Redação Pragmatismo
Compartilhar
Barbárie 02/Apr/2014 às 17:57
26
Comentários

Médica que cortou pênis de noivo mantém perfil no Facebook

Integrante de uma família rica e tradicional, médica Myriam Priscilla orquestrou a vingança três dias após noivo acabar com o relacionamento.

médica cortou pênis marido
Myriam Priscilla de Rezende Castro, a médica mineira que mandou cortar o pênis do noivo (Reprodução)

Policiais civis de Minas Gerais prenderam a médica mineira Myriam Priscilla de Rezende Castro, de 34 anos, no interior de São Paulo, durante a manhã desta terça-feira (1º). Condenada a cumprir pena de seis anos de reclusão por ter contratado três homens para cortar o pênis do ex-noivo, ela teria se mudado para a cidade paulista de Pirassununga, com o intuito de escapar da prisão.

O crime ocorreu em Juiz de Fora, na Zona da Mata, no ano de 2002. A vítima, Wendel José de Souza, rompeu o noivado com Myriam três dias antes da data em que os dois se casariam. Revoltada, a médica contou com a ajuda do pai, Walter Ferreira de Castro, atualmente com 76 anos, para contratar dois homens que mutilaram o ex.

médica cortou pênis marido

Myriam também trabalhava atualmente na cidade de Pirrassununga. Em 2011, a médica criou um perfil no Facebook. Entre as postagens feitas é possível encontrar fotos de viagens, além de mensagens religiosas e de apoio a defensores dos animais. As informações disponibilizadas na rede social indicam que a mineira chegou a se casar em 2012 e, até então, vivia uma rotina tranquila no interior paulista.

O crime

Antes de sofrer a agressão, Wendel teria sido ameaçado por Myriam. Durante o julgamento, a promotoria revelou que a vítima chegou a ter a casa e o carro incendiados pela acusada, como demonstração de que a médica queria se vingar a qualquer custo. Integrante de uma família rica e conhecida em Juiz de Fora, ela contou com a ajuda do pai para contratar três homens para executar a mutilação.

No dia em que foi rendido pelos agressores, Wendel estava em companhia do irmão, que chegou a desmaiar diante da violência da cena. Os executores usaram uma faca para cortar o pênis do rapaz e fizeram questão de dizer que estava agindo a mando da ex-noiva e do pai dela na ocasião.

medica-penis-noivo2

Myriam se mudou para Barbacena após o fato, onde continuou atuando como clínica geral até o final de 2013. A transferência para Pirassununga, no interior de São Paulo, ocorreu imediatamente após sua sentença transitar em julgado, confirmando a pena de seis anos de reclusão devido à prática do crime de lesão corporal gravíssima.

Até então, a médica havia conseguido manter a liberdade com base em uma sequência de recursos judiciais, o que não caberia mais após a decisão final da Justiça. Ela estava saindo de casa, um condomínio de luxo, para o trabalho, na manhã desta terça-feira, quando a equipe de policiais civis da Coordenação de Operações da Superintendência de Investigação e Polícia Judiciária (SIPJ) da Polícia Civil do Estado de Minas Gerais efetuou a prisão.

Myriam chega à Capital mineira na noite desta terça-feira e será encaminhada à Penitenciária Feminina Estêvão Pinto. Nos próximos dias, ela deve ser transferida para a cidade de Juiz de Fora, onde se dará a execução da pena.

Maira Monteiro, Bhaz

Recomendados para você

Comentários

  1. Monteiro Postado em 02/Apr/2014 às 18:07

    Meu Deus. Mas e aí, como ficou o Júnior, ele vai voltar, será reimplantado?? Eu não desejo isso nem para meu pior inimigo...

  2. LINA Postado em 02/Apr/2014 às 18:24

    A LOKA

  3. Fernando Postado em 02/Apr/2014 às 18:24

    O pior é que ela vai ser encaminhada para a penitenciária Estêvão Pinto. O destino não perdoa.

    • Monteiro Postado em 02/Apr/2014 às 18:42

      E olha o nome: Myrian Castro. Não haverá Psirico no próximo carnaval dela.

      • karina Postado em 04/Apr/2014 às 13:24

        melhor comentário

    • JEAN Postado em 02/Apr/2014 às 22:58

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

    • Rafael Teodoro Postado em 02/Apr/2014 às 23:53

      kkkkkkk nossa caras vcs são mitos

  4. Luís Fernando Postado em 02/Apr/2014 às 18:48

    Quero só ver quanto tempo ela ficará presa. Rico não passa muito tempo na prisão.

  5. Edgard Postado em 02/Apr/2014 às 18:49

    Penitenciária Estêvão Pinto.... Puta ironia do destino

  6. Sílvio Postado em 02/Apr/2014 às 19:00

    Tem sorte de estar viva. Se uma mulher me capasse nem imagino o sofrimento pelo qual eu a faria passar.

    • Lopes Postado em 06/Apr/2014 às 21:13

      Um erro não justifica o outro!

  7. Daniely Postado em 02/Apr/2014 às 19:09

    Gosto bastante das reportagens de vocês mas discordo quando vocês expoem o perfil social do acusado, mesmo ela tendo praticado um crime, expor ela dessa forma só dissemina mais ódio, instiga demais as pessoas.

    • Eduardo Abreu Postado em 03/Apr/2014 às 07:17

      Ela não devia nem ter este direito, pois através das redes sociais você pode expor sua opinião livremente e ela está condenada a privação da liberdade. E quanto a fomentar ódio isto é balela pois o que foi feito é por achar que tendo dinheiro pode tudo, e a vítima também foi punida por não respeitar o sentimento da condenada, uma atitude destas é traumática demais, não mutila fisicamente mas com certeza fere por toda a vida uma mulher ou homem.

    • Eduardo Abreu Postado em 03/Apr/2014 às 07:22

      Brincar com sentimento é uma coisa muito séria, e o caso aqui é simplesmente por isto, e a pena não foi maior pois as marcas da separação também são inesquecíveis. Porque não adiou a data, porque cancelar um casamento a três dias do mesmo.... é coisa muito traumática.

      • Rafiza Postado em 03/Apr/2014 às 13:32

        Desculpa Eduardo, mas você mutilar uma pessoa apenas pq ela decidiu não estar mais com você, não é desculpa.....nada justifica o ato dela e do pai dela!

  8. Tammy Postado em 02/Apr/2014 às 19:10

    Que psicopata essa mulher! Só não gosto muito dessas referências à classe social dela. Não se espantem! Temos mentes criminosos em qualquer estrato social. Ninguém gosta quando se referem ao pobre como "aquele ladrãozinho miserável que mora na favela". Crime é crime. E pronto! Quando se diz que a justiça é cega é porque ela tem que punir igualmente o mesmo crime e não de acordo com o histórico social da pessoa. Cadeia pra essa bandida!

  9. Lyza Mara Postado em 02/Apr/2014 às 19:49

    Se a moda pega !!

  10. Thiago Teixeira Postado em 02/Apr/2014 às 21:04

    Isso que é mulher de atitude! Imagina o que ela faz com paciente que desmarca a consulta?

  11. Leandro Postado em 02/Apr/2014 às 21:50

    Incrível como vocês esquerdistas/feministas/liberais são controversos... olha só quanta piadinha de mau gosto aqui nos comentários... se fosse uma mulher estuprada vocês soltariam os cachorros... HIPÓCRITAS. O cara foi mutilado, não tem nada de engraçado nisso.

    • Fernando Postado em 03/Apr/2014 às 10:41

      É... foi um estupro às avessas isso o que ela fez com ele. E pensar que essa psicopata é médica... Mas o próprio texto explica a situação: a paty filhinha de papai que nunca ouviu um não na vida correu prá casa e pediu para o papi fazer justiça, daí o coronelzinho do mato, p. da vida porque usou o raciocínio "comeu minha filha e agora quer pular fora", contratou os jagunços e ainda os mandou dar o recado de quem tinha feito a barbaridade com ele, que aquilo era castigo. Alguma evolução desde o tempo da colônia?

  12. Isabelle Postado em 02/Apr/2014 às 22:09

    É mais comum o contrário, homens se vingarem das ex namoradas que terminam o relacionamento. Mas seja homem ou mulher, o tratamento deve ser o mesmo. Haja sangue frio, covardia, gente ruim de coração podre! Não se lembram que tudo nessa vida que se faz, se paga. É lei. Apenas merece minha pena, e esse cara, meus pêsames. Que coisa horrenda.

  13. pedro Postado em 03/Apr/2014 às 06:16

    Direito Criminal brasileiro produz aberrações como essa. Se o cara for pego com 150 de maconha possivelmente será condenado a uma pena bem maior.

  14. Reynaldo Postado em 03/Apr/2014 às 12:12

    Cara... Eu perdi minha passagem para o paraíso... Eu ri tanto com essa matéria que auto-bolei-me comigo mesmo. Na boa... Essa lovou a serio cortar o aparelho opressor pela raiz.

  15. Vitor Postado em 03/Apr/2014 às 14:24

    Isso devia ser feito só com estupradores e pedófilos, a mulher tava doida pelo piu piu do cara mesmo!

  16. leandro Postado em 04/Apr/2014 às 10:55

    Nem presa devia ficar, deveria ir para um manicômio! Alem de multilar o cara, ainda incendeia a casa e carro! Não tem desculpa alguma! O cara apenas não queria ficar com ela e essa doente age dessa maneira. Calculasse que deve ser uma mimada que tem tudo o que quer na hora que quer, ai levou um tapa da vida e age com revolta. Engraçado que nesse caso não vejo ninguém pedindo pena de morte nem nada... Não que eu desejo isso à ela, como dito a cima, deveria ser internada.

  17. Marta Postado em 04/Apr/2014 às 14:27

    Li numa matéria que ela se casou em 2012, cara! Como é possível alguém confiar numa pessoa com tamanho desequilibrio, a ponto de se casar ??!!!