Redação Pragmatismo
Compartilhar
Direita 09/Jun/2014 às 10:32
23
Comentários

E se a direita vencer no Brasil?

E se a direita ganhar? Engana-se quem imagina apenas uma reprise do que foram os tempos de FHC. Para entender o que pode vir por aí, é melhor pensar no Tea Party estadunidense, no uribismo colombiano, na direita ucraniana

aécio fhc

Igor Fuser, Brasil de Fato

O Brasil enfrenta, nas eleições presidenciais deste ano, o risco de um brutal retrocesso político, com o eventual retorno das forças de direita – representadas, principalmente, pelo candidato tucano Aécio Neves – ao governo federal. Nesse caso, teremos uma guinada rumo a um país mais desigual, mais autoritário, mais conservador. Engana-se quem imagina apenas uma reprise do que foram os tempos de FHC. Para entender o que pode vir por aí, é melhor pensar no Tea Party estadunidense, no uribismo colombiano, na direita ucraniana.

Leia mais: O esquerdista fanático e o direitista visceral: dois perfeitos idiotas

Limitando este exercício de imaginação apenas à política externa, é aposta certa supor que uma das primeiras medidas de um governo Aécio seria a expulsão dos profissionais cubanos engajados no programa Mais Médicos. Também imediata seria a adesão do Brasil a um acordo do Mercosul com a União Europeia nos termos da finada Alca, cujas “viúvas” – também conhecidas como o Partido dos Diplomatas Aposentados – recuperarão o comando do Itamaraty, ávidas por agradar aos seus verdadeiros senhores, as elites e o governo dos Estados Unidos.

O Mercosul, se sobreviver, voltará a ser apenas um campo comercial, destituído do projeto político de uma integração mais profunda. A Unasul e a CELAC, esvaziadas, se tornarão, sem a liderança do Brasil, siglas irrelevantes, enquanto a moribunda OEA – o Ministério das Colônias, na célebre definição de Fidel Castro – ganhará um novo sopro de vida. Quanto ao Brics, articulação central no combate ao domínio unipolar do planeta pelo império estadunidense, sofrerá um baque, com a deserção (oficializada ou não) do seu “B” inicial.

Golpistas latino-americanos, já assanhados após os triunfos em Honduras e no Paraguai (ações antidemocráticas combatidas com firmeza por Lula e Dilma), ganharão espaço, certos de contar com a omissão ou até o apoio de um governo brasileiro alinhado com os ditames de Washington. Que o diga a performática Maria Corina Machado, líder da atual campanha de desestabilização na Venezuela, recebida com fanfarra pelo governador Geraldo Alckmin e por uma penca de jornalistas tucanos, no programa Roda Viva.

Governos e movimentos sociais progressistas, na América Latina e no mundo, perderão um ponto de apoio; as forças das trevas, como o lobby sionista internacional, ganharão um aliado incondicional em Brasília. Isso é apenas uma parte do que está em jogo nas eleições brasileiras. Espantoso é que, no campo da esquerda, tantos pareçam não se dar conta.

Veja também: “Seria uma honra ser vice de Aécio”, diz Bolsonaro

Recomendados para você

Comentários

  1. Matheus B. Postado em 09/Jun/2014 às 10:59

    E dá-lhe terrorismo. Aproveitando o embalo, acrescento: as cotas serão extintas; a Lei Áurea será revogada; os beneficiários do bolsa-família terão de devolver tudo o que receberam, e com juros; a Amazônia será privatizada; o hino nacional será substituído pelo norte-americano; a capital do país será transferida para Miami; etc...

    • Pereira Postado em 09/Jun/2014 às 12:13

      Eles tão sentindo que talvez não seja tão fácil vencer as eleições desse ano. O PNPS é a prova que o PT não quer largar o osso de jeito nenhum. Se não derrubarem esse decreto, podemos ter uma revolução neomarxista em breve.

      • Valter Augusto Postado em 10/Jun/2014 às 22:14

        Pereirinha,tu és um BOÇAL,mano!

    • Carlos Prado Postado em 10/Jun/2014 às 15:51

      http://direitasja.com.br/2013/10/23/mas-afinal-o-que-a-direita-fez-pelo-brasil/

  2. Bruno Postado em 09/Jun/2014 às 11:54

    É o Igor Fuser, o piadista do século.

  3. Pereira Postado em 09/Jun/2014 às 12:10

    Óhhhh que meda !!!! olha o medo da "causa" neomarxista sofrer novos atrasos !!!

  4. Leandro Postado em 09/Jun/2014 às 12:17

    Matheus, Rodrigo e Bruno.... Se acham que o Igor foi piadista, terrorista ou sei lá o que for, esperem pra ver! PSDB e DEM significa retrocesso! Significa chibata nas costas do pobre! Basta ler alguns dizeres de alguns candidatos das siglas " Professor que faz greve tem que apanhar - José Serra " " Aposentados são um bando de vagabundos - FHC" . Sem contar o que o cheirador amigo dos Parrelas fez com a saúde e a educação em minas! Mas deixa eu me corrigir : Vocês não irão esperar para ver, pois isso não vai acontecer! A direita vai acabar assim : Esmagada e decadente!

    • Matheus B. Postado em 09/Jun/2014 às 18:47

      Leandro, chibata nas costas de pobre é inflação. O que o PT tinha de bom para fazer, já fez. Seu projeto está esgotado, tá na hora de ir para a oposição um pouco, se reciclar, renovar o discurso, repensar suas propostas. Um dia pode voltar, não tem problema.

      • Valter Augusto Postado em 10/Jun/2014 às 22:18

        Concordo contigo,moço!Porém quero,já que temos de ter um governo!-um partido mais à esquerda no poder.Tem algum com cacife suficiente(por favor,não cite o PSTU nem o PSOL!)?

    • Helena/S.André SP Postado em 09/Jun/2014 às 23:38

      Concordo com vc, Leandro. Acho que alguns aqui não sabem o que aconteceu na era FHC ou então eram novos na época. Eu que tive o desprazer de sentir na pele o que foi o governo FHC, não quero nem por sonho, que essa direita retorne ao poder.

    • Carlos Prado Postado em 10/Jun/2014 às 15:53

      Se os esquerdistas do PSDB como o FHC são a nossa direita isto mostra porque estamos tão maus. Se eles são o que conhecemos por direita temos todos os motivos para temermos a direita.

  5. Thiago Teixeira Postado em 09/Jun/2014 às 12:25

    Uma politica externa tipo: "Abaixe as calças e concorde com os americanos", quis dizer... Perda de mercado na China, África, Indonésia, Índia e fim do BRICS. Viralatismo e desemprego a longo prazo.

  6. poliana Postado em 10/Jun/2014 às 08:52

    não se preocupem amigos. o psdb é quase cachorro morto! n há candidato capaz de tirar dilma e o pt do poder...dilma já está reeleita, e com certeza, em 2018, lula voltará, pra desespero dos coxinhas!!! em outubro venceremos mais uma batalha!!!!

  7. Eliana Postado em 10/Jun/2014 às 16:44

    Nossa... quanta afirmação cheia de certezas...!

  8. Jão Da Silva Postado em 10/Jun/2014 às 17:24

    O autor tem razão. O PSDB no poder no Basil seria uma tragédia para a humanidade. Não existe "neomarxismo". Existe marxismo, que é a ciência do proletariado, e a maneira mais correta e científica de entender a História, ou seja, sob a ótica das relações de produção; o PT nunca foi, nem será, marxista. Parem de viajar na fofoca política do pragmatismo e estudem um pouco. Ps: Parabéns ao autor do "artigo"(ainda que raso à sua maneira), pelo enfoque em geopolítica. A julgar pela natureza de alguns comentários, é um conceito desconhecido para muitos aqui. Ps2(para o autor): O termo "ministério de colônias" não é de Fidel Castro, e sim de Raúl Roa.

  9. Jão Da Silva Postado em 10/Jun/2014 às 17:28

    Helena, também senti na pele a dureza da era FHC. Com certeza ninguém aqui imagina o que é querer e precisar trabalhar e não encontrar emprego. A Folha publicava matérias dando dicas de como pedir dinheiro emprestado à família e amigos. Se é isso que querem pro Brasil, votem no PSDB. Em 3 anos talvez já não tenham tanto tempo livre pra escrever besteiras aqui, já que tudo vai ficar pior e mais caro(inclusive a internet, cujo alto preço e má qualidade é cortesia da privataria tucana).

  10. marcelo Postado em 10/Jun/2014 às 18:37

    Quanta falácia!!! É lógico que o PSDB vai imitar boa parte das políticas assistencialistas do PT, pois devem ter percebido que isso rendeu 12 anos de mandato. O que aconteceu, o PT está querendo ganhar a todo custo, nem que seja utilizando textos apelativos como este?

    • marcelo Postado em 10/Jun/2014 às 18:38

      Não que o PSDB mereça ganhar também...

  11. Bruno Postado em 10/Jun/2014 às 18:49

    Cara, não sei onde essas pessoas estudam essas bandalheiras que são ditas aqui. Pessoas sem profundidade que só escutam notícias de uma única fonte. Vamos falar de verbas de publicidade no ano de copa. Uma única empresa de mídia simplesmente monopolizou todas as cotas de mídia dos grandes, pequenos e médios anunciantes, deixou só a quirela para os demais coitados. É uma negociação onde esse cliente anunciante é quase refém de cotas de patrocínio, tudo é claro com os 20% do BV (bônus sobre valor, propina legalizada) garantidos para esse gigante de mídia, praticamente só eles lucraram com a copa e ainda falam mal só pra sair bonitinho na foto. O Brasil é sim o país das oportunidades, apesar de muitos quererem dizer que não. Estamos a passos largos para alcançar excelência na produção de frutas, é só um exemplo... Países como Inglaterra com grande exigência de legislação, já compram frutas processadas em pequenos interiores (Mogi por exemplo), sem falar do Nordeste brasileiro que exporta frutas que nem mesmo sabemos aqui na civilização, com excelência tecnológica, onde até os profissionais que colhem frutas, falam inglês, grandes fazendas, grandes cases...O Brasil tem excelência na produção de vinho, calçados, grãos, tecnologia (Pernambuco é um grande polo tecnológico), e por aí vai....Muitas outras culturas estão chegando aqui para oferecer seus produtos, pois apesar da grande burocracia, infra-estrutura ruim, e um mercado muito peculiar, pergunta para o gestor do Wall Mart da vida o que ele acha do Brasil ? Eu conheço mais de 1 dúzia de fabricante de equipamentos brasileiros que tem operações na China para viabilizar seus preços em todo o mundo.. Visitem feiras de negócios no Brasil e encontrem ilhas da China, Turquia, Itália, Espanha, Americanos, Corea, India, todos de olho nesse país que os brasileiros em geral insistem em denegrir e serem os piores garotos propaganda do seu próprio país, coisa que só vemos aqui. Quem aqui já viu americano falando mal das cadeias de lá, espanhóis falando mal do desemprego deles, italianos, franceses e ingleses xingando seus presidentes ? Só burro fala mal do próprio produto.....Beijinho no ombro pro recalque.

    • Helena/S.André SP Postado em 11/Jun/2014 às 00:53

      É isso aí, Bruno. Gostei.

  12. Valter Augusto Postado em 10/Jun/2014 às 22:32

    Na boa,Rodrigão,já que vc vem aqui expor sua opinião,que eu respeito,digo,de passagem,vou dizer o que penso pra vc:NÃO PRECISAMOS DE ESTADO!E nem de propriedade privada,classes sociais,mercado,fronteiras e o caralho!Isso tudo pra mim é FETICHE.Existem pessoas por trás de tudo o que nós consumimos-em excesso,muitas vezes!-e disso nós,desgraçadamente,nos esquecemos.Sou de esquerda-um anarquista sem deus-e contra ditaduras e retrições à liberdade.Por isso,somos "vaiados" à esquerda e à direita:somos utópicos,baderneiros,terroristas,românticos etc.Mas fomos nós,historicamente,que fizemos a greve geral-vitoriosa!-de 1917 no Brasil.Sabemos ser pragmáticos também.Saudações e até.

  13. Danilo Henrique Postado em 11/Jun/2014 às 10:17

    Igor, já tomou o seu gardenal hoje? Uma reflexão tão distante da realidade objetiva só pode ser dada por alguém de ma fé ou esquizofrênico

  14. ingrid Postado em 11/Jun/2014 às 12:01

    esse site é igual a globo, só que defende uma lado contrario. Eu leio sempre varias fontes por que não costumo definir minhas opiniões por um lado e sim pelo que me parece certo, mas esse site ta passando dos limites, seja quando fala do racismo, das eleições, da copa e sei la mais o que. Galera vocês podem fazer a diferença defendendo o lado de vocês de forma justa e inteligente, só faltou nesse texto o cara relatar como foi a viagem dele no tempo. Pensem.