Redação Pragmatismo
Compartilhar
Copa do Mundo 29/May/2014 às 18:27
12
Comentários

Stephen Hawking dá fórmula para Inglaterra ganhar a Copa

stephen hawking inglaterra
Copa do Mundo 2014: Stephen Hawking calcula o caminho do sucesso para a Inglaterra.

O físico Stephen Hawking vaticinou esta quarta-feira que a Inglaterra ganhará o Mundial 2014, no Brasil, caso se equipe de vermelho, jogue em 4-3-3 e tenha árbitros europeus em suas partidas, mais empáticos para com o futebol inglês

O reconhecido cientista britânico, de 72 anos, estudou as variáveis de meio ambiente, psicológicas, políticas e táticas que vão influenciar a equipa orientada por Roy Hodgson no Brasil e deixou alguns conselhos ao selecionador inglês. As informações foram publicadas inicialmente em um vídeo divulgado por The Telegraph.

Para Hawking, a seleção de Inglaterra deve vestir vermelho, o seu uniforme alternativo, já que foi assim que ganhou mais vezes e porque essa cor “faz com que as equipes sintam-se mais seguras”, além de projetá-las como conjuntos “mais agressivos e dominantes”, explicou.

Por outro lado, Hawking considera que a temperatura, a altitude e o fato de jogarem longe de casa prejudicam a seleção inglesa.

“Como todos os animais, a equipe de Inglaterra é uma criatura de hábitos. Estar perto de casa reduz o impacto negativo das diferenças culturais e do ‘jet lag‘. Jogamos melhor em climas temperados, em baixa altitude e quando o jogo começa perto das 15:00″, especificou o físico.

A seleção inglesa vai jogar o primeiro jogo do Mundial às 16:00 locais de 14 de junho, contra a Itália, em Manaus, em plena selva amazônica, na partida inaugural do Grupo D. Jogará depois contra o Uruguai, 19 de junho, em São Paulo, e termina a fase de grupos contra a Costa Rica, 24 de junho, em Belo Horizonte.

O professor catedrático de Matemáticas em Cambridge especificou que um aumento de cinco graus na temperatura reduz em 59 por cento as possibilidades de vitória da Inglaterra.

O cientista, que analisou todos os dados dos Copas do Mundo desde 1966, indicou que a Inglaterra levará vantagem se jogar com árbitros europeus, especialmente na partida contra o Uruguai.

“Precisamos de um árbitro europeu. Os árbitros europeus têm mais empatia com o futebol inglês do que com bailarinas como [Luis] Suárez”, disse Hawking, numa referência ao atacante do Liverpool, artilheiro da Premier League, mas criticado por frequentemente simular pênaltis.

Por último, Hawking afirmou que os dados indicam que os jogadores carecas ou loiros têm mais possibilidades de marcar, ainda que o motivo pelo qual isso acontece “continua a ser um dos grandes mistérios da ciência”, brincou.

Vídeo:

com The Telegraph

Recomendados para você

Comentários

  1. Denisbaldo Postado em 29/May/2014 às 18:41

    Valeu pela dica cara, agora vamos determinar árbitros não-europeus nas partidas!

  2. pedro Postado em 29/May/2014 às 18:59

    Como moro na Inglaterra, simpatizarei com a seleção daqui. Para a seleção Brasil eu não torço desde 2012, quando a CBF tirou um título do Galo na garfada e deu para o Fluminense. Foi meu basta. Em 2013 o Galo levou a Libertadores e mostrou quem era o melhor time e o Flu, sem a ajuda do apito, foi eliminado. E não caiu porque, novamente, a CBF salvou. Apesar disso, se o Felipão for consciente e escalar Jô e Victor talvez eu me anime

  3. Raphael Postado em 29/May/2014 às 19:11

    Seria interessante ver um embate entre a "bailarina" Suarez e o "robusto" físico.

    • Silva Postado em 29/May/2014 às 19:28

      Não conseguiria sobreviver o velhinho caidinho.

  4. Camila Postado em 29/May/2014 às 19:22

    O estádio de Manaus não é na selva, é na cidade.

  5. Rafael Martini Postado em 29/May/2014 às 19:48

    A coisa tá feia pra Seleção Inglesa faz tempo. Nunca ganharam uma Eurocopa e a Copa de 66 jogaram em casa e foi uma zebra, pra dizer o mínimo. Quanto ao Suárez, pode até ser cai-cai, mas o Uruguai tem bem mais chances de ser campeão do que os ingleses, a meu ver.

  6. Eduardo Postado em 29/May/2014 às 19:54

    Embora as ideias atribuídas a Stephen Hawking sejam, em regra, coerentes, acredito que ele, atualmente e já há algum tempo, seja apenas um personagem criado pela mídia (com o 'singelo' apoio do governo inglês), para servir de fundamento para o pensamento de alguns poucos... Stephen Hawking é um ser que não vive, apenas existe e sequer sabe quem é ou onde está. Acreditar na eficiência dos métodos que ele usa para se comunicar (falar) é um atentado à inteligência de qualquer um. Mas isso é outra história...

  7. André Felipe Dantas Postado em 29/May/2014 às 19:55

    O futebol não pode ser modelado através apenas de estatística de uma só equipe. Hawking leva em consideração apenas dados estatísticos da seleção inglesa, desde 1966. Para ter um modelo mais preciso, seria necessário levantar as estatísticas das seleções que irão enfrentar a Inglaterra na Copa do Mundo e submeter ambos às mesmas condições de jogo analisadas por Hawking. Fazendo uma análise mais branda, sem contar com cor do uniforme, arbitragem e horário do jogo, levando em conta apenas a disposição física dos jogadores, a qualidade técnica das equipes, o poder de influência de seus técnicos, condições climáticas e geográficas e auto-estima das equipes, postulo que a Inglaterra não passará da primeira fase. Não tem arbitro europeu, cor do uniforme e três da tarde que mude isso.

  8. Carlos Prado Postado em 29/May/2014 às 20:02

    Só pode ser piada dele ou ele não sabe que correlação não quer dizer relação de causa-efeito. Mas para garantir nunca saio de casa sem um repolho roxo na mochila. Já viu quantas pessoas que sofrem acidentes carregam repolhos roxos?

  9. caio Postado em 29/May/2014 às 21:09

    Olha, Hawking eu tenho uma fórmula mais simples para a Inglaterra vencer: trocar todos os jogadores ingleses por Brasileiros, mudar o nome para Seleção Brasileira e contratar o Felipão como o técnico. Pronto, não tem erro! Vamos, Brasil!

  10. Adamastor Magalhães Postado em 30/May/2014 às 07:20

    A maior prova da lucidez desse gigante é a capacidade de fazer pilhéria com o próprio método científico. Rir de si mesmo e de suas convicções é um exemplo a ser seguido por tantos fundamentalistas (religiosos, políticos e cientistas) que, por toda parte, pululam.

  11. Douglas Postado em 30/May/2014 às 13:39

    Eu até tinha uma certa admiração por esse cara mas agora parece que saiu da casinha de vez. ?..kkkkkk