Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 09/May/2014 às 11:54
33
Comentários

Shailene Woodley: "Não sou feminista, amo homens"

Shailene Woodley disse o que entende sobre o movimento feminista: “Acho que a ideia de ‘elevar as mulheres ao poder, tomar o poder dos homens’ nunca vai funcionar”

atriz Shailene Woodley feminista
“Não sou feminista, amo homens”, diz atriz de A Culpa é das Estrelas (Reprodução)

Shailene Woodley, atriz de A Culpa é das Estrelas e Divergente, declarou em entrevista para a revista Time que não é feminista. E justificou sua posição: “Não sou feminista, amo os homens, e acho que a ideia de ‘elevar as mulheres ao poder, tomar o poder dos homens’ nunca vai funcionar. Você precisa de equilíbrio”.

A atriz, que tem 22 anos, contou um pouco a respeito do que (não) entende sobre o movimento feminista e prosseguiu com clichês. “Eu acredito que a irmandade é mais importante que o feminismo. Não sei como nós, as mulheres, podemos esperar que os homens nos respeitem se nós sequer nos respeitamos entre si. Há muito ciúme, comparação e inveja. Isso é tão bobo e devastador ao mesmo tempo”.

Leia também: Os homens que odeiam as mulheres feministas. De onde vem tanta irritação?

Em entrevista, Shailene ainda disse: “Sempre estou em contato com meu lado masculino. E eu sou 50% feminina e 50% masculina, da mesma maneira que muitos de nós”.

Um dos filmes estrelados por Shailene, A Culpa é das Estrelas, é uma adaptação do livro homônimo de John Green. O best-seller fechou o mês de abril em primeiro lugar na lista de mais vendidos, e em 2013 foi o terceiro colocado no ranking geral.

Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Lucas Postado em 09/May/2014 às 12:02

    "Tomar o poder dos homens" como se o poder pertencesse aos homens...

    • Peterson Silva Postado em 09/May/2014 às 12:07

      Estatística e culturalmente falando em muitos lugares ele, sim, pertence. Ou talvez possamos trocar "poder" para "privilégio instituído"; funciona também.

    • Peterson Silva Postado em 09/May/2014 às 12:08

      Poutz. Eu gostava dela. Adorei The Spectacular Now e estou ansioso pelo Culpa. Mas que escorregada LOL

    • Rafael. Postado em 09/May/2014 às 16:10

      Vamos pegar o Brasil como exemplo, se levarmos em consideração que a Dilma é a primeira presidente mulher do Brasil, desde que a República foi instaurada por aqui, 1889, o poder está nas mãos de quem então, Lucas?

      • Carlos Prado Postado em 12/May/2014 às 10:23

        De mim que não é, mesmo sendo homem...

  2. Alexandre Lopes Postado em 09/May/2014 às 12:05

    Ela é muito nova . Um dia, ela vai perceber a série de erros crassos cometidos por ela nessa entrevista . É fato que a moral masculina é socialmente mais expansiva , isto é , que é o homem que está na base de todos os problemas sociais( ou quase todos ) relativos à economia, política , corrupção institucional , blá blá blá , ao passo que a mulher tem uma moral mais introspectiva , ou seja , voltada mais para a família, filhos , intrigas de grupinhos , etc . Entretanto , muita coisa vem mudando e a tendência é mudar cada vez mais e isso prova que toda a realidade acima exposta é artificial , construída e , portanto , suscetível de ser derrubada . Ela olhou muito para a questão , sob a ótima empírica, vulgar . Ela precisa amadurecer e desenvolver o senso crítico .

  3. Leandro Postado em 09/May/2014 às 12:30

    Essa ta sabendo legal....

  4. Raíssa Postado em 09/May/2014 às 14:44

    É parece que não é só no Brasil que o educação está deixando muito a desejar. É triste ver tanta estupides vindo da mente de uma pessoa que tem todas as condições possíveis e imagináveis para adquirir conhecimento. Como diz minha mãe para ter conhecimento muito mais do que ter meios de ter é necessário querer ter

  5. Thiago Teixeira Postado em 09/May/2014 às 14:50

    “Não sou feminista, amo homens”, kkkkkkk tirou legal!!!!!!!!!!!!!!!! Então eu sou feminista, pois odeio homens!

    • Bruno Postado em 09/May/2014 às 15:43

      Uma falácia retórica simples, só porque ela ama homens e não é feminista a indução inversa não é verdadeira. Assim como muitos "ismos", o feminismo também tem seu lado radical, que condiz com o que ela disse.

  6. Ricardo Costa Postado em 09/May/2014 às 14:59

    Não entendi? Porque uma matéria com essa menina?

    • Joelson Norel Postado em 09/May/2014 às 19:28

      Também não entendi, matéria meio caduca (talvez pela quantidade de baboseiras ditas pela atriz).

  7. Michelli Rodrigues Postado em 09/May/2014 às 15:05

    Da série "perdeu a oportunidade de ficar calada".

  8. Tammy Postado em 09/May/2014 às 17:20

    É evidente que há uma supremacia masculina no mundo. Mas o maniqueísmo das ideias pode ser tão perigoso... Ver o homem como um inimigo a ser subjugado, é a lógica de um oprimido que deseja ser opressor. Talvez pela sua imaturidade ela não tenha conseguido colocar em boas palavras a ideia de que o homem não é nosso inimigo, mas sim o machismo (ideia presente em algumas mulheres, instituições, sociedades). No íntimo, se toda mulher soubesse, ela é feminista, no sentido de não querer ter menos direitos do que homens, mas nem todas concordam com algumas bandeiras do feminismo, como o aborto por exemplo. O problema do feminismo é querer ser totalitário e renegar as mulheres que não concordam "totalmente" com seus postulados.

    • Alê Martins Postado em 09/May/2014 às 17:42

      "é a lógica de um oprimido que deseja ser opressor." Perfeito !!!

    • Felipe Postado em 12/May/2014 às 09:26

      "O problema do feminismo é querer ser totalitário e renegar as mulheres que não concordam "totalmente" com seus postulados." O feminismo, de fato, não prega isso. Talvez nos dias de hoje, mas na sua essência, não.

      • Raíssa Postado em 12/May/2014 às 09:38

        Exatamente Felipe, O feminismo não é a supremacia da mulher perante o homem, mas sim a igualdade entre os dois. É triste ver uma mulher que só vota, tem liberdade de expressão, trabalha, estuda etc por causa da luta das feministas ao longo da história ser tão ignorante.

  9. Alê Martins Postado em 09/May/2014 às 17:39

    Isso de "querer tomar o poder " é ridículo mesmo,privilégios ( uau,que privilégio ser operário e explorado como todos na sociedade ) ridículos no sentido sexual,que o homem tem,não significa poder nenhum.Uma mulher milionária tem mil vezes mais poder que um homem pobre.Entendo o que ela quis dizer,como a luta feminista é superficial HOJE EM DIA,virou moda,não é mais feminismo baseado nas obras e teorias do mesmo,soa como briguinha de namorado e namorada.Toda revolução é comprada pelo capital e distorcida,não é diferente com o feminismo.O que acontece ? se cria um padrão vendável da mulher feminista,e a mesma é colocada,novamente,num papel estereotipado,e nada muda.

  10. rodrigo Postado em 10/May/2014 às 00:59

    Nossa a esquerda sempre é assim, uma pessoa não pode discordar que já dizem que é burra, que deveria ter ficado calada, que apenas eles tem a posse da verdade ( veja as feministas que só aceitam seu ponto de vista, qualquer outro com um mínimo de diferença é machista), querem o que? colocar uma mordaça na menina também?

  11. Rodrigo Postado em 10/May/2014 às 19:17

    (Outro Rodrigo) Morgan Freeman exerce seu direito de não crer em Deus e o afirma. É aplaudido. Shailene exerce sua liberdade de expressão e disse não crer no feminismo. É atacada (ou estuprada? Depende do IPEA...). Por que a liberdade de um é compreensível (ou justificável/defensável?), mas a de outra não o é? Revelador...

    • Alexandre Lopes Postado em 10/May/2014 às 20:31

      Porque a liberdade deles pressupõe a liberdade de terceiros de criticar um e elogiar o outro . Ademais, não existe liberdade justificável ou não justificável . Existem opiniões corretas para alguns e erradas para outros . A liberdade está no direito de dizer algo e de ser rebatido .

      • Rodrigo Postado em 11/May/2014 às 09:52

        E por que Freeman é aplaudido, dentro do exercício de seu direito, ao que Shailene é criticada? Não tratei do direito de crítica e discordância a uma fala, mas, tão somente, do tratamento diferenciado; um é aplaudido, outra é ridicularizada.

      • Alexandre Lopes Postado em 11/May/2014 às 16:50

        O tratamento diferenciado é um direito das pessoas . Se não pudessem tratar de forma diferenciada o que julgam ser atitudes diferentes , não existiria liberdade mútua , mas sim arbítrio de um e aprisionamento do outro . Liberdade é uma via mão dupla .

      • Rodrigo Postado em 11/May/2014 às 18:41

        Ou seja, não há explicação concreta. Aliás, há, em que pese não seja explicitamente assumida.

  12. leandro Postado em 11/May/2014 às 11:08

    A coisa é muito simples, mulheres bem amadas pelos seus homens não precisam ser feministas.

    • André Postado em 11/May/2014 às 12:09

      Falou tudo!!!

    • Alexandre Lopes Postado em 11/May/2014 às 16:52

      hahahahahahaha com certeza , Leandro . Mas é esse justamente o problema . Numa sociedade de neandertais masculinos, está cada vez mais difícil para uma mulher achar um cara maneiro .

      • Pereira Postado em 12/May/2014 às 12:33

        "Cara maneiro" = Defensor do aborto , legalização de drogas e homossexualismo. o resto é tudo boçal. Como se todas as mulheres fossem a favor de aborto, acho que a maioria não é. "cara maneiro" = Aquele que luta contra o "sistema braco-cristão opressor", Ou seja cara maneiro é um "revolucionário".

      • Pereira Postado em 12/May/2014 às 12:36

        Só porque a menina não concorda com a forma que as feministas cabeça oca protestam, ela logo foi tachada de idiota. Talvez se ela mostrasse os peitos murchos em público, seria considerada mais inteligente. Acho que essa menina aí não tem peito murcho, por isso merece xingamento. Recalque puro.

    • AnaLee Postado em 25/Sep/2014 às 19:47

      Não diria "seus homens", mas pela sociedade em geral, já que não precisa ser homem pra ser machista. Mas enquanto este existir, o feminismo faz seu papel muito bem, conscientizando.

  13. eu daqui Postado em 12/May/2014 às 14:08

    E desde quando quem precisa dominar o outro tem poder? Poder tem quem pode dispensar o poder porque se domina.

  14. poliana Postado em 04/Jun/2014 às 11:10

    quem disse q ser feminista é odiar os homens!? meu deus! pensamento bastante imaturo e de fato, rodeado de clichês!

  15. Lena Postado em 25/Sep/2014 às 23:19

    Não é o feminismo o problema, o problema são as reais intensões de alguns que se dizem feministas. E eu entendi perfeitamente a colocação da garota. Infelizmente as pessoas se deixam radicalizar por uma ideia comprada que meia palavra não são suficientes para o entendimento.