Redação Pragmatismo
Compartilhar
Política 13/Mar/2014 às 09:59
17
Comentários

A farra dos caríssimos tratamentos dentários no Senado

Senado gasta R$ 6,2 milhões com plano de saúde, que é vitalício e banca despesas de senadores, ex-senadores e dependentes. Para usufruí-lo, o parlamentar não precisa fazer nenhuma contribuição - basta que tenha exercido o cargo por 180 dias ininterruptos. Após a morte do titular, o cônjuge continua usando a carteirinha

tratamento dentário senado odontológico
Kátia Abreu (PMDB), Magno Malta (PR) e Agripino Maia (DEM) estão entre os senadores que mais gastaram com tratamento odontológico pago com dinheiro público (Ilustração: Pragmatismo Politico)

Reportagem do jornal O Estado de S. Paulo do último domingo, 9, sobre as despesas pagas pelo Senado para os senadores fazerem tratamentos dentários, tratamentos de saúde e até aplicações de botox, mostrou que a senadora Kátia Abreu (PMDB) foi uma das congressistas que mais gastou com tratamentos dentários no Senado.

Segundo o jornal, Kátia Abreu gastou R$ 45.350 em tratamentos dentários pagos pelo Senado nos anos de 2010 e 2013.

Seu ex-colega de partido, senador Agripino Maia (DEM), teve uma despesa de R$ 51 mil, em 2009, referentes à implantação de 22 coroas de porcelana aluminizada. Já o atual companheiro de partido, senador Pedro Simon (PMDB), fez o Senado bancar R$ 62.793 em seus dentes.

O ex-senador tocantinense Moisés Abrão Neto (PDC) também aparece na lista de despesas reembolsadas pelo Senado. Ele gastou R$ 30.480 com despesas dentárias. Em 2008, o ex-parlamentar já havia sido reembolsado em R$ 109.267 mil com despesas de saúde. O senador Magno Malta (PR-ES) teve tratamento custeado em R$ 33.000 só em 2011.

Nos últimos cinco anos, a Casa autorizou tratamentos milionários, principalmente odontológicos, sem fazer perícia física dos pacientes nem definir limites de cobertura. Os gastos atingiram média de R$ 6,2 milhões anuais entre 2008 e 2012 – 62% referentes a reembolso de notas fiscais e recibos. A reportagem obteve as despesas efetuadas em 2013, que ainda não foram consolidadas pelo Senado. A estimativa é que a média de gasto tenha se mantido inalterada.

Conforme matéria do jornal paulista, o plano de saúde do Senado é vitalício. Ele banca despesas de senadores, ex-senadores e dependentes como filhos, enteados e cônjuges. Para usufruí-lo, o parlamentar não precisa fazer nenhuma contribuição – basta que tenha exercido o cargo por 180 dias ininterruptos. Após a morte do titular, o cônjuge continua usando a carteirinha.

O plano do Senado estabelece um limite anual de R$ 25,9 mil para gastos odontológicos, mas a Casa tem pago valores acima. O caminho para ignorar as normas é invadir a cota não utilizada de outros anos.

com Agência Estado

Recomendados para você

Comentários

  1. Thiago Teixeira Postado em 13/Mar/2014 às 11:01

    Já pensou se tivesse um político do PT no meio disso? Seria capa da Veja. Como é que estas coisas a mídia golpista não investiga e divulga?

    • Yohan Postado em 13/Mar/2014 às 13:45

      Olha Thiago..... não duvido nada que tenha vários e que quem não investigou tenha sido a própria mídia "alternativa".

      • Eliana Postado em 16/Mar/2014 às 14:05

        Estou de acordo!

    • Yohan Postado em 13/Mar/2014 às 13:46

      No final da reportagem do estadão temos a prova: ""A ex-senadora Ana Júlia Carepa (PT) aproveitou o plano, entre 2007 e 2011, e fez vários implantes. "Eu poderia pôr uma dentadura, mas acho que ficaria complicado, né?" Além dos implantes, a ex-senadora diz ter feito também clareamento nos dentes que não foram mexidos. "É até consequência. Como vai ter que refazer, serve para igualar", justificou.".

    • carlos regianldo pereira Postado em 13/Mar/2014 às 22:04

      amigo tem politico do PT eu sou petista e morro de vergonha dos petistas que estão nessa safadeza

  2. Pereira Postado em 13/Mar/2014 às 11:51

    E os gastos Bilionários com a copa ???? e o mensalão ???? os gastos da copa deixaram os trataementos dentários no fim do chinelo !!!

    • Pedro Postado em 13/Mar/2014 às 12:59

      hahahaaha então uma coisa justifica a outra? Só é corrupção quando tem o PT envolvido.

      • Pereira Postado em 13/Mar/2014 às 16:45

        com certeza uma coisa não justifica a outra !!! mas aqui nesse site eu nunca vi nada dos gastos bilionários inúteis da copa , ou as maracutaias do PT ....só vi quando é político da oposição partidária e/ou ideológica do site . Que justo né !!! (ironia)

    • renato Postado em 13/Mar/2014 às 19:30

      Por que aqui, é para falar mal da direita, se eu quisesse falar bem da Direita ia para outro sitio...só não sei informar onde pois não perco tempo..E não fico encima do muro. DILMA 13 2014 .

      • Pereira Postado em 14/Mar/2014 às 11:05

        Que ignorância esse comentário. não sei se dou risada ou lamento.

      • Thiago Teixeira Postado em 14/Mar/2014 às 12:15

        Aécio 2014. Morte a Dilma e ao Lula. Ficou melhor?

      • tiago carneiro Postado em 16/Mar/2014 às 01:53

        hahahah o comentário pueril do Thiago Teixeira resume o perfil do eleitor do Aecinho do pó =)

  3. Fabio Postado em 13/Mar/2014 às 17:13

    Por tudo volta ao PT? A passionalidade realmente turva as idéias, o bom senso e a inteligência... Temor quando o debate público de idéias é permeado por ódios irracionais e injustificados. Se vamos criticar, comecemos pelos históricos de corrução e lavagem de dinheiro envolvendo o DEM (ex-arena), o PSDB, PMDB, o partido dos pastores... e o PT, claro. Inteligência e parcimônia não nunca fizeram mal.

  4. carlos regianldo pereira Postado em 13/Mar/2014 às 22:03

    Os dentistas fazem parte do conselho federal de medicina ,da AMB !!! Ai eu pergunto os bons médicos que atendem os nosso sorridentes senadores ,estes é claro merecedores do meu respeito ,mas que tanto criticam os médicos de Cuba e o programa mais médico ,não falam nada não denunciam a farra já que são tão preocupados com o Brasil e com os abusos do governo com desperdicio etc..... Ai eu começo a crer ainda mais na safadeza desta gente que só se interessa em ganhar a grana e pouco se preocupa de verdade com o que não podem sequer usar uma dentadura . Se juntar estes senadores estes medicos é tudo da mesma laia um bando de safado pilantra ..

    • Natalia Postado em 15/Mar/2014 às 00:22

      Dentistas não respondem ao Conselho de Medicina. Nós, Cirurgiões Dentistas, respondemos ao Conselho Federal de Odontologia e informar ou denunciar o quanto paciente X ou Y pagou em honorários e consultas constitui infração ética. Portanto não generalize e não denigra nossa classe profissional até mesmo porque o senhor mal sabe sobre os conselhos de ordem e não sabe diferenciar um Médico de um Dentista. Sou Cirurgiã Dentista, formada graças ao prouni, voto PT e sou a favor do Mais Médicos. Se eu informaria a respeito de um politico q se tratasse comigo? A não ser sob ordem judicial e com respaldo do Conselho Regional de Odontologia. Sigilo médico também se aplica a odontologia, meu querido.

  5. Carlos Merhy Postado em 14/Mar/2014 às 10:43

    Enquanto isto a GEAP, leva todos os meses r$1050,00 e ainda cobra participação por serviços prestados. De meu misero salário vr. R$ 3.5oo,00 menos R$1050,00(GEAP)- R$ 80,00(Luz) - R$ 120,00(Telefone) - r$ 60,00( Gaz ) - rs 750, 00 (Aluguel e condominio) -R$ 600,00(Alimentação) - R$ 451,00(BB- emprestimo) - R$ 45,oo( da famidade) resta r$ 144,00( para remédio e outros gastos) portanto gosto de dançar, ir aos estádios mas não posso, se sair de casa passo vergonha, nao posso comprar nem água e como, não sou explorador...Fico em casa e com 71 anos querendo e não podendo fazer o que posso e gosto. Dizem por ai que milagres acontecem , eis a prova disto. RSRSRSRSRSRSRSRSRS

  6. Ane-45 Postado em 15/Mar/2014 às 03:18

    Que isso, minha gente! Não quero defender gente corrupta, mas o meu tratamento, de 1 dentinho só... o da frente.. o qual quebrei... ficou em 7 mil, recentemente. Comprei meu carro usado de uma senhora q queria implantar 4 dentes na arcada inferior. Hj, ninguém faz nem coroa por menos 1 mil reais não. Só se for dentista da praça central... A reportagem deveria reclamar é do custo de vida!