Redação Pragmatismo
Compartilhar
Saúde 03/Mar/2014 às 17:57
11
Comentários

Cubana desertora do Mais Médicos tem liminar negada pela justiça

Justiça nega liminar a cubana Ramona Rodriguez, que entrou com uma ação, com a ajuda do DEM, para receber R$ 69 mil referente por questões trabalhistas e mais R$ 80 mil por danos morais

médica cubana ramona rodriguez dem
Justiça nega liminar à desertora do Mais Médicos (Reprodução)

O juiz Deodoro José de Carvalho Tavares negou a liminar em que a cubana Ramona Rodriguez pedia o bloqueio do valor de pagamentos feitos pelo governo brasileiro a Cuba, durante o período em que ela integrou o programa Mais Médicos.

A médica, primeira desertora do programa, pede uma indenização de R$ 149 mil do governo brasileiro por discordar das discrepâncias entre os salários dos cubanos e de médicos de outras nacionalidades. Ela entrou com ação, com ajuda do DEM, para receber R$ 69 mil com relação a questões trabalhistas e mais R$ 80 mil por danos morais.

A ação leva em conta a postulação do Ministério Público do Trabalho (MPT), que alegou que o Mais Médicos se constitui em um vínculo de trabalho, e não em uma bolsa de especialização. De acordo com o órgão, é necessário igualar o salário dos médicos cubanos com os de outras nacionalidades, que recebem cerca de R$ 10 mil mensais. Os médicos de Cuba recebem cerca de R$ 960 mensais (US$ 400). O restante é mandado para o governo cubano. Atualmente, existem cerca de 7.400 médicos de Cuba trabalhando no programa.

Segundo a decisão da Justiça, publicada por Clarissa Oliveira, do Poder Online, o juiz Deodoro entendeu que, no caso de Ramona, o contrato firmado por ela com a Sociedad Mercantil Cubana Comercializadora de Serviços Médicos Cubanos S/A – que em acordo com a Organização Panamericana de Saúde intermediou a prestação de serviços dos médicos cubanos ao Brasil – alterou as condições de trabalho. Assim, a União, segundo o juiz, passou a atuar como subsidiária pela contratação e não poderia ser responsabilizada pelo pagamento, no caso de uma eventual condenação.

Brasil 247

Recomendados para você

Comentários

  1. Maria Aparecida Jube Postado em 03/Mar/2014 às 19:49

    Ramona, cobre agora do Democratas, se você sofreu algum dano moral foi causado pela estupidez do Democratas.

    • renato Postado em 04/Mar/2014 às 13:04

      Cobre do Demostenes, expert em advocacia...

  2. leandro Postado em 03/Mar/2014 às 20:17

    coitada dessa pobre infeliz, foi usada pelo DEM numa tentativa ridícula e fracassada de desmoralizar o governo, agora o que será desta mulher? a oposição está ridícula, os caras sabem que não tem a menor condição de ganhar a eleição e estão partindo pra todo tipo de baixaria.

  3. Elias Postado em 03/Mar/2014 às 20:42

    Uma estrategia da oposição? Talvez, mas ajudar os medicos inteligentes é questão de solidariedade.

    • ana maria Postado em 03/Mar/2014 às 21:56

      Ótimo! Que a doutora caia na real e descubra que o Brasil é um país solidário e acolhedor, mas não é facilmente manipulado, muito menos por oportunistas aliados a uma oposição de extrema direita burra e extremamente limitada.

  4. Bia Vidal Postado em 03/Mar/2014 às 21:46

    Coitada nada. Só juntou a fome com a vontade de comer. Uma incompetente que foi usada pelo DEM e só viu os $$$$$$ na frente. Acham que o governo é burro de criar um programa desses sem consultoria ou proteção jurídica??? Tomara que seja deportada para Cuba, e passe uns 10 anos na cadeia. Ridícula!!!

  5. isaac Postado em 04/Mar/2014 às 01:10

    Não sei se ela é a esperta da parada ou foi corrompida pelo DEM.

  6. Alexandre Venci Postado em 04/Mar/2014 às 10:57

    Saiu de Cuba sabendo quanto ia ganhar, para qual país vinha,o que tinha que fazer, chega aqui e fica com inveja de quem não mora em Cuba, quem não nasceu lá.E ainda deixar ser usada por oportunistas.Tem mesmo é que ser deportada e voltar ao seu belo salário em Cuba. Não gostaria nunca de ser atendido por uma pessoa desta, pois não tem nenhum disernimento.

  7. Sergio Panini Postado em 05/Mar/2014 às 19:06

    há 4 séculos a produção dos escravos negros e índios sustentavam a produção em geral. Após a República se 1891 continuou o predomínio da nobreza formando apenas juízes e médicos dessa elite conservadora , bem como nossa segurança nacional ficaram nas mãos dos capitães de mato que formaram nossa força pública e policia civil. De acordo com discurso do senador Roberto Requião,46% de tudo que é produzido e proprietário de terras nesse patamar pertencem a 2O.OOOfamilias e restantes 54% pertencem a 2OO milhões de brasileiros , porém nos EEUU e Europa os governos aplicam o imposto sobre as fortunas .Senador discursou em 28.O2.2O14.

  8. Thiago Teixeira Postado em 06/Mar/2014 às 10:17

    Manda o DEM pagar.

  9. luiz carlos ubaldo Postado em 07/Mar/2014 às 07:31

    Boi de Piranha do Demo!