Redação Pragmatismo
Compartilhar
Geral 19/May/2014 às 15:44
32
Comentários

Sheherazade responde Ricardo Boechat

"Eu não sou fascista. Ele sabe que eu não sou fascista. Eu sou uma pessoa liberal". Apresentadora afirmou que Boeachat a persegue e disse que o jornalista poderia mudar de opinião caso a conhecesse melhor

rachel sheherazade sbt boechat
Rachel Sheherazade (Reprodução: SBT)

A apresentadora do jornal SBT Brasil, Rachel Sheherazade, disse que sofre “perseguição” do jornalista Ricardo Boechat, da Band, e que ele diz coisas “ofensivas”. A declaração foi feita no “Programa Eliana”, do SBT, neste domingo 18.

A tensão entre os dois teve início depois do polêmico comentário de Sheherazade sobre a ação de “justiceiros” no Rio. Para ela, o grupo que prendeu num poste e espancou um menor de idade, negro e morador de rua, era “compreensível”. No programa Pânico, Boechat disse que a opinião da jornalista era uma “bosta”.

Leia também: Boechat alfineta Rachel Sheherazade

“Eu acho o Boechat um tremendo jornalista, eu o admiro muito como profissional. Acho que ele foi muito infeliz nos termos que ele usou, às vezes ele escorrega mesmo, diz coisas que não deveria dizer, ofensivas, que não constroem nada”, declarou Rachel Sheherazade neste domingo.

“Eu não sou fascista, e ele como sujeito inteligente que ele é, sabe o significado da palavra fascista. Ele sabe que eu não sou fascista. Eu sou uma pessoa liberal. Eu acho que ele foi infeliz, profundamente infeliz, não sei o que ele tem contra mim, nessa perseguição”, acrescentou a jornalista.

Ela disse ainda acreditar que se Boechat a conhecesse melhor, poderia mudar de opinião a seu respeito. “Eu quero dizer que eu gostaria de conhecê-lo melhor, tenho minhas ressalvas em relação ao que ele falou sobre mim. Gostaria de conversar tête-à-tête com ele, talvez ter uma conversa cara a cara, talvez ele mudasse de opinião quando ele me conhecesse melhor”.

Leia mais: Apresentadora da BAND “ostenta” em entrevista e irrita marido e colega de TV

Ela também voltou a justificar o comentário que fez em fevereiro, sobre o qual já se retificou na mesma bancada. “Eu falei que é até compreensível a atitude de pessoas que se unem para prender um bandido. Agora, eu jamais defenderia a justiça com as próprias mãos”, defendeu.

com 247 e SBT

Recomendados para você

Comentários

  1. Ilan Montenegro Postado em 19/May/2014 às 15:51

    Estou cagando pra esses dois aí, não há um jornalista que preste na TV aberta, são todos uns pau-mandados de seus patrões.

    • Marina Postado em 19/May/2014 às 18:38

      Ilan, é isso mesmo ! todos querendo ter seu momento de glória. Mas ninguém malhou com o Silvio Santos. Esse, sim, uma antiga m*rda da tv brasileira

  2. Monique Postado em 19/May/2014 às 15:52

    Quanta humildade e coitadismo... cadê toda a segurança e convicção? Dissimulação ridícula! Resultado das merdas que botou para fora e viu as consequências trágicas nas vidas das outras pessoas, espero que tenha aprendido e não atire mais lixo pela tv.

    • Fabiana Oliveira Postado em 19/May/2014 às 16:49

      Disse tudo o que eu penso!

    • Adriano Vito Postado em 20/May/2014 às 10:41

      Apoiado.

  3. Gabriel Postado em 19/May/2014 às 15:53

    Sofrendo as consequências do seu próprio ato. Até acho que exageraram com relação à fala dela, mas aquela não foi a primeira opinião desastrosa da Sheherazade.

    • Dambage Postado em 19/May/2014 às 17:01

      Desastrosa ou não, e a liberdade de opinião, de expressão?

      • Adriano Postado em 20/May/2014 às 02:35

        E o código de ética da profissão?

  4. Thiago Teixeira Postado em 19/May/2014 às 15:55

    Nenhum deles me agrada, pra mim, dois jornalistas "PiGuistas". Mas gostei da atitude da Raquel em querer uma conversa cara a cara com esse demagogo. O que não está claro nesse país é separação da discussão política da pessoal.

  5. Al3x4ndre Postado em 19/May/2014 às 15:57

    Não gosto do Boechat, mas ele tem razão: A opinião dela é uma BOSTA.....

  6. Felipe Postado em 19/May/2014 às 15:57

    "Acho que ele foi muito infeliz nos termos que ele usou, às vezes ele escorrega mesmo, diz coisas que não deveria dizer, ofensivas, que não constroem nada” Como conhecedora de causa..rs.. era o que ela vivia fazendo, dizendo coisas que não deveria, ofensivas e que não construíam nada. Acho que ela tava falando de si.

    • Maria Ines Postado em 19/May/2014 às 19:52

      Também acho que ela falou baseado em todas as asneiras já ditas, com certeza falou de si mesma!

  7. Tammy Postado em 19/May/2014 às 15:58

    Na boca de todo esquerdista, seu opositor é fascista. Na boca de todo liberal, seu opositor é comunista. Acho que a maioria das pessoas nem sabe mesmo o que é uma coisa e outra. O que importa é o sentido pejorativo que você conota. E vamo que vamo, que o santo é de barro!

    • fabio nogueira Postado em 19/May/2014 às 16:04

      Ela não pode ser fascistas,mas seus pensamentos são.

      • Rodrigo Postado em 19/May/2014 às 16:19

        A visão dela ressoa em muito a da atual extrema-direita europeia e o Tea Party nos EUA

      • Tammy Postado em 19/May/2014 às 16:42

        Fabio, fascismo está relacionado ao nacionalismo extremo, empoderamento de um partido único, um Estado autoritário, ao empoderamento das forças armadas, superioridade de nações e utilização institucionalizada da violência em nome dos interesses da pátria. Acho interessante porque até na "Marselhesa" vejo traços desse nacionalismo violento: "Avante, filhos da Pátria, O dia da Glória chegou!" [...] "O quê! Tais multidões estrangeiras Fariam a lei em nossos lares!" [...] "Amor Sagrado pela Pátria Conduz, sustém nossos braços vingativos." [...] "(Verso das crianças) Entraremos na carreira (militar), Quando nossos anciãos não mais lá estiverem. Lá encontraremos suas cinzas E o resquício das suas virtudes (bis) Bem menos desejosos de lhes sobreviver Que de partilhar seus caixões, Teremos o sublime orgulho De vingá-los ou de segui-los." E fecha sempre com a estrofe do sangue impuro que banhará os campos da França. É lógico que o hino é mesclado com as justificativas para a violência: "Liberdade, liberdade querida, Combate com os teus defensores! Debaixo as nossas bandeiras, que a vitória Chegue logo às tuas vozes viris!" O que eu quero dizer aqui é que esse conceito pode ser elastecido ao nosso bel prazer para injuriar esse ou aquele. Não é a toa que o fascismo nasceu no seio do sindicalismo e é utilizado pela extrema direita. Isso prova que ele é conveniente para qualquer extremista que o adote. Minha crítica é apenas a expansão indiscriminada desse termo. Liberal não é fascismo. Violência não é privilégio da direita. Podemos encontrar essas características em qualquer ideologia política.

  8. Felipe R. Reis Postado em 19/May/2014 às 15:59

    A moda agora é ser liberal...

    • Rodrigo Postado em 19/May/2014 às 16:20

      É a racionalização que encontraram para a MISantropia.

  9. fabio nogueira Postado em 19/May/2014 às 16:03

    Aqueles que estão com pena dela leve-a para casa junto com um justiceiro.

  10. Sandro Monteiro Postado em 19/May/2014 às 16:10

    Falar de negro, pobre e favelado é muito fácil não Rachel? Por que não usa da mesma segurança e arrogância com o Boechat? Não aguenta não é? Ela é coitadinha demais. Acho que temos despendido muita energia com ela. Temos que procurar comentários mais inteligentes, que nunca foi o caso dela.

    • Pereira Postado em 19/May/2014 às 16:34

      Temos que procurar outro para cercear a liberdade de expressão. Nessa aí a gente ja passou a foice e pregou com o martelo.

      • Dambage Postado em 19/May/2014 às 17:05

        É isso aí, Pereira! Vamos, a exemplo do que George Orwell escreveu, ajudar na criação da sociedade do pensamento único. O pessoal fala muito de liberdade de opinião, de expressão mas desde que não contrarie a própria. Para mim, Xerazade não cheira nem fede e acho que ela tem o direito de dizer o que bem entender. Se houver injúria, que o injuriado consiga o direito de defesa.

    • de Bem Postado em 19/May/2014 às 16:55

      Ela que foi e é uma infeliz ao fazer uma declaração racista, preconceituosa e tendenciosa!!!!

  11. Rodrigo Postado em 19/May/2014 às 16:18

    Cara, a fala dela não influenciou diretamente o surto explosivo de linchamentos que ainda permanece vigoroso, mas indiretamente; o que impactou de verdade foram os ecos, as várias manifestações de apoio e defesa da fala dela - que é muito cinismo se dizer apenas a parte do "compreensível"; logo em seguida ela os chamara de "cidadãos de bem" e que representavam "uma reação legítima da sociedade". Foi toda a ressonância posterior que propiciou a sanção social pra desinibir a catarse coletiva de justiciamento.

  12. Marcos Postado em 19/May/2014 às 16:19

    O que seria liberal na visão dela?

  13. Olandim Sueth Postado em 19/May/2014 às 16:33

    A Raquel acha que Boechat foi infeliz nas declarações a respeito dela? Ahahahahahah, me poupe Raquel... Seu cUmentário sobre os justiceiros ultrapassa a infelicidade. Anencefalia mesmo...

  14. Douglas Postado em 19/May/2014 às 16:48

    "às vezes ele escorrega mesmo, diz coisas que não deveria dizer" ????????????????????????????????????????????????????

  15. Dambage Postado em 19/May/2014 às 17:09

    Não acho que a fala dela tenha influenciado alguma coisa e duvido que os linchadores já tenham (ou tinham) ouvido falar de Raquel Xerazade. O que eu acho que aconteceu foi que, depois de sua fala, os linchamentos tiveram mais visibilidade.

  16. Deisi Postado em 19/May/2014 às 17:29

    A bela carinha de anjo , ficou tristinha ? Chore na caminha que é quentinha , hipócrita , não adianta se fazer de coitadinha , não convence ninguém , a não ser os que compartilham das mesma ideia , porque ninguém de bom senso , acredita na carinha de anjo , e coração impregnado de ódio . assume , e tudo bem , só que quando for destilar ódio , não esqueça que se diz cristã , e o maior mandamento é o amor ,só o amor , não acredito que o Boechat , mudaria de opinião , se te conhecesse melhor , além de fascista ,ele vai conhecer o seu lado fundamentalista , melhor não .

  17. Elias Postado em 19/May/2014 às 19:57

    Tudo que não é de esquerda é fascista, essas antas são autoritárias, defendem a China, Russia, Cuba esses sim países fascistas de esquerda e criticam quem defende a Europa. São burros apenas isso. Outro detalhe a redução da maioridade penal é mais que urgente, os linchamentos são frutos desse desgoverno que defende criminosos no Brasil. A jornalista apenas mostrou a realidade que existe faz tempo.

  18. Bruno Postado em 20/May/2014 às 09:35

    Os linchamentos são fruto da ignorância das pessoas que vão acreditando em tudo sem nem investigar a sua veracidade.E a redução da maioridade resolveria no que?Basta aliciar crianças para cometerem crimes.Ou você é daquelas pessoas igênuas que acreditam que uma criança é um ser puro e que não pode cometer crimes?

  19. Esdras Pereira Alves Neto Postado em 20/May/2014 às 10:53

    Há duas coisas que não voltam mais ao seu destino. A pedra depois de arremessada e a palavra após proferida. Não adianta mais depois de ela ter se expressado com respeito aquela reportagem, tentar se justificar, pois, todos sabemos oque ela quis dizer a respeito daquele fato.