Redação Pragmatismo
Compartilhar
Educação 30/Apr/2014 às 12:09
13
Comentários

ENEM será usado para ingressar na Universidade de Coimbra

Estudantes brasileiros poderão ingressar na Universidade de Coimbra, em Portugal, com a nota do ENEM. Exame passa a ser aceito este ano para candidatos a vagas de graduação. É a primeira vez que uma instituição estrangeira utiliza o Enem como critério de seleção

Estudantes brasileiros poderão ingressar na Universidade de Coimbra, em Portugal, com a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). O exame passa a ser aceito este ano para os candidatos a vagas de graduação. É a primeira vez que uma instituição estrangeira utiliza o Enem como critério de seleção.

A Universidade de Coimbra aceitará os resultados do Enem de 2011, 2012 e 2013 e dispensará os brasileiros dos exames portugueses, que, até o mês passado, eram obrigatórios pela legislação do país. As notas no exame terão pesos diferentes de acordo com o curso ao qual o estudante pretende ingressar. No site da instituição, está uma tabela com os pesos das pontuações.

A Universidade de Coimbra é a instituição portuguesa de ensino superior mais antiga. No ano passado, foi incluída na lista do Patrimônio Mundial da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). Cerca de 23 mil estudantes estão matriculados na instituição. Desses, mais de 2 mil são brasileiros.

O vice-reitor da universidade, Joaquim Ramos de Carvalho, explica que o Enem é o primeiro exame internacional a ser aceito pela instituição como critério de seleção. A universidade deu prioridade pela alta procura de brasileiros. Segundo ele, a instituição estuda aceitar também o Gao Kao, uma espécie de Enem chinês.

“Temos acompanhado a evolução e o sucesso do Enem. Prova disso é o número de universidades brasileiras que aceitam o exame como forma de ingresso. São instituições que respeitamos muito”, diz Carvalho. Ele acrescenta: “O Enem tem qualificações equivalentes [às exigidas pelos os exames portugueses]. Consideramos que podemos aceitar sem necessitar passar por prova”.

Segundo o Ministério da Educação (MEC), o uso do exame pela universidade portuguesa “esta é mais uma prova da consolidação do Enem como critério republicano de acesso ao ensino superior”.

No Brasil, o Enem seleciona estudantes para instituições públicas de ensino superior pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), para bolsas em instituições particulares, pelo Programa Universidade para Todos (Prouni). Além disso, é pré-requisito para obter um financiamento pelo Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e para o intercâmbio acadêmico pelo Ciência sem Fronteiras.

Em 2013, mais de 5 milhões de candidatos fizeram o exame. Neste ano, o Enem poderá ser aplicado nos dias 8 e 9 de novembro. O edital ainda não foi divulgado.

Agência Brasil

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 30/Apr/2014 às 12:34

    Que horror!!!!!!!!!!! Então um aluno (a) da escola pública, com capacidade acima da média tem chances de estudar na Europa? Enem "...é o primeiro exame internacional a ser aceito..." em Coimbra? Socorro. Fora PT, Fora Dilma, chamem o Aécio para colocar as coisas em seus devidos lugares.

    • Monteiro Postado em 30/Apr/2014 às 13:35

      O que tem a ver?

      • Felipe Postado em 30/Apr/2014 às 15:24

        Heheheheheh. Monteirinho, meu "quirido", entende ironia?

      • Monteiro Postado em 30/Apr/2014 às 17:54

        Entendo a ironia. Mas o que tem a ver "Fora Dilma" e "Aécio" com a informação?

  2. Felipe Postado em 30/Apr/2014 às 15:30

    Sou suspeito pra falar, mas tenho certeza que isso nunca aconteceria com um cheirador de pó.

    • Gabriel Cardoso Postado em 30/Apr/2014 às 22:16

      Felipe, quando Paulo Renato Souza (PSDB) criou o ENEM, ele n tinha a intençao de que isso se tornasse um vestibular de ingresso a faculdade. Essa foi uma medida do excelente, para não dizer o contrário, atual prefeito de Sao Paulo, Fernando Haddad (PT), que, como ministro da educaçao da época, diminuiu absurdamente as chances de entrar-se na faculdade. Por mais que tenha havido uma democratizaçao do ingresso, o vestibulando tem apenas uma chance de ir bem em uma prova (no ano inteiro!) para ser admitido em uma universidade federal. Uma prova que, devido à sua dimensão e nivel exigido de resistência fisica, nao deveria, nunca, ter se tornado um vestibular. Talvez o senhor nao soubesse, mas a única mão petista nessa historia foi a mudança na finalidade do ENEM. O mesmo ainda poderia ser considerado uma boa forma de avaliaçao de estudantes do ensino medio e ser reconhecido internacionalmente sem nunca ter se transformado no desastre que é hoje, considerando o vazamento de questões e etc, por conta do petista Haddad. Dessa forma, ele (e o PT) nao poderia ser considerado responsável pelo reconhecimento internacional, visto que ele não criou o exame, apenas o prejudicou. P.S.: Teixeira, a Universidade de Coimbra não é gratuita, um aluno de escola publica só estudaria na Europa se, além do curso e livros exigidos, pudesse sustentar-se (muito dificil em um país que está passando por tremenda crise no momento), ou ser sustentado enquanto estivesse lá, então, por favor, não se iluda e não promova uma ideologia mal informada.

      • Felipe Postado em 01/May/2014 às 12:21

        Ok ok ok. Muito bonito o discurso. Só espero que essas informações tenham sido prontamente escritas, não copiadas da internet - pois não gosto de informações prontas jogadas. Eu passei 2 anos da minha vida tentando entrar na UFRGS por meio de um único vestibular no ano inteiro. "o vestibulando tem apenas uma chance de ir bem em uma prova (no ano inteiro!) para ser admitido em uma universidade federal." essa tua sentença pode ser colocada na 1, 2 ou 3ª melhor universidade do BRASIL (há controvérsias). Além da ufrgs, a USP, a UFSC, e dezenas de outras universidades FEDERAIS, só fazem um único concurso para o ingresso dos pré-universitários. Ok. Agora vamos analisar o que eu REALMENTE escrevi: o projeto bolsa (bolsa-família, bolsa-escola) foi criado pelo FHC. No entanto, só o PT acreditou e deu créditos ao projeto. O que quero dizer: o ENEM foi criado por um tucano, no entanto quem deu créditos e fê-lo crescer foi o PT. O ENEM é um grande projeto, que viabiliza o acesso mais POPULAR e menos PÚBLICO às universidades federais pelo brasil inteiro. Aquelas pessoas que estão no interior da caatinga podem ter acesso à universidade federal através do enem (e não vens me falar que no presente também estão, porque é mentira). Não vamos discutir partidarismos. Aqui na ufrgs, que ainda não aderiu totalmente o enem, os cursos mais concorridos são aproximadamente 90% abastados (pasma, ricos em universidades federais) e 10% cotistas. O que acho que deveria mudar no ENEM é a regionalização do mesmo, não mantendo a sua federação. Eu acho que tu não estás muito por dentro do mundo do vestibular, bem como as suas opções de ingresso e seus editais. Ficou mais claro o meu comentário agora?

      • Thiago Teixeira Postado em 01/May/2014 às 17:04

        Tudo de bom que acontece no governo do PT, é "foi criado no governo FHC". Inclusive no governo FHC inventaram a roda e a penicilina.

  3. deise Postado em 01/May/2014 às 17:30

    Com certeza Thiago foi criado no governo FHC,só que não saiu do papel porque eles ´só governam pra elite e falta sensibilidade .inteligência para colocar em pratica .Bolsa família é bolsa esmola e cria vagabundo ,mais médicos fizeram de tudo para não funcionar .Inclusive o demo abrigou a desertora oportunista da mesma laia deles e fracassaram .Realmente daqui a pouco eles inventaram o avião e muitos reaças acreditarão com certeza.

  4. Felipe Postado em 02/May/2014 às 15:56

    Ô monteiro, não te apegas a pequenos detalhes, principalmente porque teu português deixa muito a desejar. Deixa a guria falar do jeito e sobre o que ela quer. Falar nisso, argumento é o que menos tu tens, não é mesmo?

  5. Esdras Pereira Alves Neto Postado em 02/May/2014 às 22:16

    Felipe; Deise; não gastem tempo com esses tucanos que quebraram o Brasil duas vezes, o Brasil teve de implorar ao FMI recursos financeiros para sair da crise econômica que eles nos atolaram, venderam nossas Estatais a preço de bananas e mesmo assim não conseguimos com esse dinheiro pagar o FMI (para onde será que foi toda essa grana?) e deixou para o Partido dos Trabalhadores um Superávit de esmola . Agora nós temos um Superavit que nunca na história desse país tivemos, pagamos o FMI e a divida externa que eles consideravam impagável e ainda por cima pessoal nós somos CREDORES DO FMI. KKKK... não vou expor mais coisas senão vai ficar muito chato, então, Felipe; Deise; deixa esses sem noção para lá.

  6. deisi Postado em 03/May/2014 às 21:10

    Monteiro chatinho tem razão mas como sempre argumento passa longe de ti , desculpe mas não sei porque vem no pragmatismo só encher o saco . Obrigada por corrigir mas você não é exemplo pois escreve muito mal . Mas se entendeu o conteúdo fico feliz .eu voto no PT jamais no psdb dem pps esses dai só merecem letra minuscula o tamanho deles .Obrigada todos que me defenderam , beijinho no ombro pra você Monteiro .

  7. Thiago Teixeira Postado em 02/May/2014 às 17:00

    Bela análise sintática, agora responda o viés analítico dela: "...só governam pra elite e falta sensibilidade .inteligência para colocar em pratica...". Ela está errada?