Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 02/Apr/2014 às 10:28
41
Comentários

Você não sabe a diferença entre sexo e estupro?

Um comentário asqueroso e uma resposta pontual. É muito provável que você seja um criminoso caso finja não compreender a diferença entre sexo e estupro

estupro relação sexual
Jovem disse que estupro e relação sexual são a mesma coisa (Reprodução/Facebook)

via Folha Social

Um jovem afirmou, através de uma publicação no facebook, que estupro e sexo são a mesma coisa. A resposta ao comentário criminoso veio logo em seguida.

Ju Umbelino

“Tirando a dúvida do Felippe (e de várias pessoas, de tabela)

A diferença entre sexo e estupro, é o consentimento. Eu posso gostar de fazer sexo, mas com quem eu quero e com quem permiti essa intimidade. Você também. Partindo da sua lógica que diz que “rola entrando é tudo igual”, eu te digo para não se surpreender quando alguém resolver fazer sexo com você sem avisar, massageando sua próstata (que vai gerar prazer, certamente). Imagine, se você gosta de sado masoquismo, vai ser só mais uma novidade.

A diferença é que sexo é bom. Estupro é uma violação da intimidade da outra pessoa. É um momento que pode parecer curto, mas que deixa cicatrizes para o resto da vida.

Não é preciso ser estuprado ou estuprada para saber que é diferente. Que estupro não tem como ser bom ou ser piada. Ou saber que não somos animais para atacar ou ser vítima de ataques.

Não é piada. Dói durante. Dói anos depois que acontece. Dói como se tivesse acontecido ontem, por mais que tenham se passado 5, 10, 15 ou 20 anos. Dói pensar que acontece todos os dias e com vítimas de todos os cantos do mundo. Dói saber que ainda existe gente que não vê diferença entre sexo e estupro.

A questão não é a diferença de “ser forçado” ou não para conseguir enxergar a diferença. Estupro é um ato criminoso e contra a vontade da vítima, feito por meio de violência e ameaça.

ESTUPRO É CRIME. É um ato de violência. E, para quem entende, me desculpem os pleonasmos, mas pareceram necessários.

A ideia de um pênis entrando em você sem seu consentimento te agrada? E na sua irmã? E na sua mãe? E em você? Afinal, rola não tem espinho mesmo.”

Situações como essas, nos fazem repensar em que época de avanço intelectual estamos.

Recomendados para você

Comentários

  1. Bruno Henrique Postado em 02/Apr/2014 às 10:34

    namoral, dá pra acreditar?

  2. leandro Postado em 02/Apr/2014 às 10:35

    Um acéfalo como esses não merecia um destaque assim. Gente como essa não tem noção de mundo, pq pra falar uma asneira dessas...

    • Lexx Postado em 02/Apr/2014 às 12:11

      O destaque não é para o "acéfalo" em sí, mas para o que ele representa.

  3. Francisco Postado em 02/Apr/2014 às 10:41

    acho que ele poderia ser estuprado, pra aprender na prática a diferença.

    • Márcio Postado em 02/Apr/2014 às 11:15

      Concordo, assino.

  4. marcelo Postado em 02/Apr/2014 às 10:47

    O comenta'rio do Jovem Felipe e' cheio de espinhos...

  5. camilla Postado em 02/Apr/2014 às 10:47

    Eu queria saber pq vcs não colocam o nome dele pra que possa ser denunciado. Afinal, ele faz apologia ao crime. Não adianta postar só como notícia não, essas pessoas precisam aprender a ficarem de boca fechada.

  6. Suellen Rodrigues Postado em 02/Apr/2014 às 10:57

    Gente, estou tão farta de tudo isso... Estou tão cansada de ficar argumentando o óbvio para gente imbecil, já perdi a minha paciência, essas coisas enfraquecem a gente. As pessoas estão virando selvagens, imagine numa catástrofe?? estão reproduzindo a violência que tanto repudiam, são incapazes de fazerem uma autoanálise, de tentar entender em qual contexto social vivem. Cara... a Babilônia está queimando.. São tantos absurdos que estão acontecendo.. Sério, estou chocada, depois dessa pesquisa (os comentários em redes sociais, jornais, entre outros mostram que a pesquisa está certíssima) e da marcha da família, depois de tanto retrocessos que estou vendo nesses últimos tempos, eu não duvido de mais nada... tá foda, tá foda!!!

  7. Camila Postado em 02/Apr/2014 às 10:59

    Porque tampar a cara do doente mental? Realmente o Brasil chegou num nível intelectual que não da pra discordar de quem lá fora tem uma péssima visão daqui. Não tenho orgulho mais da cultura daqui, desse Estado falido privatizado e opressor que não se posiciona quanto a isso, não tenho orgulho dessa cultura da carne, do fast food, do carnaval que objetifica as mulheres, não tenho orgulho de uma bandeira que em nome dela matou indígenas e escravizou negros e etc!!

  8. Pereira Postado em 02/Apr/2014 às 11:07

    Mais um comentário de um MANO !!!!

    • Thiago Teixeira Postado em 02/Apr/2014 às 12:22

      Comentário do Jovem moderno, filho da democracia. Criado sem os valores da moral e respeito as mulheres.

  9. Pereira Postado em 02/Apr/2014 às 11:09

    E aí MANO !!!! vamo pega essas mina aí tudo ...com nosso som ...funkao na veia ...essas mina ai tudo gostam de uma rola a força. vamo tapa elas de correntão de oro. Elas gostam do nosso som e colocam aqueles vistidinho pra mostra a calcinha no camarote. (ironia é claro)

    • Pereira Postado em 02/Apr/2014 às 11:10

      Típico comentário machista de funkeiro ostentação. Estilo apoiado pelo site.

    • Suellen Rodrigues Postado em 02/Apr/2014 às 11:36

      Ahhh por favor... que comentário besta, sem nenhuma fundamentação... e imagine vc q qm mais reproduz essas falácias é a classe média!! Quem se lembra daquele Dr. que abusou de várias mulheres que procuravam inseminação artificial... até onde eu sei ele está bem longe de ser "mano"... Vc falou uma grande besteira, a questão aqui é o machismo, é como a mulher é objetivada e reduzida a "coisa", a questão aqui está para além do que vc pontuou.. Nossa esse comentário foi muito preconceituoso, da maneira que esse Pereira colocou ele simplesmente generalizou e reduziu esse GRANDE problema a nível social.. Nossa cara... de onde vc saiu?? É melhor eu parar de ler comentários, isso só reafirma o retrocesso que estamos vivenciando.. aff nossa... ahhh deixa pra lá!!!

      • Pereira Postado em 02/Apr/2014 às 11:48

        Quando eles colocam as mulheres nuas e coisificadas nos clipes, aí você deixa pra lá também.

      • Pereira Postado em 02/Apr/2014 às 11:58

        Médicos que abusam de crianças e mulheres é 1 em milhares ....funk estentação está todo o dia na TV , coisificando e vulgarizando as mulheres. Mas deixa pra lá também, os mano são cumpanhero contra os faxista.

      • John Postado em 02/Apr/2014 às 12:05

        Pois é. Ele acha que a "coisificação" das mulheres, que ocorre há séculos, ou provavelmente milênios, é culpa do funk, que tem algumas poucas décadas. E ele provavelmente não sabe o que é a falácia da falsa dicotomia. Não adianta argumentar com alguém assim.

      • Luiz Fernando Postado em 02/Apr/2014 às 20:00

        O pior é que o idiota ainda acusa o site de defender objetificação da mulher. Melhor esse mundo parar porque eu quero descer!

  10. Verônica Postado em 02/Apr/2014 às 11:14

    Nossa que cara absolutamente babaca!

  11. Fernanda da Silva Postado em 02/Apr/2014 às 11:20

    Eu sinceramente torço pra que os dois infelizes que curtiram sejam mais acéfalos que o autor da "dúvida"; torço mesmo que eles sequer tenham passado os olhos no comentário e tenham apenas "curtido" só pra "dar moral pro parça"

  12. Marcelo Postado em 02/Apr/2014 às 11:29

    perdendo a esperança na humanidade em 3 2 1....

  13. Carina Postado em 02/Apr/2014 às 11:52

    A única coisa que não me agrada nesse texto é falar da irmã ou da mãe de quem falou tamanha besteira. Que mania besta de querer culpar ou castigar as mulheres da família de quem fala ou comete crimes. Vcs precisam parar com isso urgentemente, porque o discurso continua sendo o mesmo; e o erro se repete.

    • Jumbelino Postado em 16/Jul/2014 às 23:43

      Só citei isso por causa da "empatia forçada". Lógico que tem resquícios de patriarcado. Mas é só dessa forma que algumas pessoas entendem. Muitas nem assim. Mas não custa tentar.

  14. Suellen Rodrigues Postado em 02/Apr/2014 às 12:09

    Cara... estou falando de como vc colocou essa questão, diagnosticando o problema a nível de classe social (sou rico, logo não estupro; sou pobre, logo sou um estuprador). Vc escreveu que o cara só podia ser mano, logo o mano é o estuprador, e mano pelo o que eu bem sei são os caras das favelas, é geralmente o cara da escola pública, o cara que é pobre. Seu comentário foi preconceituoso pq dá a entender que quem estupra é o pobre, e isso é bem sabido que não é a verdade, vc reduziu o problema do ESTUPRO e o ESTUPRADOR ao MANO... pra vc dizer uma bobagem dessa vc precisa ter certeza, não dá pra sair por aí vomitando palavras... Isso que vc falou é asneira, e vc, pelo o que eu vi agora, não tem base alguma para afirmar tamanho absurdo. Antes de dizer inverdades se certifique. (e a questão da música posso elencar diversos grupos artísticos de diversos estilos de música que coisifica a mulher : funk, rock, sertanejo, country... enfim)

    • Pereira Postado em 02/Apr/2014 às 12:21

      Se na foto aparecesse um cara engravatado se dizendo classe média, com certeza a culpa da exploração feminina cairia sobre a classe C. Acho que o site deu um tiro no pé publicando isso.

      • suellen Postado em 02/Apr/2014 às 12:49

        Mas não é isso... olha só, novamente vc está generalizando e reduzindo essa questão em classe social, esqueça os manos; pobres; ricos. Não foi um tiro no pé pq a matéria não justifica que a questão posta no comentário desse "ser humano" se dá por uma questão PURAMENTE classista, mesmo pq isso é social e histórico, é um processo que precisa ser desconstruido, pois depende, entre muitas outras coisas, da sensibilização do homem/mulher. O estuprador está em todos os lugares e atinge a todas as classes sociais.Olha só; no Brasil colonial as escravas eram estupradas por seus patrões e depois eram execradas pelas senhoras e pelos próprios escravos pois acreditavam que a culpa era da escrava que provocava o senhoril, isso é um fato histórico, e ainda reproduzimos essa lógica machista, é só um exemplo, e isso não acontece só no Brasil, isso é a nível planetário, por isso que estou tentando argumentar com vc que a questão da violencia contra mulher é mais profunda e está enraizada. Achei a matéria válida e só reafirma o momento que estamos vivendo agora, e é um problema que precisa sim ser discutido.

      • suellen Postado em 02/Apr/2014 às 13:12

        O texto que digitei tem erros " a matéria não justifica que a questão posta no comentário desse "ser humano" se dá por uma questão PURAMENTE classista, MESMO PQ isso é social e histórico" não era isso que eu queria dizer, esse "mesmo pq" está errado: eu queria dizer que não é uma questão só de classes sociais, não tem a ver em ser rico ou pobre, tem a ver com processos históricos e sociais, tem a ver com a educação dos pais e da sociedade civil , tem a ver com o papel da escola, com as políticas públicas e sociais, tem a ver com política, tem a ver de como encaramos o outro. Esse é um problema de todos. E eu realmente estou farta disso, não quero mais tentar argumentar essa história, eu realmente estou mal com todas essas questões, isso tem me abalado muito, e eu realmente não quero carregar o ódio, preciso me purificar, preciso de um banho de cachoeira e colocar a cabeça no lugar, eu sei que tem solução, só que cansa muito toda essa luta.

  15. Thiago Teixeira Postado em 02/Apr/2014 às 12:21

    Alguém consegue acreditar que um "SER" deste frequentou alguma escola? Tenho certeza que essa "peça" tem segundo grau completo, graças a progressão continuada, não teve educação nas escolas (pois vivemos numa democracia cheia de LIBERDADE DE EXPRESSÃO) no âmbito moral, gramatical, e muito menos apanhou dos pais (viva o modismo da pedagogia do amor). Um comentário sem limites, com extrema arrogância a vida e dignidade das mulheres, nem machista seria, desprezo as leis e a dignidade humana. No meu tempo, minha avó diria: FALTA DE UMA BELA SOVA.

  16. Maria Clara Rabelo Postado em 02/Apr/2014 às 12:54

    Esse cara tem que ser estuprado pra ver qual e a diferença !! nojento

    • Thiago Teixeira Postado em 02/Apr/2014 às 15:22

      Antigamente, no tempo do General Newton .... "Falador passa mal, rapaz ..." Hoje? Esquece, tem direitos humanos, ativistas pró-juventude, liberdade de expressão e ser politicamente incorreto está na moda.

  17. eu daqui Postado em 02/Apr/2014 às 13:15

    Isso é no que dá substituir punição por coitadismo...........

  18. Monteiro Postado em 02/Apr/2014 às 14:21

    Fascistas! Parem de criticar o muleque! Ele é um guerreiro oprimido pelo sistema. O"funk" ostentação e a coisificação da mulher é seu único meio de resistir à cultura opressora da elite!

    • suellen Postado em 02/Apr/2014 às 14:44

      Aff cara, ridiculo seu comentário, mesmo pq esse cara que escreveu essa mensagem é um machista, ele é escroto, vcs deturpam pensamentos... o cara que escreveu esse comentário é um idiota, imbecil, retrógrado, ele não sabe pensar, a ele falta a ação de pensar, pq quem escreve o que ele escreveu só pode ser um babaca... vc está confundindo as coisas, um estuprador é um estuprador independente de qlqr coisa, esse cara que escreveu essa bobagem é um estuprador em potencial, ninguem está defendendo ele... aff

    • Thiago Teixeira Postado em 02/Apr/2014 às 15:19

      Guerreiro?????????????? Ele é um vagabundo, sem vergonha que merece uma salva de bala na cara. Quer resistir a opressão da elite? Vai trabalhar num corte de cana. Não quer? Estude, e encare a prova de Física do vestibular do ITA.

  19. Tammy Postado em 02/Apr/2014 às 16:51

    Dá uma tristeza sem tamanho, uma descrença na humanidade, uma dor no intelecto quando penso que ainda é preciso explicar a diferença entre isso e aquilo. Um passo à frente. 500 pra trás.

  20. Leonardo Postado em 02/Apr/2014 às 17:44

    Esse cara tinha que descobrir que nasceu de uma mãe vitima de estupro... mudaria a opinião rapidinho.

  21. leandro Postado em 02/Apr/2014 às 17:49

    francamente, um semi-analfabeto, favelado (sem querer ser preconceituoso)... falando merda,e vocês ainda dão atenção.

  22. paula Postado em 03/Apr/2014 às 00:42

    Até parece que só pobre estupra, neannn. Aham, Aham. E os playboys que acham que tem direito de agarrar e estuprar em festas de " elite"? Que ouvem sertanejo universitário que coisifica a mulher tanto quanto o funk? Hipócritas.

  23. Luciano Postado em 03/Apr/2014 às 16:35

    O estuprador e um sujeito que não tem argumentos para conquistar uma mulher, dai apela pra covardia e para violencia. Cadeia neles.

  24. Vitor Postado em 03/Apr/2014 às 22:05

    Aqui precisa de uma censura na internet que nem tem na China pra censurar certos acéfalos por aqui, cada dia que passa é mais besteira!

  25. Bruno Sousa Postado em 13/Aug/2014 às 07:38

    De certa forma, ele não esta errado, tenho um comércio e vejo as garotas jogadas e dando em cima constantemente dos meninos, os chama de viado, entre outros tantos nomes indevidos por muita das vezes ignorá-las. De menor pode roubar, pode matar entre tanta outras coisas, faz sexo com consentimento, quando alguém os ignora elas falam que foram estupradas.