Redação Pragmatismo
Compartilhar
Democratização Comunicação 25/Mar/2014 às 19:12
19
Comentários

Criador da internet defende o Marco Civil

Criador da Rede Mundial de Computadores divulga carta aberta em defesa do Marco Civil da Internet

marco civil internet

Conhecido como criador da World Wide Web (www), Tim Berners-Lee, cientista da computação e professor do MIT divulgou, nesta segunda-feira (24), uma nota em que defende a aprovação, “sem mais demora ou alteração”, da proposta do Marco Civil brasileiro da Internet. Para ele, a aprovação seria um “o melhor presente de aniversário possível” para os internautas brasileiros. O texto foi publicado no site World Wide Web Foudation.

Lee afirma, ainda, que o texto do Marco Civil foi construído pelos próprios usuários, em um “processo inovador, inclusivo e participativo”. O criador da web defende que a aprovação do Marco Civil vai representar “progresso social” e “ajudará a inaugurar uma nova era”

Confira abaixo a carta completa e traduzida, divulgada pela World Wide Web Foundation:

“Neste 25º aniversário da Web, pessoas em todos os cantos exigem que seus direitos individuais estejam protegidos também no ambiente virtual. A criação do Marco Civil, sem mais demoras ou alterações, será o melhor presente de aniversário para os usuários da Web, não só do Brasil como de todo o mundo. Espero que, ao aprovar este projeto de lei, o Brasil concretize a sua louvável reputação como líder mundial em democracia e progresso social, e ajude a inaugurar uma nova era, na qual os direitos dos cidadãos em todo o mundo sejam protegidos por leis específicas para o mundo digital.

Leia também: O que muda na sua vida com o Marco Civil da Internet?

“Assim como a Web, o Marco Civil foi construído e elaborado por seus usuários – o processo inovador, inclusivo e participativo resultou em uma política que equilibra direitos e responsabilidades dos indivíduos, governos e empresas que usam a Internet. Claro, ainda há discussão em torno de algumas questões, mas, em última análise, o projeto de lei reflete a Internet como deveria ser: uma rede aberta, neutra e descentralizada, em que os usuários são o motor para a colaboração e inovação. É elogiável que o projeto de lei tenha, entre seus fundamentos, a garantia de direitos humanos tais como a privacidade, a cidadania e a preservação da diversidade e da finalidade social da web.”

E, abaixo, o texto original:

“In this, the Web’s 25th anniversary year, people everywhere are demanding that their human rights are protected online. If Marco Civil is passed, without further delay or amendment, this would be the best possible birthday gift for Brazilian and global Web users. I hope that by passing this Bill, Brazil will cement its proud reputation as a world leader on democracy and social progress and will help to usher in a new era – one where citizens’ rights in every country around the world are protected by digital bills of rights.

“Like the Web, Marco Civil has been built by its users – the groundbreaking, inclusive and participatory process has resulted in a policy that balances the rights and responsibilities of the individuals, governments and corporations who use the Internet. Of course, there is still discussion around some areas, but ultimately the draft Bill reflects the Internet as it should be: an open, neutral and decentralized network, in which users are the engine for collaboration and innovation. Commendably, the Bill has among its foundations the guarantee of human rights such as privacy, of citizenship and the preservation of the diversity and the social purpose of the web.”

Muda Mais

Recomendados para você

Comentários

  1. Eduardo Abreu Postado em 25/Mar/2014 às 20:47

    Tomara que não façam caca, pois qualquer mexida para mensurar direitos e deveres pode colocar em risco a liberdade, a igualdade de uso da net. Que haja bom senso e honestidade de todos os deputados e senadores, para que não seja cerceado o direito de ninguém.

  2. Erick Davi Postado em 25/Mar/2014 às 21:33

    E ainda tem coxinha contra o Marco Civil.

  3. Pereira Postado em 25/Mar/2014 às 23:25

    Meu Deus ...criador da internet ????? a internet nasceu na década de 60 como tecnologia militar , depois passou para os centros acadêmicos ate fim da década de 80 e tornou-se comercial pelos anos 90 ..... criador da internet ????? que mentira deslavada .... a internet não têm criador único, é um conjunto de tecnologias e colaborações dos mais variados tipos ao longo dos anos .... CRIADOR DA INTERNET ???? HAHAHAHAHAHHAHAHAHAHHAHAHHA ESSA É DEMAIS.

    • Rafael Martini Postado em 26/Mar/2014 às 00:39

      Você tem razão, mas salvo engano, o conceito do "www" - que tornou a internet "usável" para leigos - foi criação do Berners-Lee. Do contrário, navegar seria algo muitíssimo mais complexo (ao menos era até então), aliás, nem sei como seria a navegação na internet hoje, e sequer se poder-se-ia utilizar tal termo.

    • Leonardo Lemos Postado em 26/Mar/2014 às 01:06

      realmente [Pereira], ele não foi O criador da internet... ela sempre existiu (feita de vários protocolos e tal)... realmente [Pereira], o pessoal do site pecou nesse "detalhe" importante, poderia ter colocado o link da matéria* e tal, mas informaram e passaram a ideia bem... ... mas porquê atacar a todos desta forma??? conhece um termo lahhh do princípio da internet??? quando protocolos eram criados e tal??? Netiqueta... (algo como manual da boa vizinhança, seja bem vindo!) você soube usar o que consta lá "direito de se expressar", masss... e daí, só isso? então quem é esse sr. Tim Berners-Lee??? porquê o "Pai da WEB, não internet" tem de mais???? dica: sabe o nosso W W W... antes era toscao, só texto, nada visualmente agradável... esse carinha ai criou uma parada chamada WWW (World Wide Web) e se não fosse por ele, hoje o nosso Youtube, ainda estaria sendo escrito, por poucas pessoas.... bom [Pereira] deixei o meu ponto de vista, assim como deixaste o seu, procure depois sobre Netiqueta (em português mesmo, mas procure com regras lahhh de 1995 em diante...) e antes de falar algo, olhe esse link (procure ai, Tin Bernes-Lee wiki**) e por favor, leia o 1º parágrafo da matéria, lá deixa bem claro ... (Conhecido como criador da World Wide Web (www), Tim Berners-Lee, cientista da computação e professor do MIT....) * http://www.webfoundation.org/2014/03/marco-civil-statement-of-support-from-sir-tim-berners-lee/ ** http://en.wikipedia.org/wiki/Tim_Berners-Lee é Sir Tin Bernes-Lee, diga-se de passagem, Sir... e não um qualquer...

    • Igor Postado em 26/Mar/2014 às 06:35

      Pois é. O cara não criou a internet em si, mas criou a World Wide Web (WWW), que uniu a internet à hipermídia, permitindo a navegação através de páginas do jeito que a gente faz hoje. Antes disso, existia Internet, mas era apenas para troca direta de arquivos. E hoje ele é diretor da W3C, que é a organização que padroniza mundialmente a Internet, permitindo que todos possam se comunicar utilizando os mesmos protocolos e linguagens... e faz isso Continuamente, para a Internet não parar no tempo. O cara não criou a internet em si, mas acredito que não tem muito sentido explicar a diferença entre Internet e WWW num texto voltado para o público leigo. Você pode discordar do autor por não fazer essa explicação (o que está longe de torna-lo um mentiroso), mas não desdenhe de Tim Berners-Lee, ao menos enquanto usa um fruto de seu trabalho direto.

      • Pereira Postado em 26/Mar/2014 às 09:06

        Será que todos os que contribuíram para a internet ,tanto famosos como anônimos concorddam com essa nova diretriz ? será que os inventores do tcp/ip , linux , FTP e javascript concordam ??? será que o IETF , ISO , IEEE concordam ??? uma andorinha só não faz verão meus caros . tem caras muito , mas muito mais inteligentes do que esse aí. Mas mesmo assim com os reucos do governo depois de tanta pressão do "aliado" PMDB não vejo problemas, ainda mais em ano de eleição e vido por ai uma CPI da petrobrás, tem que desviar o foco de alguma maneira

  4. Gdog Postado em 26/Mar/2014 às 00:18

    Jovem, Internet != WWW , no tópico do site diz Criador da World Wide Web, a WWW, não internet. Procure no Wikipedia.

  5. Pereira Postado em 26/Mar/2014 às 11:07

    "Criador da internet defende o Marco Civil" manchete .

    • Cleverson Postado em 26/Mar/2014 às 11:50

      De fato, a manchete distorce um fato. Porém, de fato, neste caso, o mais importante continua sendo a declaração de eminente especialista que está fora do contexto político-ideológico brasileiro.

  6. Messias Postado em 26/Mar/2014 às 12:48

    Tim Berners-Lee é físico de formação

  7. fernando Postado em 26/Mar/2014 às 13:16

    O Brasil sempre a frente do resto do mundo! A constituição mais democrática do mundo, o estatuto do menor mais eficiente do mundo, lei do desarmamento ,somos a única nação em que e eleição é eletrônica . Agora esse tal de marco civil sendo elogiado lá fora!!!! Ou seja somos o pais mais evoluído do MUNDO, somente na teoria!!

  8. José Humberto Postado em 26/Mar/2014 às 15:20

    A manchete ficou inadequada, sim, para aqueles com conhecimentos técnicos avançados. Porém, Pereira, acredito que seu comentário também foi equivocado. A Internet não surgiu como tecnologia militar, exclusivamente. Ela surgiu da união de três arquiteturas de redes distintas: 1) ARPANET (da DARPA, nos E.U.A.); 2) CYCLADES (rede científica francesa); 3) NPL (rede do sistema financeiro, na Inglaterra). Essas três arquitetura, juntas, compõem os fundamentos sobre os quais a Internet moderna foi criada. Quanto a Berners-Lee... esse cara é responsável "somente" pelo protocolo que tornou o acesso à Internet possível para pessoas sem conhecimentos técnicos, como minha mãe, por exemplo. O protocolo criado por ele (HTTP) fez o mesmo que as interfaces gráficas dos sistemas operacionais e aplicações fizeram pela popularização dos computadores. Imagine quão popular eram os sistemas computacionais quando a única forma de interação com eles era através de ambientes em modo texto. O que quero dizer é que, técnica e historicamente, esse cara aí teve um papel crucial para a Internet que você e eu utilizamos hoje. Pela forma como lemos e comentamos esta notícia.

    • Pereira Postado em 26/Mar/2014 às 16:15

      concordo josé humberto, porém o site coloca como se esse cara fosse um semi deus , a contribuição dele foi importante sim , mas há vários outros , será que Linus trovalds concordaria ? será que steve jobs concordaria ? será que edward yourdon concordaria ? será que Rumbaugh e Booch concordariam ? é esse o ponto . Tim Berners-Lee pode estar sozinho no que diz respeito a apoiar o projeto petista.

      • José Humberto Postado em 26/Mar/2014 às 16:32

        cara... sinceramente não acredito que o Marco Civil da Internet seja um projeto petista. Na verdade existe muita coisa importantíssima para manter a liberdade na Internet e evitar coisas absurdas como a " venda de banda", por parte das teles, para determinados provedores de conteúdo em detrimento de outros (Netflix é um exemplo nos EUA, veja isso http://www.bandwidthplace.com/net-neutrality-and-how-it-affects-you-article/ ), entre outras coisas. Além disso, pelo que tenho lido em alguns portais estrangeiros, o debate sobre a neutralidade da rede é grande e o pessoal técnico, de forma geral, o defende. Obviamente, a imensa maioria desses caras que você citou e de tantos outros "papas" da Internet (os vivos), nem devem ter ouvido sobre a existência do Marco Civil brasileiro. Apesar disso, acredito que a grande maioria tenderia a apoiar toda ação que viesse para tentar garantir a liberdade nas redes. Um abraço.

      • José Humberto Postado em 26/Mar/2014 às 16:38

        Essa saiu no New York Times: http://www.nytimes.com/2014/02/20/business/fcc-to-propose-new-rules-on-open-internet.html?_r=0

  9. Pereira Postado em 26/Mar/2014 às 17:23

    sinceramente José humberto eu não vejo problemas no projeto , embora alguns estão dizendo que cerceia liberdade de expressão, em se tratando de como o PT anda tratando a mídia eu não dúvido, pois gato escaldado tem medo de água fria. Sem falar que o governo teve que recuar um monte para poder aprovar. O projeto original sofreu algumas alterções importantes.

  10. Pereira Postado em 26/Mar/2014 às 17:27

    sinceramente José Humberto, não vejo probelemas com o projeto, porém alguns dizem que é tentativa de cassar liberdade de expressão(não dou crédito assim na maior),mas do jeito que o PT anda tratando a mídia não dúvido que haja uma tentativa do governo de monitorar pessoas indesejadas. Sem falar que para poder aprovar, o PT teve que ceder em muita coisa importante, o projeto original sofreu alterações importantes.

  11. José Humberto Postado em 26/Mar/2014 às 23:39

    Pereira, com toda a sinceridade, sou apartidário. Não sou militante do PT e nem do PSDB. Nunca defendi "com unhas e dentes" nenhuma linha política. Parafraseando Raulzito, "a única linha que eu conheço é a de empinar uma bandeira". Mas, neste caso que você citou da mídia, concordo com muitas coisas que justificam a postura do PT. A cada dia descubro mais e mais coisas que relacionam os grandes grupos da mídia brasileira com a deturpação das notícias, manipulação da opinião pública, etc. etc. Para ser sincero, não acredito em praticamente nada que vejo na dita mídia. Gosto do Pragmatismo Político (e de outros portais e blogs também) mas em algumas coisas daqui percebo uma tendência a se posicionar "de um lado" previamente. Mas gosto da liberdade que tenho aqui na área de comentários. Nunca me censuraram. Na verdade cara, tento me guiar no sentido de nunca me deixar levar pelos proponentes de projetos. Tento analisar as coisas de acordo com meus valores, com o que acho relevante ou absurdo, independentemente de quem as apresente, seja de direita, da esquerda ou do centrão. Com certeza o PT cedeu em muita coisa e, pra ser sincero, desde que o Lula assumiu, em seu primeiro mandato presidencial nomeando Henrique Meireles como presidente do BC, muito me decepcionou. Mas fazer política é isso, infelizmente. É muita podridão e muitos interesses estão envolvidos em cada vírgula de cada documento produzido. No final das contas, são as pessoas como nós que devem exercer seu poder de opinar para cobrar e exigir que quem nos representa acabe agindo da forma mais próxima àquilo que esperamos. Se esperarmos uma postura mais crítica na imensa maioria da população que só assiste novela, BBB, jornal da record, jornal nacional e fala que eu te escuto, estaremos perdidos, véi. E, na minha humilde opinião, o Marco Civil tem mais pontos positivos do que negativos. A balança pende pro nosso lado, nesse caso. Me entende?