Redação Pragmatismo
Compartilhar
Racismo não 26/Mar/2014 às 11:08
4
Comentários

Árbitro interrompe jogo para expulsar torcedores racistas

Respeitando novo protocolo da Federação Mexicana de Futebol contra o racismo, juiz paralisou um jogo em que sons de macacos eram feitos toda vez que o jogador Eisner Loboa encostava na bola

racismo futebol méxico león
Eisner Loboa, jogador do León vítima de racismo (Reprodução)

Na partida entre León e Cruz Azul, pela Liga Mexicana, três torcedores foram retirados do estádio porque imitavam macacos quando Eisner Loboa, que é negro, encostava na bola.

A partida foi interrompida pelo juiz, que só a retomou quando os três racistas foram identificados e retirados do local. A medida está autorizada pela Federação Mexicana de Futebol, que, recentemente, divulgou um protocolo de comportamento aos árbitros em caso de racismo.

Os atos racistas partiram da torcida organizada do Cruz Azul, que agora podem passar o resto da vida sem pisar em um estádio mexicano. Após a expulsão dos racistas, nenhum insulto foi ouvido nas arquibancadas.

Depois do término do jogo, as direções dos dois clubes lamentaram o episódio.

Vídeo

Revista Fórum

Recomendados para você

Comentários

  1. Raíssa Postado em 26/Mar/2014 às 11:29

    Espero que o Brasil siga o exemplo do México e todas as federações de futebol

  2. Eduardo Abreu Postado em 26/Mar/2014 às 12:11

    Sensacional, tomara que todos os atos, independente de ser em estádios ou não sejam punidos.

  3. Thiago Teixeira Postado em 26/Mar/2014 às 12:38

    Parece a lei dentro de um estádio de futebol onde o estrema esquerda e coxinhas metidos a intelectuais batiza de "lugar dos alienados atrás de uma bola" funciona melhor do que fora. O mundo precisa de pessoas com a postura desse juiz, que zelam pela ORDEM.

  4. nilo Postado em 26/Mar/2014 às 20:41

    ...simplesmente louvável a postura desse juiz....espero que todos hajam dessa forma....!