Redação Pragmatismo
Compartilhar
Rede Globo 15/Apr/2014 às 11:42
55
Comentários

Jornal Nacional atinge pior audiência da história

Jornal Nacional atinge recorde negativo histórico de audiência. O declínio do principal telejornal global é irreversível

jornal nacional pior audiência história
Audiência do Jornal Nacional é a pior da história (Divulgação)

Paulo Nogueira, DCM

Nos anos 1980, quando eu era um jovem repórter da Veja, a redação, no sétimo andar do prédio da Abril na marginal do Tietê, se alvoroçava quando batiam 8 da noite.

Uma televisão, no fundo da redação, começava a passar o Jornal Nacional. A redação parava, mesmo em dias de fechamento, e só voltava a funcionar quando o JN terminava.

Não era só a Veja que parava. Era o Brasil. O JN tinha então 70% de audiência, em média. Às vezes mais. Ditava a agenda política e econômica do país. Roberto Marinho — que na busca de favores da ditadura dizia que a Globo era “o maior aliado” dos generais na mídia, conforme mostram documentos de Geisel reunidos em livro — teria afirmado que notícia era o que o JN dava.

Para mim, o JN acabaria com minha saída da Veja rumo à Exame, em 1989. Perdi o hábito de vê-lo e jamais senti falta. Não voltei a ver sequer quando trabalhei na Globo, em meados dos anos 2 000. Nas reuniões do Conselho Editorial da Globo, às terças de manhã, eu chegava sem ter a mínima ideia do que o JN dera ou deixara de dar, e tinha uma certa dificuldade em me engajar em algumas conversas.

Muita gente fez o que fiz, por variados motivos. (O meu foi o incômodo em ver tanto foco em desgraças depois de ter visto o JN, na ditadura, mostrar um país paradisíaco aos brasileiros. Isso contribui para a nostalgia de alguns inocentes pelos ‘bons tempos’ dos militares. Também o conteúdo influía bem menos na Exame do que na Veja.)

Todas essas reminiscências me ocorrem ao ler que esta semana o Jornal Nacional bateu seu recorde negativo de audiência ao chegar a 18%.

É uma derrocada notável – e irremediável. Em alguns anos, os 18% parecerão muito diante da audiência que sobrará para o principal telejornal do Brasil.

O que ocorreu?

A tentação é dizer que é a ruindade técnica do JN que afastou o público. Mas, mesmo pobre o jornalismo do JN, não é esta a razão primeira do declínio.

Isto quer dizer que não adiantaria nada – pelo menos quanto ao Ibope — trocar o diretor de telejornalismo da Globo, Ali Kamel, por alguém mais criativo e talentoso. Ou tirar Bonner, que já deve ter mais seguidores no Twitter que espectadores no telejornal que apresenta.

A real causa se chama internet.

A internet é uma mídia que os analistas classificam como “disruptora”: ela não se integra às demais, como sempre aconteceu na história do jornalismo. Ela mata.

As demais mídias – tevê aberta incluída – são progressivamente engolidas pela internet.

A situação do JN é análoga à que enfrenta a Veja. A revista definha em circulação, publicidade, influência, importância – em tudo, enfim. Não adianta trocar o diretor de redação. Mesmo que a Veja voltasse a ter a qualidade notável da década de 1980, sob o comando dos diretores JR Guzzo e Elio Gaspari, nem assim os leitores retornariam, porque o produto se tornou obsoleto como uma carroça quando despontaram automóveis nas ruas.

O milagre da Globo, hoje, é conseguir faturar como nunca, com audiências em colapso em todas as frentes, dos telejornais às novelas.

Proporcionalmente, a Globo ganha em publicidade mais do que ganhava quando alcançava três ou quatro vezes mais pessoas. Esta é a raiz da fortuna da família Marinho, a mais rica do Brasil.

O milagre se deve a uma coisa chamada BV, Bônus por Volume, uma espécie de propina que é paga às agências de publicidade para que anunciem na Globo.

Foi uma invenção de Roberto Marinho, depois seguida pelas outras grandes empresas de mídia do país, mas com resultados insignificantes se comparados aos da Globo.

Hoje, muitas agências dependem do BV para sobreviver.

Graças a isso, com cerca de 20% do mercado de mídia, a Globo tem 60% do bolo publicitário, uma bizarrice.

Isso vai mudar quando os anunciantes – que afinal pagam a conta – se recusarem a pagar tabelas cada vez maiores por produtos que alcançam cada vez menos pessoas.

Quanto ao Jornal Nacional, vive em boa parte das audiências passadas.

Políticos que fizeram carreira vendo-o influir tanto, sobretudo nos anos 70 e 80, parecem guardar dele a imagem poderosa de antes.

É a geração que está hoje no poder. “O pessoal morre de medo de 30 segundos do Jornal Nacional”, me disse recentemente um desses políticos.

Ele estava falando da dificuldade em fazer o Congresso discutir a regulação da mídia. Por isso, mesmo com uma audiência raquítica, o JN continua a ser um fator de obstrução de avanços sociais, uma espécie de Bastilha nacional.

Novas gerações de políticos vão ver o JN não pelo que foi, mas pelo que é: um programa minguante, cada vez visto por menos gente e, por isso, menos influente a cada dia.

Que venham as novas gerações, até por isso.

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcio Peixoto Postado em 15/Apr/2014 às 11:51

    AMÉM!

    • Monteiro Postado em 15/Apr/2014 às 14:38

      Vai chegar um momento em que só o "Homer" vai assistir! Hahahahhahahahahahahahaha eu me mato de rir! Bem feito! Hahahahaha.

    • luiz valdi de araujo Postado em 16/Apr/2014 às 01:58

      ACONTECE QUE O JN PASSOU A SER UM PALANQUE ELEITORAL ELETRONICO DE LUXO QUE BENEFICIA INDIRETAMENTE SEU CANDIDATO COLLOR DE MELLO II, OU SEJA, AÉCIO NEVER, QUE PODERÁ SER SUBSTITUIDO PELO SEGUNDO DA FILA, DUDU MALVADEZA, CASO O COLLOR-II CAIA NAS PESQUISAS E FIQUE EM TERCEITO... ISSO É LATENTE E INDISFARÇÁVEL.

    • Marcia Guarize Postado em 16/Apr/2014 às 08:02

      Assim seja.

    • codamir José Santana Postado em 16/Apr/2014 às 09:14

      A Rede Globo manteve uma postura de ditadura,amordaçando os profissionais do jornalismo que não podem dizer aquilo que o povo gosta de ouvir,Internacionalizou em exccesso e esqueceu de ajudar o proprio brasil e se informar direto como manda o figurino, tomou postura de governo e não de rede de informação. Assim, a Rede do Roberto Marinho que já se foi, ira também aos poucos. Não há mais programas que prende a atenção de pessoas inteligentes, aos domingos só aproveita alguns esportes uma vez que só passa futebol do RIO. O FAUTÃO ninguém tolera aquela gritaria sem sentino num programa sem conteúdo. A Globo precisa tomar nova postura se quiser se manter no senário.

  2. jose Postado em 15/Apr/2014 às 11:54

    No meu caso não vejo mais tele jornal, prefiro ler as notcias na net

    • Flávio Postado em 15/Apr/2014 às 18:37

      Eu também! E melhor de tudo é que vc pode ver e ler tudo na integra sem cortes ou manipulações, bem na maioria das vezes, mas vai depender do site que vc acessa. A TV Globo tá perdendo o poder de alienar as pessoas, que continue assim!

  3. Hélio Pires e Albuquerque Postado em 15/Apr/2014 às 11:58

    Depois que vi o Fantástico fazer suspense, como principal tema de abertura do programa, sobre a mudança de Luan Santana para São Paulo, acredito que em pouco tempo deve cair muito mais!!! Me lembro quando criaram o slogan "o que pinta de novo, pinta na tela da Globo"!!! Dei risadas quando assisti pela primeira vez!!! Imaginei os filmes "inéditos" da Tela Quente!!! Vergonha a programação!!!

  4. geraldo Postado em 15/Apr/2014 às 11:59

    ótimo

  5. evandro Postado em 15/Apr/2014 às 12:07

    Prefiro o Jornal da Cultura. Com especialistas discutindo temas relevantes para a soociedade.

    • RuySilva Postado em 15/Apr/2014 às 18:08

      Apoiado Evandro...

    • renata Postado em 15/Apr/2014 às 23:20

      é ótimo, foge do "Padrão" do telejornal

  6. Francisco Cota Postado em 15/Apr/2014 às 12:09

    A galera não está aceitando a Globo como mídia hegemônica. Aliás, não está mais aceitando MÍDIA HEGEMÔNICA. Que a internet continue sendo o nosso portal para um mundo onde mais vozes são ouvidas, mais histórias são contadas e, principalmente, em outras e mais construtivas versões.

  7. Bruno Tavares Postado em 15/Apr/2014 às 12:11

    SIM, é fato. O Brasil está andando pra frente, mesmo com os problemas que temos avançamos muito, e a internet nos ajuda bastante. As grandes mídias manipuladoras estão com o fim contado e podemos ter a certeza que com o passar dos anos o país ficará ainda melhor!!

  8. claudia pinheiro Postado em 15/Apr/2014 às 12:12

    aqui se faz, aqui se paga!

  9. tchekowski Postado em 15/Apr/2014 às 12:19

    Sintoma desta queda lomba abaixo, foi quando o JN anunciou o acerto com os patrocinadores da Fórmula 1 para 2014 citando nome por nome das empresas clientes, com uma sensação de alívio por poder transmitir algo totalmente desinteressante e ganhar bem com isso.

  10. Vitor Postado em 15/Apr/2014 às 12:20

    Boicotemos esse lixo!

  11. Thiago Teixeira Postado em 15/Apr/2014 às 12:25

    Para esta situação dedico a Diretoria da Globo uma música do Judas Priest: SOME HEADS ARE GONNA ROLL !!!!!!!!!!!!

  12. RENATA Postado em 15/Apr/2014 às 12:28

    AMÉM AMÉM AMÉM.....

  13. Tea Guerra Postado em 15/Apr/2014 às 13:22

    JR Guzzo não é aquele que comparou as relações homoafetivas à zoofilia? É mais fácil ele enterrar a Veja de vez que salvar o que quer que tenha restado pra ser salvo (exceto as árvores que não seriam mais derrubadas pra fabricar a revista)

  14. Joel Barpin Postado em 15/Apr/2014 às 13:28

    Antes de abrir a garrafa de champagne e soltar os fogos, acho melhor procurar saber quem eh a concorrente, porque se for a Record(igreja universal), eh melhor gastar o dinheiro com uma passage para Burkina Faso...la voce serah muito mais feliz!

  15. Pedro H Postado em 15/Apr/2014 às 13:43

    que essa mídia golpista e corrupta acabe. que sejam destruídos os alicerces de mentiras, falácias e repúdios dessa instituição mentirosa. globo nunca mais! regulamentação da mídia já!

  16. Luís Fernando Postado em 15/Apr/2014 às 13:48

    Televisão é ALIENAÇÃO.

  17. joao Postado em 15/Apr/2014 às 14:02

    yes indeed!! (pra usufruir bem da internet tem q saber inglês)

  18. Deisi Postado em 15/Apr/2014 às 14:16

    Não assisto jornal na tv por todos os motivos citados ;prefiro ler notcias na net e quando vejo prefiro jornal da band ou record pelo menos não tenho enjôo.

  19. Martinho Postado em 15/Apr/2014 às 14:17

    O JN pode ter caído mas eu diria que a maior parte do Brasil ainda utiliza o G1 como principal fonte de notícias, acaba dando na mesma.

    • Pedro Reis Postado em 15/Apr/2014 às 21:17

      Isso mesmo. Ainda tem outra coisa para se observar: A estrutura da Globo, cobre todas as mídias, exporta produções para o mundo todo, tem jornal de papel, um grupo imenso de afiliadas, administra um branding gigante. O JN é uma gota nesse oceano. Tem mais: É a unica empresa de comunicação no Brasil que acompanha a integração das mídias e tecnologias. A Record chega perto mas é como o PIB dos EUA x China. E a capilaridade deles é assombrosa.

  20. Thiago Postado em 15/Apr/2014 às 14:20

    O meu medo da internet, é essa turma que acha que facebook é "jornal" e acredita em tudo que é compartilhado, da mesma forma como meus avós acreditavam em tudo que o Cid Moreira dizia. Jornalismo 100% imparcial, não existe, pelo menos no Brasil.

  21. André Campello Postado em 15/Apr/2014 às 14:30

    Há certo tempo que deixei de assistir a esse telejornal visto que suas matérias são totalmente forjadas para atender aos interesses do governo. Atualmente, prefiro assistir ao do SBT, pois a Rachel Sheherazzade fala exatamente o que penso.

    • Monteiro Postado em 15/Apr/2014 às 14:36

      Agora não mais! Agora ela não pode mais falar, foi censurada. O Jornal do SBT foi transformado na mesma porcaria que esse daí.

    • Sílvio Postado em 15/Apr/2014 às 19:27

      Comentário digno de uma ovelha: "fala exatamente o que eu penso" !?!?! Mon ami, nada mais salutar para o desenvolvimento do raciocínio, da sua opinião, do debate do que ouvir o "contraditório", o "outro lado", a opinião diversa. Alienados políticos consomem pensamento, interessados políticos estudam e mergulham no debate.

      • Monteiro Postado em 15/Apr/2014 às 20:17

        Uma coisa é debate, outra é opinião. Ou o amigo sugere que a jornalista abra um debate a cada vez que emite a opinião no telejornal? Pelo amor de Deus!

    • Luiz Postado em 16/Apr/2014 às 10:55

      André troll hahahaha

  22. Deisi Postado em 15/Apr/2014 às 14:51

    André voce tem certeza que não sonhou ou teve um dia de sonabulo? pra fazer um comentario desse .A com certeza é piada ou mentira .vocè nunca assitiu o jornal nacionalkkkkk.

  23. Claudemir Postado em 15/Apr/2014 às 15:01

    Já estava na hora. Muita menos pessoas alienadas agora.

  24. Cris Postado em 15/Apr/2014 às 15:22

    Com certeza contribui para esse índice tão baixo. Só leio noticia na internet, pois posso pesquisar em diferentes fontes se achar que tem algo duvidoso e não apenas acreditar no que me falam.

  25. Iara Cotta Postado em 15/Apr/2014 às 15:32

    depois que a Fatima saiu ainda piorou mais. Eu já não vejo faz tempo. Está troca ditatorial me irritou, Negociata e privilégios me enojam.

  26. rafael Postado em 15/Apr/2014 às 15:42

    Isso, Gigante, não durma, não durma!!!

  27. MauroAugustus Postado em 15/Apr/2014 às 15:55

    A decadência da Globo pode ser um sinal da politização do brasileiro. Onde vou faço crticas a essa mídia perfida e prejudicial a democracia neste país.

  28. Valdomiro Manzato Postado em 15/Apr/2014 às 16:26

    Já parei de assistir há meses! Tenho nojo de ver até os comerciais públicos pagos com nosso dinheiro. As notícias são omissas quando se trata dos "podres do governo".

  29. Francisco Alves Postado em 15/Apr/2014 às 16:49

    Certa vez li que um dos "culpados" para o declínio de audiência do JN e outros programa da RG era o controle remoto, ri dessa afirmação e depois humildemente concordei, o controle remoto realmente é uma "praga" para a audiência de qualquer canal. O JN precisa ter urgentemente alguém que comente a notícia de forma que as pessoas possam entender aquilo que ouviram. Nos anos 70 ou 80 não haviam tantos canais de TV aberta, temos mais opções e o controle...mesmo que seja o remoto.

  30. BRANCA Postado em 15/Apr/2014 às 17:43

    Essa "tv" escrevo tv em letras minusculas mesmo, porque ela é uma vergonha. Desde os jornais que apresenta, os programas ridiculos, sem conteudo cultural algum, e as novelas, essas nem se fala, são tantas tramas podres e vergonhosos, que dói no ouvido, fere principios, e não acrescentam nada de cultura. Que perda de tempo pra quem assiste, bem como desvalorizam os artistas coitados que precisam trabalhar mas tem que se sujeitar a interpretar papéis tão ridiculos, baixos e sem noção. Sinto pelo povo que recebe em casa esta total falta de cultura. É uma vergonha um país como BRASIL ter uma tv desta. Chega a ser um descalabro!!! Enquanto TVs de outros paises procuram colocar em suas programações programas que somem na cultura do povo. rede globo, reveja seus conceitos pois eles estao indo na contra mão do mundo. Tem anos que nao ligo seu canal. by by rede g.

  31. Renato Postado em 15/Apr/2014 às 19:11

    Ainda existe este telejornal?

  32. Leandro Postado em 15/Apr/2014 às 19:18

    É porque a Fátima Bernardes saiu. A Patrícia Poeta não tem aquele "samba-lelê"

    • Thiago Teixeira Postado em 15/Apr/2014 às 20:30

      Eu acho ela muuuuuito gata!!!!! Não acredito que ela tenha grande parcela da culpa, apesar do seu comentário ser supostamente irônico. Acho que o Jornal Nacional (muitos vão rir) perdeu aquela agressividade, estão mais moderados que os outros jornais. Ali Kamel deixa a alopração para o Jornal da Noite e Bom (?) dia Brasil.

  33. kennedy Postado em 15/Apr/2014 às 19:39

    Não assisto mais por considerar um jornal cheio de mentiras e notícias tendenciosas. Acho que o tempo desta emissora esgotou. Prefiro assistir um bom filme no NETFLIX.

  34. kennedy Postado em 15/Apr/2014 às 19:40

    Só para registrar... vou assistir a COPA na BAND. Detesto o Galvão Bueno.

  35. Edvaldo Pinheiro Postado em 15/Apr/2014 às 21:48

    A midiática tv globo é uma vergonha para o nosso país e para o nosso povo!

  36. Edvaldo Pinheiro Postado em 15/Apr/2014 às 22:04

    A globo só coloca o país pra baixo. Nem presta o JN e nem o Fantástico. O governo federal deveria tirar as propagandas veiculadas nessa emissora, como: Banco do Brasil, Caixa Econômica e Petrobrás. Ela mostra e divulga matérias negativas nunca mostra as coisas boas que temos. Perdendo audiência como está a midiática tv globo com certeza vai a falência!

  37. Amer Postado em 15/Apr/2014 às 22:36

    A verdade que leva para o sucesso, e no JN so falam mentira, e esconde verdades

  38. victorino thomaz Postado em 15/Apr/2014 às 23:16

    A rede globo como formadora de opiniões ficou no passado o que precisamos neste momento são brasileiros com espirito patriótico que vê o povo brasileiro como um todo sem distinção de sua conta bancária e que promovam a formação de profissionais técnicos em todos os campos .

  39. Ivonildo Cezar Postado em 16/Apr/2014 às 02:05

    Ou seja, a internet engoliu tudo!

  40. Motta Postado em 16/Apr/2014 às 10:02

    A rede Globo de televisão esta sofrendo uma longa sangria de publico,vai demorar um pouco mas daqui a poucos anos os patrocinadores vão começar a fugir da Globo e ai a coisa vai ficar feia .As gerações mais novas ja estão indiferentes a Globo.

  41. Esdras Pereira Alves Neto Postado em 16/Apr/2014 às 10:37

    KKKK...É muito 18% de audiência. KKKK... Eu quero ver o "oco" da Globo de camarote. Mas isso também me deixa feliz de fato, pois o povo brasileiro está melhor politizado.

  42. André Diniz Postado em 11/Nov/2014 às 16:46

    Ouvi dizer que Boner já está estudando teatro há 2 meses e que o Jornal Nacional vai virar Novela Nacional pra dar mais ibope.