Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 06/May/2014 às 11:34
11
Comentários

“Se prepare para morrer, seu negro de merda”

Estudante universitário negro que havia convulsionado após sofrer racismo volta a receber ameaças. “Eu estou com muito medo”, relata o jovem

carta racismo estudante universitário negro

Pedro Victor Araújo, que sofre de anemia falciforme, estudante da Universidade Regional do Cariri (Urca), foi ameaçado de morte por meio de uma carta colocada em seu caderno, dentro da instituição de ensino.

“Seu desgraçado, se prepare que dessa vez vai acontecer coisa pior. Se prepare para morrer. Seu negro de merda. E dessa vez vc (sic) vai ter o que merece porque nada lhe aconteceu ainda. Mas lhe digo, se prepare para MORRER”, ameaça o autor.

Araújo já havia sido alvo de racismo de outros estudantes no último dia 13 de março, quando encontrou um recado direcionado a ele, no banheiro da universidade. “Anêmico desgraçado. Morre seu negro”, afirmava o recado. À época, o estudante chegou a convulsionar.

Novas convulsões vieram agora, com a carta, por conta do nervosismo gerado pela a ameaça de morte. “Achei (a carta) na quinta-feira (1º) pela manhã no meu caderno que uso na faculdade, antes de sair para uma aula extra no feriado do dia primeiro. Eu reagi mal, por que se trata de uma ameaça e desde daquele dia me sinto preocupado que algo possa me acontecer. Senti fortes dores pelo nervosismo, quando li o que estava escrito”, afirma o estudante.

A família do jovem está preocupada com a segurança de Araújo e quer que ele abandone a universidade. “Eles estão com medo do que possa acontecer. Eu estou com muito medo porque está ficando cada vez pior”, finaliza. O estudante está, neste momento, precisando de apoio para dar continuidade à denúncia, e pede a ajuda de um advogado que milite na área de direitos humanos e de algum órgão que trabalhe com questões raciais.

A Urca será comunicada, por Araújo, ainda nesta semana sobre o fato.

Igor Carvalho, Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Gabriel Postado em 06/May/2014 às 11:56

    As vezes eu sinto vergonha de ser cearense. Pelo amor de Deus..

  2. Thiago Teixeira Postado em 06/May/2014 às 12:18

    Se eu recebesse essa carta, saberia de quem se tratava. Pegaria um pedaço de caibro e iria até a república deles ou "point" de encontro e pegaria um de cada vez de porrada. Jamais iria ficar divulgando na internet, isso é coisa de bunda mole.

    • [email protected] Postado em 06/May/2014 às 12:50

      Parabéns! Você teria uma ótima reação. Afinal, não é você quem está sendo ameaçado de morte, tem uma doença e é negro. Se um negro mata, quem morre é ele...Vai lá bunda dura, mata os caras então..

      • Thiago Teixeira Postado em 06/May/2014 às 21:05

        Sou negro sim, sofri discriminação na faculdade de engenharia e o dia em que peguei um de porrada no restaurante universitário na frente do Campus todo, pararam com as frescuras.

      • John Postado em 07/May/2014 às 16:18

        O cara acha ruim sofrer preconceito e fica chamando os outros de "bunda mole" na internet. E arruma uma testemunha dessa porrada "na frente do Campus todo" porque eu truco!

    • nao esquenta com meu nome Postado em 06/May/2014 às 13:03

      faça isso (ou melhor, tente) e vc nao dura vivo 1 semana, talvez outras pessoas proximas a vc tb nao

    • Leal Postado em 06/May/2014 às 16:09

      fodão

  3. Lopes Postado em 06/May/2014 às 12:47

    Qual o curso dele? Pode ser mais que racismo!

  4. Renata Vasconcelos Postado em 06/May/2014 às 13:05

    Já eu, sinto vergonha de ser humana! É assim....deprimente, sem palavras.

  5. Ciro Messias Postado em 06/May/2014 às 16:14

    Como a universidade ainda não tomou uma atitude para apurar quem tem feito essas ameaças sistematicamente? Que absurdo!!!! O(s) alunos(s) que tem feito isso deve no mínimo ser banido da faculdade e nunca mais entrar em outro curso superior na vida. Isso tem que acabar!!!!

    • Thiago Teixeira Postado em 06/May/2014 às 21:08

      Meu amigo, universidade pública é administrado por ex-alunos profissão estudante brancos elitizados e que se acham seres imortais. Jamais irão mover uma palha, sou suspeito para falar nisso. Ele terá que se impor.