Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 09/May/2014 às 13:11
10
Comentários

Mulher é queimada viva por não pagar dote à família do noivo

Mulher indiana morre queimada viva por não pagar dote à família do noivo. Fato ocorreu na cidade de Jhaberpur, onde a mulher foi envolvida com querosene e, depois, teve fogo ateado ao corpo

Uma mulher morreu queimada viva pelo marido e pelos sogros no norte da Índia por não pagar o dote matrimonial exigido pela família, informaram nesta sexta-feira (09/05) os meios de comunicação locais.

O fato ocorreu na quinta-feira (08/05) na cidade de Jhaberpur, no estado de Uttar Pradesh, onde a mulher foi envolvida com querosene e, depois, teve fogo ateado ao corpo, segundo disseram fontes policiais à agência local PTI.

A polícia denunciou o marido, chamado Nitu, o sogro, Raj Kumar, e a sogra, Sudesh.

Na Índia, as mulheres são obrigadas a pagar ao namorado e à família um dote, uma prática proibida por lei que se acentuou com a chegada da modernidade e o consumismo. Cada vez mais, são exigidos valores maiores, que podem incluir carros e imóveis.

Os crimes por dote aumentaram nos últimos anos com uma mulher assassinada pela família do noivo a cada hora, da mesma forma que os suicídios de namoradas que se matam para evitar “arruinar” os parentes.

O custo das cerimônias nupciais é muito elevado e, desde um ponto de vista legal e social, a namorada passa a ser parte da família do cônjuge.

Agência Efe

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 09/May/2014 às 14:38

    É difícil até de pensar algo para falar a respeito, mas não vem nada em mente ... Precisa de algum comentário isso? Matar a própria companheira por não pagamento de dote? A tradição está na frente do amor? É insano.

    • Cecilia Postado em 10/May/2014 às 09:10

      O PLANETA TERRA NÃO MERECE ACOLHER OS HOMENS. SE EXISTISSEM APENAS OS ANIMAIS E OS INSETOS, PODERIA SE DIZER QUE A TERRA É O PARAÍSO.

  2. Pereira Postado em 09/May/2014 às 15:39

    É!! Quando os cristãos protestavam contra a cultura racista, opressora das mulheres e machista na índia por conta da novela global, a mídia tachavam os mesmos de "fundamentalistas que não respeita a religiãos dos outros", até a autora chamou o povo cristão de idiota nas redes sociais.

    • Júlia Postado em 09/May/2014 às 19:26

      Nossa, como se os cristãos não fossem machistas e racistas, e exímios exemplares de respeito religioso.

      • roges Postado em 10/May/2014 às 22:52

        Boa!

  3. Pereira Postado em 09/May/2014 às 15:42

    Bom, quando o Armadinejahd teve no Brasil a convite oficial do itamaraty, teve banderinha do PSOL e do PCdoB na frente do hotel aplaudindo um fundamentalista que manda matar homossexuais em praça pública. Aí a gente vê como a esquerda é representativa.

  4. Ângela Postado em 09/May/2014 às 22:04

    E a direita também. Parece que nem existe Arábia Saudita no planeta.

  5. Isadora Postado em 09/May/2014 às 23:42

    Os cristãos tb tem sua parcela na história de crimes contra as mulheres!

  6. Manuella Costa Postado em 10/May/2014 às 17:00

    Isso é uma questão da maldade humana, que existe independente da religião, que em si, geramente não prega esse tipo de segregação, mas o homem e sua eterna vaidade é que faz, planeja e põe em ação esse tipo de coisa, agora mesmo, uns apontando religiõs orientais, em contrapartida, outro dizendo que cristões tem uma parcela de culpa e no final quem faz esse tipo de coisa, é um bando de seres-humanos escondidos atras de suas doutrinas.

  7. Manuella Costa Postado em 10/May/2014 às 17:00

    Isso é uma questão da maldade humana, que existe independente da religião, que em si, geramente não prega esse tipo de segregação, mas o homem e sua eterna vaidade é que faz, planeja e põe em ação esse tipo de coisa, agora mesmo, uns apontando religiõs orientais, em contrapartida, outro dizendo que cristões tem uma parcela de culpa e no final quem faz esse tipo de coisa, é um bando de seres-humanos escondidos atras de suas doutrinas.