Redação Pragmatismo
Compartilhar
Justiça 11/Jun/2014 às 16:58
33
Comentários

Barbosa expulsa advogado de Genoino do plenário do STF

Às vésperas de deixar a presidência do STF, Joaquim Barbosa cometeu a mais grave de suas arbitrariedades: mandou seguranças expulsarem um advogado do plenário no livre exercício de suas funções

joaquim barbosa genoino
Joaquim Barbosa expulsa pela primeira vez na história um advogado do plenário do STF (Divulgação)

Nunca na história do Supremo Tribunal Federal um advogado foi expulso da Corte no exercício de suas funções. Ao final da gestão do ministro Joaquim Barbosa, porém, o gesto ocorreu pela primeira vez.

Às vésperas de se aposentar do cargo de presidente do STF, Barbosa teve um acesso de fúria nesta quarta-feira 11 e expulsou do tribunal o advogado Luiz Fernando Pacheco, que defende o ex-deputado José Genoino, no livre exercício de suas funções.

Veja também: Joaquim Barbosa se irrita com declarações de FHC

Pacheco argumentava, da tribuna do STF, que as execuções penais têm prioridade sobre outros casos, criticando assim a conduta de JB, que mandou Genoino de volta para a penitenciária da Papuda, em Brasília, sem atender a pedido da defesa, que defende que o condenado na Ação Penal 470 cumpra prisão domiciliar.

De acordo com o advogado, “manter o apenado na penitenciária representa um risco excessivo à sua vida, tendo em vista o seu quadro clínico, o comprovado malefício que o ambiente carcerário impõe à sua saúde e as precárias condições de atendimento médico já existentes” (leia mais aqui).

“Honre esta casa, ministro”, disparou Pacheco. Barbosa, então, no mais alto descontrole, atacou de volta, pedindo a expulsão do advogado: “Chamem os seguranças”. Se o ministro queria deixar mais uma marca em seu polêmico mandato, acaba de registrar o maior gesto de falta de respeito da história do Judiciário.

O pedido da defesa de Genoino tem o respaldo da Procuradoria Geral da República. Há uma semana, Rodrigo Janot, chefe da PGR, enviou parecer ao STF pedindo para que o petista voltasse à prisão domiciliar.

Assista ao vídeo:

informações de Uol e 247

Recomendados para você

Comentários

  1. Eduardo Oliveira Postado em 11/Jun/2014 às 17:24

    Prepotente arrogante, não tem um pingo de moral democrática nem jurídica, que se afaste para sempre do STF. Vá advogar para banqueiros e marajás em Miami. Joaquim Barbosa não faz falta, canalha ditador...

    • Helena/S.André SP Postado em 11/Jun/2014 às 21:04

      É isso aí, Eduardo. Fora Barbosa. E cuidado pra não morder a lingua pois corres o risco de morrer vítima do próprio veneno.

    • Angelica Postado em 11/Jun/2014 às 21:31

      perfeito!

    • Francisco Postado em 12/Jun/2014 às 11:21

      Ô mo quiridu, o causídico tava no maior trago, não tás sabendo não? Biritum total.

  2. mauricio augusto martins Postado em 11/Jun/2014 às 17:29

    Pela Nossa Constituição isto poderá ser Resolvido através de um Pedido de Impeachment e apurações no Senado Federal, portanto por REPRESENTANTES do POVO via voto direto, mas se o POVO votou em porcarias e Bundas-Moles o POVO também é responsável e conivente com esta malditadura de um "boneco" midiático só, portanto resta prestar mais atenção, pois a Escola não ensina isto, muito menos a mídia...maumau

  3. helena Postado em 11/Jun/2014 às 17:40

    Já foi tarde. Espero que não volte nunca mais sob nenhum pretexto ou cargo político.

  4. Higor Franco Ribeiro Postado em 11/Jun/2014 às 17:52

    O advogado descontrolou. Querendo ou não, ele está numa corte e independente do juiz ele tem que respeitar quando uma ordem lhe é dada. O Joaquim dirigiu 3 vezes a palavra a ele antes de cortar o microfone. Me desculpem mas o advogado q é ruim e não soube usar o púlpito para de forma correta articular o que estava "rogando" a corte.

  5. Marcio Postado em 11/Jun/2014 às 17:59

    O sujeito que escreveu essa matéria deveria ter um pingo de decência. Potencializar um acontecimento com termos como "Nunca na história do Supremo Tribunal Federal um advogado foi expulso" ou "Barbosa teve um acesso de fúria" (que fúria? ele nem levantou a voz) entre outros só demonstra o porquê este site é visto como amador/político/partidário. O sujeito entrou com um assunto no qual o sessão não estava pautado, e tentou forçar o debate; nos RI da STF isso é passível de expulsão. Por que isso não foi dito? Certíssimo Joaquim. E você, semi-jornalista, "vá chafurdar no lixo".

  6. Abreu Postado em 11/Jun/2014 às 18:00

    Esse cara nem é advogado de verdade... Não que eu seja dos mais favoráveis ao Joaquim, mas o cara estava aos berros em Corte Suprema, se ao menos houvesse concedido a palavra ao presidente e desse seu devido direito à exceção, tenho absoluta certeza que o final seria diferente, ou seja, o advogado tava pedindo pra ser expulso mesmo.

  7. Rodrigo Postado em 11/Jun/2014 às 18:24

    Quem decide é o presidente, ele queria tomar a posição do presidente, Joaquim pediu para ele parar, cortou o microfone, e ainda foi ameaçado, esperava o que? Se ele quer escolher pauta vire presidente do STF, o que é muito fácil, depois de Barbosa o PT jamais irá colocar outro juiz honesto no cargo.

  8. Alisson Postado em 11/Jun/2014 às 18:42

    Um advogado calado, triste isso. Existem outros juízes em instancias inferiores com a mesma atitude.

  9. João Aragão Postado em 11/Jun/2014 às 18:51

    Como os comentários são livres gostaria de dizer que não foi o Joaquim Barbosa quem julgou essa corja de ladrões,foram vários ministros que votaram para a sentença,ele é culpado por seguir a nossa complicada e protecionista legislação ? Muitos ali não deveriam estar na cadeia,mas na cadeira elétrica pelos danos causados a um povo sofrido e pacífico. É isso.

  10. Deisi Postado em 11/Jun/2014 às 18:54

    Lamentável o sempre insano e desequilibrado desse ser, se quer conhecer profundamente uma pessoa de poder a ela, esse senhor vem demostrando o tamanho de sua arrogância, felizmente está por pouco, normal a atitude do J.B, ele não pode ficar uma semana sem aparecer e demonstrar toda sua falta de educação, fugiu da raia, vai para Miami, espero que não volte nunca mais. Meu filho é advogado e sempre reclama da falta da representatividade da OAB, em relação aos advogados, isso é um absurdo!

  11. Rodrigo Postado em 11/Jun/2014 às 19:08

    (Outro Rodrigo) Muitas vezes concordo com votos e posturas do Min. Barbosa, ainda sempre sabendo reconhecer o inegável conhecimento jurídico do mesmo e tamanho sucesso quanto à sua história de vida, da origem ao posto alcançado (que haveria de ser tomada por exemplo, ao que tantos preferem dar-se ao ócio ou a criticar o esforço alheio, buscando nivelamento por baixo). Outras tantas, com todo o respeito e devida vênia, eu preciso discordar, a exemplo da revogação do direito ao trabalho externo aos condenados ao regime semiaberto, e do presente caso. Inicialmente, não há qualquer relação de hierarquia entre Advogados, Juízes, Promotores, Defensores e demais operadores do Direito, ao revés sendo o caso de respeito mútuo e urbanidade, devendo ser aqui levado em conta o direito constitucional de petição e as prerrogativas profissionais asseguradas na Lei n. 8.906/94, em seu art. 7º, incisos VII a XIII (v.g., "permanecer sentado ou em pé e retirar-se de quaisquer locais indicados no inciso anterior, independentemente de licença"; "dirigir-se diretamente aos magistrados nas salas e gabinetes de trabalho, independentemente de horário previamente marcado ou outra condição, observando-se a ordem de chegada"; "reclamar, verbalmente ou por escrito, perante qualquer juízo, tribunal ou autoridade, contra a inobservância de preceito de lei, regulamento ou regimento"; "falar, sentado ou em pé, em juízo, tribunal ou órgão de deliberação coletiva da Administração Pública ou do Poder Legislativo;a fala sendo uma prerrogativa do Advogado"). Como disse o colega advogado, questões relativas a execução penal têm precedência/preferência na tramitação, sobre as demais, de modo a ser necessária a intervenção havida, que não ultrapassou qualquer limite de respeito (mas jamais hierarquia), apenas reclamando a observância da lei e do regimento interno, no sentido de a pauta observar a preferência legal e regimental; por mais que eu discorde do pedido, especialmente face à conclusão da junta médica da Câmara dos Deputados (que negou aposentadoria por invalidez a Genoíno), há o direito à análise do requerimento e sucessiva decisão judicial, a fim de que possa seguir promovendo a defesa de seu cliente nos parâmetros que entender melhor aos interesses dele. Assim, aos críticos, positivos e negativos, ao advogado em questão e ao Min. Barbosa, menos hipérbole e frases de efeito e mais atenção à razão (novamente, lei e regimento interno).

    • Ello Oliveira Postado em 12/Jun/2014 às 14:10

      Falou tudo Rodrigo. Seja contra ou a favor de Barbosa, mensaleiros ou quem quer que seja, temos que atentar para a razão desses fatos.

  12. Esdras Pereira Alves Neto Postado em 11/Jun/2014 às 19:52

    Esse Joaquim Barbosa não é só um arrogante e prepotente ministro e sim também um esquizofrênico paranoico sem precedentes.

  13. Célio Postado em 11/Jun/2014 às 21:33

    Ah, na moral, falta informação pra dizer que ele tá errado. Alguém manjador de direito pode dizer se foi arbitrário mesmo ou se o advogado pode ter infringido alguma norma ou algo assim?

  14. Elias Postado em 11/Jun/2014 às 21:43

    Barbosa está correto, está julgando criminosos, advogado está parasitando criminosos e ainda faltou com respeito com ele, Esses petistas tem sorte de não estarem na China.

  15. Weaver Postado em 11/Jun/2014 às 21:50

    É impressão ou daqui a pouco vocês estarão apoiando a inocência do Genoíno? Advogado de vergonha não defende ladrões e vocês ainda apoiam esse ser que defende esse velhaco...possivelmente foram vocês que "ajudaram" o Genoíno depositando na sua conta

  16. Weaver Postado em 11/Jun/2014 às 22:00

    Genoíno era pra beber água do mictório do presidio!

  17. Cassiano Postado em 11/Jun/2014 às 23:08

    O advogado estava visivelmente bêbado e levantou a voz sim! Parrem de viajar na maionese.. O juiz não agiu nada além de seu dever.

  18. Fagner Postado em 11/Jun/2014 às 23:24

    Hei hei hei, Joaquim é nosso rei! Hei hei hei, Joaquim é nosso rei! Hei hei hei, Joaquim é nosso rei! Hei hei hei, Joaquim é nosso rei! Hei hei hei, Joaquim é nosso rei!

  19. Dinio Postado em 12/Jun/2014 às 00:42

    Pensei em comentar, mas seria redundante. A OAB já o fez! NOTA DE REPÚDIO A diretoria do Conselho Federal da OAB repudia de forma veemente a atitude do presidente do STF, ministro Joaquim Barbosa, que expulsou da tribuna do tribunal e pôs para fora da sessão mediante coação por segurança o advogado Luiz Fernando Pacheco, que apresentava uma questão de ordem, no limite da sua atuação profissional, nos termos da Lei 8.906. O advogado é inviolável no exercício da profissão. O presidente do STF, que jurou cumprir a Carta Federal, traiu seu compromisso ao desrespeitar o advogado na tribuna da Suprema Corte. Sequer a ditadura militar chegou tão longe no que se refere ao exercício da advocacia. A OAB Nacional estudará as diversas formas de obter a reparação por essa agressão ao Estado de Direito e ao livre exercício profissional. O presidente do STF não é intocável e deve dar as devidas explicações à advocacia brasileira. Diretoria do Conselho Federal da OAB Brasília, 11 de junho de 2014

    • Elias Postado em 12/Jun/2014 às 01:07

      Advogado criminal não é BOSTA NENHUMA, são parasitas de bandidos isso sim, gente séria JAMAIS SE TORNA UM ADVOGADO criminal, ainda mais nessa esfera de poder, ganham muito dinheiro do crime, dinheiro sujo de sangue, por sinal o dinheiro dos advogados não deveria ser ilícito, apenas comprovado, mas obviamente que a nobre OAB não aceita essa postura pois perderia muitos membros, defensor de bandido e bandidos em geral se merecem.

  20. Rodrigo Postado em 12/Jun/2014 às 08:15

    Advogado bêbado, levanta a voz, desrespeita o STF, e ainda quando é retirado longe dos microfone diz segundo o depoimento dos seguranças e presentes, que se tivesse uma arma, usaria nele (Joaquim) É esse advogado que vocês estão defendendo? deveria ter sido é preso! Va fazer o que ele fez em uma país decente!

  21. Flávio Loureiro Postado em 17/Jun/2014 às 01:41

    Os dois estavam errados.

  22. camila Postado em 21/Jun/2014 às 11:39

    viva la ditadura, ops.. quer dizer....

  23. Valter Postado em 11/Jun/2014 às 17:49

    Caro colega Naro Solbo assistiu outro vídeo, onde que o advogado foi desrespeitoso? Quando diante de fatos amparados pela lei, corte o áudio e chame os seguranças pra remover quem me incomoda. Isto sim é ditadura!

  24. Silney Costae Silva Postado em 11/Jun/2014 às 17:50

    Você não deve ter visto o mesmo vídeo!

  25. luiz mattos Postado em 11/Jun/2014 às 20:03

    Tucano.Volta prá granja!

  26. luiz mattos Postado em 11/Jun/2014 às 20:04

    Tá maluco,deu gogo na granja.

  27. ricardo Postado em 11/Jun/2014 às 22:10

    Exatamente....

  28. Maria Auxiliadora Postado em 14/Jun/2014 às 21:47

    Bom, com base na sua fala acima, a publicação é tendenciosa. Então amigo, para que perder seu precioso tempo lendo???