Redação Pragmatismo
Compartilhar
Europa 11/Jun/2014 às 15:44
14
Comentários

Bairro rico de Londres instala dispositivo "antimendigo"

Dispositivo "antimendigo" instalado em bairro rico de Londres causa revolta nas redes sociais. Pequenos espetos de metal foram colocados na fachada de um conjunto de flats para impedir que moradores de rua e pedintes permaneçam no local

dispositivo contra mendigos

A instalação de dispositivos “antimendigos” em prédios de alto padrão no centro de Londres tem despertado uma série de protestos nas redes sociais. Esse tipo de alteração arquitetônica posta em prática para afastar moradores de rua e pedintes de certos locais da cidade é questionado pelos internautas, que classificam os dispositivos de “monstruosidade” e “absurdo”.

Veja também: Bradesco ocupa calçada com pedras pontiagudas para evitar mendigos

A polêmica começou depois que uma foto flagrou os pequenos espetos pontiagudos embutidos na fachada de um conjunto de flats, instalados para espantar mendigos e impedi-los de dormir no local. Compartilhada à exaustão na web, a foto viralizou e instigou o debate das medidas “antimendigos”. Os mais críticos afirmam que estão tratando os desabrigados “como pombos”, comparando os dispositivos instalados aos utilizados para afastar as aves.

“Tinha uma pessoa sem-teto dormindo aqui cerca de um mês e meio atrás. Aí, há umas duas semanas, eles instalaram esses objetos. Acho que é para espantá-los”, disse ao jornal britânico The Telegraph uma mulher que vive no conjunto de flats.

Sob a hashtag “#AntiHomelessSpikes” (“espetos antimendigos”), usuários do Twitter começaram a compartilhar fotos de outros locais da cidade em que esse tipo de dispositivo pode ser encontrado. Segundo instituições de caridade que atuam na área, a prática não é nova; pelo contrário, vem sendo usada há décadas para afugentar moradores de rua.

dispositivo anti mendigo

No vídeo abaixo, é possível ver uma investigação feita em 2003 por uma produtora francesa sobre “arquitetura antimendigo” na capital Paris. Aqueles que resistem são chamados de faquires, em referência ao termo do islamismo que diz respeito a pessoas pobres que peregrinavam por diferentes povoados praticando exercícios de resistência à dor, como deitar-se numa cama de pregos.

“É um escândalo que qualquer pessoa tenha que dormir na rua no Reino Unido em pleno século XXI. Mesmo assim, nos últimos três anos o número de moradores de rua subiu fortemente no país inteiro, chegando a impressionantes 75% em Londres. Por trás desses números, há pessoas reais lutando contra a falta de moradia e cortes em benefícios sociais que os ajudariam a reconstruir suas vidas”, assinalou Katharine Sacks-Jones, chefe da Crisis, ONG britânica que cuida de moradores de rua no país.

Opera Mundi

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook

Recomendados para você

Comentários

  1. Beto Postado em 12/Jun/2014 às 00:02

    Pfffff esses europeus são atrasados, aqui no BR já tem isso faz tempo

    • Selton Postado em 13/Jun/2014 às 13:40

      Uma das agências do banco Bradesco fez a mesma coisa.

      • Beto Postado em 16/Jun/2014 às 13:45

        Bá, aqui em PoA e cidades dos arredores os bancos são só "canos" para ser impossível se deitar, o chão sob viadutos são feitos de pedras em oblíquo, ou fechadas e nos túneis as laterias ficam em desnível tmb... Esses são exemplos que lembro, mas existem outros "anti" moradores de rua por ai

  2. Eduardo Benatti Postado em 14/Jun/2014 às 14:47

    Imagine você que um mendigo resolve se instalar na frente da sua casa. Pede dinheiro pra você e todos que passem por ele. Pare um carro perto dele, e ele vai pedir pra "cuidar" do seu carro. E, claro, ele vai beber. E se passar o tempo e ele ver que aquilo é um ponto seguro, mais mendigos vão aparecer pra se instalar por ali.

    • Thiago Teixeira Postado em 14/Jun/2014 às 16:35

      Sensacional o raciocínio, digno dos conterrâneos de seu sobrenome. A mesma tática é utilizada para cachorros de rua. Parabéns.

      • Irres Ponsável Postado em 16/Jun/2014 às 16:38

        Parabéns pelo comentário. Cachorros de rua também enchem o saco.....

      • Eduardo Benatti Postado em 16/Jun/2014 às 16:58

        Entre ter um cachorro de rua que resolva ficar por perto da minha casa, e ter um mendigo se alojando perto de casa, eu prefiro o cachorro. E se não fosse arisco, eu até acolhia ele. Agora vai você encaminhar um mendigo para os programas sócio-assistenciais. Não dá três dias ele volta pro ponto pra continuar pedindo dinheiro, bebendo e transformando a calçada num banheiro.

    • Mauro Postado em 17/Jun/2014 às 10:12

      O Problema é que o poder público pode, e deveria fazer algo melhor que isso. E os banqueiros , com a acumulação de capital , contribuem com a situação e não fazem nada para melhorar a situação. Tem certeza que você é cristão?

  3. Leonardo Lemes Postado em 17/Jun/2014 às 09:21

    Credo... tem cada comentário por aqui digno de desprezo. Quem sabe exterminamos os mendigos já que, pelo visto, não há solução para o problema...

    • Marcello Souza Postado em 17/Jun/2014 às 14:43

      Bem isso, Leonardo. Só está faltando o pessoal aqui organizar um grande grupo para por fogo e exterminar todos os mendigos, sem teto, meninos de rua e afins. Pessoa. Vamos pensar melhor antes de falar. Esse tipo de ação, independente do lugar do mundo onde ela seja tomada,é um absurdo sem tamanho. Vamos tentar educar, auxiliar e apoiar as pessoas, e não simplesmente afastar o problema.

  4. jailson batista Postado em 17/Jun/2014 às 10:39

    Enquanto lá a grande maioria é contra ,aqui muitos destila seus veneno,vejam senhores contra bolsa família, cotas,prouni e outros beneficios.

  5. jailson batista Postado em 17/Jun/2014 às 10:40

    Acadei de lembrar, gostam de uma renuncia fiscal e sonegar impostos.

  6. Beto Postado em 18/Jun/2014 às 12:52

    O problema é que em abrigo tu não pode levar bebida nem se drogar... Tenho pena da vida que levam esses homens e mulheres, mas cá entre nós, a culpa é muito mais deles que do resto da sociedade.. meu ponto de vista é claro

  7. Irres Ponsável Postado em 20/Jun/2014 às 08:29

    Alguém poderia me indicar algum profissional para a instalação deste dispositivo?