Redação Pragmatismo
Compartilhar
Homofobia 26/Mar/2014 às 12:16
55
Comentários

10 Frases de homofóbicos que se dizem 'amigos de gays'

Com medo de ser punidas ou mesmo por falta de informação, pessoas cometem 'homofobia light' reprimindo sexualidade dos homossexuais. Confira a seguir as 10 frases típicas de homofóbicos que se dizem amigos dos gays

Eliminado na última semana do programa global “Big Brother Brasil”, o publicitário Diego Grossi dizia aos colegas de atração que não era preconceituoso, mas se celebrizou no confinamento por dar declarações de homofobia latente.

Diego disparou pérolas como “Não sou preconceituoso, mas não acho normal. Mulher com mulher até vejo, mas homem com homem, acho nojento” e “Uma criancinha crescer com duas mães ou dois pais, isso poderia interferir no psicológico dela, no crescimento dessa criança”.

homofobia homossexual brasil
Beleza é uma característica exclusiva dos heterossexuais? . (Foto: ig)

Infelizmente, o caso de Diego está longe de ser algo isolado. Muitas pessoas, que se veem como sem preconceito, ainda proferem frases similares. Este comportamento é tão preconceituoso quanto outros mais explícitos, apenas se dá de uma forma mais envergonhada, numa espécie de homofobia em versão light.

10 Frases típicas de homofóbicos:

“Não tenho nada contra, mas…”

“Ele é gay mas ninguém diz. Se veste igual a todo mundo”

“Não tenho preconceito, tenho até amigos que são gays”

“Tudo bem ser gay, mas não precisa ficar desmunhecando”

“Adoro gay, mas não gosto que fiquem se beijando na minha frente”

“Pode ser lésbica, mas não precisa se vestir como homem”

“Todos os gays deviam ser como o Ricky Martin”

“Vocês podem não se tocar ou beijar? Meus filhos não vão entender”

“Não precisa ficar contando para todo mundo que você é gay”

“Ele é tão bonito, nem parece que é gay”

Uma das autoras do livro “Diversidade Sexual e Homofobia no Brasil” (Editora Perseu Abramo) e integrante do Núcleo de Estudos de Opinião Pública da Fundação Perseu Abramo, a socióloga Vilma Bokany diz que a homofobia se caracteriza pela aversão e rejeição aos homossexuais, sentimentos que podem ser explícitos ou velados.

“O homofóbico prefere não encontrar com os LGBTs, sente repulsa. A atitude homofóbica, em geral, vem acompanhada pela frase ‘não tenho nada contra, mas… ‘. Geralmente, há um discurso fundamentalista religioso, de forte apelo moral, que faz afirmações como ‘as pessoas bissexuais não sabem o que querem’ e ‘os homossexuais são quase sempre promíscuos'”, exemplifica Vilma.

De acordo com a socióloga, essa homofobia light se evidencia como um recusa em aceitar que os homossexuais são seres humanos iguais aos heterossexuais. “Eles recusam a igualdade de direitos aos homossexuais ao proporem que os casais gays e lésbicos não andem abraçados, não se beijem em público ou mesmo que não tenham filhos.”

Psicólogo da Universidade Federal da Bahia, Elídio Almeida entende que essa homofobia velada é um comportamento inconsciente, em muitos casos. “É muito raro a pessoa se dar conta. Ela acha que está ajudando”, analisa o especialista, dizendo ainda que está conduta também pode esconder o temor de ser penalizado ao ser mais explícito. “Existe o medo da punição. Na maioria das vezes, quem faz isso é mal visto, recebe olhares pejorativos. Então, a essa pessoa acaba maquiando e negando o que realmente pensa”, aponta Almeida.

Vilma relata que as pesquisas de opinião costumam flagrar o comportamento velado de parte da sociedade. “90% dos entrevistados reconhecem que existe preconceito contra LGBTs. Mas só 27% das pessoas admitem ter preconceito quando perguntadas. Onde estaria então os agentes da discriminação? Perceber a nós próprios como preconceituosos e discriminadores não é uma tarefa fácil. Tendemos a achar que o problema é sempre do outro e nós somos os politicamente corretos”, expõe a socióloga.

“Homofobia amiga”

A arquiteta Carol Mossim, 35, já passou por experiências de homofobia velada com uma pessoa importante em sua vida. “Tenho uma grande amiga da faculdade, bem mais velha que eu. Ela foi a primeira a perceber que eu era gay. Foi muito direta comigo, me disse coisas bonitas e me acolheu. Mas com o passar dos anos fui percebendo que ela não era uma pessoa totalmente livre de preconceitos”, conta Carol, que notou a incoerência ao ouvir frases da conhecida.

Carol foi repreendida ao trocar carinhos com uma namorada na frente da amiga. “Ela falou que eu era muito melosa, que não precisava ser assim”, recorda Carol, que inclusive deixou de ser convidada para visitar a fazenda desta pessoa quando começou um relacionamento lésbico.

“Ela falou que não saberia como agir ao nos colocar em um quarto de casa. Que havia risco das filhas verem algo, como carinhos e beijos”, descreve a arquiteta, que manteve a amizade e passou a ser mais discreta. Aliás, Carol rejeita a ideia de que amiga seja homofóbica. “Fobia é algo mais pesado, de uma pessoa que agride, que se incomoda com a questão. São aqueles que perseguem homossexuais. Já quem tem algo mal resolvido com o assunto é por um problema de ignorância ou mesmo preconceito.”

Almeida vê esse comportamento tolerante com a homofobia velada como algo bastante comum. “Em primeiro lugar temos a questão da aceitação, o homossexual percebe que não quer viver sem o outro. Gays e lésbicas acabam aceitando mais comentários homofóbicos de amigos porque já estão acostumados com isso no cotidiano, infelizmente. Por outro lado, o homofóbico que mantém a amizade com o gay vai desenvolvendo uma tolerância”, considera o psicólogo.

Iran Giusti, IG

Recomendados para você

Comentários

  1. Pereira Postado em 26/Mar/2014 às 12:23

    Mais vitimismo e coitadismo.

    • Grey Postado em 26/Mar/2014 às 13:06

      Te desafio a fingir por um ano ser homossexual. Aí vc vai ver o q é o que vc chama "vitimismo e coitadismo" q eles sentem na pele.

      • José Ferreira Postado em 26/Mar/2014 às 13:12

        Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa.

      • Juliano Postado em 26/Mar/2014 às 14:17

        Esse pereira tá em vários postagens com esses argumentos... e sempre atrás dele está o José Ferreira.

      • Sabrina Postado em 26/Mar/2014 às 15:05

        Chega a ser engraçado, nunca tem um argumento fundamentado esse Pereira ou o tal José Ferreira. Vocês são algum tipo de espiões daquela revista semanal que dissemina o fascismo na família brasileira ou só estão fazendo uso de alucinógenos fortíssimos? Voltem pra lá e juntem-se al Lobão :-P

    • Ana Lindomar Postado em 26/Mar/2014 às 21:35

      Mais ignorância e hipocrisia,, não é, querido?

      • Renato Carvalho Postado em 27/Mar/2014 às 22:08

        KKKKKKKKKKKKK Vitimismo? Coitadismo? '-' Tá na cara que vc nunca sentiu na pele o que é preconceito!

    • dabliuo Postado em 27/Mar/2014 às 09:51

      quem acha que é vitimismo podia experimentar por um vestido e peruca FORA DO CARNAVAL e andar pela rua mais movimentada da cidade =) ou pode simplemsente experimentar andar de mão dada com um amigo na rua coragem de se colocar no lugar do oprimido ninguem tem

    • Rafael Postado em 27/Mar/2014 às 11:24

      Quem? Vc?

  2. Renata Postado em 26/Mar/2014 às 12:44

    Pereira... se puder responder... apenas responda: 1 - vc é gay? 2 - vc é negro? 3 - vc é pobre? 4 - vc é gordo? 5 - vc é portador de alguma deficiência física ou mental? 6 - vc é idoso? 7 - vc já passou por alguma situação de preconceito? Se a resposta para qquer uma das perguntas foi sim, então vc deveria entender como é ser excluído da sociedade.

    • Thiago Teixeira Postado em 26/Mar/2014 às 18:10

      Provavelmente Pereira é Branco, Católico, Classe Média, Hétero, Ensino Superior, mora na Capital, Corintiano ou Flamenguista, Magro, Tucano, Já foi na Disney, Bebe cerveja, Gosta de FM, Liga a TV e já sintoniza na Globo e odeia o Lula.

  3. Rafael Postado em 26/Mar/2014 às 13:13

    Faltou o classico: "Que desperdicio"

    • Thiago Teixeira Postado em 26/Mar/2014 às 19:22

      Cara, hoje nossa zeladora soltou uma dessas em relação em relação a um funcionário que é homossexual! E ainda chamou o cara no canto, segundo testemunhas: "Vou fazer você virar homem!" Tudo na brincadeira, mas que no fundo é homofobia.

  4. Ana Carolina Postado em 26/Mar/2014 às 17:31

    Discordo de algumas frases ditas como homofóbicas. ''Não tenho preconceito, mas...'' Não vejo como homofobia. A pessoa não tem preconceito, mas não concorda com o pensamento em que é aceito ser homossexual. O que é o meu pensamento. Tenho um amigo gay e nada muda no nosso relacionamento. Ele respeita minha posição por ser contra e eu o respeito por ser homossexual. Direito dele de ser e direito meu de não concordar. Tudo é questão de respeito. Eu não quero que meus filhos, quando criança vejam um beijo homossexual, assim como beijo hétero. Eu não acho legal. ''Adoro gay, mas não gosto que beijem na minha frente'' Na verdade não gosto que ngm beije na minha frente, é constrangedor, cara. Eu não tenho preconceito, no entanto morou na minha casa um gay, pq a mãe o abandonou, justamente por causa disso. E vivemos bem e felizes até ele morrer. Existe um abismo enorme não concordar com ser homossexual e homofobia.

    • dabliuo Postado em 27/Mar/2014 às 10:02

      a unica coisa que diferencia um gay de um hetero é a pessoa com a qual se relaciona, se vc se nega a aceitar a condição primordial que te diferencia do seu amigo, então vc não gosta do seu amigo. Pq ele é assim, ele ama dessa maneira. Na verdade vc gosta dele mas aprendeu socialmente a não aceitar. Esse nojinho foi APRENDIDO, cabe a você sozinho desaprender e evoluir.

    • Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 10:08

      Que bom que temos pensamentos como o seu Ana carolina e compartilho dele. Também tenho conhecidos gays e jamais deixei de dar bom dia , boa noite e tudo que é fundamental para a boa convivência e respeito , sabem da minha posição contrária ao homossexualismo. Um deles é primo da minha sogra e é um cara gente boa, a família dele trata bem minha esposa e meu filho. Qual a razão para discussões ? apenas eu acho que a sociedade deveria rever certas coisas(a necessidade de passeatas gays por exemplo).

      • neto Postado em 27/Mar/2014 às 13:41

        opa! pera aí...tu te esconde atrás de rever algumas coisas...reveja tuas idéias HOMOFÓBICAS! sabe, é assim que é, nem mulher tem direito segundo teu machismo!está numa segunda categoria, subserviente a tua MASCULINIDADE?

      • neto Postado em 27/Mar/2014 às 13:41

        opa! pera aí...tu te esconde atrás de rever algumas coisas...reveja tuas idéias HOMOFÓBICAS! sabe, é assim que é, nem mulher tem direito segundo teu machismo!está numa segunda categoria, subserviente a tua MASCULINIDADE?

    • Dark Postado em 27/Mar/2014 às 11:04

      Hum, o que você acha de alguém que fala "Não concordo com a existência de negros"? Ou então alguém que pensa "Deficientes mentais e físicos não são naturais"? Não sei se entendeu meu ponto, mas você não tem que achar nada sobre o que uma pessoa é. Ser negro, deficiente, homossexual, bissexual, heterossexual, mulher, homem, idoso, ou o que quer que seja, é algo inerente à pessoa. Não é uma escolha. Não é uma opção. Não é uma ideologia. Sendo assim, não é algo para discordar. Você pode estranhar, pode ter problemas para aceitar intimamente, pode ter dificuldade de se desprender de preconceitos (sim, você é preconceituosa) mas você não tem o direito de dizer que discorda da existência de um tipo determinado de pessoa que, perante a lei, não infringi qualquer direito seu (ou seja, ela tem total permissão para existir exatamente do modo como é). E mais do que na lei, a existência dela não interfere diretamente na sua vida. Você que, em seu íntimo, acabou aprendendo por repetição que ser homossexual é uma escolha errada, uma deturpação, desvio sexual, algo que "deve ter" cura e que é aprendido e adquirido pelo meio, assim como seu preconceito. Mas fique tranquila, não é. :)

      • Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 15:03

        Ser negro é condição ..a pessoa nasce assim ...ja o homossexualismo é escolhido ou em muitos casos imposto ou aprendido. Homossexualismo é apenas um comportamento.

      • Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 15:06

        Não há absolutamente nada em termos biológicos que possa diferenciar um heterossexual de um homossexual, embora se procura arduamente a 40 anos +- um gene que diga que uma pessoa nasce homossexual.

      • Thiago Teixeira Postado em 27/Mar/2014 às 16:51

        Falou o Silas Malafaia. Essa thioria imbecil é dele.

    • neto Postado em 27/Mar/2014 às 13:39

      concordo com nível e grau, mas vc é preconceituosa sim, basta um beijo! uau! vc vira a cara e pronto, não foi vc quem beijou, foi? E só o fator de manifestar a tua opinião já te coloca entre os PSEUDO homofóbicos, quem não é não é e pronto, não tem que se defender de nada...direito teu de ser homofóbica...mas assume que é!!!

      • Rodrigo Giotto Postado em 27/Mar/2014 às 22:23

        ESCOLHIDO? Você é ignorante assim mesmo ou apenas está reproduzindo um discursinho de pastor evangélico! Por acaso você "escolheu ser hétero"? Aprendeu ou foi influenciado a ser assim? Você acha que um cara quer sofrer preconceito de pessoas dementes e burras por achar divertido? Ou por achar que é uma rebeldia social?kkkkkkkkkkk Pereira, Pereira, Pereira... como pode ser tão ingênuo e ao mesmo tempo tão repressor do que não conhece! EU SOU GAY e não escolhi ser assim, porque isso não se escolhe, é uma coisa que se sente, se eu sinto atração por homens é uma coisa que só diz respeito a meu íntimo, questão desejo, como em qualquer indivíduo são(sentido de saudável). Pare de falar sobre algo a qual não faz a mínima ideia, não reproduza um discursinho arcaico feito um papagãio esfomeado. SEXUALIDADE não julga CARÁTER!!

  5. Agnaldo Postado em 26/Mar/2014 às 18:01

    Faltou dizer também que todo homem gostaria de ficar entre duas lésbicas.

    • leandro Postado em 27/Mar/2014 às 00:22

      só se forem as lésbicas que você assiste em filmes pornôs quando se masturba, porque as da vida real são nojentas.

  6. Luciano Postado em 26/Mar/2014 às 18:15

    Essas 3 frases abaixo não são discriminação: “Não tenho preconceito, tenho até amigos que são gays” A pessoa esta apenas enfatizando o fato de não ter preconceito, dizendo que alguns amigos deles são gays. “Adoro gay, mas não gosto que fiquem se beijando na minha frente” Como qualquer pessoa que não pode gostar ver casais heterosexuais e por ai vai, é questão de gosto hora essa. “Todos os gays deviam ser como o Ricky Martin” É apenas uma opinião, como qualquer outra referente a qualqer sexo ou etc..do tipo toda mulher deveria ser como mulher XXXX, pq acham ela atraente ou sei la. Até essa frase pode ser usada como elogio por um gay.

    • Natália Ivanovna Postado em 26/Mar/2014 às 21:38

      Lorota para se defender e comentário deveras contraditório, caro Luciano. É melhor procurar outro argumento pra esconder-se da imagem de homofóbico.

    • rafael Postado em 27/Mar/2014 às 11:33

      Eu por exemplo acho q vc n precisava existir... Não é preconceito é questão de gosto oras. N gostei de vc :)

  7. arnaldo Postado em 27/Mar/2014 às 07:36

    O próprio termo "gay" é discriminatório; ele é ofensivo para os heterossexuais alegres da época vitoriana, e o uso do arcoíris é uma afronta aos duendes de origem irlandesa.

  8. Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 09:10

    Sim renata muitas ..por ser cristão eu sofro muitos preconceitos, embora esteja concluindo o mestrado sou taxado de "ignorante" , "homofóbico" sem cultura , burro que da dinheiro pro pastor e etc. tenho que aguentar a novela da globo exibindo homossexuismo em horário nobre, e novelistas gays fazendo chacota com o povo cristão. Mas não por isso eu fico pedindo penico e reclamando de preconceito. Tenho que aguentar piadinha com o nome de Deus do porta dos fundos(mas não me importo, pois acho que a liberdade de expressão é sagrada). Eu dou a resposta com argumentação, como faço por aqui. Já gays se escutam coisas contra, querem processo , taxam e rotulam todo o mundo. Essa é a diferença.

    • Felipe Postado em 27/Mar/2014 às 10:18

      Mestrado em que? Em ignorância e analfabetismo funcional? Imbecil. Tu não acrescentas nada pra esse site com teus argumentos rasos.

      • walter Postado em 27/Mar/2014 às 11:54

        Precisa ofender? Porque não respeita o direito à liberdade de expressão dos outros? Ou o direito á liberdade de expressão é só para os q concordam com o comportamento homossexual? Geralmente é assim: qualquer opinião q não seja o de elogiar o comportamento homo, o indivíduo é taxado de homofóbico e baixam o nível com ofensas...

    • Raíssa Postado em 27/Mar/2014 às 11:34

      CRISTÃO SOFREM PRECONCEITO ??????????????????????? SÃO OS CRISTÃO QUE SÃO IMPEDIDOS DE FAZER SEUS RITUAIS? SÃO OS CRISTÃO QUE ESTÃO SENDO EXPULSOS DAS COMUNIDADES DO RJ? SÃO OS CRISTÃO QUE TEM OS SEUS CENTROS DE CULTO VANDALIZADOS? NÃO !!!! NÃO SÃO OS CRISTÃO, SÃO PRINCIPALMENTE, AS RELIGIÕES AFRO. ANTES DE FALAR TANTA ASNEIRA SE INFORME. HÃ ANTES QUE ME ESQUEÇA SOU CRISTÃ

      • Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 11:47

        É .... qualquer dia dizer que não se deve cultuar o exu não sei do que, vai ser considerado racismo ...ahhhhh ja é considerado ..esqueci.

      • Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 11:51

        Se o ridículo humor do porta dos fundos fizer paida com religiões afro , no outro dia tem uma dessas ong's, adeptas do coitadismo e do vitimismo processando eles e pior a sociedade apoiando. Ja com a a bíblia e com os cristianismo ta liberada a chacota. "Muito justo"

      • Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 11:53

        corrigindo : "com o cristianismo" , "piada"

    • Elaine Postado em 28/Mar/2014 às 18:23

      Sofre preconceito por ser cristão???? HAHAHAHAHAHAHAHA Tá de piadinha, né? Senta lá, Cláudia...

  9. Pereira Postado em 27/Mar/2014 às 09:13

    correção : homossexualismo

    • Elaine Postado em 28/Mar/2014 às 18:20

      Correção: homossexualidade

  10. Gisa Postado em 27/Mar/2014 às 09:18

    A frase “Pode ser lésbica, mas não precisa se vestir como homem” eu não acho q é homofobica, é a pura realidade se mulher gosta de mulher pq uma tem q ter o machinho e parecer um homem?é meio sem logica, minha prima é lesbica e eu nao digo que ela é mulher é careca só usa roupa de homem anda como homem. Se mulher gosta de mulher ambas tem q se vestir normal como mulher

    • Fábio Postado em 27/Mar/2014 às 12:04

      Primeiro que o que alguém deve ou não fazer é de total responsabilidade dessa pessoa, e de mais ninguém. Segundo, existe orientação sexualidade e identidade de gênero (como a pessoa se vê). Se ela acha melhor se vestir de homem, qual o problema é qual a relevância da sua opinião sobre isso?

    • Elaine Postado em 28/Mar/2014 às 18:21

      Vai regular o modo de vestir alheio, Gisa?

  11. Guilherme Postado em 27/Mar/2014 às 11:40

    oq há de errado em sentir repulsa de ver um ato homossexual? ng é obrigado a achar maneiro...

  12. só mulher feia ganhando.. Postado em 27/Mar/2014 às 11:57

    Quanta ignorancia nos comentários acima. Todas as frases sao homofóbicas sim e voces que as repetem sao homofóbicos. Voces nao tem que concordar com a sexualidade de ninguém, como ninguém tem que concordar com a cor da pele de outra pessoa, essa caracteristica humana NAO pede a sua concordancia. Se a fulana quer se vestir com um abacaxi no pescoco, nao interessa se voce pensa que NAO tem lógica, cada um tem a sua maneira de vestir e pronto. Putz, sem paciencia pra povinho cabeca pequena.

    • Müller Postado em 28/Mar/2014 às 02:06

      Pois é, eu também fico extremamente intrigado com essa incoerência de alguns indivíduos. Por exemplo, eles ficam incomodados com uma característica(homossexualidade, gostar de brócolis, etc.) que eles dizem não possuir. Quer dizer então que se eu não gosto de "n" então não devo gostar de quem gosta de "n"???!! ¬¬ Se fosse seguir essa lógica ninguém se relacionava de forma nenhuma. Eu acho que o fato é que esses sujeitos são uns neuróticos em estado de alienação em relação a um objeto, neste caso, a homossexualidade. A causa dessa neurose deve ser investigada, porque psicologicamente saudável um discriminador não é. Não gostar de algo é uma coisa, agora se preocupar se um terceiro vai gostar de algo, isso é insano...despender energia

  13. MCruz Postado em 27/Mar/2014 às 17:12

    O fato é que quem não ao se manisfestar a favor do homossexualismo automaticamente é visto como homofóbico pelos demais, como se isso fosse um dever da sociedade. Concordo que há liberdade de escolha e cada sabe de si, mas em contra partida a liberdade de expressão, se eu não acho certo eu não sou obrigado a aceitar essa condição só porque a mídia rotula como o gay como algo normal e tendencioso. Vai dos princípios de cada um, uns com fundamentos, outros só manipulados. Aceitem!

    • Rodrigo Giotto Postado em 27/Mar/2014 às 22:57

      É... complicado é pra você aceitar que existem pessoas que gostam do mesmo sexo, mesmo sabendo que isso não afeta em nada na tua vida, você tem que dizer algo para aporrinhar a maneira de ser do outro. Você não tem que ficar manifestando a favou ou contra, apenas respeite. Homossexualidade nunca foi escolha ou opção e muito menos "influencia", quem acha isso, é por que pensa que em algum momento da vida possa ter desejos homossexuais, coisa que é bem difícil se a pessoa não é de fato. Ser gay é normal sim, não há rótulos nisso, pois sempre existiu e continuará existindo. Ser gay não tem a ver com princípios, moralidade ou fundamentos, é algo de inteira conexão com a sexualidade, tal como a heterossexualidade, por acaso alguém impôs você a ser hétero? Ou apenas sente isso em seu íntimo? Acho que o problema maior é que as pessoas não têm o costume de se colocar no lugar das outras e entender, apenas apontam o dedo e já dão a sentença (ou julgar descaradamente). Se você não é gay, NÂO SEJA GAY ora bolas!... mas nem por isso é obrigado dizer que quem é gay está em um mundo errado ou que está sendo por influencia de terceiros.... Tal como o racismo e o machismo, espero que esse seja apenas o final de um longo episódio triste da humanidade, o resquício último de intolerância e da falta de respeito com as diferenças.

  14. Dennis Bueno Postado em 28/Mar/2014 às 00:22

    Penso que as que pessoas pregam viver a vida da forma que melhor lhes convém, deveriam, até por uma questão coerência, evitar termos como homofobia, machismo e por aí vai.... Se defendem levar a vida como lhe convém, deveriam é defender o direito daqueles que se opõe a elas, justamente por defender o princípio de "levar a vida como lhe convém". Alguém que milita a tolerância, não pode ser intolerante com quem não concorda com ela. Mas, claro, é só a minha opinião.

  15. Dan Dan Postado em 28/Mar/2014 às 16:32

    Por conta da minha bissexualidade, sofro muito mais preconceito dos gays do que dos héteros. Evito mencionar me assumir como bissexual entre gays pois sempre sou atacado com N "argumentos" que tentam, de uma forma ou de outra, demonizar e estigmatizar a bissexualidade. Tenho percebido, ao longo dos anos, que esse preconceito que os gays têm em relação aos bissexuais se caracteriza pela mesma raiz da homofobia: a aversão a tudo aquilo que diferente da sexualidade do indivíduo que manifesta tal preconceito. Existem, entre os homossexuais, homens que dizem ter nojo de mulher, da mesma forma que existem lésbicas que dizem ter nojo de homem. Estas, por sinal, declaram suas fobias em relação ao sexo oposto com muito mais "naturalidade" do que os homens gays que dizem sentir nojo de mulher. Considero muito simplista a visão de que a homofobia se da apenas por que "há um discurso fundamentalista religioso, de forte apelo moral"... A raiz é muito mais profunda! Tanto que, mesmo entre nós, os "não-héteros", existe uma infinidade de preconceitos relacionados às preferências e orientações sexuais alheia.

  16. Fernando Postado em 28/Mar/2014 às 17:03

    A homossexualidade, como foi magnificamente posta aqui pelo Rodrigo Giotto, que assim como eu a vive na pele nao eh uma questao de opcao. Ha muito tempo critica-se o termo opcao sexual. Eh uma orientacao sexual. Isso significa que apesar de relutar, por viver em uma sociedade extremamente preconceituosa, eu mesmo nao consegui ser feliz em meus relacionamentos heterossexuais. Nesse ponto estou trazendo a questao para um lado extremamente pessoal; nao houve "saida". Este eh quem sou, goste ou nao a familia ou os "amigos" sou homossexual. Partindo do pressuposto que nao se trata de uma opcao, como sao questoes como a religiao e a orientacao politica (por mais que em muitos casos tais questoes sejam condicionadas desde muito cedo pela cultura aprendida pelo individuo), nao ha real sentido em uma discussao sobre "gostar", "concordar" com a homossexualidade. Eh necessario aceita-la como uma faceta inerente da sociedade, e a partir da compreensao desse carater respeita-la assim como qualquer setor social. Em sociedades desenvolvidas apenas o ato de setoriar jah deveria ser encarado como preconceito. Nao ha motivo para distinguir uma pessoa pela sua orientacao sexual. Eh uma pessoa, como qualquer outra. E sobre vitimismos e coitadismos, que foi apenas um dos muitos comentarios infelizes de Pereira, espero que voce compreenda que as sociedades, em sua forma geral experimentam processos de exclusao social. EXCLUSAO real. E que frente a processos como esses, soh sao viaveis acoes de afirmacao de identidade, porque nesses casos a identidade eh reprimida. Cito alguns exemplos: NEGROS no apartheid dos EUA; realizaram um amplo movimento para afirmar a identidade negra, o orgulho negro antes que fossem "aceitos" e "respeitados", algo ainda duvidoso naquele pais. CRISTAOS durante o imperio romano; poucos lembram-se desse periodo da historia, mas antes de Calvino os cristaos eram perseguidos dentro do imperio romano, e assassinados justamente porque a religiao oficial era a greco-romana (politeista) e o cristianismo era monoteista: Calvino converteu-se ao cristianismo e disseminou amplamente a religiao, sendo o imperador o responsavel pela aceitacao e depois adocao do cristianismo no imperio com Teodosio, dando origem a sua Igreja Catolica Apostolica Romana. (lembrando, cristaos eram perseguidos, encarados como subversivos!!) Sou muito grato de viver no seculo XXI e ter a possibilidade de pelo menos em teoria desfrutar da liberdade de credo e pensamento em um Estado democratico; mas observe, apesar do mundo nao ser mais tao maniqueista, existe muito preconceito que oprime sim as minorias, colocam-as a margem do sistema e geram sentimentos de inferioridade; todas essas acoes sao violentas, sao atentos a essas pessoas: sim porque o que chamo de minorias sao pessoas, sao homens, homens e homens, nao preciso adjetivar em negros, homossexuais ou praticantes do candomble. OBS: meu computador eh norte-americano e nao consigo acentuar nenhuma palavra, faltam acentos agudos, graves, tils, crases etc por conta disso.

  17. Luiz Henrique Araujo Postado em 28/Mar/2014 às 18:19

    E quando dizem que nem parece, que você só pode ser um hetero enrustido?

  18. Fernando Postado em 29/Mar/2014 às 01:29

    Esclarecendo: Partindo do pressuposto que nao se trata de uma opcao, diferentemente de questoes como a religiao e a orientacao politica (por mais que em muitos casos tais questoes sejam condicionadas desde muito cedo pela cultura aprendida pelo individuo), nao ha real sentido em uma discussao sobre "gostar", "concordar" com a homossexualidade.

  19. Joelson Norel Postado em 29/Mar/2014 às 23:49

    Ah os comentários... sempre os comentários... Irônico DEMAIS ver tantos reproduzindo um trecho bem específico do texto, aquele que fala das pessoas que não se dão conta do discurso altamente preconceituoso que elas trazem, ao tentar uma justificativa para o próprio preconceito. Alguns pontos: - Não é opção (como alguns surpreendentemente ainda acreditam): é condição inerente quando é despertada a sexualidade, normalmente na infância; portanto, NÃO é escolha (assumir-se gay, por exemplo, é que é uma escolha, ser gay não é); - Quem diz que não gosta de ver beijo gay TANTO QUANTO não gosta de ver beijo hétero em púbico, está sendo hipócrita na IMENSA maioria das vezes (obviamente sem se dar conta disso); - O que quase ninguém se toca é o fato de que gays são que nem héteros; só que gays. Me assusta quando encaram a homossexualidade como coisa de "outra espécie", como algo estranho ao ser humano. O que vale dizer que gays teriam que ter os mesmos direitos de qualquer outra pessoa, como poder andar com o namorado ou namorada na rua sem correr o risco de receber uma ofensa em público, ou o risco de ser morto pelo simples fato de ser gay. É por isso que a gente luta, por esses direitos que ainda são negados. E essa luta tá dando certo, muito certo obrigado; prova disso é toda essa resistência que bate contra, toda a reação em não querer mudar o modo de pensar; todo esse medo de sair de uma posição de conforto, o que também é muito compreensível, já agora tá doendo em vocês também, mexeram no que ninguém mexia, e essa mudança de perspectiva pode causar um certo desconforto. Um excelente sinal.

  20. Geovanio Postado em 20/Nov/2015 às 23:24

    Eu só queria saber o que não é homofobia. Eu tenho a impressão que absolutamente hoje, tudo é homofobia. Se o sujeito não é um simpatizante ou adepto da prática homossexual, é um homofóbico!!! Está de brincadeira, não é???? Agora o sujeito tem que morrer de amores pela prática homossexual para não ser taxado de homofóbico. Bom, eu sou Hetero e não compactuo com a prática homossexual, então neste caso eu sou um homofóbico? Eu não tenho o direito de não compactuar com a prática homossexual??? Tenho apenas duas perguntas para os exímios conhecedores do assunto: O que é ser homofóbico? O que é não ser homofóbico?? Nota: Abaixo a violência!.