Redação Pragmatismo
Compartilhar
Polícia Militar 27/Jun/2014 às 16:38
79
Comentários

Atriz é assassinada pela polícia um dia após seu aniversário

Atriz e produtora cultural, Luana Barbosa, 24 anos, completou aniversário ontem e morreu hoje após ser baleada por um policial militar

luana-barbosa

A atriz e produtora cultural Luana Carlana de Almeida Barbosa, de 24 anos, foi atingida por disparo de tiro no tórax ao passar por um bloqueio de trânsito realizado pela Polícia Militar em Presidente Prudente, na manhã desta sexta-feira (27). Ela era passageira de uma motocicleta que passava pela blitz. Luana completou aniversário ontem.

Segundo a PM, a vítima foi encaminhada ao pronto-socorro, depois de socorrida pela Unidade de Resgate do Corpo de Bombeiros, em estado grave. No entanto, ela não resistiu ao ferimento e morreu no hospital. O caso ocorreu por volta das 9h30.

Veja também: PM tortura estudante e o obriga a ficar nu

Em sua página em uma rede social, consta que Luana é atriz e produtora da Federação Prudentina de Teatro e Artes Integradas e do Circo e Teatro de Rua “Os Mamatchas”.

Em sua última postagem, na quinta-feira (26), ela agradecia as mensagens de aniversário e convidava a todos para dar-lhe os parabéns pessoalmente nesta sexta-feira (27) durante um espetáculo e a festa junina da federação. O evento foi cancelado.

De acordo com o amigo da vítima, Tiago Munhoz, a família está em choque com a notícia sobre a morte de Luana.

Investigação

A Polícia Militar informou que ainda vai apurar os detalhes do caso e que as circunstâncias do disparo serão melhores esclarecidas. A corporação confirmou que o disparo que atingiu a passageira da moto partiu de um dos policiais que participavam da operação.

A corporação também explicou que o policial que efetuou o disparo foi autuado em flagrante delito e conduzido ao presídio militar Romão Gomes, em São Paulo (SP). Além disso, um inquérito policial militar também foi instaurado para apurar detalhadamente todas as circunstâncias e os motivos que envolveram o disparo.

Na mesma nota, a PM enfatizou que a vítima foi “imediatamente socorrida”, mas “lamentavelmente veio a falecer”.

O capitão Carlos Olivetti informou que o policial que atirou na jovem é um cabo, com 23 anos de serviços prestados à PM. No entanto, a corporação se recusou a divulgar o nome do envolvido. Segundo Olivetti, o inquérito policial militar tem um prazo inicial de 40 dias, que pode ser prorrogado por mais 20 dias, se houver necessidade.

A Polícia Civil também investiga o caso.

(Fotos de Luana Barbosa retiradas de seu Facebook)

luana-barbosa1
luana-barbosa2

Saiba mais: O ranking mundial de medo à tortura policial

com informações de iFronteira

Recomendados para você

Comentários

  1. rogerio Postado em 27/Jun/2014 às 18:04

    A atriz e produtora cultural Luana Carlana de Almeida Barbosa, de 24 anos, foi atingida por disparo de tiro no tórax ao passar por um bloqueio de trânsito realizado pela Polícia Militar em Presidente Prudente, na manhã desta sexta-feira (27). Ela era passageira de uma motocicleta que passava pela blitz. A noticia está incompleta. Porque ela furou o bloqueio da PM?

    • patricia Postado em 27/Jun/2014 às 19:06

      Isso importa? Atira primeiro e pergunta depois?

    • César Postado em 27/Jun/2014 às 19:07

      Se ela era a passageira, logo não foi ela que furou o bloqueio, e sim quem estava pilotando a moto!

    • Monique Postado em 27/Jun/2014 às 19:09

      Como saber? Ela não pode mais responder a sua pergunta.

    • demytrius Postado em 27/Jun/2014 às 19:11

      No que isso muda alguma coisa? Ela era a passageira não a motorista, e mesmo que fosse a motorista justificaria levar bala? quem ela estava botando em perigo no momento?

    • Robson Postado em 27/Jun/2014 às 19:29

      Não importa o motivo de ela ter furado o bloqueio, fosse pelo que fosse, temos de parar de achar que a polícia pode atirar, bater em qualquer pessoa. Nada justifica a polícia atirar contra quem quer que seja, mesmo que a pessoa tenha furado o bloqueio. Eu poderia citar várias situações aqui que justificariam o furo ao bloqueio, mas nenhuma para justificar o tiro. Não estamos em guerra, não estamos mais na idade média, evolua sua mente!

      • Sonia Postado em 27/Jun/2014 às 19:56

        Perfeito seu comentário, Robson, concordo com você.

      • Yara Postado em 27/Jun/2014 às 21:23

        Perfeito, Robson!

      • carlos Postado em 27/Jun/2014 às 21:53

        Desculpe, mas estando numa moto não creio que haja motivo plausível para furar o bloqueio policial. Parece-me, porém, que a discussão não é essa, pois a própria corporação tomou as providências que o caso exigia: deteve o autor do disparo preventivamente e abriu um inquérito. O que não é aceitável é o artigo acusar a Polícia de assassinato e condenar o policial sem direito a julgamento. Fala-se tanto em direitos humanos por aqui, inclusive para criminosos confessos, e ao mesmo tempo ignora-se sumariamente que policiais também são seres humanos.

    • [email protected] Postado em 27/Jun/2014 às 19:54

      Estamos numa GUERILHA URBANA,meu DEUS que país é esse.......

    • Alicia Postado em 27/Jun/2014 às 20:27

      Eles ainda estao invetigando cara

    • Bebê Postado em 27/Jun/2014 às 20:29

      Eu também gostaria de saber porque o motoqueiro não parou no bloqueio da polícia ???? Com seu ato irresponsável ele (Motoqueiro) ajudou a dar causa na morte da Luana...

      • Edemar Motta Postado em 29/Dec/2014 às 19:52

        Quer dizer que náo parar em bloqueio dá julgamento sumário e pena capital. Policial assassino.

    • Renan Fernandes Postado em 27/Jun/2014 às 20:35

      Sempre um babaca acusando a vítima, sempre tem

    • eder Postado em 27/Jun/2014 às 20:42

      Vc está sugerindo que ela foi culpada por furar o bloqueio??????

    • Alexandre Lopes Postado em 27/Jun/2014 às 20:49

      Sinceramente, eu vejo uma pseudo-sagacidade insuportável nesse site . Pessoas como Rogério ,que se acham intelectualmente súteis , ficam enchendo o saco com essas filigranas , esses questionamentos irrelevantes . Existe um inquérito policial militar que irá averiguar TODAS as circunstâncias . Parece que existe uma vontade de contrariar que ultrapassa o limite do razoável e chega ao ridículo .

      • Edemar Motta Postado em 29/Dec/2014 às 19:56

        Com certeza esse inquérito chegará a conclusões conclusivas sobre a inocência do policial que atirou em um perigosíssimo furador de bloqueio. Por que o assassino náo usou um rádio pedindo a prisão do motociclista mais a frente.

    • Mauro Lima Postado em 27/Jun/2014 às 22:10

      Ah normal, só porque "ela" furou o bloqueio, mereceu levar um tiro e morrer né seu imbecil?

    • Renan Postado em 28/Jun/2014 às 01:38

      A postura do policial foi totalmente equivocada pois ao furar o bloqueio eles não colocaram a vida de ninguém em risco.

      • Maria Zenilda Postado em 29/Dec/2014 às 17:32

        Eu quero saber o nome da besta policial que fez o disparo. Ela era civil, pq o nome não foi divulgado, o nome do policuak?

    • Yara Postado em 28/Jun/2014 às 14:20

      Furar um bloqueio já autoriza a polícia a exterminar? Furou bloqueio pena a ser aplicada a morte. Isso é inadmissível.

    • Leandro Postado em 30/Jun/2014 às 16:58

      Vai ler o HQ do Telhada. Provavelmente um seguidor dos admiradores da ROTA. Querendo justificar o injustificável. Cuidado, um dia pode ser você a tomar um tiro desse resquício de ditadura.

    • arnaldo Postado em 03/Jul/2014 às 12:26

      Como assim, imbecil? Isso não justifica, além do que, ela não pilotava a moto? Sabe interpretar um texto não?

    • arnaldo Postado em 03/Jul/2014 às 12:26

      Como assim, imbecil? Isso não justifica, além do que, ela não pilotava a moto? Sabe interpretar um texto não?

    • Lairson Postado em 18/Jul/2014 às 13:34

      ONDE ESTÁ ESCRITO na matéria que "ela FUROU o bloqueio"? Ali está escrito — e bem escrito! — "... ao passar por um bloqueio de trânsito realizado pela Polícia Militar...". AO PASSAR, e não furar. Mas, passando ou furando, é comum, lá de onde você veio, atirar em quem passa (ou fura) bloqueios de trânsito? Percebe que já passou da hora de você evoluir?

    • Tales Postado em 29/Dec/2014 às 17:50

      Só uma pequena duvida, onde diz que ela furou o bloqueio? Eu realmente não encontrei o fragmento do texto que alega isso.

  2. antonio gonzaga Postado em 27/Jun/2014 às 18:52

    Os políticos brasileiros não tem a coragem de desmilitarizar essa polícia, acabando com a aberração do regime militar que a criou. Pelo menos, desmilitarizem os inquéritos em que haja vítimas de cidadãos, denominados de civis.Militares nesse país, são só os membros das forças armadas. A\polícia Militar são servidores públicos estaduais fardados.

    • Daniel Ribeiro Postado em 27/Jun/2014 às 21:25

      "Desmilitarizar", na sua concepção, significa "desarmar" a polícia?

      • Renan Postado em 28/Jun/2014 às 01:44

        Não foi isso que ele respondeu Daniel, inclusive nos EUA a polícia é desmilitarizada.

  3. Paulo Carvalho Postado em 27/Jun/2014 às 19:04

    Este policial será solto em breve, reincorporado a polícia e promovido. É assim que sempre acontece na prática.

  4. Guilherme Postado em 27/Jun/2014 às 19:06

    Mas não consegui entender, pq furou o bloqueio do polícia???

    • fsbraya Postado em 27/Jun/2014 às 19:16

      pede pro PM te dar um tiro e pergunta pra ela qnd chegar do outro lado...

  5. Paulo César Lima Postado em 27/Jun/2014 às 19:11

    Eu não este clima de festa , num país injusto e violento como nosso. A Luana foi mais uma vítima do incompetência do estado . Descansei em paz Luana. Que a Lua ilumine a sua passagem precoce para o plano dos anjos.

  6. Tamires Postado em 27/Jun/2014 às 19:14

    Não conseguiu entender porque a matéria não diz que ela furou o bloqueio, mas apenas que ela passava pela bitz.

    • rodrigo Postado em 28/Jun/2014 às 15:13

      furar um bloqueio policial dá pena de morte agora?

  7. Juno Bass Postado em 27/Jun/2014 às 19:41

    Qual explicação deu o condutor da motocicleta para desrespeitar o bloqueio? Não sabe que policial também tem é MEDO e que quem faz isso, seja certo, errado o ou o que queiram os posicionamentos político/ideológico diversos, é quase certo que seja alvejado?

    • Sérgio budrin lopes Postado em 08/Apr/2015 às 16:48

      isto, num país onde não se respeita o cidadão...

  8. Daniel Melo Postado em 27/Jun/2014 às 19:47

    Será mesmo que furou o bloqueio? Essa é a versão oficial e isso não quer dizer que é a verdadeira...

    • Tadeu Postado em 27/Jun/2014 às 20:05

      Bem lembrado!

    • carlos Postado em 27/Jun/2014 às 21:58

      Como também pode ser. Como nem eu, nem vc e nem o autor do artigo testemunhamos esse lastimável caso, só resta aguardar o resultado do inquérito.

      • Edemar Motta Postado em 29/Dec/2014 às 19:59

        Mais um assassino disfarçado de policial.

      • Edemar Motta Postado em 29/Dec/2014 às 19:59

        KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK ...

  9. Brandão Postado em 27/Jun/2014 às 20:02

    Apenas a legitima defesa e a ameaça iminente a vida de terceiros admite que um policial atire em alguém, fora isso é crime. Entender por que ela furou bloqueio ou parou no bloqueio ou espirrou no bloqueio e irrelevante.

    • Deisi Postado em 28/Jun/2014 às 09:25

      Perfeito Brandão, impossível de entender, são os comentários, justificando um policial despreparado, mesmo com vinte e três anos de corporação, atirar, matar uma jovem, que nem era motorista da moto. Muito triste, para família, policia é para defender, não matar por furar um bloqueio.

  10. Ana Paula Postado em 27/Jun/2014 às 20:22

    uma jovem morre assassinada pela polícia e a pergunta é: por ela furou o bloqueio?

    • Felipe P Postado em 30/Jun/2014 às 09:58

      Hahahaha. Boa.

  11. Janaína Postado em 27/Jun/2014 às 20:24

    a velha filosofia do "atira e depois pergunta"

  12. Jean Postado em 27/Jun/2014 às 20:31

    Mesmo se ela tenha furado o bloqueio, o policial está errado. Ele devia ter efetuado no máximo disparo em ponto não vital. Antes tivesse dado um tiro no pneu da moto do que no peito da pessoa.

  13. Rafael Postado em 27/Jun/2014 às 20:38

    A atriz e produtora cultural Luana Carlana de Almeida Barbosa, de 24 anos, foi atingida por disparo de tiro no tórax ao passar por um bloqueio de trânsito realizado pela Polícia Militar em Presidente Prudente, na manhã desta sexta-feira (27). ELA ERA PASSAGEIRA DE UMA MOTOCICLETA que passava pela blitz. Luana completou aniversário ontem.

  14. Tauana Barbosa Postado em 27/Jun/2014 às 21:05

    As vezes ela não estava confiante nos policiais e como vimos ela tinha razão

  15. Renato Inacio Postado em 27/Jun/2014 às 21:20

    O problema da violência no Brasil não só da policia, no Brasil em 2011 o índice de roubo (assaltos e furtos) foi de 572 por 100.000 habitantes, mais de 56000 mil assassinatos em 2012 (sõ entra nesta conta as pessoas que morreram instantaneamente. Num cenário assim, não existe policia perfeita. Ainda a pessoa não respeita a sinalização da policia... Dificulta muito..

  16. Ferdinando Postado em 27/Jun/2014 às 21:39

    Se ela era a passageira, e não a condutora da moto, não poderia ter sido ela a autora de um eventual "furo" do bloqueio. De todo modo, atirar em motociclistas que furam um bloqueio está longe de ser a conduta policial mais sensata, colocando em risco não somente a vida dos motociclistas, que muitas vezes tentam se evadir por documentação ou outros motivos menores, como de outras pessoas que nada tem a ver com a ocorrência.

  17. carlitos Postado em 27/Jun/2014 às 21:40

    Haters: espero que a morte de algum de vocês não seja noticiada, para não se tornarem vítimas dos mesmos comentários.

  18. Graziella Postado em 27/Jun/2014 às 22:35

    É preciso desmilitarizar e humanizar a polícia e a população desse país. Não há sentido atirar em alguém em uma situação dessa, furando bloqueio ou não. Duas pessoas que não representam risco nem ameaçam a vida dos policiais não podem ser alvejadas simplesmente porque passaram por um bloqueio policial (se isso de fato aconteceu). Que tipo de cidadão não percebe que há algo de muito desumano nessa atitude? Informem-se sobre a pessoa que foi assassinada pela inconsequência da polícia.

  19. Franco Postado em 27/Jun/2014 às 23:18

    O bloqueio foi furado, e como digo a polícia no Brasil praticamente vive em guerra civil ou seja tenham cuidado com o que façam, não estão na França onde se morre 1 policial por ano aqui são executados mais de 500 por ano e nada é feito pelo governo, infelizmente diante da realidade atual atirar primeiro em algumas localidades é questão de sobrevivência e inocentes podem morrer. Infelizmente ocorreu essa fatalidade.

    • poliana Postado em 28/Jun/2014 às 00:53

      fatalidade?! mais uma morte em vão, q virará apenas uma estatística, em q a "investigação" n dará em nada e a polícia continuará assassinando brutalmente os civis...e vc chama a morte dessa moça de "fatalidade"!? vítimas mesmo são os pobres policiais q morrem anualmente no país não é?! realmente, a culpa foi dela q "furou" o bloqueio! q bandida!! pobres policiais militares!!!!!

      • Franco Postado em 28/Jun/2014 às 01:09

        Vc não entendeu, é um conselho não haja de maneira inconsequente no Brasil diante de policiais pois atualmente o Brasil vive uma guerra civil com mais de 100.000 mortos anuais e quem enfrenta ela é a polícia apenas, a maquiagem civilizatória é uma ilusão que eles perderam, os civis não mas os policiais enxergam a realidade. Hoje no Brasil policias morrem aos montes e nada é feito, a realidade atual em países como China, Japão, USA seria combatida como terrorismo e pena de morte para proteger esses policiais para que situações como essa não ocorressem. Mas no Brasil políticos em geral e setores da esquerda defendem criminosos e não policiais talvez isso diga um pouco qual a natureza real do Brasil.

      • Renan Postado em 28/Jun/2014 às 02:04

        São cerca de 56 mil homicídios no Brasil Franco e não mais de 100 mil. As maiores vítimas são jovens envolvidos com alguma atividade criminal moradores de regiões pobres, e a maioria dos algozes possuem o mesmo perfil. Na realidade, para o dito cidadão de bem o trânsito representa perigo muito maior que homicídios. Não foi com torturar ou terrorismo que esses países resolveram o problema da violência, alias, os EUA é o país desenvolvido mais violento do mundo, e mesmo lá terrorismo policial é punido com severidade. Quando a polícia erra no quintal do vizinho os fascistinhas agem com indiferença, mas quando o erro ocorre em seu quintal?

      • Franco Postado em 28/Jun/2014 às 03:09

        50.000 são os números oficiais que passam longe dos reais acobertados, o policial deve ser preso sim, mas a polícia nos USA possui a população e a lei ao seu favor, bandidos morrem e cidadãos e policiais vivem em paz, aqui os bandidos tem a lei em seu favor e boa parcela da população indiferente, é o outra realidade.

    • Edemar Motta Postado em 29/Dec/2014 às 20:02

      Vai ver o policial ficou com medo de ser atropelado pela moto.

  20. poliana Postado em 28/Jun/2014 às 00:47

    e a polícia militar continua fazendo merda! é a única coisa q a corporação sabe fazer! quero ver até qdo essa truculência vai continuar! desmilitarização já! pelo amor de deus!essa classe deveria ter sido extinta desde a queda da ditadura!! inexpressiva, burra, truculenta, semi analfabeta e falida! são alguns dos adjetivos q definem essa corporação!!!

    • André Postado em 28/Jun/2014 às 21:47

      Moça, por favor, não defeque pelo teclado! Se com polícia, a coisa tà ruim, imagine sem! Se tu for agredida, assaltada, estuprada etc, a quem tu vai recorrer? Ao bandido? Pense antes de falar besteira.

  21. Roger Max Postado em 28/Jun/2014 às 11:18

    Não vejo o texto em nenhum momento dizer que ela furou o bloqueio, e sim que passava por ele. E "porque furou o bloqueio?" é o que esta se repetindo nos comentários, enfim... Que seja investigado e tomado as medidas necessárias.

  22. Rafael Deangelo Postado em 28/Jun/2014 às 12:00

    é... tem razão... a moça é que foi culpada... quem mandou ela ficar ali no meio do caminho da bala, justamente quando a bala estava passando.

    • Maurício Postado em 28/Jun/2014 às 16:41

      O que eu vejo alguns tentando dizer é o seguinte, se vc furar um bloqueio no Iraque vai levar tiro, o Brasil hoje para policiais é mais perigoso que o Iraque estatisticamente. Em uma realidade como essa agir de maneira imprudente pode gerar consequências indesejadas.

      • Edemar Motta Postado em 29/Dec/2014 às 20:13

        Qual o perigo para a sociedade, ou para os policiais da barreira, de uma moto ou um carro náo obedecerem ao comando de parada, por favor. É só passar um rádio e o ~criminoso~ será cercado.

  23. Eliana Postado em 28/Jun/2014 às 17:47

    Muitas conjecturas... O que vejo de concreto é que a moça foi baleada, morta e o policial tinha 23 (vinte e três) anos de corporação!!!

  24. André Postado em 28/Jun/2014 às 21:36

    Pq qdo morre policial, ninguém aqui fala nada? ?? Nessa semana, morreu aqui no RJ um policial, cujo carro levou mais de 30 tiros. Pq nenhum site esquerdista escreveu uma linha sobre isso??? Pq os intelectuais daqui não deram um pio? PM tb é ser humano, tem família, assim como vcs. Pensem nisso!

    • poliana Postado em 28/Jun/2014 às 22:44

      não mais do q eles matam! a quantidade de homicídios brutais q a classe provoca está muito além do número de policiais q são mortos!! ou vc acha q os pm's são pobres coitadinhos!!?? quer q eu chore pela trágica morte desse q vc mencionou? vai ver o carro dele levou mais de 30 tiros pq ele furou algum bloqueio!! a culpa foi dele!

      • André Postado em 28/Jun/2014 às 22:54

        Em todo ramo sempre existirão maus profissionais. Erro médico tb pode resultar em morte, e por isso a classe médica não presta? Não se pode julgar o todo pela parte. Vc gostaria que alguém metesse o pau na sua profissão, sem conhecer suas condições de trabalho?

      • André Postado em 28/Jun/2014 às 22:57

        Tu não é obrigada a chorar pelo PM q morreu, mas pq vcs aqui choram qdo morre bandido???

      • poliana Postado em 29/Jun/2014 às 16:50

        más condições de trabalho muitas profissões tem! isso n justifica os abusos e a violência brutal q a pm usa no exercício de sua função, diária e historicamente!!a polícia militar age como se fosse a grande autoridade do país, como se fosse a dona do poder!! o ranço da ditadura militar ela n perde nunca!!!! n compare um erro médico com a violência da polícia militar no brasil! são duas realidades diametralmente opostas! a grande maioria dos policiais militares desse país é corrupta, racista, violenta, propineira, autoritária, truculenta e semi analfabeta!! n justifica as atitudes dessa classe!!! n merecem qq empatia por parte do estado e da população!

      • poliana Postado em 29/Jun/2014 às 16:54

        e por acaso essa atriz era bandida!!!?? vc acha certo a polícia ter alvejado e assassinado a mesma pq ela estava numa moto e "furou" o bloqueio policial?! vc acha essa atitude da corporação correta?! agora imagine se ela fosse negra e da periferia!!! imagine a realidade brasil a fora!! e vc quer alguma empatia e solidariedade a sua classe? a polícia militar n presta! é uma instituição arcaica, falida e absurdamente corrupta! desmilitarização já!

  25. Angela Postado em 29/Jun/2014 às 00:51

    Acontece que políticos oferece segurança, educação e moradia digna, más não se aplica a políticos. Quem tem educação não rouba a merenda escolar o medico da periferia a verba da casa própria gente se acabar com o que eles promete já imaginou ninguém vai precisar de políticos vai ser lindo andar na rua com uma população educada e todos com moradia e escolas eficiente e saúde apropriada para todos. Vamos cobrar e não votar....

  26. Deisi Postado em 29/Jun/2014 às 18:26

    Sempre tive a ideia que policia era para proteger, moro em prudente, confesso tenho medo da policia, numa ocasião de um jogo de futebol, houve um tumulto, policiais da cavalaria, atiraram em dois jovens envolvidos numa briga. por sorte não morreram, em outro jogo na cidade, tinha um cordão de policial na saída, ouvi um comentário entre dois deles, qualquer tumulto, estamos preparados para liquidar dezenas, realmente no meio existe muitos policiais despreparados, hoje está mais difícil, ser liberado no exame psicológico, meu sobrinho passou em todas as fases. Foi reprovado, por ter perfil violento e extinto suicida, menos mal, porque ele iria matar muita gente, ou deixar os filhos sem pai.

  27. Eduardo Postado em 30/Jun/2014 às 00:29

    24 anos, vinte e quatro anos, será que o policial que atirou realmente sabia o que estava fazendo.... Deus tenha compaixão da alma dos dois......

  28. arnaldo Postado em 03/Jul/2014 às 12:38

    Uma noticia como esta, acaba com meu dia!!! Fico muito mais triste, quando morre um artista, que são como lanternas que nos guiam por este vasto caminho de ignorâncias que é a vida!!! Triste demais!!! Parem!!!

  29. Sergio Dinis Postado em 03/Jul/2014 às 19:56

    Quem levou -a a morte foi o irresponsavel que pilotava a moto..que no caso nem teve seu nome e motivo mencionado...Deveria ser tambem autuado pela autoria..uma vez que assumiu o risco. Ou fura-se bloqueiios e esta tudo certo ? Muitos destes que furam , as vezes o fazem ainda disparando tiros em direcao aos policiais. Falam de policia despreparada ? S e fosse nos EUA..com certeza todos teriam atirado e nao so um.Lamento pela vitima e familia,pois nao foi ela que provocou o fato..na real quem desencadeou foi o piloto da moto..ou nao ?

  30. Alessandro Postado em 29/Dec/2014 às 17:14

    Vendo alguns comentários aqui, ficam para mim algumas perguntas: 1) Um sujeito com 23 anos de serviço comete um erro crasso destes, coisa de quem não tem o menor preparo. É de se avaliar como é feita a seleção/ avaliação regulares destes profissionais. 2) A reportagem fala que a atriz estava em uma moto que passava pela blitz. Tem gente que confunde os verbos "passar" e "furar", "fugir". Precisam estudar um pouco mais. 3) Não vi ninguém aqui "chorando" a morte de um bandido. Vi a reportagem dizer que em condições a serem devidamente apuradas, uma atriz foi morta por uma ação de um policial. Também não vi ou li na reportagem ataques à ação da PM, mas apenas que os fatos serão devidamente apurados. 4) A eterna e maniqueísta luta sem sentido de "bem x mal" ou "mocinho x bandido" apenas para ver quem "grita" mais alto aqui. E que não ajuda em nada. É preciso repensar com extrema urgência a política pública para segurança e policiamento em todos os sentidos. Promovendo melhor capacitação para os profissionais da área, trazendo a população para dialogar e dizer o que deseja destes. Diferenciar com urgência (se bem que pra mim também cabe na questão de "menos bile, mais cérebro" como no caso de passar/ furar) a defesa de direitos humanos para todos os sujeitos da ideia de que apenas estes ou aqueles merecem atenção. Seja de qual lado for. E aqui, ainda que não a conhecesse, fica a dor por perda tão cruel e a certeza de que, para os que a amam, ela estará eternizada em corações e mentes.