Redação Pragmatismo
Compartilhar
Contra o Preconceito 29/Mar/2014 às 15:51
14
Comentários

Piloto que xingou nordestinos é demitido da Avianca

'Não trabalha mais aqui', diz Avianca sobre piloto que xingou paraibanos. Eduardo Pfiffer chamou o povo nordestino de “relaxado, nojento, medíocre e escroto”

piloto demitido avianca
Eduardo Pfiffer foi demitido da Avianca após xingar o Nordeste (Reprodução)

A Avianca demitiu o piloto da empresa que, anteontem, após ser mal-atendido em um restaurante de João Pessoa (Paraíba), havia chamado o povo nordestino de “porco, nojento e medíocre”.

A empresa havia sido cobrada nas redes sociais por internautas para tomar providências em relação ao caso. Possivelmente em razão de a postagem ter atingido a imagem da Avianca, veio a demissão.

No final da noite de quinta, depois da repercussão do caso nas redes sociais, o piloto usou o Facebook para pedir desculpas. Ele afirmou que conheceu lugares incríveis no Nordeste e que não é preconceituoso. Disse ter reagido assim após ter sido mal-atendido e de modo desrepeitoso. Por fim, afirma que reagiu de maneira equivocada ao expor a insatisfação em uma rede social.

A seguir, o pedido de desculpas do piloto:

“Ontem fiz um comentário infeliz, num momento de raiva e insatisfação de atendimento do restaurante em que estava.

Quero esclarecer que não tenho nada contra as pessoas do nordeste, lugar que com frequência fui feliz em escolher para passar os momentos em que não estava trabalhando.

Conheci lugares e pessoas incríveis, fiz amizades que perduram até hoje, sendo prova disso, minha namorada, que conheci em Recife.

Ontem, após um dia que já começou errado resolvendo um monte de questões pessoais, estava faminto e com o horário já apertado para sair para trabalhar e depois de um terrível atendimento que me deixou por mais de uma hora esperando um prato simples, e quando trouxe à mesa, era a refeição errada.

Atenderam-me de forma mal educada, displicente e até mesmo desrespeitosa naquele lugar.
Meu erro foi ter exposto toda a minha insatisfação da maneira errada, usando palavras e expressões incorretas, onde não eu não soube expressar o que realmente senti naquele momento. Sei que o certo seria ter paciência, e no máximo, reclamado com o gerente.

Peço desculpas a quem se sentiu ofendido com minha publicação. Não sou, e nunca tive preconceito de qualquer tipo principalmente com pessoas nordestinas, dos quais muitos são meus amigos.”

Folhapress

Recomendados para você

Comentários

  1. Marcelo Postado em 29/Mar/2014 às 16:48

    Este e' o peso de usar as redes sociais como terapia. `As vezes um psico'logo sai bem mais barato..

  2. julio Postado em 29/Mar/2014 às 16:57

    se fodeu ...vai pilotar o fogão em casa ahora

  3. testemunha binocular Postado em 29/Mar/2014 às 16:58

    perdeu playboy...

  4. leandro Postado em 29/Mar/2014 às 17:06

    se fodeu feio... como piloto o máximo que vai conseguir agora é pilotar teco teco no interior do amazonas.

    • testemunha binocular Postado em 29/Mar/2014 às 17:16

      o povo de lá também não deve agradá-lo... que tal pilotar pra traficantes da flórida ?

    • Fred Postado em 10/Apr/2014 às 16:48

      Seu comentário foi preconceituoso e babaca assim como o do piloto. A punição seria trabalhar no Amazonas?

  5. Priscila Postado em 29/Mar/2014 às 17:21

    ridiculo! já fui pro nordeste e ow lugar bom pra se ir, pessoas simples, tudo que vc pede vem de monte na mesa, muita fartura, adorei! não vejo a hora de voltar!

  6. Luciano Postado em 29/Mar/2014 às 20:17

    Se tem um lugar na terra aonde me sinto a vontade e no norte e no nordeste.

  7. vilson Postado em 29/Mar/2014 às 21:54

    deu uma de jegue, agora vai pilota jegue...

  8. Thiago Teixeira Postado em 30/Mar/2014 às 10:25

    Vou acreditar no conteúdo de sua carta, mas dá próxima vez, guarde seu desprezo pelo Brasil para você. E mais, está com pressa? Ia num self-servisse ou comida por quilo.

  9. Fernando Postado em 30/Mar/2014 às 10:44

    A língua é o chicote da bunda. Falou demais, foi prá rua. Talvez vire instrutor em alguma escolinha de aviação. Bem feito.

  10. Silva Postado em 31/Mar/2014 às 10:34

    As Redes Sociais e a abertura da internet de um modo geral, além de muitas outras utilidades está servindo para mostrar quem as pessoas realmente são. Acreditam que a rede é apenas um ambiente "familiar" e, assim, externam seus preconceitos esquecendo-se que agora, o mundo virou uma pequena aldeia!

  11. Dhoco Postado em 31/Mar/2014 às 12:07

    Quero abrir uma discussão mais ampla aqui. Quando alguém fala mal, das pessoas, do lugar da cultura proveniente do sul do Brasil, não é considera preconceito, e todos “riem” [sic]. Porém quando alguém fala um “a” de um nordestino, é preconceito, é um monstro e lá vem à destilação do veneno. Por quê? Porque paulistas podem falar mal de cariocas e vice e versa e não é considerado preconceito ou racismo? Porque podem chamar “gaúchos de gay” e não é considerado homofobia? Porque eu não posso criar um movimento (ou blog sei lá) chamado “Tenho orgulho de ser branco” sem ser chamado de racista? Em tempo: “Essa modinha do 100% politicamente correto já ta enchendo as paciência [sic]”

  12. Pereira Postado em 31/Mar/2014 às 15:31

    É ... viva !!!!! mais uma cabeça cortada !!!!! viva !!!!! mais sangue !!!!!! . Educação e conscientização 0 x 10 vingança, retaliação e caça às bruxas . Viva !!!! a esquerda "venceu" de novo !!!!!