Redação Pragmatismo
Compartilhar
Polícia Militar 15/May/2014 às 12:47
27
Comentários

PM que debochou de professores espancados foi promovido

O estranho caso do PM promovido depois de incitar a violência e fazer chacota do espancamento de professores

pm professor espancado rio de janeiro

Em outubro do ano passado, durante manifestações de professores cariocas, o festival de agressões por parte da polícia culminou em um post / meme engraçadinho de Tiago Tiroteio numa rede social: “Foi mal, fessor”.

Tiago Tiroteio fazia chacota com o fato de professores da rede pública terem sido espancados com cassetetes, spray de pimenta, bombas de gás lacrimogênio em ações repressoras na Cinelândia, na Secretaria da Educação e na Câmara por vários dias. As cenas eram revoltantes.

Tiago Tiroteio era soldado da Polícia Militar do Rio. Era. Mesmo depois da manifestação pública de completo desrespeito e arrogância, Tiago Tiroteio foi promovido. Hoje é cabo da PM.

A corporação confirma a promoção ressaltando que a promoção se deu por tempo de serviço e que no dia de hoje (14/05), será publicada uma punição de 20 dias de prisão pelo comentário “infeliz”.

Tiago Tiroteio utilizou novamente a rede social para comemorar a promoção: “É amigos para todos que lutaram minha luta e permaneceram ao meu lado esta ae a prova. E aos que pediram a minha exclusão esta ae a prova de quando caímos, caímos para cima!!! CABO DA POLICIA MILITAR DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO”.

Mesmo com o anúncio da prisão (e excluindo o contrasenso de uma promoção associada a uma penalidade), não há como deixar de resgatar o tema desmilitarização. A postura de “onipotente”, de “autoridade”, de “intocável” e demais arrogâncias que vemos em infinitos exemplos como o já clássico “Fiz por que quis” proferido pelo capitão Bruno do Batalhão de Choque de Brasília, é fruto da escola militar da qual a sociedade clama por distância.

Uma polícia unificada e de natureza civil é o desejo gritado nas ruas de maneira cada vez mais ruidosa.

Desmilitarizar é ainda tema incompreendido por grande parte da população que acredita que signifique extinção da polícia e de policiamento. Não se trata disso bem como também não se refere a uma mera mudança de nome. Desmilitarizar é criar uma nova polícia, compatível com os valores democráticos, dentro do estipulado pelo estado democrático de direito. E um deles, é o de manifestar-se por melhores salários e planos de carreira, como faziam os professores naquele outubro de 2013.

Sentar a borracha nas costas de quem exerce um direito é uma aberração herdada dos tempos da ditadura.

O decreto que estabeleceu que as polícias fossem “forças auxiliares e reserva do Exército” ocorreu em 1969 (durante os anos de chumbo) e que, infelizmente, a Constituição de 1988 não alterou.

O escárnio com que Tiago Tiroteio tratou a questão pode ser apenas falta de educação, pode ser algum desvio de personalidade? Pode e deixo para graduados em psicologia opinarem. Mas não pode ser tolerado por uma corporação que, em teoria, existe para proteger o cidadão. Que dirá promovê-lo. Tiago Tiroteio é Tiago de Lima Moreira de Souza, agora cabo da PM do Rio. E para ele, professor é “fessor”. Foi mal aê.

Mauro Donato, DCM

Recomendados para você

Comentários

  1. Daniel Badra Postado em 15/May/2014 às 12:57

    Tiago...Tiroteio Cadê o simão?

  2. Thiago Teixeira Postado em 15/May/2014 às 13:56

    Hoje a moda é quebrar a disciplina e a hierarquia. Para os moderninhos, é coisa do passado e a desmilitarização da polícia é a única coisa que falta para mergulharmos na democracia leviana, sem limites e que não respeitam ninguém. Coitados dos oficiais que terão suas botas urinadas na troca de turno.

    • Bernardo Postado em 15/May/2014 às 15:02

      O certo mesmo é incitar o espancamento do professor. Ta serto.

      • Thiago Teixeira Postado em 15/May/2014 às 16:33

        Este professor provavelmente estava sentado num jardim com 10 crianças fazendo cirandinha com ele. No momento em que ele pegou uma jarra de suco de morango para dar as criancinhas, o policial mau chegou lá e espancou o nobre cidadão. Deve ter sido isso, não foi?

    • John Postado em 15/May/2014 às 15:06

      Cara, muda o disco, seus comentários sempre foram bobos e desprovidos de sustentação, mas já estão ficando muito óbvios. Ou, pelo menos, escreva corretamente e preste atenção na concordância. Já que não dá mais pra rir da piada, que ficou repetitiva, pelo menos poderíamos aprender um pouco de gramática.

      • Thiago Teixeira Postado em 15/May/2014 às 16:27

        Passe o nome do seu professor de gramática, quero ser letrado igual a você.

      • Alvaaro Postado em 16/May/2014 às 02:47

        Vou te passar o nome de um professor de ética e lógica para você conseguir repensar as besteiras que está falando.

    • Ivan Postado em 15/May/2014 às 15:06

      A estrutura militar da polícia faz com que o PM que não obedeça uma ordem, por mais idiota que ela seja (ex: bater em professores que protestam pacificamente) seja punido. Você acha que é só picuinha de moderninho?

      • Thiago Teixeira Postado em 15/May/2014 às 16:40

        Se fosse um sem teto? Um sem terra? Um gari? Se incomodaria com as cacetadas que eles estariam levando? Tenho certeza que não. Protesto é protesto. Protesto é sinal de desordem, pois quem realmente quer melhorias faz o processo correto, que seria primeiramente a convenção coletiva (ou similar, não sei como funciona o funcionalismo público).

    • Leonardo Postado em 15/May/2014 às 15:33

      Me aponte um país de primeiro mundo que a Policia seja militar ? Antes de falar besteira estude o que é desmilitarização e não repita a falacia dos imbecis desinformados .

      • Thiago Teixeira Postado em 15/May/2014 às 16:29

        Não existe falácia de nenhum imbecil, pois a concordância da militarização é quase unanime, todos os praças desejam isso devido a vários benefícios trabalhistas (merecidos e que poderiam ser atribuídos a eles como permanecendo militar), mas o Brasil está reparado para desmilitarização? Esta é a questão.

    • Max Ribeiro Postado em 15/May/2014 às 19:08

      Quero ver um vagabundo desses quebrar porrete na cabeça de assessor de parlamentar acusado de sequestro. Sabe pq não faz?!?!? Falta culhão.

      • Kleoneide Postado em 15/May/2014 às 19:50

        É no minimo incoerente e egoísta o seu modo de pensar, defende a militarização por conta de benefícios tranalhistas e nega o direito de protesto quando grande parte dos benefícios dos trabalhadores foram conseguidos por meio de mobilizações sindicais. É hora de rever a postura não acha?

      • Jhonatan Postado em 16/May/2014 às 19:13

        Exatamente!!!

    • Waner santos Postado em 16/May/2014 às 14:15

      Estava exercendo seu direito legítimo de greve...

    • JP Silviera Postado em 18/May/2014 às 20:19

      Talvez eles sintam na pele o que os professores sentem quando são vítimas de violência, não é mesmo? O problema não é apenas o fato de ter ocorrido o enfrentamento entre professores e policiais, mas a zombaria do sujeito. Será que ele teria a mesma disposição - não que isso fosse certo, diga-se - de ser tão "eficiente" ao lidar com os donos do poder , os reais responsáveis pelas atuais animosidades? O "foi mal fessor" é um sinal evidente de que o sujeito da foto é um despreparado. Em tempo: os "moderninhos" não defendem o fim da lei, mas a equanimidade e seu uso dentro do que podemos chamar de parâmetro civilizado.

  3. Simone Postado em 15/May/2014 às 15:02

    Este "cidadão". se pode qualifica-lo desta forma, é uma amostra de uma educação e policia falida, pois quem com boas instrução no Brasil vai querer ser policial? e infelizmente esta sendo nossa realidade.

  4. Jean Postado em 15/May/2014 às 15:56

    sao os pardos dando o troco!!!

  5. Thiago Teixeira Postado em 15/May/2014 às 16:42

    Vale ressaltar que a postagem desse Cabo Tiago foi desnecessária, coisa de desocupado que fica nessa droga de feici buqui ou tuiti.

    • Frederich Postado em 16/May/2014 às 14:23

      vc é policial? tem parentes policiais? participou da ditadura? tem amigos policiais? recebe dinheiro/bens materias ilícitos de policias? já subornou algum? já "limparam" sua barra? aposto que pelo menos metade destas questões vc vai dizer que sim, usa o cérebro campeão!

  6. Jonathan Postado em 15/May/2014 às 17:41

    Thiago Teixeira, vc é um imbecil sem mais

    • Thiago Lopes Postado em 16/May/2014 às 18:13

      Esse Thiago é um burro, ele está merecendo uma manifestação na cara

  7. Silva Postado em 15/May/2014 às 22:35

    É incrível a transformação do Thiago , quando o assunto é policia , fico a pensar ,das duas uma toda sua descendência é de militar ,ou é algo patológico . Sua transformação chega a ser assustadora , perde totalmente o senso e coerência , e não consegue entender que em todas profissões ,exitem bom e ruins profissionais . seu discurso sempre vem carregado de muito ódio e destempero .

  8. Franco Postado em 16/May/2014 às 08:31

    Esse policial fez uma besteira sem tamanha, mas é fato que em protestos muitos vão para brigar depois apanham e postam que foram "torturados" e blablabla, quem vai pra bater tem que ir preparado para levar também.

  9. Gilmar Postado em 16/May/2014 às 11:36

    Hoje qualquer um é polícia. Infelizmente.

  10. igor Postado em 16/May/2014 às 14:21

    O pior, é que estamos tão acostumados com atitudes lamentáveis vindos de militares brasileiros desta maneira, que não nos espantamos mais, o dia-dia diz por si só, eu não conheço ninguém que não tenha conhecimento de algum conhecido ter sofrido com atos de racismo/abuso de autoridade/charlatanismo/falta de profissionalismo vindo de algum militar no país, não conheço mesmo. E quem defende atos como estes deveria usar o cérebro para alguma coisa de útil, tipo, estudar antes de falar merda!

  11. Tainá Postado em 17/May/2014 às 16:25

    Esse tipo de discurso é consequência da lacuna educacional que existe nos dias de hoje. Debochar de professores no Facebook não o faz superior a eles, ilusão é acreditar nisto, visto que ambos são oprimidos pelo governo.