Redação Pragmatismo
Compartilhar
Drogas 13/Mar/2014 às 08:50
12
Comentários

Legalização da maconha no Colorado já rendeu US$ 14 milhões

Colorado fatura US$ 14 milhões com venda legalizada de maconha. Negócio teve início este ano com mais de cem lojas autorizadas

maconha colorado
Colorado já arrecadou US$ 14 milhões com a legalização da maconha (AFP)

O Colorado (EUA) faturou US$ 14 milhões no primeiro mês (janeiro) de venda legalizada da maconha. Isso também significou uma arrecadação de US$ 2 milhões em impostos, de acordo com os dados apresentados pelo Departamento de Receita norte-americano.

A legalização e a comercialização da maconha no Colorado foram aprovadas no ano passado a partir de um referendo. O negócio teve início este ano com mais de cem lojas autorizadas e a taxação sobre as vendas é de 12,9% e 15% sobre o consumo. Cada pessoa pode comprar, por mês, 28 gramas da erva.

Agora, os legisladores do estado vão debater e decidir como gastar o dinheiro arrecadado com a venda da maconha. Entre as propostas figuram campanhas de conscientização quanto ao uso da cannabis e publicidade para que os motoristas não dirijam sob o efeito da erva.

O debate em torno da legalização e comercialização da maconha tem sido travado em vários países. Além dos estados norte-americano de Washington e Colorado, o Uruguai aprovou uma legislação sobre o assunto, permitindo o consumo e o plantio individual e a abertura de cafés para a venda e consumo da planta. Lá, o controle é 100% estatal.

No Brasil, o deputado Eurico Júnior (PV-RJ) apresentou projeto de lei que visa descriminalizar e legalizar a maconha, com o texto prevendo ainda a comercialização, o uso recreativo e medicinal. O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) já anunciou que vai apresentar em breve um PL inspirado na lei uruguaia. No Senado, Cristovam Buarque (PDT-DF) aceitou a relatoria de uma iniciativa popular que pede a regulamentação da maconha no Brasil.

247 e Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 13/Mar/2014 às 09:03

    Fume maconha e promova a violência, assassinatos de jovens negros na periferia e políticos e policiais cada dia mais ricos com o dinheiro do arrego. Ou, fume maconha e transforme seu ato em geração de empregos com carteira assinada e arrecadação de impostos para a melhoria do serviço público. E ainda tem gente que tem dúvidas qual é o melhor caminho, ficamos estagnados nos discursos moralistas em plena democracia.

    • Anne Postado em 13/Mar/2014 às 17:34

      O problema é que no Brasil, isso não vai funcionar. A população ainda é muito imatura para um grande salto como esse. Não temos nem postos de saúdes e escolas, por parte do estado, com pleno funcionamento e estão pensando em legalizar outra droga? Se com o álcool, que é legalizado, vemos tantas tragédias, imagine com a maconha. Ainda existe o problema da polícia ineficiente que temos. Como legalizar a maconha num país corrupto com o nosso? Ilusão achar que essa arrecadação vai para os serviços públicos. Temos MUITO o que amadurecer ainda para pensar em questões como essa.

      • Thiago Teixeira Postado em 14/Mar/2014 às 20:07

        Concordo que falta amadurecermos, mas pagaria para ver uma simulação. Sou da facção que acredita que o consumo não vai aumentar consideravelmente, poderão aderir muitos curiosos, mas podemos ter um ganho no outro lado que seria a redução da violência e corrupção oriundos do tráfico.

      • Carlos Prado Postado em 17/Mar/2014 às 10:12

        Em todo o lugar parte da população é tão imatura quanto e outra parte não. O que é imaturo é defender que o governo pode apontar uma arma para dizer o que as pessoas podem usar ou não. Baixando um decreto não faz o desejo por drogas sumir. E com a demanda surge empreendedores à ofertas. Contudo num sistema onde o empreendimento é proibido só criminosos assumirão os riscos, abrindo no crime oportunidade para jovens que poderiam trilhar outro caminho. Há dados empíricos de uma droga proibida e legalizada, como podemos ver nesses quadrinhos: http://www.stuartmcmillen.com/comics_pt/guerra-as-drogas/

  2. Luis Postado em 13/Mar/2014 às 10:26

    Espero que legalizem logo.

  3. Pereira Postado em 13/Mar/2014 às 11:12

    Depois tem que gastar o triplo para tratar os drogados criados com a legalização...

    • aken Postado em 13/Mar/2014 às 12:50

      os mesmos drogados que já existem com a maconha criminalizada, com a vantagem de que o dinheiro destinado à saúde poderá vir justamente dos impostos cobrados da venda da erva e, quem sabe, poderá ainda acabar com uma guerra civil que assola os morros controlados pelas facções. as elite pira!!!

      • Pereira Postado em 14/Mar/2014 às 16:50

        Vamos legalizar a venda então de armas para qualquer um então...assim a gente gera mais impostos ....vamos liberar a venda em qualquer supermercado, digamos um AR 15 , vamo vender sem restrições pistolas e morteiros ....já que todo o mundo ta se matando mesmo, vamos ver se arrecadamos algum..... ora ...vai planta batatas menino!!!

    • Lucas Postado em 13/Mar/2014 às 15:49

      Disserte sobre o tratamento de usuarios de maconha. Que tratamento? Pra quais males? Qual o custo? A ignorância é um câncer na sociedade.

      • Anne Postado em 13/Mar/2014 às 17:49

        Ele quis dizer ratamento aos viciados, que custará caro não só para o bolso, mas também para as próprias pessoas. Acho que pensar sobre "legalização de maconha" é dispensável quando temos coisas muito mais importantes para resolver. Escolas, postos de saúde, polícia ineficiente, direitos básicos do cidadão. Quando tudo isso estiver resolvido, aí sim estaremos maduros para lidar com a legalização da erva e seus benefícios.

      • Thiago Teixeira Postado em 13/Mar/2014 às 18:56

        A Maconha, para alguns vacilões, é a porta de entrada para as drogas mais fortes. Mas cada um é cada um morô!

    • Willi Postado em 13/Mar/2014 às 17:43

      Por favor, fale mais sobre esse tratamento de viciados em maconha...