (14). O estado conta agora com 770 médicos do programa, que atuam no atendimento em atenção básica. A vinda dos novos profissionais atendem 100% da demanda do Paraná. A cerimônia de recepção dos novos médicos foi realizada no Parque Barigui. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participou do evento e disse em nota oficial que, com o programa, o governo está conseguindo prestar atendimento a uma quantidade muito maior de pessoas, com mais qualidade, e tratar o povo com dignidade e respeito. Segundo Chioro, a grande maioria dos brasileiros atendidos nunca teve contato com uma equipe de saúde da família completa. Os profissionais recém-chegados integram a quarta fase do programa, que também levou médicos para outros municípios brasileiros. A estimativa é de que com esta nova etapa o Mais Médicos passe a beneficiar 2,6 milhões de paranaenses. Mais Médicos na capital Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, Curitiba conta hoje com 21 profissionais do Programa Mais Médicos, que trabalham em áreas onde a secretaria tinha dificuldades de fixação de profissionais. “São áreas mais distantes da região central da cidade ou que apresentam maior vulnerabilidade social e que não atraíam os médicos locais”, explica o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda. Mais 20 médicos do programa devem chegar à cidade nas próximas semanas, segundo o secretário. Para ele, estes profissionais vêm para incrementar o atendimento na rede pública de saúde de Curitiba, que desde janeiro de 2013 contratou 303 médicos – através da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde e da Secretaria Municipal da Saúde – para melhorar a qualidade da assistência à saúde.

    • Ventura Picasso Postado em 07/Jan/2016 às 18:53

      Babaca, o que você sabe sobre Albert Einstein e Rio Libanês - 60% de leitos reservados ao SUS o maior programa de assistência social a saúde do mundo. Continue lendo a Veja, vendo a Globo que você merece. Liga pro Maradona e fale a ele dos médicos cubanos - por falar em esquizofrenia, cara saiba que o melhor hospital do mundo para doentes mentais está em Havana. Tenho certeza que você é associado de uma daquelas organizações de médicos que querem acabar com o SUS e o Mais Médicos, não é não?

  2. Lívia Santiago Postado em 11/Jun/2014 às 12:50

    O fato dos médicos serem de um país socialista de forma alguma invalida o mérito do sistema de saúde e da qualidade dos médicos cubanos. Pelo contrário, com todo o embargo e campanha contra Cuba, há que se reconhecer que o sistema de saúde e os médicos cubanos têm que ser MUITO bons para serem reconhecidos pela OMS como um exemplo a ser seguido. E há também que se considerar que nem o autor do artigo nem o jornalista estão fazendo propaganda: estamos lidando com FATOS. Há que se ter critério e embasamento para poder criticar. Antipetismo patológico também deveria ser considerado doença.

  3. irineu Cardoso Postado em 11/Jun/2014 às 12:52

    Precisamos construir uma Nação séria, justa é saudável, para isso necessitamos de HOMENS, não de oportunistas cacarejadores engajados em restaurar o que milicos controlados PELO GRANDE IRMÃO do norte destruíram e continuam a sabotar, desde sua expansão imperialista pós guerra civil 1870. Deixa as Candinhas cacarejar, VAMOS TRABALHAR PELO POVO E O PAÍS.

  4. Carla Postado em 11/Jun/2014 às 13:21

    José Ferreira, certamente os políticos brasileiros iriam à Cuba para se tratar de doenças em que os cubanos são especialistas, como por exemplo aquelas ligadas ao sistema imunológico. Meu pai, ao 74 anos, se curou da perigosíssima Sindrome de Gillian Barret, graças à medicina cubana.

  5. sergio Postado em 11/Jun/2014 às 13:26

    Os coxinhas so falam merda....CUBA é uma das melhores medicinas do mundo coxinhas!!

    • Brenda Martins Postado em 12/Jun/2014 às 16:52

      Verdade... ^_^

  6. Olga Lasalvia Postado em 11/Jun/2014 às 13:46

    Em todas as reportagem falta disser que os médicos em Cuba não pagam nada para se formar!! é o governo que arca com as despesas da formação em todas as profissões. Qualquer um pode-se formar no que quiser e gostar, sem custo algum. É por isso que quando formados tem que retribuir ao governo durante anos, para que outros possam estudar e se formar, o que é mais do que justo!!! Mais eles sim são ótimos no que fazem porque o fazem por vocação e formação, não pertencem a élite alguma, são do povo. Em Uruguai, os oftalmólogos cubanos fizeram que muitos idosos voltaram a enxergar, fizeram intervenções cirúrgicas, tales como cataratas ... e salvaram da cegueira uma grande quantidade de pessoas, muita luta contra os oftalmólogos do pais que cobravam muito pelas mesmas operações, eles argumentavam que os cubanos não tinham credenciais nem diplomas no Uruguai, mais o governo mesmo assim permitiu que eles exerceram a profissão em beneficio de muitos!!! Os cubanos trabalharam sem cobrar nada!!! Eles honram o juramento de Hipócrates!!!

  7. Wildson Postado em 11/Jun/2014 às 13:52

    O nome disso é Hadoukeeen de argumentos!!! asuhsauauahussa

  8. mauro czar Postado em 11/Jun/2014 às 14:15

    Viva Chê!!

  9. Estudante de medicina Postado em 11/Jun/2014 às 14:19

    Caro editor: Sou estudante de medicina pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul há pouco mais de 3 anos, e acho que, estando no meio em que estou, tenho o dever de esclarecer não só a você, mas ao resto dos leitores sobre a situação em que estamos envolvidos. Não estou aqui para criticar o meio tendencioso que usa para ludibriar as pessoas sobre a medicina praticada em Cuba, mas para diferenciar alguns conceitos. É inegável dizer que em Cuba há uma das melhores práticas médicas do mundo, o que é diferente de dizer que em Cuba há umas das melhores medicinas do mundo. Seus médicos são formados baseados no convívio direto com os pacientes, o que é ótimo - inclusive, é o que todas as Universidades brasileiras nos últimos anos tem tentado fazer; entretanto, esses mesmos métodos que são utilizados por eles para o diagnóstico e o tratamento são extremamente ortodoxos , antigos e ultrapassados, visto que Cuba ficou um período de aproximadamente 30 anos sem acompanhar as evoluções tecnológicas presenciadas ao longo desse tempo. Portanto, não basta sabermos praticar a medicina humanitária que há em Cuba, e que está sendo, nos últimos anos, ensinada em nosso país. É necessário que, em regiões do interior do Brasil, sejam de fato utilizados os recursos que são repassados à saúde, investindo em Unidades de Pronto Atendimento (UPA), Unidades Básicas de Saúde (UBA) e melhor mobilidade para regiões com grandes hospitais. E, acima de tudo, um salário digno para um profissional que investiu cerca de 10 anos de sua vida em sua formação e que, com certeza, quer exercê-la da melhor conduta possível. É preciso ser muito cego para acreditar piamente que os problemas de TODO um sistema mal administrado, arcaico e anacrônico está nas mãos dos médicos, e que o Governo não tem culpa nenhuma disso. Somente um desabafo.

    • Paiakan Postado em 12/Jun/2014 às 02:44

      Moro em um bairro próximo em uma cidade da região metropolitana de Curitiba que fica a 1km da divisa com a capital do estado e não há médicos. Cade os acadêmicos da UFPR e tantas outras universidades que existem em Curitiba no meio da comunidade? VOCÊS, médicos e futuros médicos brasileiros SE RECUSAM a atender a comunidade em um local a apenas 17km do centro de uma metrópole, quem dirá nos rincões desse nosso grande país.

    • Genoveva Manfrim Postado em 13/Jun/2014 às 12:10

      Uma cidadã, aposentada por tempo de serviço PERGUNTA: Quando você se formar está disposto a adentrar pelos sertões e rincões mais estranhos e longínquos deste país continental? Está disposto a cuidar da saúde de cidadãos, como eu, com parcos recursos governamentais e tentar alcançar a cura somente pesquisando como médicos, digamos assim, familiares, conseguem fazer? Vivenciei essa experiência aqui em Luis Eduardo Magalhães-BA e vou te falar: A MÉDICA CUBANA, resolveu meu problema de dores intensas de articulações na perna direita que estavam me impossibilitando até de andar, somente com uma boas conversa e o medicamento certo para um tratamento de nove dias. Se você conseguir isso... PARABÉNS... você está preparado para o JURAMENTO DE HIPÓCRATES. Boa sorte!

    • Jão Da Silva Postado em 13/Jun/2014 às 23:25

      Peraí. "visto que Cuba ficou um período de aproximadamente 30 anos sem acompanhar as evoluções tecnológicas presenciadas ao longo desse tempo". Pode-se saber a quais evoluções o "Dr." se refere? Cuba fabrica interferon. Fabrica fator de crescimento epidérmico humano recombinante pra tratamento de pé diabético(que o Brasil tá comprando, detalhe), vacinas pra inúmeras doenças(incluindo uma vacina terapêutica para o câncer de pulmão). Não vejo nenhum esclarecimento no teu comentário. Se quiser esclarecer algo pra alguém, faça o favor de se informar, não repetir o que algum professor teu falou. O SUS é conquista do povo brasileiro, conseguido na base da luta. Se ele não funciona como deveria(como em Cuba) é porque tem que enfrentar uma batalha perdida contra o sistema privado de saúde(que também não funciona às mil maravilhas), administrado por gente que não tá nem aí pros trabalhadores e pra todo o mundo que faz o Brasil andar. Até onde eu sei, a Saúde é administrada por médicos, sim. O lobby da saúde privada e da indústria farmacêutica tem muita força no Congresso. É culpa só dos médicos? Claro que não, a nossa sociedade é assim. O advogado não estuda pela justiça, o médico não estuda pra tratar doente e o engenheiro não estuda pra construir o mundo(ao contrário do que acontece em Cuba). O que todos querem é a mesma coisa: dinheiro. Agora, não vem com essa história de que a culpa é do sistema e que a playboyzada tem razão de espernear pedindo "estrutura de trabalho". Ouvi uma vez que um médico, pra ser médico de verdade, precisa ter 3 coisas: estar bem-preparado, ser culto e ser humano. Parece que a esmagadora maioria dos nossos não se importa muito com as duas últimas. Talvez nem sequer com a primeira.

      • Ricardo Postado em 22/Dec/2014 às 19:55

        Exatamente! Esse é o problema principal do Brasil: o problema ético. Ninguém faz alguma coisa pensando no que ela faz de bom (em si mesma), mas o que pode conseguir com ela (meio para outro fim). Mais Kant, por favor!

    • Antonia Ferreira Postado em 17/Jun/2014 às 10:43

      Futuros médicos brasileiros, durmam menos nos plantões, e quando uma enfermeira vir chamá-los para atender um paciente que não passa bem, atenda-os e para isso que você estudou ( ou não? Será que é só status?). Eu trabalho em hospital e sei muito bem o que estou falando.

  10. Deisi Postado em 11/Jun/2014 às 14:29

    Disse tudo Olga, é isso mesmo, medicina cubana está muito avançada principalmente na especialidade oftalmologia, só que reaça jamais irá admitir, isso é impossível, seria esperar demais, que mesmo em um país socialista, o povo consegue reconhecer tudo que foi feito para sua formação e o que é mais nobre pensar em trabalhar para formar novos profissionais. Aqui eles preferem se especializar em cirurgia plastica, para fazerem as coxinhas mais bonitas, colocando silicone e fazendo lipoescultura, com isso ficarem bem com espelho, aliás a grande maioria, só faz medicina por dinheiro, vocação é para otário, por esse motivo, não honram o juramento!

    • Leonardo Postado em 11/Jun/2014 às 16:44

      Fato incontestável

  11. Ronaldo Luiz Souza Leal Postado em 11/Jun/2014 às 14:54

    Gostaria de ver todos os médicos do Brasil, após sua formação, prestarem o Revalida. Poderíamos então ficar tranquilos com a qualidade de nossos médicos. Ou não.

  12. Ricardo Postado em 11/Jun/2014 às 16:30

    A Globo não foi "obrigada a reconhecer". Tratou-se de uma análise bem sensata e extremamente competente do Jorge Pontual. Cuidado para não se tornarem mais um veículo de mídia que distorce os fatos apenas por interesses partidários.

  13. Darlan Postado em 11/Jun/2014 às 17:35

    Alguma coisa Cuba tem que ter de bom.

  14. Gustavo Postado em 11/Jun/2014 às 17:53

    Outra paranoia sobre mídia golpista. Por que a Globo teria sido "OBRIGADA" a reconhecer os médicos cubanos?

  15. Sandra Ridossan Postado em 11/Jun/2014 às 18:15

    bem, não conheço todos, mas os três que vieram pra minha cidade são excelentes profissionais, além de muito humildes!

  16. Thiago Postado em 11/Jun/2014 às 21:53

    A única coisa que Cuba fez que serve de exemplo para o mundo. Também é a melhor e a que mais faz os governantes americanos a terem calafrios já que a saúde deles não é universal.

  17. Eduardo Postado em 12/Jun/2014 às 03:09

    Cuba é a modernidade na medicina, os EEUU estão completamente obsoletos nesta area.

    • Juca Postado em 12/Jun/2014 às 21:29

      Nem uma coisa nem outra. Sabemos que Cuba enfrenta vários problemas no que tange à infraestrutura e recursos em suas universidades e que os EUA têm excelentes instituições na área medicinal. Convém lembrar, entretanto, que nem só de modernidade e de médicos vive a saúde e que modernidade não significa universalidade. Devemos reconhecer o trabalho que os médicos cubanos estão fazendo no Brasil e deixar a hipocrisia de lado. A maioria dos que criticam os cubanos, que aliás não são os únicos a compor o Mais Médicos, está se lixando para a saúde do povo.

  18. Mariana Melo Postado em 12/Jun/2014 às 10:41

    O que nos garante que os médicos brasileiros são bons?

  19. Jean Postado em 12/Jun/2014 às 11:15

    Prezado, gostaria de saber onde tirou a informação que o deficit é em atenção secundária, não é, é em atenção básica, desidratação, verminose, doenças rurais, etc. Um pobre não chega a nem ter câncer, ele morre antes disso por coisas muito mais básicas.

  20. piruca Postado em 12/Jun/2014 às 12:36

    Se são tão bons, por que não fazem o revalida"??? Os benefícios advindos do trabalho deles justifica o desrespeito as leis trabalhistas? Por que não se faz aqui essa formação de médicos em massa? O Brasil é menos capaz que Cuba ?

  21. CELIA Postado em 12/Jun/2014 às 16:28

    TANTA TOCA DE OFENSA , PALAVRAO, DESCRIMINAÇAO, É SIMPLES MEUS AMIGOS NAO É TAO DIFICIL ASSIM AQUI NA MINHA CIDADE TEM CUBANOS ATENDENDO , NAO FALO MAL NEM BEM POIS AINDA NAO CONSULTEI COM NENHUM AINDA MAIS SEI E CONHEÇO DE PERTO QUEM CONSULTOU NAO É BRINCADERA NAO COLEGA , ELES SE PERDEM NOS PRIMEIROS EXAMES REALIZADOS, QUANDO CHEGA UM DIAGNOSTICO SIMPLES HEM , DIABETES, COLASTEROL ALTO TRIGLICEREDS, NA BORDA , PRESSAO ALTA , MEU DEUS NAO SOUBE O QUE FAZER NAO REPETIO NEM UM EXAME, NAO COLOCOU O PACIENTE A PAR DA SITUAÇAO,PASSOU ALGMA COISA LA, SITUAÇAO MUITO DUVIDOSA, COLEGA ACIMA DISSE QUE SE CUBA FOSSE REFERENCIA LULA E DILMA E OUTROS A ALTURA TRATARIA LA, É VERDADE ELES VAO PARA CIRIO LIBANES, PRA QUEM TEM MAIS RECURSO AI FAÇA UM LEVANTAMENTO E VEJA QUANTAS REFENCIAS CUBANAS TEM LA NESSE MARAVILHOSO HOSPITAL, GENTE NE FACIL NAO GENTE SIMPLES QUE VAI AO CONSULTORIO COM UM CUBANO QUE ACABOU DE CHEGAR AQUI FICA MAIS PERDIDO QUE CEGO NO TROTEIO NEO ENTENDE NADA NEM ELES OS MEDICO CONSEGUEM ENTENDER O PACIENTE , AVALIAM VCS MESMOS QUE TIPO DE CONSULTA ACABA DE SER FEITA.

    • luis Postado em 26/Jul/2014 às 17:22

      http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/ SAÚDE PÚBLICA Mais Médicos atinge meta no Paraná 14/04/2014 | 20:52 | SHARON ABDALLA, ESPECIAL PARA A GAZETA DO POVO Mais 295 profissionais do Programa Mais Médicos chegaram a Curitiba nesta segunda-feira (14). O estado conta agora com 770 médicos do programa, que atuam no atendimento em atenção básica. A vinda dos novos profissionais atendem 100% da demanda do Paraná. A cerimônia de recepção dos novos médicos foi realizada no Parque Barigui. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participou do evento e disse em nota oficial que, com o programa, o governo está conseguindo prestar atendimento a uma quantidade muito maior de pessoas, com mais qualidade, e tratar o povo com dignidade e respeito. Segundo Chioro, a grande maioria dos brasileiros atendidos nunca teve contato com uma equipe de saúde da família completa. Os profissionais recém-chegados integram a quarta fase do programa, que também levou médicos para outros municípios brasileiros. A estimativa é de que com esta nova etapa o Mais Médicos passe a beneficiar 2,6 milhões de paranaenses. Mais Médicos na capital Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, Curitiba conta hoje com 21 profissionais do Programa Mais Médicos, que trabalham em áreas onde a secretaria tinha dificuldades de fixação de profissionais. “São áreas mais distantes da região central da cidade ou que apresentam maior vulnerabilidade social e que não atraíam os médicos locais”, explica o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda. Mais 20 médicos do programa devem chegar à cidade nas próximas semanas, segundo o secretário. Para ele, estes profissionais vêm para incrementar o atendimento na rede pública de saúde de Curitiba, que desde janeiro de 2013 contratou 303 médicos – através da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde e da Secretaria Municipal da Saúde – para melhorar a qualidade da assistência à saúde.

  22. Diego Postado em 12/Jun/2014 às 21:20

    E o que o Estados Unidos fez de importante para o mundo Thiago? Só de 1950 pra cá invadiram mais de 20 países nem estou falando de sua existência estou falando da década de 50 em diante. O que foi que aconteceu com os nativos que habitavam o que hoje e os Estados Unidos? O que foi que aconteceu com os Sherokys ?, os Moicanos ? os Dakotas ? que conversa fiada é essa rapaz. Já que vai falar mal de um país vem com embasamento, com dados. Lambe botas de imperialistas.

  23. Genoveva Manfrim Postado em 13/Jun/2014 às 11:45

    Afora os comentários políticos aqui tão bem explanados, deixo minha experiência vivida num postinho de saúde pequenininho da cidade de Luis Eduardo Magalhães-BA: estava eu com problema seríssimo na perna direita e já pensava, inclusive, que nos idos dos meus 53 anos, daqui a pouco, estaria numa cadeira de rodas. Entrei na fila de atendimento, fui muito bem atendida (apesar do entrave do idioma), fiz tratamento de nove dias e eis que, milagrosamente, a dor desapareceu. VIREI FÃ DE MÉDICOS CUBANOS.

  24. Jão Da Silva Postado em 13/Jun/2014 às 18:16

    Eduardo, você é doente. Procure tratamento. Pena que não mandaram psiquiatras cubanos, iam te tratar de acordo com a ciência e não com o Manual. E o sistema de saúde de Cuba não é a única coisa lá que é exemplo. Lá pra estudar Medicina basta querer. E estuda-se por amor, coisa que é praticamente incompreensível pra quem vive em sociedades capitalistas. Aliás, pra estudar qualquer coisa basta querer. A metade das matrículas universitárias é de mulher. Mulher ganha o mesmo salário que homem em qualquer cargo ou função. A licença maternidade é de um ano. Não falta creche. A educação é em tempo integral. Não existem drogas ou armas de fogo. Os índices de violência são baixíssimos, não existe impunidade(em Cuba, é comum um cidadão que matou a outro por um crime passional sentar e esperar a polícia em casa, porque ele sabe que vai ter que pagar pelo que fez), não existe desnutrição infantil(a mortalidade infantil é menor do que a dos USA), nem abuso de menores, nem sequestro, nem violência gratuita. Existe algo praticamente desconhecido pra gente que se chama PAZ. Cuba é um ninho de artistas, poetas, músicos, atletas e cientistas. A solidariedade internacional é constitucional em Cuba. No Haiti havia por parte dos Médicos Sem Fronteiras a intenção de retirar a missão(400 médicos) por um "risco muito elevado para o pessoal". Muito antes do terremoto, os médicos cubanos estavam lá, e foram muitos mais depois. Não fosse o trabalho deles, sabe-se Deus qual teria sido o resultado da epidemia de Cólera pós-terremoto. Os branquelos engomados vazam, e os médicos negros cubanos continuam lá sujando as mãos. O governo de Cuba e o do Haiti trabalham juntos pra construir o sistema de saúde do Haiti, não pra posar pra foto. Fundou-se universidade de medicina e tem muito haitiano estudando medicina em Cuba(recebendo casa, comida, livro, estudos, e, pasmem, dinheiro(uma pequena ajuda de custo), claro, de graça. Em Cuba tem tomografia axial computadorizada e ressonância magnética. Possui uma indústria biotecnológica de ponta, engenhosa e inovadora. Erradicaram uma pá de doença contagiosa. A atenção de saúde é gratuita e universal em todos os níveis. Pra ter uma idéia, em Curitiba uma consulta agendada pelo médico de atenção básica pra fazer uma endoscopia pode chegar a demorar 6 meses. 6 meses! Em Cuba não demora 3 dias. Em Cuba livro, cinema, teatro, e balé(cultura de uma maneira geral) são praticamente de graça. Assim como a água, a luz, o gás, o transporte(virtualmente gratuitos). Ninguém mora na rua. Existe o hábito da leitura, e mesmo em tempos de Período Especial(do qual o país ainda não saiu) continua-se publicando quantidades absurdas de literatura, clássica e contemporânea, de tudo quanto é país do mundo. Em Cuba o esporte é direito do povo. E é massivo, qualquer um pode praticar o esporte que quiser. Todas as áreas de saúde têm professores de tai-chi chuan para idosos. Não tem ruralista, não tem grileiro. Não tem igreja católica pra determinar se o governo deve ou não pesquisar com célula-tronco, o aborto é direito da mulher. Existe um cuidado e um carinho com a criança e o adolescente que são de outro planeta. Pelo amor de Deus, tem que continuar? Alienados, pequeno-burgueses e ignorantes de plantão, poupem-me de argumentos absurdos made-in USA/Rede Globo do tipo "prisão ditatorial", e "formigueiro ideológico". Se alguém quiser alguma informação sobre Cuba, responderei. Aos vermes de plantão e aos alienados que sem receber nada engrossam as fileiras dos mercenários e ladrões, todo o meu desprezo. Abraços.

    • Germano L Postado em 15/Jun/2014 às 00:35

      Jão, que paraíso q é Cuba! acho q vou morar lá... Ah não, já fui lá ver como é a realidade deles... Você já foi? Lá é onde não existe transporte público, onde a maioria da população vive em condições sub-humanas. Milhares de desocupados sentados nas calçados simplesmente vendo a vida passar. Mulheres tendo q se prostituir para ganhar um pouco mais. Muitos dependendo de remessas de familiares de Miami. Hospitais públicos em péssimas condições. Não há liberdade ideológica de pensar diferente do que lhes é ordenado. Maior taxa de SUICÍDIOS e abortos das Américas. Infelizmente essa ideologia podre que é disseminada nas universidades há mais de 30 anos é idolatrada pela grande maioria. Sobre a questão da medicina. Sim, existem muitos médicos em Cuba. Mas qual a grande descoberta da medicina cubana?? alguém sabe?? Nos EUA há respeito as entidades privadas, o governo não apoia pesquisa com células trono, mas não interferem nas empresas que os fazem. São os maiores pesquisadores do mundo nesse campo. Os países com menos interferências estatais são os que mais crescem. A maioria dos países mais pobres do mundo tiveram regimes de inspiração socialista por longos anos

  25. João Batista Postado em 16/Jun/2014 às 13:26

    Valeu, Jão Da Silva, por suas maravilhosas informações. Dá pra perceber que fala com conhecimento de causa, diante de tanta gente dando pitacos sem nenhuma base, com viés altamente ideológico e carregado de preconceito, você prestou um serviço útil para o debate sobre o assunto. Muito obrigado.

  26. Jão Da Silva Postado em 16/Jun/2014 às 22:16

    Sinto uma ponta de ironia no seu comentário, espero que não seja esse o caso. E se for, bom, continue acreditando na Rede Globo, na Veja e na "internet", gloriosos bastiões da "informação" imparcial. Faltou falar que o telefone também é praticamente gratuito lá, e dar ênfase ao fato de que cultura (como cinema, teatro e balé) é pra todo mundo, e não pra uma meia-dúzia de "elite" pé-de-chinelo que nem por aqui.

  27. Junior Postado em 22/Jun/2014 às 14:07

    Nao sou contra os cubanos virem p o brasil, e sim a forma que esta sendo feita, com imposicao, e tem mais eles nao estao somente no interior moro numa cidade de mais de 400 mil habitantes e tem cubanos aqui sim... o salario dellese 10 mil. somente 2 mil ficam c eles o restante e do governo cubano, e m outra a familia q mora em cuba em cuba fica impedida de sair do pais caso eles desistam do mais medicos... e outra situacao qualquer medico brasileiro que queira exercer medicina em outro pais tem que realizar prova na lingua daquele pais, e sobre as doencas daquela regiao, pq cada pais tem suas diferencas e doencas mais prevalentes, pois ate no brasil tem diferencas o sul e o nordeste tem variaas doencas que diferem na prevalencia... A discussao do mais medico vai alem se sao bons ou ruins medicos, e sim sob q condicoes estao aq, como e feito....O atual governo apoio um governo ditadorial , sanguinareo.... o problema da saude nao e a falta de medicos somente, e falta de estrutura, de enfermeiros bem remunerados, de dentistas, nutricionistas...Entao pensem mais no assunto e ampliem seus raciocinios, dilma diz q sofreu ditadura mas ela propria e uma ditadora,e aliada de ditafores.... PQ N COLOCA CUBANOS NO SIRIO LIBANES, oy existe um tipo de vida no sirio e outra no interior?

    • luis Postado em 26/Jul/2014 às 17:13

      http://www.gazetadopovo.com.br/vidaecidadania/ SAÚDE PÚBLICA Mais Médicos atinge meta no Paraná 14/04/2014 | 20:52 | SHARON ABDALLA, ESPECIAL PARA A GAZETA DO POVO Mais 295 profissionais do Programa Mais Médicos chegaram a Curitiba nesta segunda-feira (14). O estado conta agora com 770 médicos do programa, que atuam no atendimento em atenção básica. A vinda dos novos profissionais atendem 100% da demanda do Paraná. A cerimônia de recepção dos novos médicos foi realizada no Parque Barigui. O ministro da Saúde, Arthur Chioro, participou do evento e disse em nota oficial que, com o programa, o governo está conseguindo prestar atendimento a uma quantidade muito maior de pessoas, com mais qualidade, e tratar o povo com dignidade e respeito. Segundo Chioro, a grande maioria dos brasileiros atendidos nunca teve contato com uma equipe de saúde da família completa. Os profissionais recém-chegados integram a quarta fase do programa, que também levou médicos para outros municípios brasileiros. A estimativa é de que com esta nova etapa o Mais Médicos passe a beneficiar 2,6 milhões de paranaenses. Mais Médicos na capital Segundo dados da Secretaria Municipal de Saúde, Curitiba conta hoje com 21 profissionais do Programa Mais Médicos, que trabalham em áreas onde a secretaria tinha dificuldades de fixação de profissionais. “São áreas mais distantes da região central da cidade ou que apresentam maior vulnerabilidade social e que não atraíam os médicos locais”, explica o secretário municipal da Saúde, Adriano Massuda. Mais 20 médicos do programa devem chegar à cidade nas próximas semanas, segundo o secretário. Para ele, estes profissionais vêm para incrementar o atendimento na rede pública de saúde de Curitiba, que desde janeiro de 2013 contratou 303 médicos – através da Fundação Estatal de Atenção Especializada em Saúde e da Secretaria Municipal da Saúde – para melhorar a qualidade da assistência à saúde.

  28. lala Postado em 22/Jun/2014 às 16:25

    Nao tem comparacao. O medico em cuba e o medico da familia e o medico da rua.

  29. vilmar Postado em 22/Dec/2014 às 21:32

    sorte tua se tu tivesse morando em pais em que o sistema da medicina fosse igual o de cuba, mas é o contrario, tu esta morando no brasil, pais de ladão e racistas onde não se ver médicos negros em lugar nem um, ai quando precisam buscam médicos negros de outros países pra tampar buraco em periferia, e ainda os racista não aceitam a presença dos mesmos, que querendo ou não estão aqui pra fazer o melhor. se fosse médicos europeus estavam todo mundo ai com a cara de baba ovo se arreganhando para os europeus, que são os mesmo de quando qualquer brasileiros vai visitar a Europa recebem os brasileiros com descriminação, e até apanham lá destas gente,