Redação Pragmatismo
Compartilhar
Justiça 17/Mar/2014 às 19:12
7
Comentários

Quem são os verdadeiramente poderosos e imunes à justiça do Brasil

Nem figuras do PT nem do PSDB, poderoso mesmo é Daniel Dantas, que conseguiu ficar fora da AP 470, apesar de ter sido o principal financiador tanto do mensalão petista quanto do tucano

daniel dantas gilmar mendes
Os verdadeiramente poderosos do Brasil, como Daniel Dantas (esq.), nunca vão presos. Na época que presidia o STF, Gilmar Mendes (dir.) blindou o empresário (Pragmatismo Político)

Luis Nassif

O estado de direito no país está ameaçado pelo desequilíbrio que o julgamento da AP 470 trouxe para o sistema jurídico brasileiro.

O deslumbramento dos Ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) com o julgamento, o atropelo de princípios consagrados no Código Civil para atender aos reclamos das ruas e da mídia, contaminaram todo o tecido jurídico brasileiro – e vai pegar a todos, não apenas o PT.

O PSDB estimulou essa ” vendetta” e agora paga a conta e vai pagar mais ainda.

No momento, vê seu ex-presidente, Eduardo Azeredo – reconhecidamente idôneo do ponto de vista pessoal – ameaçado por uma condenação de 26 anos pelo crime de caixa dois. Assim como as penas da AP 470, são superiores aos piores crimes previstos no Código Penal. Ao exigir o mesmo tratamento a que foram submetidos suas lideranças, o PT faz o mesmo jogo de dar carne fresca ao leão.

Na Papuda, há uma perseguição implacável movida pelo juiz da Vara de Execuções – monitorado por Joaquim Barbosa – e pelo Ministério Público Federal de Brasília. E há um silêncio sepulcral das principais vozes da consciência jurídica do país, para não provocar o clamor da turba.

Em Poços de Caldas, para pegar um deputado do PSDB, um juiz de primeira instância aplicou os mesmos critérios elásticos de formação de quadrilha do STF – consagrados no primeiro julgamento da AP 470 – e colocou na cadeia, em prisão preventiva, dois médicos respeitados da cidade – cujos procedimentos foram avalizados por unanimidade pelo Conselho Regional de Medicina.

Há uma lógica perversa e hipócrita nesse jogo de punições ao largo da lei.

Sentenças de primeira instância já permitem prisões e ações penais não se guiam mais pela análise objetiva dos fatos, tudo para atender à sede de sangue, de punição.

Esta é a hipocrisia de um Joaquim Barbosa, Gilmar Mendes, Luiz Fux e Celso de Mello, de fingir que os verdadeiramente poderosos são os réus do mensalão petista ou tucano.

O verdadeiro poder está nos grupos econômicos que têm cacife para se colocar acima da lei.

Poderoso é Daniel Dantas ao conseguir ficar fora do inquérito. Conseguiu ficar fora da AP 470, apesar de ter sido o principal financiador tanto do mensalão petista quanto do tucano.

Os recursos da Visanet foram aplicados em promoção da marca; os do Opportunity entregues a Marcos Valério sem a comprovação de nenhuma contrapartida. No entanto, o então Procurador Geral da República Antonio Fernando de Souza, retirou o Opportunity do inquérito. E, para justificar o montante movimentado pelo PT transformou a Visanet em empresa pública, deixou de lado a comprovação dos gastos publicitários efetuados com a verba.

No STJ (Superior Tribunal de Justiça), o Opportunity conseguiu brecar a Operação Satiagraha. Empreiteiras de São Paulo conseguiram brecar operações repletas de provas sob as mais diversas alegações – a de que as operações surgiram de denúncias anônimas e outros factoides.

Ao estimular a Justiça em suas vendettas pessoais, ambos os partidos estão dando carne fresca ao leão. E todo esse jogo de cena fornece o álibi para que a Justiça mantenha a impunidade sobre os verdadeiramente poderosos.

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 17/Mar/2014 às 21:18

    Gilmar Dantas.

  2. Dinio Postado em 17/Mar/2014 às 22:55

    Faltou o Nassif mencionar o mais poderoso de todos,os "Irmãos Metralhas Marinho !" Estes sim podem com tudo e com todos ! Donos do maior poderio mediático da América Latina e um dos maiores do mundo! Mandam no Judiciário; no MP; no Congresso Nacional; Emparedam o Executivo Nacional, Estaduais e Municipais, através de seus "tentáculos" espalhados Brasil afora. Mandam no Carnaval do Rio! Mandam no Futebol Brasileiro, têm os Clubes de futebol comendo milho em suas mãos. Transmitem os jogos que bem entendem, fazem os horários e o calendário ao bel prazer de sua grade de programação! E algo que eu acho alarmante e extremamente preocupante, estão acabando com o jornalismo isento e investigativo que existia no Brasil ! Que jovem em sã consciência fará um curso de jornalismo, tendo como horizonte profissional trabalhar para o PIG (Partido da Imprensa Golpista ...segundo o PHA)??? Dir-me-ão...-"ah mas o PIG paga bem!" Até pode ser, os de maior sucesso ou que puxam mais o saco...mas terá que vender a alma e ai...futuro jornalista...acabou a isenção, ou seja acabou o carácter...sobrou o dinheiro! Lei dos Médios !!! Justifica-se aí, o voraz ataque do PIG às forças progressistas no Brasil !!

  3. Ciro Messias Postado em 18/Mar/2014 às 09:22

    É justamente sobre o que venho refletindo ultimamente. A verdadeira corrupção não parte necessariamente do poder público. Temos o hábito de culpar o governo por tudo o que há de errado em nosso país, estados e municípios. No entanto percebo que esses governantes estão servindo meramente como "fantoches" das grandes empreiteiras, bancos, mineradoras, mídias, etc. Enquanto isso quem mantém a máquina funcionando somos nós que pagamos nossos impostos em dia, mas cadê o DARF da Globo? Fazer um espetáculo com o caso do mensalão, ah... isso eles sabem fazer bem.

  4. Alexandre Postado em 18/Mar/2014 às 12:50

    Parabéns aos comentários, não preciso dizer mais nada. Que bom que há outras pessoas enxergando certos fatos, assim como eu. Aliás, achei estar ficando maluco, mas isso me trouxe a realidade......pobre e podre realidade.....

  5. Antonio Carlos Bueno Postado em 18/Mar/2014 às 13:58

    Concordo com os comentários dos Srs. Dinio e Ciro Messias,os quais vieram completar o artigo publicado pelo conceituado comentarista e analista político Luís Nassif. Parabéns pela clareza de ideias.

  6. rodrigo Postado em 18/Mar/2014 às 17:40

    Sarney e Maluf são outros que se derem um tiro na cabeça de uma pessoa, ninguém irá tocar neles

  7. Alexandre Lopes Postado em 31/Mar/2014 às 21:03

    Princípios do código penal e não civil ( erro de digitação ) .