Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 10/Mar/2014 às 17:28
20
Comentários

Árbitro sofreu ofensas racistas pesadas, revela súmula

Súmula de jogo aponta ofensas racistas pesadas relatadas por árbitro. Documento enviado à Federação Gaúcha tem o boletim de ocorrência anexado. 'Temos que matar todos vocês, negros sujos' é uma das graves ofensas citadas

racismo árbitro márcio chagas
Árbitro Márcio Chagas sofreu ofensas raciais pesadas, revela súmula (Imagem: SporTV/reprodução)

As ofensas racistas a Márcio Chagas da Silva foram muito além das bananas encontradas pelo árbitro no seu carro , depois da partida entre Esportivo e Veranópolis, na Montanha dos Vinhedos, em Bento Gonçalves, na noite da última quarta-feira. Ele relatou em súmula uma série de ofensas proferidas pela torcida da casa antes e durante o jogo na Serra Gaúcha.

De acordo com o texto redigido pelo árbitro, a conduta dos torcedores foi muito hostil desde a sua chegada ao estádio.

– Estes (torcedores) proferiram as seguintes palavras enquanto nos dirigimos ao vestiário da arbitragem: “Volta para a selva, seu negro, macaco, ladrão safado, imundo. Temos que matar todos vocês, seus negros sujos. Márcio Chagas, tu é a escória do mundo, seu lixo, mal-intencionado” – diz um dos trechos do texto.

Após os insultos racistas, Márcio Chagas se dirigia até o seu carro para deixar o estádio e encontrou bananas em cima de seu veículo, que também foi depredado.

O procurador Alberto Franco ofereceu denúncia contra o Esportivo na última sexta-feira, e o julgamento deverá ocorrer ainda esta semana.

com GloboEsporte

Recomendados para você

Comentários

  1. renato Postado em 10/Mar/2014 às 19:03

    Acaba com este time, tira ele das competições. Este é o tratamento a se dar para.................... Espera lá, isto não vai fazer o cara deixar de ser racista, mas deve ser imvestigada mortes que possivelmente haja ocorrido nestas para- gens, possivelmente que fala assim, pensa ter o aval de sua sociedade...investiguem e acharão..

  2. Thiago Teixeira Postado em 10/Mar/2014 às 20:43

    Cara, sem comentários... Se você não aguenta a pressão de um campeonato estadual, imagina apitando uma libertadores no Defensores Del Chaco?

    • Ricardo Postado em 10/Mar/2014 às 21:12

      Como assim aguentar pressão? Sofrer calado a manifestação conjunta de um comportamento medíocre é aguentar a pressão? Que ridículo.

      • Guilherme Postado em 10/Mar/2014 às 21:31

        Thiago Teixeira, o Zidane jogou algum campeonato importante? Jogou em estádio lotado e com milhões assistindo pela tv? Ele jogou alguma coisa, foi um craque ou coisa assim? Ele ganhou algum título importante? Vc acha que um jogador com o currículo dele, não aguentaria a pressão? Vc acha que ele deu a cabeçada no Materazzi, porque era um fraco desequilibrado? Desculpa meu amigo, sem comentários pra vc, vc não sabe o que é honra, não sabe o que é ser humano, pois quem acha que essa espécie de manifestação é comum, nunca sentiu isso na pele e também, não tem a menor habilidade de se colocar no lugar do outro ou, simplesmente, é um total idiota, que vive na ilusão do mundo e não percebe nem a sombra da realidade.

      • Thiago Teixeira Postado em 10/Mar/2014 às 22:04

        Pelo jeito você só assiste jogos de futebol nos bares sofisticados, nunca foi a um estádio.

      • José Ferreira Postado em 10/Mar/2014 às 22:58

        No estádio o povo xinga até a mãe falecida do juiz. Aqui não é a Europa, e a Libertadores não é nem sobra da Liga dos Campeões.

      • Tamara Postado em 11/Mar/2014 às 02:19

        Concordo Ricardo. Nunca vi comentario mais ridículo e absurdo. São por esses e muitos mais que esse país continua um lixo preconceituoso, onde o Pão e Circo reinam em todos os aspectos. Mal sabe que é um macaco igual aos outros, adestradinho e tudo mais.

      • Luan Postado em 13/Mar/2014 às 10:18

        e por isso deve ser tolerado o racismo? que pensamento mais ignorante..

    • Junior Postado em 11/Mar/2014 às 11:29

      E depredar carro pode, né? Se liga! Você com certeza deve ser um desses idiotas que xingam e até agride o outro pelo futebol. Ninguém é obrigado a ser ofendido e ficar quieto.

    • Cristiane Oliveira Lima Postado em 11/Mar/2014 às 11:38

      Palavras de racismo e ódio não são pressão meu caro, são crime é bem diferente.

  3. angel fox Postado em 11/Mar/2014 às 03:22

    nao ao racismo. e lamentalvel como algumas pessoas acham "normal" a atidude destes torcedores. affs.

  4. Alexandre Postado em 11/Mar/2014 às 10:11

    Ler comentários de gente que assiste e comenta sobre futebol me dá uma dor de estômago, vou imprimir em papel reciclável, ir ao banheiro e já volto.

    • José Ferreira Postado em 11/Mar/2014 às 10:20

      Cuidado com a assadura.

  5. jaguar Postado em 11/Mar/2014 às 12:53

    estes hipócritas certamente são racistas...

  6. eu daqui Postado em 11/Mar/2014 às 12:56

    Futebol é só baixaria em qualquer lugar do mundo. Esporte de escória. O diabo é que vai permanecer em território brasileiro durante a copa..........

  7. Fagner Postado em 11/Mar/2014 às 16:00

    Me parece que ter a mãe xingada o juiz já estava costumado e nunca reclamou disso. Ser ofendido racialmente é totalmente diferente. Existem diferentes tipos de pressão. "Pressão racista" é crime, não por ser pressão, e sim por ser racismo.

  8. Mary Dal Bosco Postado em 11/Mar/2014 às 16:42

    Não se trata de "aguentar a pressão", mas de combater um crime. RACISMO é crime deve ser punido. O árbitro foi muito valente. Apitou a partida até o final.

    • José Ferreira Postado em 11/Mar/2014 às 21:38

      Nesse caso é injúria racial. Racismo seria se a Federação Riograndense de Futebol impedisse o juiz de apitar um jogo por ele ser negro. Embora eu tenha dúvidas se ele é realmente negro, pois ele é mais claro que os nigerianos, e ele pode muito bem ter algum bisavô (ó) ou avô (ó) branco (a).

      • adilson Postado em 13/Mar/2014 às 00:41

        Ele será negro se assim se declarar, independente da origem étnica do seu avô, avó ou bisavô.

  9. Betina Postado em 13/Mar/2014 às 02:25

    Ah, como isso me dá vergonha! O sul NÃO PRECISA de gente assim! Bah, doí saber que são meus conterrâneos.