Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mercado 14/May/2014 às 10:56
56
Comentários

O "lanche feliz" que o McDonald’s não quer mostrar

O lanche feliz brasileiro que o McDonald’s não quer mostrar: rede de fast food foi obrigada a servir arroz com feijão mas, mesmo à venda, não mostra a opção aos clientes

mcdonald brasil arroz feijão

A rede de fast food McDonald’s, essencialmente ligada à venda de hambúrgueres, já fez, ao longo dos anos, pequenas variações no cardápio com o intuito de oferecer opções “saudáveis”, como saladas ou frutas. O que pouca gente sabe e, aparentemente, a rede faz questão que continue assim, é que pratos executivos de arroz com feijão, tradicional da cozinha brasileira, também estão à venda.

Leia também: conheça 7 motivos para detestar o McDonald’s

Obrigada pelo Ministério Público do Trabalho a oferecer pratos mais sintonizados com a cozinha local aos funcionários, que não aguentavam mais comer hambúrgueres no intervalo, a rede passou a servir e comercializar refeições executivas que, além de arroz e feijão, acompanham frango, peixe ou carne bovina, além de salada, água ou suco e uma maçã de sobremesa. Em São Paulo, o prato custa R$23.

Acontece que o “PF” do McDonald’s não aparece em nenhum cardápio visível ou painel de nenhuma das unidades da rede que existem no país. Caso queira, o cliente deve pedir aos funcionários para ver as opções de pratos executivos que, em geral, ficam em um cardápio embaixo do balcão.

Em entrevista ao site Bloomberg, Ana Apolaro, diretora de recursos humanos da Arcos Dorados, a operadora da rede no Brasil, afirmou que é política do McDonald’s servir internamente a mesma comida que é servida aos clientes, mas que divulgar o prato de arroz e feijão não está dentro dos planos de marketing da companhia.

Comida inadequada

O McDonald’s foi obrigado a começar a servir a refeição com arroz e feijão depois que o sindicato que representa os 30 mil funcionários da empresa no estado de São Paulo entrou com uma denúncia contra a rede no Ministério Público do Trabalho, alegando que o Big Mac que lhes era oferecido nos intervalos não era saudável. A ação começou a valer em 2012.

No Rio Grande do Sul, em 2010, a Arcos Dorados foi obrigada por um tribunal do estado a pagar US$ 14 mil a um ex-gerente da rede, que alegou ter ganho 30 quilos em dez anos de trabalho em uma das lojas, onde só comia sanduíches.

(Curta Pragmatismo Político no Twitter)

Fórum, com informações de Infomoney

Recomendados para você

Comentários

  1. Pereira Postado em 14/May/2014 às 09:57

    Até que enfim alguma coisa que preste nesse site. Detesto muito tudo isso. O difícil é afastar as crianças desse lixo. Negocio muito para meu filho trocar essa porcaria por outra coisa.

    • Alex Back Postado em 14/May/2014 às 10:54

      Quando eu era criança, meus pais simplesmente me diziam NÃO e penso que me tornei um adulto equilibrado mesmo assim. Hoje em dia não pode mais, é alguma lei nova que não conheço, a psicologia moderna não recomenda, o que acontece?

      • Francyelle Postado em 14/May/2014 às 12:36

        Pode ter certeza que a Psicologia moderna, nem não moderna, muito menos as leis não têm nada com isso. A grande questão é a preguiça e a "falta de tempo" que alguns pais tem para dizer NÃO. É mais fácil fazer tudo que a criança quer, assim ela não chora, não fica triste, não dá trabalho nenhum.

      • carina sotero Postado em 14/May/2014 às 13:46

        excelente resposta.

      • Monica Postado em 14/May/2014 às 14:23

        Eu faço o mesmo com minha filha (9 anos) Alex Back,digo não e explico as desvantagens de frequentar e comer neste lugar.Passamos longe! E ela ja entendeu.Nem pede pra ir.

      • adriano Postado em 14/May/2014 às 15:28

        Uhhhh essa doeu...kkkk

      • Tamires Postado em 14/May/2014 às 22:48

        Caro Alex, penso que, muito embora seus pais o tenham educado com brilhantismo no que diz respeito à dizer não para os fast foods, pouco foi feito sobre o estudo no que diz respeito à interpretação de texto. Veja, ainda que o texto use também como argumentação o fato de não ter o Mc Donald's pratos saudáveis para o público em geral, o problema é a falta de opção para a alimentação dos funcionários, que são obrigados a comer todos os dias o lanche vendido no restaurante, o que, convenhamos, não é nada saudável. E, neste caso, infelizmente, não há "não" que dê jeito, meu caro.

    • Rafael. Postado em 14/May/2014 às 11:29

      Tem gente que é sádica mesma. Gosta de sofrer. Aqui em casa assinam Veja há muito tempo, deve fazer mais de 10 anos que eu não paro para ler uma com atenção, a não ser quando alguns familiares pedem minha opinião sobre determinado assunto. Eu não leio a Veja, pois considero seu jornalismo de péssima qualidade, você, Pereira, está sofrendo à toa. Se não gosta do jornalismo desse site, deite no sofá e ligue a Globo, lá tem bastante jornalismo de "qualidade".

      • Thaís Postado em 14/May/2014 às 12:05

        hihihihihihihihihi...concordo, Rafael.

      • Elaine Postado em 14/May/2014 às 17:12

        Bravíssimo Rafael!!!

      • Tamires Postado em 14/May/2014 às 22:49

        Perfeito, Rafael!

    • Carol Postado em 14/May/2014 às 15:31

      Falou tudo Rafael. Eu não entendo pessoas como você Pereira, é quase um "prostituto emocional", já que se submete a fazer coisas que não gosta, não é obrigado a visitar o site, mas faz como a maioria das pessoas, que querem ter algo "ruim" para falar, isso é para preencher vazio??Aprenda a falar não para você mesmo e ai não terá que barganhar com o seus filhos, se acredita (eu também acredito) que o Mc é um lixo é simples é só falar não.. Essa barganha é tipo filho eu troco sua obesidade por outra coisa?? sua má alimentação por algo melhor..

    • José Humberto Postado em 14/May/2014 às 19:03

      Pereira, você, com todo respeito, já virou um personagem folclórico aqui no Pragmatismo Político. Difícil imaginar alguma postagem que você não comente. E em muitas, é o primeiro a fazê-lo. Continue lendo o Pragmatismo sim. Aqui tem "coisas" excelentes, apesar de você dizer que não. E, no fundo, se você as lê é porque deve levá-las a sério, para o bem o para o mal.

  2. jandi Postado em 14/May/2014 às 10:10

    a para tche, se não gosta de fast food coma em outro lugar, obrigar um estabelecimento a comercializar algo que não esta no cardápio é ridículo! é o mesmo que ter uma padaria e forçarem a vender remédios para diabéticos...

    • Rafael. Postado em 14/May/2014 às 11:26

      Rapaz, como sua capacidade de raciocínio é limitada. O McDonalds foi obrigado a oferecer uma alternativa de alimentação aos seus funcionários, ao invês de somente sanduíches. Como a política da empresa é oferecer aos funcionários a mesma refeição oferecida aos clientes, eles criaram os pratos executivos para os clientes só como desculpa para não dizer que os próprios funcionários não consomem os alimentos produzidos pela lanchonete. Ficou mais claro agora?

    • Robson Postado em 14/May/2014 às 13:56

      A oferta da refeição foi em razão dos funcionários, Jandi! Leia com atenção o texto novamente. Utilizando seu próprio exemplo, seria como se os funcionários de uma padaria, comessem pão com manteiga todos os dias na hora do almoço. Abraço!

  3. Moe Sislake Postado em 14/May/2014 às 10:12

    Se não está feliz com as matérias do Pragmatismo, fique à vontade para se alimentar de lixo midiático, como G1, R7 e msn.

    • otavio Postado em 14/May/2014 às 11:11

      Cadê o botão curtir pro seu comentário cara!?

  4. Mayara Alves Postado em 14/May/2014 às 10:14

    Caraca, como esse Pereira é chato heim. Que tal vc apenas não acessar mais o site, já que não gosta das publicações?!

    • Pereira Postado em 14/May/2014 às 10:52

      é que a ingenuidade e a falta de honestidade me incomodam.

      • Robson Postado em 14/May/2014 às 13:57

        Pereira, faça um blog (gratuito como o Wordpress ou Blogspot) e faça a sua versão para as matérias. Não estou falando zombeteiramente, falo sério. Seria bom termos uma perspectiva não ingênua e com o seu sentido de honestidade para discutirmos. Abraço!

      • Fernando Postado em 14/May/2014 às 14:03

        Os incomodados que se retirem

      • rogerio Postado em 14/May/2014 às 14:05

        OHHH MULEQUE!!!!!! ingenuidade e falta de honestidade da parte de quem? só se for da sua parte. Sua postura é pueril, não argumenta e parece mais uma criança mimada.

    • Felipe Celline Postado em 14/May/2014 às 11:21

      É a síndrome do Fanático Religioso. Pensa que vai fazer as lavagens cerebrais aqui na internet bombardeando os comentários. Pereira, vá ler um livro, ensinar sobre as coisas da vida para seu filho (o qual você tem que "negociar" quando o assunto é fast-food, como citado acima) e curtir seu tempo livre. Essas discussões políticas de internet só irão te fazer mais ansioso e revoltado - o que pode ser prejudicial para cultivar um bom sono.

      • Tati Postado em 14/May/2014 às 12:06

        hahahahahahaha...demais Felipe. Penso o mesmo.

      • Pereira Postado em 14/May/2014 às 13:30

        Lavagem cerebral esse site já o fez com vocês a muito tempo. É fácil para eles por a culpa na direita , no cristianismo e na calsse média. É fácil esconder os problemas político-sócio-econômicos do Brasil vendendo notícias escolhidas a dedo e com a maquiagem apropriada. É fácil em época de campanha eleitoral alugar blogueiros e perpetuar o "jornalismo" sujo dos blogs(muitos incentivados com verba pública). Vide o blogueiro/assessor demitido da Erica kokay, que quis dar o ares de representante do povo humilde, e foi flagrado tomando champanhe numa lancha em praia paradisiaca. Com certeza esse se preocupa com o tudo pelo social. Todos que descordam da postura do governo, mesmo que parcialmente como eu, é "fundamentalista religioso" , ou então "coxinha" e sei mais lá o que. Leio Veja sim, as vezes não concordo com o que la está escrito, pior é achar que toda a mídia está num ardiloso esquema para arruinar o PT, isso sim me parece fanatismo. Penso eu : Que mídia será que esse pessoal consome ? alguma coisa fora desse blog de aluguel eles devem ler, mas o quê?

      • Pereira Postado em 14/May/2014 às 13:36

        Acabei de desmascar o mito que o bolsa família paga no maximo 270 reais, la no post do ney matogrosso. Isso prova que esse site ou é mal informado ou está de má fé.

      • #ForaPereira Postado em 14/May/2014 às 13:56

        Pereira, tem como me enviar estes seus comentários, escritos a próprio punho? Preciso limpar a bunda.

      • queridinha Postado em 15/May/2014 às 11:37

        Kkkkkk muito bom seu comentário, Felipe...

  5. Roberto Postado em 14/May/2014 às 10:21

    Não vejo sentido no McDonalds exibir propaganda de um prato de arroz e feijão se não é a intenção deles. Acho que eles poderiam ganhar bem com isso, mas eu só vou lá para comer lanche. Só que vou no máx 2x no mês, a questão não é condenar McDonalds ou fastfood, é que as pessoas percebam que isso não é um tipo de alimento pra todo dia.

    • gustavo Postado em 14/May/2014 às 10:40

      concordo contigo, roberto. se divulgassem, quantas pessoas iriam até o mc donalds para pedir um PF por R$23,00...? menos drama.

    • Rafael. Postado em 14/May/2014 às 11:31

      Imagina a qualidade desse PF do McDonalds. Mais recomendado comer um dogão na esquina.

  6. Rodrigo Postado em 14/May/2014 às 10:22

    Pereira, já que nada presta o que está fazendo acessando ele?

  7. Daniel Pinto Postado em 14/May/2014 às 10:41

    Cara, ela fornece o que quiser. Concordo que os funcionários tem o direito a ter uma refeição variada e de qualidade. Porém, ao seus clientes, ela vende o que ela quiser. Se formos pensar assim, vamos fechar as pastelarias ( que só vendem pastéis que são extremamente gordurosos). Não é bem esse o caminho, cabe aos pais ensinarem seus filhos a ter uma alimentação saudável. Tenho 28 anos, vou no MC Donald's desde pequeno, mas nunca tornei essa prática um hábito semanal ou diário, como no máximo umas 2 ou 3 vezes no mês. pois desde cedo aprendi que uma alimentação saudável passa pro um cardápio variado com uma boa "dose" de frutas e verduras, que são os pilares de uma boa alimentação. As pessoas tem que parar de culpar as empresas pelos seus vícios ou fraquezas, elas estão no mundo capitalista, então, seu objetivo é o lucro, cabe ao cidadão diferenciar o que é bom e o que é ruim, para não prejudicar a sua saúde em detrimento do consumismo irresponsável.

    • Marilene Postado em 14/May/2014 às 10:48

      Mas pelo que eu entendi, os funcionários da empresa só tinham a opção do McDonald's nos intervalos. Senão não faria muito sentido, acredito eu, entrar com essa ação. A pessoa comeria onde quisesse. Estou errada?

    • Bruno Postado em 14/May/2014 às 11:02

      Parabéns pelo comentário ;)

    • Alex Back Postado em 14/May/2014 às 11:12

      Talvez o que falta é uma classe política menos vinculada ao capital e mais à sociedade, que se preocupe mais, por exemplo, em proporcionar educação que priorize a formação da cidadania crítica ao invés de meros consumidores. Que reconheça e valorize a estruturação da família como núcleo formador da sociedade, garantindo-lhe o direito a condições mínimas necessárias à sua existência saudável, tais como moradia, tempo para convívio, alimentação, saúde e segurança. Esta é minha orientação ao escolher meus representantes e, infelizmente, não encontro hoje um único candidato comprometido com estes valores.

      • alan Postado em 14/May/2014 às 11:56

        como discutir politica, quando nem ao menos se consegue interpretar um texto simples.

    • jandi Postado em 14/May/2014 às 11:12

      concordo plenamente com você. é ridículo impor o que um estabelecimento deve ou não vender.

  8. Carlos Postado em 14/May/2014 às 10:43

    Engraçado como o título dá uma nuance maquiavélica à empresa quando na verdade ela apenas não apresenta um produto com o qual ela mesma poderia lucrar, se isso lhe fosse rentável. "E" se fosse rentável. Pesquisas de mercado são feitas para se buscar onde está o lucro. Se a empresa optou por não tornar visível para comercialização isso, é pq não é rentável pra ela, pois o consumidor prefere o lanche insalubre ao almoço. Que coisa!!! Só pq é um ícone do capitalismo, até uma decisão mercadológica interna é intitulada como se houvesse uma má fé com o consumidor (não digo aqui como era com os funcionários). Só vai lá quem quer ou quem permite que outra que está sob sua responsabilidade vá. Basta dizer um não e pronto!

  9. Lucas Jorge Muniz Postado em 14/May/2014 às 11:02

    Tem uns comentários sobre McDonalds que me parecem o seguinte. Meu pais sempre me ensinaram a não usar drogas, por isso que eu hoje em dia eu só cheiro 2 ou 3 vezes no mês. Afinal o que faz mal é usar todos os dias. (até tem um certo sentido mas enfim...)

  10. Thiago Teixeira Postado em 14/May/2014 às 12:09

    McDonalds é uma empresa de sucesso e muito bem consagrada na prestação de serviço de fast-food. Há muita inveja, falácia, frescura, difamação, aliás todos que trabalham, geram empregos e são bem sucedidos passam por isso. Muitos não sabem que antes do sucesso internacional, o véio Sr. Mac no início, passou anos no vermelho, vendendo tudo que tinha para manter a lanchonete aberta pois acreditada que o negócio daria certo.

    • rogerio Postado em 14/May/2014 às 14:19

      Prezado Thiago, sugiro que assista os documentários "Muito além do peso" e "Criança: a alma do negócio". Assim, espero colocar um pouco de luz em seu comentário que entendo ser uma mescla liberal/pueril. Não estou sendo irônico, tenho a intenção de colaborar, pois vejo seus comentários aqui na CC oscilarem entre um realismo crítico e a soberba do individualismo (ainda não sei de responsável ou irresponsável), talvez isso seja os efeitos da metamorfose que o ocidente sofre em relação a moral midiática pós-moderna e uma ética corporativa que permeia as ruas.

      • Thiago Teixeira Postado em 14/May/2014 às 19:30

        Sem dúvidas, se pensarmos na dieta, nos teores calóricos dos produtos deles, sem comentários, horrível e um desserviço a população. Entrei apenas no assunto relacionado a negócio, os caras são bons, geniais em fast-food, tem como negar?

      • princesinha Postado em 15/May/2014 às 11:31

        Fala difícil!!!! VC e politico, ou professor... Fala bem...

    • Luiz Orlando Postado em 16/May/2014 às 02:05

      Eu acho que 'empresa de sucesso' é aquela que respeita os funcionários. Uma busca rápida no google mostra o quanto eles são mal sucedidos nesse ponto de vista.

  11. Rodrigo Postado em 14/May/2014 às 13:38

    Antes mesmo da decisão já existia o prato, só não era oferecida aos funcionários, em todo país o MC oferece comidas locais, ou vocês acham que o hambuguer vendido na índia são Bovinos? PS: Fico contente com a quantidade de nutricionistas aqui, comparando o lanche com cocaína entre outras coisas, se formaram aonde mesmo?

  12. João Antônio Postado em 14/May/2014 às 14:37

    Eu como caqui.

    • santinha... Postado em 15/May/2014 às 11:25

      E dai!!!!??? Bobão... Kkk

  13. Bruno SAP Postado em 14/May/2014 às 14:47

    Pra mim tem dedo da FIFA, já que estão fazendo de tudo para manter seu patrocinador oficial(McDonalds), com o monopólio da comida nos entornos dos estadios(2km). Pra não ficar tão feio, ele resolveram oferecer pelo menos uma comida típica do país sede ds jogos.

  14. Deisi Postado em 14/May/2014 às 15:16

    Tenho 53 anos e confesso , nunca comi um lanche do MC ,não por falta de opção , e sim porque em Presidente Prudente , temos opções muito melhores , se tratando de fast food ,sem dizer os molhos que são maravilhosos ,principalmente o verde . Então se tiver que ingerir algo não tão saudável , prefiro os da terrinha , que são uma delicia , vale a pena!

    • Thiago Teixeira Postado em 14/May/2014 às 19:31

      Particularmente sou mais um rodízio!

  15. Jessika Postado em 14/May/2014 às 16:41

    Li em outras fontes que a carne e o peixe e o frango oferecidos são, na verdade, os próprios hambúrgueres do McDonald's. Foi também o que vi nas imagens de quem foi provar o prato. Ou seja, não é uma opção tão saudável assim e, lendo a notícia, parece que as opções de carne desse PF são diferentes das já oferecidas pelo McDonald's. Talvez fosse necessário rever esse trecho da notícia.

  16. Eduardo Abreu Postado em 14/May/2014 às 17:29

    não entendo se não gosto de uma coisa ou de uma revista com por exemplo a oia, eu nem ponho a mão nem para ler a capa, aqui tem pessoas que entram no site para critica-lo.... o site é muito bom até porque traz matérias de todos os tipos e assuntos, políticos ou não.

  17. Cabrunco Postado em 15/May/2014 às 09:28

    Ir no McDonalds para comer arroz com feijão? vcs tão de brincadeira.... Arroz com feijão se come em casa ou em algum por quilo por aí.... Parem de choramingar seus hipócritazinhos-politicamente-corretos!

  18. Em paz com Deus. Postado em 15/May/2014 às 11:21

    Pereira VC não trabalha?? Só cuida da vida dos outros.VC parece tão revoltado. Então muda do Brasil... Não vai fazer falta aqui...kkk