Redação Pragmatismo
Compartilhar
Curiosidades 17/Apr/2014 às 11:06
6
Comentários

As melhores cervejas do mundo

Cerveja brasileira é eleita uma das melhores do mundo. Cerveja Dubbel, da Wäls, ganhou medalha de ouro na categoria Belgian Dubbel da World Beer Cup. O rótulo Quadruppel da cervejaria levou prata em outra modalidade

cerveja wals melhores do mundo
Cervejas da Wäls Brasil foram premiadas em concurso de melhores cervejas do mundo (Pragmatismo Político)

Não são apenas Bélgica, Alemanha e Estados Unidos que se destacam entre os países com as melhores cervejas do mundo. Além da tradicional cachaça, o Brasil também ganhou notoriedade recentemente, na World Beer Cup, competição internacional de marcas de cerveja, que se considera as olimpíadas da bebida. Na premiação deste ano, o rótulo tupiniquim Dubbel ganhou a medalha de ouro na categoria “Belgian Dubbel” e o Quadruppel ficou com a medalha de prata no grupo de “Outros Estilos Belgian Ale”.

Ambas as garrafas são produzidas pela empresa Wäls, que fica em Belo Horizonte e distribui produtos principalmente nas regiões Sudeste e Sul, e no Distrito Federal. Ao todo, mais de 1.400 cervejarias de 58 países inscreveram quase 4.800 rótulos para participar do concurso, que engloba 94 modalidades e é organizado pela Brewers Association.

A Wäls Dubbel, primeiro em seu grupo, é do estilo Belgian Strong Ale Dubbel e se caracteriza pela aparência castanha escura, com espuma densa e duradoura. O aroma é de frutas secas com notas de especiarias e maltes especiais, enquanto o paladar traz persistência do torrado, levemente picante e bastante seco. A bebida é refermentada na garrafa, tem 7,5% de álcool e 26 IBU’s (Unidade Internacional de Amargor).

Já a Wäls Quadruppel, consagrada na segunda posição entre concorrentes de sua categoria, é do estilo Belgian Strong Ale Quadruppel. Isso significa que é feita com quatro tipos de malte, nobre cepa de levedura, lúpulos especiais e diferentes especiarias. Sua aparência é marrom rubi, o amargor é equilibrado e a espuma, aveludada. O aroma é intenso e o sabor é de malte, chocolate toffee, mel e frutas secas. Outra peculiaridade da bebida é que ela é maturada em carvalho francês marinado com cachaça mineira. Além disso, é refermentada na garrafa com teor alcoólico de 11% e 35 IBU’s.

Luciana Carvalho, Exame

Recomendados para você

Comentários

  1. Almir Postado em 17/Apr/2014 às 15:15

    Espero que permaneça sempre uma cerveja independente, e não seja comprada pela Ambev, que gosta de adicionar coisas estranhas na cerveja que fabrica para "ajustar o sabor ao paladar brasileiro". Uma grande balela que na verdade visa economizar na cevada para potencializar o lucro.

    • Nelson Postado em 18/Apr/2014 às 08:21

      Amém...

    • Rodrigo Postado em 18/Apr/2014 às 11:43

      Cerveja é cultura, é arte... um bom produto deve ser admirado por todos amantes e admiradores do cultivo cervejeiro. Toda cerveja tem seu segredo é assim conquista o seu público... Mesmo sem tais correlatos e miscelânea para auxiliar no irresistível mercado financeiro, tais estão conquistando cada vez mais o ilustre e apaixonado mercado cervejeiro....

  2. Loen Postado em 18/Apr/2014 às 16:50

    Nunca vi essa cerveja no mercado. Isso tem cara de produto para exportação.

    • marcelo_X Postado em 22/Apr/2014 às 17:44

      aqui é curitiba é bem comum nos supermecados mais "elaborados".

  3. Prih Postado em 19/Apr/2014 às 20:45

    Depois que se experimenta marcas premium e as importadas, dificilmente se acostuma com as pilsen e chopp BR, como citada pelo Almir, da AMBEV. Suco de milho não dá! kkkkk Além dessa citada, no Brasil tem outras marcas premium muito boas que são muito acima do padrão de cerveja comum, como as Eisenbahn, Paulistânia e Baden baden, por exemplo. Dizer que é paladar brasileiro é sacanagem. Barateiam o custo da cerveja para ganharem muito em cima do publico brasileiro, que tem pouco acesso a cervejas de qualidade. Não é atoa que bebemos estupidamente gelada, que é pra congelar as papilas gustativas e não sentirmos o gosto ruim kkkkkkkkkkk