Redação Pragmatismo
Compartilhar
Mulheres violadas 10/Mar/2014 às 14:45
119
Comentários

“Fui obrigada a colocar a vagina na cara delas, mesmo estando menstruada”

“Fui obrigada a colocar a vagina na cara delas, abrir tudo, mesmo estando menstruada”. A denúncia é da companheira de um preso, que tentava entrar em uma unidade prisional paulista para visitá-lo. Por reclamar da humilhação, detento foi espancado

Uma mulher que tentava visitar o companheiro, preso em unidade prisional da Grande São Paulo, teve que ficar nua e passou por uma revista vexatória ao tentar entrar no presídio. “Fui obrigada a colocar a vagina na cara delas, abrir tudo, mesmo estando menstruada.”

Segundo a mulher, chamada na denúncia de Rosa, duas agentes acompanhavam a revista e pediram para que ela realizasse movimentos incomuns. “Na hora que me abaixava, falavam para eu jogar o quadril pra frente, colocar a mão na minha vagina e abrir mais para elas verem.”

De acordo com a denúncia, feita à Pastoral Carcerária Nacional, o companheiro de Rosa reclamou com um dos funcionários da unidade e foi espancado após Rosa deixar o presídio. “O funcionário começou a gritar com meu esposo e disse que se ele reclamasse ia ser mandado para o castigo. E mandaram. Depois que saí, outra visitante me contou que agentes penitenciários cercaram meu marido, o espancaram, quebraram um dente dele e levaram para o castigo.”

Desde o fato, Rosa não teve mais notícias do marido, que teria sido, de acordo com a Pastoral, transferido para outra unidade na capital paulista.

A Pastoral afirma ter entrado em contato com o diretor da unidade onde Rosa passou pela revista vexatória, que negou todas as acusações.

Igor Carvalho, SPressoSP

Recomendados para você

Comentários

  1. Anne Postado em 10/Mar/2014 às 14:54

    Se o ''esposo'' estivesse andando na linha, nem ela nem ele precisariam passar por isso! Nunca vi pessoas de bem passarem por revista intima vexatória.

    • Jordano Souza Postado em 10/Mar/2014 às 16:56

      Deixa de ignorância Anne. Julgar cabe apenas à Lei! Quer dizer que porque o marido cometeu um crime ela também tem que pagar? Preconceito bobo...

      • valderlice Postado em 10/Mar/2014 às 18:45

        Tem pessoas q existe somente para atirar pedras nos outros....

      • Vera Postado em 10/Mar/2014 às 20:04

        Concordo com vc

      • Carlos Postado em 10/Mar/2014 às 20:34

        Se o maridão da reclamante está preso é pq a Justiça já o julgou. Então, a moça, sendo ou não cidadã de bem, estando ou não menstruada, tem de submeter às mesmas regras impostas aos visitantes das cadeias. Não se trata de "ignorância" ou preconceito; apenas do cumprimento de uma norma. Simples assim.

      • Taay Postado em 12/Mar/2014 às 01:45

        Concordo com o Carlos

      • Veio Postado em 08/Oct/2015 às 19:39

        Concordo Jordano. O absurdo não está na revista intima. Está na reação dos agentes ao fato do detento ter reclamado. Tem gente que comenta aqui que parece que só leu o título da notícia.

      • Pedro Postado em 24/Nov/2015 às 16:19

        A lei? Essa lei que está aí feita por bandidos para bandidos? É isso que você considera lei? Se as ong's de direitos dos manos não ficassem criando caso para colocar um vidro blindado e comunicação por telefone em todos os presídios, nem de revista precisaria! Mas já que preferem que exista o contato físico com os presidiários para que estes possam receber, drogas, telefones e armas, então vai ter revista íntima humilhante sim, até um dia vocês próprios que apoiam os lobos vestidos de cordeirinhos dos direitos humanos reconhecerem que estão errados em querer defender mais os bandidos e seus parentes e simpatizantes do que as vítimas. destes!

      • Paulo Postado em 27/Nov/2015 às 20:22

        não tem que pagar, muito menos continuar com bandido, se continua é porque é da laia

      • tatiana reis Postado em 05/Jan/2016 às 02:16

        ta bom, paulo, ja entendemos q vc abandonaria um familiar q cometeu um crime... acredita em deus?

      • Victoria Postado em 05/Jan/2016 às 02:54

        Carlos, o Brasil tem um número gigantesco de presos provisórios (pessoas presas aguardando julgamento) que passam anos na prisão e boa parte delas é inocentada após julgamento, vá procurar os dados do DEPEN e vc pode checar. Concordo que ela tem que se submeter ao MESMO procedimento de todas as outras, mas não foi isso que aconteceu. Leia de novo a matéria. A denúncia é justamente porque houve um tratamento "diferenciado".

      • crispim martins da luz Postado em 22/Jan/2016 às 05:46

        sr Jordano, a Anne não é ignorante por esse comentário, penitenciária não é motel, já é regalia demais para um elemento que ofende a sociedade e não deve se confiar em mulher de preso, possa até ser que esse detento esteve preso por um deslise, mas a grande maioria são infratores, assassinos que tiraram vidas até mesmo para roubar. é bom perguntar para a família das vítimas, se elas têm sua mesma opinião. quer ter uma vida de cidadão livre, que ande como cidadão. preso deveria ser preso mesmo, sem visita íntima e trabalhar para comer, e não a sociedade ofendida por esses marginais, trabalhar para mantê-los

      • Cassio Postado em 07/Mar/2016 às 16:12

        Ignorância é a sua.. Só no Brasil existe prisão onde detento tem contato privado e íntimo com visita.. O certo mesmo era falar pelo vidro e telefone.. Quando muito numa salinha muito bem monitorada. Tem que revistar mesmo..

      • jairo Postado em 27/Mar/2016 às 12:53

        e cara interessante queria ver se um parente seu estivesse tranquilamente andando pela rua ae de repente toma um tiro e assaltado ou alguma parente sua sofra algum abuso amigo se esta preso e porque não e santo e mais quem defende vagabundo e vagabundo

    • Ana Maria Postado em 10/Mar/2014 às 17:24

      E isso justifica a humilhação sofrida por essa mulher? Que vergonha ler esse tipo de comentário vindo de uma MULHER ou de qualquer outro tipo de cidadão. Se o esposo da visitante cometeu um crime, esta vergonha acontecida não é plausível. Só peço que repense e releia o que tu escreveu.

      • Geraldo Postado em 02/Nov/2015 às 21:18

        Temos que olhar os dois lados...é comum ao visitarem algumas cadeias, algumas mulheres introduzirem drogas e até mesmo telefone celular na vagina para entregar para os seus maridos, namorados.

    • aline Postado em 10/Mar/2014 às 17:30

      santo bom senso hein "Anne" ¬¬

    • Vinicius Postado em 10/Mar/2014 às 17:37

      Nunca vi pessoas de bem apoiarem este tipo de atitude do governo. Parabens pela sua atitude de "pessoa de bem". Ridiculo ainda querer culpar ela, o crime do marido nao tem nada a ver com o que ela passou, e mesmo quem comete um crime nao tem de passar por isto, nao eh o que a lei diz, ABSURDO.

      • Bruna Elisa Postado em 11/Mar/2014 às 22:23

        Disse Tudo Vinicius! Anne uma pessoa que comete um crime não deixa de ter direitos, muito menos sua companheira(o)!! Me mostra "onde" é essa linha a que vc se refere que temos que andar pra ver se aprovamos no congresso sua definição limitada e preconceituosa de "Cidadão de Bem"..

      • paulo Postado em 20/May/2016 às 13:09

        E se ela enfiasse droga ou celular na vagina, como muitas fazem?

    • Bruna Postado em 10/Mar/2014 às 17:38

      você tem andado na linha, anne? se algum dia qualquer direito teu seja desrespeitado, quero ver alguém dizer na sua cara que você mereceu. que jeito mais raso de definir as pessoas. não sei se é por preguiça, comodismo ou falta de visão de mundo mesmo, porque é muito óbvio nessa situação que as únicas pessoas de atitudes questionáveis são esses policiais estúpidos.

      • Edson Carli Postado em 11/Mar/2014 às 08:30

        Vou fazer uma página de fan-clube pra você. Nem vou falar mais nada, você disse tudo por mim.

    • Isa Isa Postado em 10/Mar/2014 às 18:12

      Nao tem essa de ''pessoas de bem'' quando o que esta em questao é a situaçao financeira da pessoa. Vc acha que uma pessoa rica passaria por tudo isso? E independente do que ele tenha feito, ele esta preso , ou seja, ja esta pagando pelos crime dele. Nao tenho pena de quem rouba, mata , etc.. Mas fazer esse tipo de comentario nao leva a nada. Outra coisa.. '

    • Fernanda Postado em 10/Mar/2014 às 19:10

      "Pessoas de bem"

    • Bruna Postado em 10/Mar/2014 às 19:24

      Vc é ignorante e limitada. Não há outra explicação para esse comentário infeliz.

    • Vera Postado em 10/Mar/2014 às 20:03

      Sua idiota!! Como vc fala uma coisas dessas? Se ponha no lugar do outro. Vc não sabe o dia de amanhã! Imagina um ente querido seu numa situação dessas?? Misericórdia!!

    • cardiana Postado em 10/Mar/2014 às 23:13

      algumas vezes é melhor não dá opinião alguma, do que expor pensamento tao lamentável qnto este....

    • Armando (Porto Alegre) Postado em 11/Mar/2014 às 00:28

      Porque as aspas? Ou o fato dela ser casada com um presidiário não lhe dá o direito de ter um esposo? Antes de fazer certos comentários você deveria refletir um pouco melhor, pois o fato de você nuncar ter visto certas coisas não significa que elas não aconteçam. Dada a "ju$ticia" que temos no país não é possível afirmar que ele está no presídio por não ter andado na linha, mas com certeza é muito plausível afirmar que Pe$$oa$ de ben$ não passam por revistas intimas vexatórias.

    • Breno Postado em 11/Mar/2014 às 00:32

      Essa Anne é uma idiota. Mas não tem outro jeito. A revista íntima tem que existir porque é assim que os prisioneiros conseguem celulares, armas e drogas.

      • Fernando Postado em 06/Oct/2015 às 17:30

        Sério? E porque vc não abre o cu toda vez que vai embarcar em um avião. Quem garante que vc não esta carregando uma granada na rosca? O equipamento né? Porque não adotam nos presídios? Porque é tudo pobre e preto! manda abrir logo o cu e fodam-se todos

    • Amanda Postado em 11/Mar/2014 às 00:40

      Pelo amor de Deus, que comentário idiota! Nem deveria ser publicado!

    • welynton Postado em 11/Mar/2014 às 00:53

      Todo o meu repúdio as pessoas "de bem"!

    • igor Postado em 11/Mar/2014 às 15:25

      O que tem a ver a bosta com o vaso?

    • Wilson Postado em 11/Mar/2014 às 17:02

      Parece que você pertence ao grupo da classe merdia a qual se referiu a Marilena Chaui. Aposto que além de tudo você é fã do Datena.

    • Lara Gurgel Postado em 11/Mar/2014 às 18:36

      Anne, é por pensamentos como este que os brasileiros passam por situações como esta. Nenhum ser humano merece passar por uma humilhação dessas e é inadmissível que uma mulher "informada" como você, tenha um pensamento tão arcaico quanto esse!

    • Viviane Postado em 11/Mar/2014 às 19:26

      E um comentário perigoso, uma vez que a justiça do Brasil é uma das mais falhas do mundo, onde há muitos inocentes presos e muitos bandidos em LIBERDADE.

    • Matheus Postado em 11/Mar/2014 às 20:24

      Sheherazade, é você ??

    • Israel Kadoshi Postado em 13/Mar/2014 às 18:33

      Anne tem muita mae de bem com filho preso e muita gente inocente na cadeia, esses dias um cara fico 30 anos preso e era inocente, mulher nenhuma tem q passar por isso, fazer isso com qualquer pessoa q seja é ijustificavel.

    • anonimo Postado em 03/Jul/2014 às 08:03

      preconceituosa, nem todo parente de preso é culpado na podemos abandonar que nem animal. Sua idiota

    • Newton Postado em 08/Oct/2015 às 09:11

      Mulher de malandro sofre mesmo. Se tem de revistar fazer o que?

    • TALITA M Postado em 15/Oct/2015 às 13:13

      espero que nunca tenha que visitar se pai ou filho ou mesmo marido na cadeia ... Mas se voce visitasse no seu caso não seria humilhação, seria ENSINAMENTO .....

      • Xavier Postado em 19/Jul/2016 às 14:47

        Mitou

    • Zeca Guahnon Postado em 19/Oct/2015 às 17:04

      É tudo um horror mas o mais triste é ver que temos muitas Annes , que pregam essa moral a lá Eduardo Cunha que existem os homens de bem os do mal! minhas queridas Annes vcs são aquelas que suportam esse sistema de injustiças! sinto muito por vcs...

    • Ciro Postado em 10/Nov/2015 às 03:26

      Que jumenta.

    • vinicius Postado em 13/Nov/2015 às 12:48

      Anne, você falou uma verdade, mesmo que o culpado seja ele por ter cometido o crime, porque afinal a mulher ao menos não se separou dele? Oque tem aqui embaixo são uma cambada de comunistas sem vergonha bajuladores das ideias que o governo defende

      • Auro Barreiros Postado em 06/May/2016 às 14:14

        Oi? Quer dizer que devemos abandonar quem amamos quando cometem erros? Qeuer dizer que a moça "mereceu" a humilhação porque mantém o afeto pelo marido, apesar de tudo? Segundo a lei, nenhuma pena vai além da pessoa que seja condenada. Logo, comentários desse naipe rescendem a preconceito, machismo e ignorancia crassa. Precisamos melhorar.

    • Nei Azambuja Postado em 19/Nov/2015 às 14:00

      Também acho. Que outra maneira existe para evitar a entrada de drogas, celulares e outros objetos proibidos a não ser a revista íntima, sabidamente a forma mais comum de entrada desses objetos nos presídios?

    • Marcelo Postado em 28/Dec/2015 às 00:15

      Nossa, mas vc representa o terceito mundismi do Brasil com seu cérebro de merda

    • Eloir Postado em 29/Dec/2015 às 16:16

      Você é uma insensível, ou melhor uma idiota!!!

    • Victoria Postado em 05/Jan/2016 às 02:47

      Ser casada com alguém que cometeu crime não faz ela criminosa também, segundo sei (ou a lei mudou e eu não tomei conhecimento), ter um filho que cometeu crime, um irmão, um pai, qualquer parente, e ir visita - lo, também não. E ainda assim muitas pessoas de bem passam por essas revistas vexatórias, então não tem necessidade de torna - las pior do que já são, não é?

    • Paulo Veiga Postado em 04/Mar/2016 às 00:18

      Usou o termo "pessoa de bem" já vi que é coxinha preconceituosa.

    • Eduardo Postado em 29/Apr/2016 às 18:14

      Anne, existe mãe, avó, irmã.... não é só esposa e esposo, não.... o problema não é a revista é a forma que fazem a revista.... presídio é um ambiente de ódio e dor, e quem trabalha neles se acostumam com isto e ao invés de tentar humanizar quem está alijado do mundo humano eles se tornam desumanos também.... quem ama não abandona em circunstância alguma.... tomara que vc não precise passar por isto nunca... eu conheço que passou e ainda passa.

    • Rita Candeu Postado em 05/May/2016 às 04:05

      não mesmo? em que mundo vc. vive? nesse seu mundinho ideal nunca existiu injustiça né mesmo? nunca pessoas foram presas sem terem cometido crime algum, nunca pessoas foram presas e assim permaneceram por muito tempo sem julgamento (40% dos detentos estão nessa situação) E dái que a pessoa cometeu crime? por isso ela deixa de ter direitos? queria ver vc. em uma situação assim - ninguém está acima do bem e do mal sabia? Quem não defende Direitos Humanos e acha que a justiça não necessita ser justa para "certas pessoas" nunca se lembra que um dia ela pode ser vítima dessa mesma "justiça".

    • Renato Z Postado em 15/Sep/2016 às 16:15

      Mas qual foi o crime que ela cometeu mesmo? Afinal, qual é o fato que faz ela não ser uma pessoa de bem, não vai me dizer que é a sua convicção.

    • Renato Z Postado em 15/Sep/2016 às 16:17

      Carlos, Gostaria que você demonstrasse qual é a norma. Lembre-se que normas só são válidas se tiver amparo legal.

  2. olga Postado em 10/Mar/2014 às 15:03

    Elas que fazem a revista são umas mal nascidas...a maioria delas são lesbicas e fazem para muita vergonha as mulheres mesmo sendo pessoas idosas...tudo por não ter um scanner nas penitenciarias... isso so acontece no Brasil!! é um atraso mesmo, e as revistadoras muito ignorantes. Lógico que o marido foi espancado e posto no castigo...E ainda o lema é cidadania respeitada! A sociedade os produz, a justiça os encerra e as carceres os esmagam!! e depois querem que eles saiam regenerados..melhor instaurar a pena de morte por qualquer delito e pronto!!! Quero ver político preso e esmagado pelo que fazem com o dinheiro público, pela corrupção e muito mais...!!! ali foram eles já iniciando com regime semi aberto...Justiça não existe... e alem do preso estaar em condições da idade meia, os parentes que o visitam não tem respeito nem direitos!!!

    • Ernesto Postado em 10/Mar/2014 às 15:33

      Olga, parabéns pelo comentário.

      • Ferreira Postado em 10/Mar/2014 às 20:43

        Bem preconceituoso esse comentário. Minha sogra trabalhou muitos anos nessa função e não é lesbica. Segundo ela conta, mais degradante do se submeter a esse tipo de revista é descobrir o que muitas dessas mulheres fazem com os próprios corpos para levar "presentinhos" para os companheiros encarcerados. Tem gente que gosta de falar de assuntos sobre os quais só conhece na teoria.

    • Adriane Postado em 10/Mar/2014 às 16:08

      De onde veio essa informação, "a maioria delas são lesbicas (sic)"? Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

      • Anonimo Postado em 10/Mar/2014 às 18:01

        Concordo Adriane..

    • Anonimo Postado em 10/Mar/2014 às 16:17

      Moça, ser lesbica não tem nada a ver com isso :)

    • Marco Postado em 10/Mar/2014 às 17:40

      Lava sua boca com soda para falar da categoria de agentes penitenciários, você ta falando o que não sabe sua ignorante, por que não vai trabalhar lá e colocar sua vida em risco todos os dias, depois me conta se continua com a mesma opinião. Ta com dó de vagabundo pega eles e leva pra sua casa, cuida bem deles, quem sabe um dia eles te estupram e depois matam.

      • Vera Postado em 10/Mar/2014 às 20:07

        Ninguém é santo!!

      • Veronica Postado em 10/Mar/2014 às 21:11

        E você já tentou se colocar no lugar de um presidiário? Ou então dos familiares de um? Tenho certeza que você não teria feito esse comentário infeliz se tivesse pensado por este lado, porque caso você ainda não saiba as pessoas nem sempre erram por maldade e nem todos os presos estão condenados por assassinato e/ou estupro.

      • Amir Cardoso Postado em 09/Dec/2015 às 08:07

        Eeeiiitaaa!!! Estava demorando para alguém mandar levar para casa. Como costuma dizer um amigo meu "chega a dar um cansaço debater com gente assim", é bater em ferro frio, tenho certeza que empatia não existe no seu dicionário. Como bem ja disseram aqui nestes comentários, o motivo que levou o cidadão à ser encarcerado já foi julgado, e por isso ele está nesta condição. Não devemos entender que o objetivo de uma pena seja a vingança, mas sim punir e ressocializar. Alguém aqui antes deu o exemplo do scanner como alternativa à revista íntima, e bem comparou esta situação à das revistas em aeroportos, e com razão argumentou que isso só acontece da forma que acontece por que se trata de gente pobre. E outro aspecto, digo isso sem medo de ter de lavar a boca, é que, como bem disse o Gand aí em cima, grande parte dos objetos e drogas que entram nos presídios, se não entram pelas mãos dos agentes, ao menos contam com a sua conivência.

    • Fernanda Postado em 10/Mar/2014 às 19:11

      Que façam a revista de forma humana, e não com esse sentimento cego de vingança, essa lógica de "o parceiro dela errou, então ela tem que sofrer também".

    • Alberto Postado em 10/Mar/2014 às 20:46

      Ah, tem muita gente aqui que acha que elas têm direito de fazer isso. Afinal, elas são pobres e vítimas da sociedade capitalista.

    • Marcio Postado em 10/Mar/2014 às 21:04

      Realmente, você é uma pessoa ignorante que não sabe nada da atividade dos inspetores penitenciários. Se as pessoas soubessem o que algumas mulheres conseguem trazer dentro de si, ficariam surpresas. Elas utilizam até os próprios filhos, crianças, para trazer drogas e celulares para seus esposos. Infelizmente essa é a realidade das agentes penitenciárias. O que elas fazem e são obrigadas a ver (mulheres com doenças venéreas visíveis, purulentas, odor insuportável) lavaria a boca todos os dias antes de falar dessas profissionais, que não são ressarcidas com o devido valor por realizarem um trabalho que poucas pessoas conseguem fazer. Aprenda a ter que lidar com presos psicóticos, que deveriam estar em manicômio judicial e são colocados com presos comuns e talvez você tenha uma parca noção do que é trabalhar em presídios no Brasil. A reportagem é inconsequente e irresponsável, pois coloca na conta do agente penitenciário a omissão do governo em instalar equipamentos de detecção de drogas, celulares e outros objetos proibidos dentro do presídio, ou será que os autores do artigo concorda com a Olga e acreditam que as agentes gostam de ficar observado vaginas? É evidente que elas estão cumprindo ordens e que esse é o procedimento padrão adotado em qualquer presídio do país.

      • gilmara Postado em 10/Mar/2014 às 21:17

        concordo com tigo amigo .. so tem uma coisa que nao si cala si tem tanta revista mi exprica como entra droga e celulares na cadeia pq eles revistão sim e estou de acordo pq si nossos filho usao droga aqui fora e nao conseguimos tratamentos pra eles seria uma boa quando eles cometer augum crime e la serao obrigado sairem das dros si nao entrace claro ..

      • Bruno Postado em 11/Mar/2014 às 00:22

        Acho que você esqueceu de comentar a respeito do procedimento padrão que aplicaram no esposo dela.

      • Arthur Postado em 07/May/2016 às 12:29

        Quem leva droga pra cadeia são os próprios agentes, os presos que chegam e não usam drogas são obrigados a usar para que eles se viciem, as drogas são pagas pela família do detento sob ameaça de morte do mesmo, não se enganem esse é nosso sistema carcerário.

    • José Ferreira Postado em 10/Mar/2014 às 23:00

      Milagres não existem...

    • Gand Postado em 11/Mar/2014 às 08:33

      Scanner, como qualquer país civilizado. Não faz sentido fazer uma mulher "do bem" que visita o marido que esta preso, passar por situação assim por conta de outras que levam drogas ou celulares para dentro do presídio. E vamos e venhamos que a maioria das drogas e celulares não entram na vagina e sim pelos próprios funcionários da prisão. Scanner devia ser obrigatório, até porque pega coisas escondidas em lugares até mais bizarros.

  3. Elias Postado em 10/Mar/2014 às 15:22

    Se não guardassem até armas dentro da vagina nada disso seria necessário, tipico texto longe da realidade.

    • Rodrigo Postado em 10/Mar/2014 às 15:27

      Pois é Elias ... de qual realidade esse texto esta "longe" ? Provavelmente da sua !!

      • Silva Postado em 10/Mar/2014 às 20:48

        Fiquei curioso: qual é a sua realidade?

    • Pedro Carvalho Postado em 10/Mar/2014 às 15:43

      Elias, você tem dificuldades de levantar argumentos e fazer analogias e interpretar textos, não estou dizendo isso para lhe ofender, mas apenas para que vc possa revisar seus argumentos e reler o texto. Não podemos justificar atos de humilhação, abuso de poder e espancamento, em uma instituição que visa a ressocialização do cidadão, com a justificativa de que eles pedem por isso, já que não sabem se comportar. Mesmo que mais da metade das visitantes escondessem armas em sua vagina, ainda sim não seria justificável nada do que foi denunciado, nem com as que não carregam nada ilegal, tão pouco com as que carregam, o texto não esta longe da realidade e trata de um problema serio que esta enraizado no nosso inconsciente coletivo, o de que a reclusão deve ser um lugar onde o criminoso pague pelos seus pecados, e que seja humilhado e sofra. E não que seja ressocializado, para que possa retornar a sociedade, como é realmente o objetivo.

      • Marco Postado em 10/Mar/2014 às 17:55

        Larga de ser trouxa o manezão, só mesmo pessoas desinformadas, como você parece ser, para vir com essa babaquice de ressocialização, nem mesmo os próprios bandidos creem nisso, eles querem mais é "meter bronca", como eles mesmos dizem, nas famílias brasileiras, matar, roubar, estuprar, etc., depois tiram uns dias na prisão, às custas de todos nós, inclusive ignorantes como você, e novamente voltam para as ruas para usufruir do que já roubaram antes e praticarem outros roubos. Enquanto isso gente trouxa fica defendendo essa corja de pilantras. Vai lá trabalhar no presídio e cuidar deles, poe seu pescoço na pontas dos espetos que eles fabricam lá dentro das próprias celas, ou colocar sua família em risco, ameaçada pelas ligações que esses vermes fazem utilizando aquele celular que a companheira "anjinha" levou dentro da vagina para o coitadinho. Os que defendem tais vagabundos(as), é porque não conhecem nada da realidade dentro de um presídio, nem sequer podem sugerir uma forma de trabalho que acham que daria certo e que seria politicamente correto, só sabem criticar.

      • Paco Postado em 10/Mar/2014 às 20:56

        Concordo com Pedro Carvalho...

      • Elias Postado em 10/Mar/2014 às 22:48

        Seria sim, uma arma dentro de uma vagina nos USA faz que a "companheira" também chamada de vagabunda nunca mais saia da cadeia aqui nada ocorre apenas o risco de vida que o agente corre, agente penitenciário no Brasil é a profissão mais perigosa que existe, recomendo a qualquer pessoa que não se torne agente penitenciário no Brasil um país completamente falido nessa área. Ressocialização não existe a unica pessoa do mundo que pode ressocializar alguém é ele mesmo, nenhum estado ou profissional do mundo é capaz de mudar alguém parte da pessoa.

    • Luiz Reis Postado em 10/Mar/2014 às 15:56

      Superei minha vontade de dizer descalabros sobre "sua mãe", "sua irmã" ou "sua esposa" em situação semelhante... sendo assim, não há mais nada a dizer sobre seu comentário...

    • vibel Postado em 10/Mar/2014 às 16:38

      concordo...

    • Helder Postado em 10/Mar/2014 às 16:39

      Elias, infelizmente vc está correto. Se isso é abuso, então digam o que deve ser feito para evitar o abuso, mas manter a revista, porque deixar de fazê-la é que não pode.

    • Andrey Postado em 10/Mar/2014 às 16:49

      Típica é a sua ignorância, totalmente desconexa da realidade. Primeiro que o ato isolado de uma pessoa não pode ser imputado a uma outra. Além disso, revista humilhante é uma prática de crime. Sem contar que desconheço os dados que confirmam ser algo tão comum guardarem, as mulheres dos presos, objetos na vagina. Poderia nos mostrar? Pois, minha vivência pessoal aponta para algo totalmente divergente.

      • Oswaldo Postado em 10/Mar/2014 às 20:56

        Parece que vc precisa, então, viver ou pouco mais. Quem sabe assim para de acreditar que os presídios abrigam apenas pobres que não tiveram chances na vida. Pobreza, etnia e sexo não traduzem a índole de ninguém.

      • Marcio Postado em 10/Mar/2014 às 21:13

        Que vivência pessoal é a sua, Andrey? Você trabalha em presídio feminino? Você é gibecologista? Qual é a sua experiência? A sua experiência é a igual a de qualquer leigo que nunca esteve acompanhando o dia a dia das agentes prisionais e o que elas suportam diuturnamente. Pode acreditar que conseguem por até mesmo armas de fogo naquela região. O que dizer então de um pequeno chip de celular. E detalhe, não é somente na vagina que escondem objetos. Deu pra entender ou é preciso que desenhe?

  4. Thiago Teixeira Postado em 10/Mar/2014 às 15:36

    Infelizmente tenho de dizer que este procedimento é "normal" quando há denúncias de tentativa de entrada de objetos ilícitos na penitenciária (drogas, celulares, armas, etc.). Todos os visitantes dos detentos daquela unidade sofrem constrangimento, como bem colocado pelo Elias, devido a uma meia dúzia de retardados (as).

  5. Carlos Prado Postado em 10/Mar/2014 às 16:12

    O espancamento foi errado. Mas de certa forma, se ela quiser entrar tem que se submeter às regras de casa. Caso contrário que fique do lado de fora mesmo.

  6. fran Postado em 10/Mar/2014 às 16:28

    As regras para se entrar em lugar algum devem incluir abuso ou constrangimentos desnecessários. Até porque, a cadeia não é "casa" de ninguém, é um local de reabilitação, ao qual pessoas inocentes também passam a frequentar devido a presença de seus familiares detentos. Existem outras formas mais inteligentes de se fazer a prevenção da entrada de materiais ilícitos na cadeia. Tantos sistemas impedem o contato físico direto entre o visitante e o preso, em outros casos o scanner, como já foi dito, também pode controlar o acesso. E ainda, visitas monitoradas por câmeras ou seguranças... Há tantos meios de propiciar meios constrangimento aos visitantes. As coisas só não mudam por pura omissão.

    • Marcio Postado em 10/Mar/2014 às 21:20

      Sim, é um grande constrangimento para as agentes prisionais, que são obrigadas a verem todo tipo de vagina, pois esse é o trabalho delas, porque recebem ordens para estabelecer o procedimento que é padrão em todas as unidades prisionais no país. Culpe o governador, que não instala equipamentos eletrônicos de detecção na triagem dos visitantes, que acabaria com o constrangimento das agentes prisionais, pois elas fizeram concurso para manter a custódia das presas, e não para atuarem como ginecologistas e verem todo tipo de doença venérea, talvez algumas nem catalogadas.

    • Marcio Postado em 10/Mar/2014 às 22:50

      O mais engraçado é que ninguém quer que entre drogas e celulares nas prisões, mas quando os agentes fazem o trabalho que tem que ser feito, na única forma que pode ser feito, reclamam do abuso. Todos os parentes que vão visitar os presos sabem muito bem que terão que passar por uma inspeção rigorosa. Se acham que é a inspeção, que nada mais é que o trabalho do agente, é humilhante ou degradante, então deixem de fazer visita. Quando os leigos em segurança perceberem que até crianças são usadas para fazer entrar drogas, celulares e até armas em presídios, entenderão um pouco de como é a vida do agente prisional.

      • Igor Muniz Postado em 10/Mar/2014 às 23:06

        Marcio, nem adianta argumentar. A esquerda se tornou um bando de preguiçosos que se dizem marxistas e jamais leram "O Capital". Foi-se o tempo em que era pujante ter debates ricos e bem fundamentados sobre as questões sociais. Agora é só a mediocridade gramscista dominando o pensamento único. Quem conhece a REALIDADE não se surpreende com ações violentas, porém necessárias, praticadas pelo Estado. Não se tem ordem sem controle.

  7. Pereira Postado em 10/Mar/2014 às 16:56

    Se sentiu tão ofendida assim por que volta la ? por que continua se relacionando com marginal ?

    • Pedro Carvalho Postado em 10/Mar/2014 às 17:36

      Porque o marido dela está lá, por isso ela volta, você não leu a mateira? todo aquele que comete crime é marginal? se todo ele o é, todo aquele que suborna o guarda, baixa conteúdo pirata da internet, faz gato na rede elétrica, entre outros crimes, também é marginal? nessa logica quantos relacionamentos será que sobram?

    • Pedro Carvalho Postado em 10/Mar/2014 às 17:38

      Companheiro, ops desculpa, nem sei se é marido mesmo (:

  8. Toeiro Postado em 10/Mar/2014 às 17:26

    Pessoas que defendem pena de morte não pensam que a própria justiça pode matar inocentes e se corrompe pela morte de um. Partindo desse pressuposto, a própria justiça se torna criminosa e merece a morte também, ou pelo ao menos o responsável que assina o papel. As pequenas autoridades envolvidas no sistema atual de carceragem alimentam seu ego torturando sem piedade as pessoas condenadas e as pessoas aqui de fora pouco estão interessadas sobre os reias culpados e os inocentes que podem estar lá dentro, mas quando se torna um problema da própria família a questão fica diferente. Que diga o DOI-CODI em seus tempos áureos. Nesse caso aí é só uma consequência de todo esse sistema corrompido que temos e infelizmente não há nada a fazer. Aliás, o que pode ser feito é procurar saber do marido quem foi o carcereiro torturador e pagar alguém para atirar em sua cabeça, cuidando meticulosamente pra não matar a pessoa errada. Infelizmente o Brasil é assim.

  9. Adalberto Postado em 10/Mar/2014 às 18:14

    Desculpem a intromissão, mas pelos comentários, alguns acham que as agentes fizeram o certo, pois quem mandou ela ser esposa de um preso, mas fica a pergunta, caso ela não fosse visitar o marido, como dizem que é "marginal", ela não corre risco de vida? Está escrito o que cada um é ou venha a ser na testa. Olhem aquela enfermeira que fez em pedaços o marido que estava traindo, se ele soubesse o que sua esposa pudesse fazer, lógico que não iria nem passar perto dela. Uma moça levou droga dentro de sua vagina, mesmo estando grávida de 6 meses. Temos que analisar cada caso, cada família, onde vivem, do que vivem, para evitar comentários, embora, preconceituosos.

  10. Juliana Postado em 10/Mar/2014 às 18:34

    Ai, cara. Quantos comentários absurdos e desumanos. Não cabe nós julgar por que ela "ainda se relaciona" com o seu marido. Mas é importante lembrar de uma coisa chamada dignidade humana. E devemos proporcionar tal dignidade a todos, independente dos antecedentes. "Tem que se adequar as normas da casa, fazer o quê". Não normas que ofedem, que agridem, que humilhem. As pessoas têm direito de receber e realizar visitas. Com certeza existem meios mais dignos de revista.

  11. leonel Postado em 10/Mar/2014 às 18:57

    respeito acima de tudo,nenhuma pessoa merece ser humilhada,o sistema está falido.

  12. Larissa Postado em 10/Mar/2014 às 19:58

    Esses comentários são de um absurdo sem fim, o que fazer para acabar com com as revistas vexatórias? Ora, uma boa seria colocar bloqueador de celular nos presidios, que até onde eu sei chegam bem mais por meio de suborno dos agentes penitenciários e por meio de advogados corruptos do que por meio das mulheres, uma vez que elas SEMPRE passam por essa revista intima, outra seria colocar um simples detector de metais para evitar a entrada de armas, pra evitar a distribuição de drogar as pessoas podem ter suas visitas em ambientes monitorados, ou, como é no sistema prisional de alguns lugares dos EUA, sem contato entre o preso e o seu visitante. Vocês que dizem que ela mereceu isso por ser mulher de bandido precisam se lembrar que revista abusiva é uma pratica ilegal e incitação e apologia ao crime TAMBÉM É CRIME. Já que todo criminoso é marginal então isso quer dizer que vocês também mereciam passar por isso ou é um peso, duas medidas? Fico feliz que pelo menos aqui o comentários desses "cerumanos" sejam a minoria.

  13. Thaina Postado em 10/Mar/2014 às 23:10

    Eu aposto que se todos vocês se conhecessem antes de discutir essa notícia, nenhum aqui discutiria isso assim. Aqui está em jogo milhares de opiniões diferentes. Essa notícia acredito que tenha seu lado ''bom'' e ''ruim''. As agentes penitenciárias, tem seu trabalho a cumprir. Quem tá preso, não tá lá atoa, alguma coisa o presidiário fez. Se a mulher do cara é ou não ''igual a ele'' NINGUÉM SABE. Ela falou e falou, mas na foto mostra ela sem a blusa, mas por que? Se as agentes estavam procurando na vagina? Quando alguém na rua te pede dinheiro, você sabe se é pra comer ou pra beber? Sabe se aquele pessoa é justa? Não, ninguém pode julgar. Mas pow, vocês estão com dó de gente que não merece. E outra, é a pior coisa ter esse sentimento de dó. Ninguém tem que ter de dó de ninguém. Ninguém é perfeito. Essa mulher, só deu na notícia por que ela fez a denuncia. Mas tenho certeza que esse tipo de situação acontece todos os dias. Se as agentes são lésbicas, elas não faria isso só com essa moça, e sim com outras. As agentes tem que ser duras, e acho que tem que fazer isso mesmo. Por que ai depois nós brasileiros idiotas, reclama dos políticos, mas batemos no peito na hora de votar nos vagabundos. Cara, eu tenho 17 anos, e achei o cúmulo do absurdo uma noticia dizendo que presos fizeram piscina dentro da sela, tiraram uma foto e POSTARAM NO FACEBOOK. Gente , saibam a lidar com o mundo de hoje. Hoje, ninguém é coitadinho.

  14. Armando (Porto Alegre) Postado em 11/Mar/2014 às 00:15

    Cara, eu fico besta com a estupidez e leviandade de certas pessoas cujos comentários unicamente revelam sua visão preconceituosa da sociedade. Em primeiro lugar, com o sistema jurídico e penal existente no país não se pode afirmar com 100% de certeza que um presidiário qualquer não é uma pessoa de bem, mas certamente que é pobre e sem condições financeiras de pagar bons advogados para o livrarem da cadeia. Sabe-se lá porque o cara está preso. Tem muita gente presa por crimes menores que poderiam ser melhor punidos pela aplicação de penas alternativas. Porém tem muito filinho de papai, filho de vice-governador, etc. que atropelam e matam e estão livres e faceiros por ai, porque são pessoas de ben$. Precisa dizer mais?

  15. fox angi Postado em 11/Mar/2014 às 03:38

    marco, por que vc ta tao exaltado?? ta estressado da profissao, faz q nem o genuino pede aposentadoria, muda, troca de profissao!! pelas suas declaraàçoes vc dever ser agente penitenciario e revoltado com tudo e com todos, se revolta contra o governo q alimenta a bandidagem quando se omite a investir em educaçao e segurança publica. quem nao investe em educaçao de qualidade costroi cadeias e muitos presidios!

  16. Gabriela Postado em 11/Mar/2014 às 07:49

    "Pessoa de bem" anne? Cala a boca sua fascista ignorante

  17. Vinicius Postado em 11/Mar/2014 às 08:17

    A revista íntima é obrigatória a qualquer um que for visitar um detento, pois a visita pode passar com algo ilícito (celular, droga, etc) no ânus ou na vagina. Mas é claro que ouve covardia no caso, e o fato do companheiro dela ter sido espancado aponta isso. Ao pessoal ai dos comentários: quem são vocês para julgar a mulher? Nem ao menos sabem a história e porque o companheiro dela foi preso, e se ele for inocente? "Cidadão de bem" era o nome do jornal da ku klux klan!

  18. marco Postado em 11/Mar/2014 às 09:55

    Em presídios militares ou em visitas a presos em condições especiais (políticos) esses fatos nunca foram reclamados. Nossa cidadania é baseada em previlégios!

  19. Tábata Postado em 11/Mar/2014 às 11:16

    Raio-X revela celular escondido em ânus de mulher no Acre. Mulher tentava entrar em presídio com celular escondido em partes íntimas.... Notícia do Pragmatismo do dia 7/03/2014 agora é com vocês.... hehehe

  20. Patrícia Lima Postado em 11/Mar/2014 às 15:43

    Pra quem está aí reclamando dos direitos da visitante... Dá uma lida nessa reportagem (link abaixo).... A mulher escondia um celular no ânus... Então... Na melhor das hipóteses...a única coisa que eu poderia sugerir... embora o custo fosse altíssimo... seria colocar detectores como os de aeroportos... De certa forma garantiriam a integridade física de mulheres bem intencionadas (apenas visitas) e ainda seriam capazes de detectar as mau intencionadas (levar drogas e celulares para presídios).... http://www.pragmatismopolitico.com.br/2014/03/mulher-escondia-celular-anus-revela-exame-de-raio-x.html

  21. onir Postado em 14/Mar/2014 às 13:37

    Eu acredito que todos os que cometem crimes sabem que estão sujeitos a serem maltratados no presídio. O pobre sabe que sem dinheiro ele vai sempre levar a pior, mesmo assim prefere arriscar. É inadimíssível essa diferença social mas ela existe, por isso deveria-se ter medo de ser preso, mas não é assim. Quanto à revista, há mulheres que põem objetos ilícitos em partes do corpo que até a fé duvida, por isso a necessidade de exagerar no exame. O crime hoje é uma coisa banal, matar um cidadão pra tomar 10 reais se tornou comum. Estuprar, degolar, matar os pais hoje é normal. Enquanto houver pessoas defendendo bandido e se posicionando contra a polícia, que aliás, ganha pouco pra arriscar suas vidas pelo ofício, nossa sociedade terá mais dificuldade de limpar os bandidos graúdos que estão nos governando.

  22. Osvaldo Postado em 18/Oct/2015 às 23:09

    E quem é o indivíduo preso? O que ele fez? Por que ele está ali? E a ficha dessa mulher? Não concordo com nada que seja desumano. Mas entendo que nem todo mundo é "humano". Acompanho esse site já há bastante tempo. Leio muita coisa interessante e vejo também muita "matéria pela metade, como é o caso dessa em especial". Sou ativista e tudo o acredito é por princípio não partidário e em prol de um mundo mais humano e sustentável.

  23. Francisco Postado em 23/Oct/2015 às 09:40

    Idiotice , País de bananas. Existe aparelhos de rais X para que. Nos aeroportos dos EEUU e presídios você passa por uma cabine com raios X e pronto vê tudo seu corpo inclusive por dentro dentro. Não é tão caro assim para que não possa ser instalado nas cadeias. Alem de mais seguro e mais rápido.

    • Rosana Postado em 28/Jan/2016 às 17:28

      Vc sabe quanto custa um aparelho de raio x? Informe-se pois custa caríssimo, para arriscar ser queimado com colchões em uma rebelião que esses bandidos fazem. Aqui é Brasil, não se esqueça.

  24. Bruno Postado em 23/Oct/2015 às 15:58

    Se não fosse a atitude de "umas" em levar ao dentro da vagina, nenhuma mulher estaria passando por esse constrangimento. É horrível, mas um mal necessário. Para quem critica a polícia, use a cabeça para gerar ideias melhores e leve a corporação. Tenho certeza que as policiais irão adorar, pois elas também não devem gostar de ver vaginas menstruadas.

  25. nice Postado em 18/Nov/2015 às 10:58

    Se vou dar ouvidos a tudo que visita de preso fala e principalmente essa pastoral carcerária, onde já foram flagradas levando objetos que não é permitido para dentro de presídios, seria melhor dar a chave da cadeia pra os vagabundos! ou melhor...nem ter cadeia...deixa os coitadinhos tudo solto!

  26. Pedro Postado em 22/Dec/2015 às 11:02

    Engraçado, pessoal reclama que presidiário custa muito caro, mas quer instalar scanner e raio-x em presídio, os marginais queimam colchões, o que fariam com os respectivos aparelhos? Quem mata e estupra pode ser ressocializado? Outro diz que só tem pobre e negro na prisão, e chama os outros de preconceituosos, na sua ótica todo pobre e negro é bandido? Não é a pobreza que induz ao crime, é a índole da pessoas. A revista é necessária e do conhecimento de todos que vão a um presídio. O espancamento do preso é que não tem justificativa. E antes que digam bobagens, eu tenho filhos, se estivesse passando fome, eu pediria, em situação de desespero talvez até roubasse para alimentá-los, mas isso não justifica matar outro ser humano. O erro do estado é colocar monstros e homens no mesmo local se é que me entendem, isso sim poderia e deveria ser feito. Separá-los e dar a cada qual a justiça que merecem.

  27. Sinesio Postado em 25/Dec/2015 às 10:44

    Trabalhei oito meses em um CDP da Capital e sei como funciona os esquemas para entrada de drogas. Um preso, normalmente novato, é coagido a forçar sua mulher ou companheira a levar drogas na vagina. Pela lei da bandidagem, isso é lei. Ai a moça ingênua e inocente segue os procedimentos, que incluiu a colocação da droga em camisinhas, que ficam presas na vagina com coreca, aquele mesmo de segurar dentaduras. Na revista, que é padrão, mesmo que ela abaixe e levante com uma das pernas colocadas em local mais alto, não sairá nada. As novatas (que na maioria das vezes teve o azar de namorar ou casar com um crápula), colocam mas corega que o necessário e quando o preso for retirar, sai partes da parede vaginal e tem ela que ser socorrida em uma hospital. Não dá para comparar o mundo de uma unidade prisional com o nosso sem ter passado pelo menos trinta dias dentro de uma.

  28. Rosana Postado em 28/Jan/2016 às 17:22

    Eu apoio a revista exatamente como foi feita. Drogas e celulares entram nas penitenciárias na vagina das mulheres, então está justificada. Bora parar com falso moralismo. Se eu tivesse um namorado condenado e preso, passaria a me submeter normalmente a essa revista e sem mimimi. Namorar bandido certamente tem seu preço. E se a moça revistada fosse a namorada de um assassino de um filho meu, é obvio tambem que eu acharia essa revista perfeita e muito bem vinda. As pessoas julgam inclusive sem imaginar por exemplo, se esse preso foi denunciado como receptador de drogas e celulares, e poderia estar sendo observado por isso. É muito bruta a maneira que estou falando, mas é isso aí, eu apoio a revista máxima. Só lamento uma coisa: se fosse uma moça de classe média, não fariam essa revista nela, e o namoradinho dela iria deitar e rolar na cadeia, com quilos de cocaina e uma coleção de iphones. Aí sim está a injustiça. O problema não é a revista em si. O problema é que a revista máxima só se aplica a moças de baixa renda. Eu sou contra essa discriminação.

  29. BRUNNO MARX Postado em 09/Mar/2016 às 10:54

    São essas pistoludas lesbicas revoltadas que fazem o movimento de assedio contra as mulheres, que pedem vagão rosa,que pedem a segregação a separação das mulheres dos homens, que fazem falsas acusações de estupro...MALDITAS DESGRAÇADAS...

  30. Antônio Euzébio Postado em 09/Mar/2016 às 18:02

    O sistema prisional como um todo no Brasil,é um lixo,precisa seriamente ser revisto.