Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 17/Apr/2014 às 16:49
5
Comentários

Propaganda mentirosa da Cemig gera polêmica

Empresa veicula propaganda enganosa sobre aumento da tarifa de energia e é desmascarada

propaganda enganosa cemig
(Reprodução / Propaganda enganosa da Cemig)

Durante vários dias a Cemig veiculou propaganda no rádio, TV e jornais com conteúdo, no mínimo, duvidoso. O anúncio provocou indignação no órgão regulador das tarifas de energia, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

A propaganda empurra para o governo federal e para a agência a responsabilidade pelo aumento na tarifa de energia no estado, mas não diz que foi a Cemig quem solicitou aumento de 29,74%. A Aneel aprovou reajuste médio de 14,29%.

Leia também: Número que assusta: a cada 45 dias morre um trabalhador da Cemig

A tentativa de esconder a verdade foi muito criticada por diferentes segmentos. O diretor geral da Aneel, Romeu Rufino, em coletiva à imprensa afirmou: “olhando o anúncio da Cemig, houve uma desinformação”, e acrescentou: “a agência não impõe nenhum valor. Ela autoriza a cobrança até um determinado valor”.

O PT entrou com liminar no Tribunal Regional Eleitoral alegando uso político do aumento da tarifa para desgastar o governo federal. A liminar foi negada. No último dia 15, em meio ao conflito, a presidente do Conselho da Cemig, Dorothéa Werneck, renunciou ao cargo sem dar explicações.

Governo responde

“É falsa a afirmação da CEMIG de que o reajuste na conta de luz dos mineiros é decidido pelo Governo Federal. Na verdade, a CEMIG pediu à ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica) um reajuste de 29,74%nas contas de luz dos consumidores mineiros. A Aneel autorizou 14,24%.

“Ressalte-se que este é o índice máximo. O reajuste nas contas de luz pode ser menor por decisão da CEMIG e do governo mineiro. Hoje grande parte dos consumidores mineiros paga uma alíquota de até 30% de ICMS na sua tarifa de energia, o maior índice do país.

“Foi a ação do Governo Federal que fez com que, no ano passado, os consumidores de todo o país tivessem uma redução média de 20,2% no valor da conta de luz.”.

Vídeo

Brasil de Fato

Acompanhe Pragmatismo Político no Twitter e no Facebook.

Recomendados para você

Comentários

  1. Capeta Postado em 17/Apr/2014 às 20:47

    A direita e seu jogo sujo. Se dizem defensores da moral e dos bons costumes, mas são os seres mais perversos da face da terra!

  2. Weslei Postado em 18/Apr/2014 às 20:44

    Se houvesse resposta a propaganda da Cemig iria passar como verdadeira.

  3. Eduardo Abreu Postado em 20/Apr/2014 às 01:53

    coisa de tucano

  4. Elton sem medo. Postado em 20/Apr/2014 às 16:57

    o senador aécio neves é um mentiroso, hipócrita e conseguiu destruir o nome da maior estatal de minas, a cemig. uma empresa muito respeitada em toda minas gerais. simplesmente pela ganância de ganhar as eleições. Nós mineiros estamos com vergonha de como um cara sem escrúpulos, usa e abusa do nome de nosso estado. Esse cara não mora aqui em minas, ele é um aproveitador. Oportunista usa o nome de Tancredo neves. Mas ele não chega aos pés do avô. Ele simplesmente conseguiu acabar com a economia do estado. Minas está muito atrasada em relação aos seus vizinhos, justamente por causa do choque de gestão, que ele fez aqui, e que sua marionete, Anastazia, continuou fazendo.

    • Raíssa Postado em 23/Apr/2014 às 09:04

      E continuara destruindo Minas com o Pimenta da Veiga candidato a governador.