Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mundo 27/May/2014 às 10:45
11
Comentários

Exercício militar teria derrubado avião da Malásia, revela livro

Avião desaparecido na Malásia pode ter sido derrubado por acidente durante exercícios militares. Queda teria sido encoberta e dados confusos desviaram as buscas

avião desparecido malaysia airlines
Avião da companhia aérea Malaysia Airlines desapareceu misteriosamente em 8 de março e nada foi encontrado até agora (Reprodução)

Um livro lançado na última segunda-feira no Reino Unido sugere que o avião da companhia aérea Malaysia Airlines, desaparecido misteriosamente em 8 de março sem deixar rastro, pode ter sido derrubado acidentalmente durante exercícios militares dos Estados Unidos e Tailândia.

Flight MH-370 — the Mystery (Voo MH-370 — o mistério, em tradução livre), escrito pelo jornalista e escritor anglo-americano Nigel Cawthorne, afirma que o acidente foi encoberto e que inclusive foram fornecidos dados confusos para desviar a busca da aeronave para locais errados, segundo publicaram hoje jornais britânicos sobre o livro.

Leia também: 7 teorias sobre o avião desaparecido da Malásia

Para os familiares das 239 pessoas de 14 países diferentes que viajavam no avião, um Boeing 777 que desapareceu há 72 dias, a publicação deste livro chega “cedo demais” e é “bastante insensível’, de acordo com o Daily Mirror.

Segundo seu autor, os parentes dos passageiros do MH-370 nunca saberão “com segurança” o que se passou realmente com o avião. Cawthorne sustenta a teoria no depoimento de um funcionário de uma plataforma petrolífera da Nova Zelândia, Mike McKay, que assegurou ter visto um avião em chamas cair no Golfo da Tailândia.

Além disso, no momento em que se perdeu a comunicação com o piloto, no Mar da China Meridional, eram realizados exercícios militares, segundo Cawthorne diz em seu livro.

A mãe de um dos passageiros, o australiano Rod Burrows, afirmou que “não há absolutamente nenhuma resposta” sobre o ocorrido, o que é “devastador para as famílias”.

“Existem tantas teorias que só quero acreditar em uma, que todos estavam inconscientes e não perceberam o que ocorria. Isso me ajuda a me manter sã. Tudo o que quero é que alguém encontre um pedaço do avião”, disse Irene Burrows ao Daily Mirror.

Segundo Cawthorne, que vive em Londres, os países envolvidos nos exercícios militares puderam encobrir as provas enviando as equipes de resgate para lugares errados.

“Apesar de tudo, não se encontraram destroços no oceano Índico, o que em si mesmo é suspeito”, argumenta o autor. O escritor especula, além disso, que a caixa-preta pode ter sido lançada na costa da Austrália para confundir as equipes de busca.

Agência Efe

Recomendados para você

Comentários

  1. Daniel Postado em 27/May/2014 às 15:20

    Eu não duvido! Afinal, nem um único pedaço da aeronave, mesmo pequeno que seja, ou até mesmo os sinais emitidos pela caixa preta foram encontrados. Abdução alienígena não existe! Então...

  2. Rodrigo Postado em 27/May/2014 às 16:02

    Não importa o que faça, a caixa preta dirá realmente o que aconteceu, não se pode violar e mudar a rota em uma caixa preta e por isso não se tornaria bastante idiota jogar ela na Austrália correndo o risco de ser encontrada? Sensacionalismo puro, fica na mesma Estante do alguém me disse. E muito cruel escrever um livro desse com uma teoria sem provas estando a ferida tão aberta ainda nos parentes.

    • Fábio Postado em 27/May/2014 às 23:20

      Amigao a bateria da caixa preta dura em média 30 dias, procure se informar direito antes de dar sua opinião.

  3. Eduardo Martins Postado em 27/May/2014 às 17:59

    Não duvido nada. Porque será q isto nao me surpreende? depois da farsa do 11/9 e de muitos outros "supostos" atentados nos EUA, acredito que isto pode ser sim muito possível.

  4. roberto da silva rocha Postado em 27/May/2014 às 18:04

    Pergunte ao Assange, ou ao Meaning..

  5. Luís Fernando Postado em 27/May/2014 às 18:47

    Não duvido que isso seja verdade. A história das buscas estavam bem estranhas.

  6. Carlos Postado em 27/May/2014 às 19:52

    Certos "escritores" são tão oportunistas quanto certos sites.

  7. RFFSA Postado em 27/May/2014 às 20:31

    Uma coisa é estranha. Tem satélite que até filma em tempo real, imagina se perdem o sinal de um Boing assim tão fácil.

    • arão Postado em 27/May/2014 às 22:42

      verdade

  8. João Brasileiro Postado em 27/May/2014 às 23:25

    A explicação completa está aqui: http://burgos4patas.blogspot.com.br/2014/03/monsanto-eua-uniao-europeia-e-o-golpe.html

  9. Rodrigo Postado em 28/May/2014 às 14:52

    Já ouviram falar de pontos cegos? São pontos que os radares sofrem interferências causando um "sumiço" periódico da aeronave. Ninguém aqui notou como é surpreendente que então pouco tempo ele foi pesquisar, achou a testemunha que ninguém mais achou, escreveu o rascunho, procurou uma editora e publicou um livro? Gente um livro não é um artigo que você faz em pouco tempo, aliás que se diga a redação do pragmatismo que sempre o faz, um artigo bem feito da trabalho e demora, imagine um livro? Claramente esse escritor é apenas um canalha querendo ganhar dinheiro e projeção com a dor dos outros.